.Os clássicos filmes em torno do Cassino.

Os clássicos filmes em torno do Cassino

Os filmes tem desde há muito contribuído para propagar o imaginário relativo ao jogo. Muitas vezes buscando inspiração na realidade, outras vezes influenciando-a, os filmes sobre a vida de jogadores, sobre jogos de salas de...

Leia mais...

.Tributo ao verdadeiro Paul Newman.

Tributo ao verdadeiro Paul Newman

Fernando Monteiro Muito se falou da vitoriosa carreira de Paul Newman – quando o astro hollywoodiano faleceu, no dia 26 de setembro do ano passado, aos 82 anos. Um ano após, é claro que o ator...

Leia mais...

.Gene Tierney e Menninger Clinic.

Gene Tierney e Menninger Clinic

Artigo por Daniele Rodrigues de Moura, do blog Tela Prateada Anteriormente em Tela Prateada nós vimos um breve resumo da tumultuada vida de Gene Tierney(ver post Aqui). Os problemas mentais estiveram em sua vida desde o...

Leia mais...

.Grandes Perdas de 2013.

Grandes Perdas de 2013

  Tony Lip (4 de janeiro), 82 anos, ator, americano   David R. Ellis ( 7 de Janeiro), 60 anos, diretor, americano   Mariangela Melato (11 de janeiro), 71 anos, atriz, italiana   Nagisa Oshima (15 de janeiro), 80 anos, diretor, japonês   Walmor...

Leia mais...

.O Caso Thomas H. Ince - ou aquele que morreu no lugar de Chaplin.

O Caso Thomas H. Ince - ou aquele que morreu no lugar de Chaplin

Quatro personalidades conhecidíssimas no mundo das artes e publicidade: Marion Davis (atriz), Charles Chaplin (dispensa apresentações), William Randolph Hearst (dono do jornal, e que foi inspiração para o Cidadão Kane de Orson Welles) e Thomas...

Leia mais...

.A Carta (1940).

A Carta (1940)

Por Rafael Amaral De echarpe branco, como uma santa, Bette Davis vai ao encontro de sua antagonista, uma oriental que veste preto. Ambas as mulheres amam o mesmo homem e ambas estavam dispostas a matar ou...

Leia mais...

.Archibal Alexander Leach, ou simplesmente Cary Grant.

Archibal Alexander Leach, ou simplesmente Cary Grant

  Cary Grant, nasceu Archibal Alexander Leach, em Bristol (Inglaterra), em janeiro de 1904. Sua família era pobre e em 1913 sofreram muito quando a mãe de Cary foi internada num Hospital psiquiátrico. Dentre as loucuras...

Leia mais...

.Barbara Stanwyck, Por um bom Caminho.

Barbara Stanwyck, Por um bom Caminho

  Barbara Stanwyck, ao final de sua vida era pouco vista em público. Preferia ficar em sua casa, sozinha. Costumava dizer que preferia isso a ser vista nas ruas e ter que ouvir às maledicências daqueles...

Leia mais...

.Cantinflas, o melhor comediante segundo Charles Chaplin.

Cantinflas, o melhor comediante segundo Charles Chaplin

Mário Moreno Reis, mais conhecido por Cantiflas foi considerado por Charles Chaplin um dos melhores comediantes do mundo.   Houve até conversações para se fazer um filme juntos, o que acabou não dando certo. Nascido na cidade...

Leia mais...

.10 Fatos sobre Bette Davis.

10 Fatos sobre Bette Davis

  10 pontos sobre sua carreira:   1. Venceu 2 Oscars, por "Dangerous" e "Jezebel" (tendo concorrido 10 vezes).Ganhou 1 Palma de Ouro em Cannes, pelo seu papel em "All about Eve" (A malvada). 2. Foi a primeira mulher...

Leia mais...

Cinema Clássico

A Star is Born, 1955, O Retorno de Judy Garland

 

1954. Sidney Luft procura um meio de fazer retornar às telas sua esposa, Judy Garland. A mesma estava afastada havia quase quatro anos, quando a MGM rompeu o contrato que mantinha desde sua adolescência.

Desde jovem, os executivos haviam-na incitado ao uso em remédios para emagrecer e antidepressivos, e aos 18 ela já apresentava sinais do vício que a tornariam por toda vida uma dependente com todas as conseqüências. Ela foi uma espécie de amostra do que a fama precoce e o excesso de trabalho podem fazer com uma pessoa: em muitos momentos as filmagens eram interrompidas para que ela pudesse se recuperar.

O resultado disto foi sua demissão, depois de uma parceria de tantos anos com a MGM, e que rendeu clássicos como “O mágico de Oz” (Wizard of Oz), Desfile de Páscoa (Easter Parade) e “Agora seremos felizes” (Meet me in St. Louis). Sem um contrato certo, ela partiu para carreira de sucesso, como cantora, apresentando-se em grandes teatros dos Estados Unidos e Europa, onde ninguém esquecia a garota de Oz.

Mas estava na hora de um retorno às telas, e para isso precisavam de uma história e elenco de peso. Garland já tinha apresentado um desejo de re-filmar o clássico “Nasce uma Estrela” (A Star is Born) de 1937, estrelado por Janet Gaynor e Fredric March, porém L.B. Mayer negara seu pedido. Agora teria sua chance. Estava tensa e nervosa, pois com o tempo, desenvolvera um pânico de interpretar, alimentado pelos anos de vício em barbitúricos aliado ao álcool. Cary Grant foi a primeira opção para co-protagonizar, mas não pôde assumir. James Mason, astro em ascensão, acabou ficando com o papel de Norman Maine. George Cukor, conhecido como extremamente paciente com as estrelas com quem trabalhava, dentre elas Greta Garbo, Katherine Hepburn e Ingrid Bergman, foi escolhido para a Direção.

Na história, Norman Maine (Maison), astro de cinema decadente e alcoólatra, conhece Esther Blodgett (Garland), uma sonhadora artista que deseja o estrelato. Os dois se casam, Maine incentiva a carreira de Esther e esta começa a se transformar numa grande estrela, mudando seu nome para Vicky Lester. Começam seus problemas, pois o marido que a incentivou começa a ver sua própria carreira de ator declinar, por causa da bebida e insegurança.

Filmado em cinemascope, o precursor do widescreen, teve em sua versão original 3 horas, pelo menos 30 minutos e um número inteiro, chamado “Born in Trunk” foram cortados. Finalmente, em setembro de 1954 o filme estreou com enorme sucesso de público e crítica. A Variety, o New York Times e a Time elogiaram a atuação da atriz, que ressurgia após um período afastada das telas, e chamando a atenção para os anos em que se dedicara à música. Judy e Mason ganharam o Globo de Ouro de melhores atores do ano, e o filme concorreu a 6 Oscars. Tudo ia bem, e ela era a cogitada para ganhar o de melhor atriz aquele ano, tendo como concorrentes Audrey Hepburn (Sabrina), Jane Wyman (Sublime Obsessão) e Dorothy Dandridge (Carmen Jones) e... Grace Kelly (Amar é sofrer). Num momento considerado uma das maiores injustiças da história do Oscar, Hollywood disse não mais uma vez àquela que teve a melhor interpretação do ano, dosando perfeitamente momentos de comédia, musical e drama para entregar o Oscar para Grace Kelly, num aguado papel em Amar é sofrer.

Após o evento, Judy Garland ainda estrelaria alguns filmes, mas nenhum grande sucesso, e teria sua vida, mais do que nunca, calcada na música, apresentando-se em diversos locais, tendo um programa de TV e sendo relembrada como a doce Dorothy de O mágico de Oz. O gosto amargo da derrota por algo tão sem sentido, deixou um constrangimento geral, de críticos, fãs e amantes do cinema em geral. Mas a atriz levantou-se mais uma vez e provou, através da Imortalidade, que não só de Oscars se faz uma carreira, mas de sentimento e glória, que só os que lhe amam podem reconhecer.
Por Carla Marinho


Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Read more ...

Frases de Dercy Gonçalves

“Quem me criou foi o tempo, foi o ar. Ninguém me criou. Aprendi como as galinhas, ciscando, o que não me fazia sofrer eu achava bom”.


“Tudo que passou, acabou. Eu sobrevivi”.


“O ontem acabou. Não tenho mágoa de nada e nem saudade de nada. Vivo o hoje. Tenho alegria de viver, adoro a vida". - Dercy Gonçalves, falando sobre a vida.


“Eu já fui acusada de tudo. Eu era "negrinha" (sua avó era negra), menina de rua, mas nada disso me atingiu porque eu não sabia o que era o mundo. Não tinha nem amigos. Passeava na rua e era perseguida com 7, 10 anos, porque o negro é perseguido há séculos”. - Dercy Gonçalves sobre a infância.

“Não acredito em santo nenhum. Minha religião é a natureza. Deus é um apelido. Ele pra mim não existe. O que existe é a natureza. Deus é fantasma, mas a natureza é a verdade”.

“Não podia levantar o braço na passarela. Arriei e fui dançando e cantando. Tinha os seios lindos naquela ocasião. Mostrei. Houve gritaria, escândalo, mas por quê? Os seios são a coisa mais linda na mulher". - Dercy Gonçalves, sobre ter mostrado os seios durante desfile em sua homenagem no carnaval carioca, aos 84 anos.


“Todas as manhãs, a solidão me deixa deprimida. Moro sozinha, tem três pessoas que se revezam para me acompanhar. Minha filha não mora comigo. Filho não gosta de mãe; é a mãe que gosta do filho. Eles crescem, ganham independência e passam a ter prioridades. Eu me animo no cair da tarde, às 16h mais ou menos. Luto para ter forças para sair. Aí me arrumo, vou pro bingo. Lá, sou muito bem tratada, ganho cartelas e me distraio. À noite, vou a festas, jantares, adoro comer. E volto pra casa, durmo feliz. Assim são meus dias, sem expectativa”. — Dercy, em um desabafo


“Eu fiz 94 anos, mas me digo que estou com 95 para me energizar e chegar lá. Escrevem o que eu digo: eu só vou morrer quando eu quiser! Não programo morte, eu programo vida!” — Ao completar 94 anos

“A morte é linda...mas a vida também é muito boa!” — Em cena pela última vez no espetáculo Pout-PourRir

“Eu vou sentir falta de vocês. Mas vocês também vão sentir a minha”
— Para uma platéia lotada no espetáculo Pout-PourRir

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Read more ...

Bond Girls

Ursula Andress - Dr. No (1962)

 

Daniela Bianchi - From Russia With Love (1963)

 

Honor Blackman - Goldfinger (1964)

 

Claudine Auger - Thunderball (1965)

 

Mie Hama - You Only Live Twice (1967)

 

Ursula Andress - Casino Royale (1967) NÃO OFICIAL


 

Diana Rigg - On Her Majesty's Secret Service (1969)

 

Jill St. John - Diamonds Are Forever (1971)

 

Jane Seymour - Live and Let Die (1973)

 

Britt Ekland - The Man with the Golden Gun (1974)

 

Barbara Bach - The Spy Who Loved Me (1977)

 

Lois Chiles - Moonraker (1979)

 

Carole Bouquet - For Your Eyes Only (1981)

 

Maud Adams - Octopussy (1983)

 

Kim Basinger - Never Say Never Again (1983) NÃO OFICIAL


Tanya Roberts - A View to a Kill (1985)

 

Maryam D'Abo - The Living Daylights (1987)

 

Carey Lowell - Licence to Kill (1989)

 

Izabella Scorupco - Goldeneye (1995)

 

Michelle Yeoh - Tomorrow Never Dies (1997)

 

Denise Richards - The World Is Not Enough (1999)

 

Halle Berry - Die Another Day (2002)

 

Eva Green - Casino Royale (2006)

 

Olga Kurylenko - Quantum of Solace (2008)

 

Naomie Harris - Skyfall (2012)


Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Read more ...

Lucille Ball: Como Vencer na Carreira e Desobedecer ao Papai



Lucille Ball nasceu em 6 de agosto de 1911 e ainda pequena já fazia peças teatrais. Seu pai não deu a menor força, pois achava que a filha não tinha talento para a coisa, e que procurasse outra coisa. Mas a menina foi em frente. Lucy trabalhou como garçonete e começou a trabalhar em revistas teatrais, como corista. Até que em 1933 veio uma chance de trabalhar como uma das dançarinas em "Roman Scandals". Conseguiu um contrato de 7 anos na RKO.


Apesar disso só conseguia papéis de coadjuvantes. Howard Hughes achava que a ruiva não tinha sex-appeal. Foi aí que ela conheceu Desi Arnaz nas filmagens de "Garotas Demais".  O encontro marcaria a vida dos dois e eles acabaram se casando em novembro de 1940.
Desi foi servir o exército, enquanto Lucy tentava a sorte, dessa vez na MGM, sem sorte. Na volta, Desi começou a viajar com sua orquestra, até que teve a idéia de fazerem um programa de televisão  juntos...

Lucy e Desi

A idéia foi apresentada à CBS em 1950 e em maio eles formaram a "Desilu Productions", assumindo a responsabilidade de um programa semanal na emissora. O dinheiro veio todo do bolso dos dois, e o risco era grande. Segundo Lucy:


"Até essa ocasião os programas eram ao vivo, ou gravados em video-tapes, os quais muitas vezes resultavam ridículos por não haver a possibilidade de corte e nova montagem como no cinema. Eu não pretendia abandonar uma situação segura na MGM para me arriscar assim. Portanto, preferimos gastar mais dinheiro para ter comédias filmadas com mais qualidade para a televisão. Seria uma espécie de consideração mútua, para nós e para o público."



A série "I Love Lucy"  era baseada na vida do casal mesmo, e alcançou o maior sucesso da TV americana, trazendo rios de dinheiro para o casal. Enquanto isso eles constituíram sua família, incluindo a gravidez de Lucy nos capítulos da série. Após 7 anos, a "Desilu Productions" já era a companhia de televisão mais poderosa do mundo. Em 1958 compraram a RKO Rádio em Hollywood e a RKO Pathé em Culver City.


Mas o casamento estava aos pedaços. E após o divórcio com Desi, Lucy lançou "The Lucy Show", trazendo do programa anterior apenas Vivian Vance. Em 1961 a atriz voltou a casar-se novamente. A imprensa chegou a especular se desta vez ela iria colocar o marido no programa.

 

"Não, desta vez não misturo mais negócios com vida pessoal. Não estou mais com idade de sacrificar minha paz de espírito para fazer dinheiro..."

Em 1962 Lucille foi eleita presidente da "Desilu Productions", substituindo seu ex-marido Desi Arnaz e comprando a parte dele na sociedade, tornando-se a dona absoluta da companhia.


Desta maneira, aos 51 anos de idade, Lucille Ball iniciava uma nova fase de sua vida.

Lucy e Gary Morton, seu segundo marido

 

Lucy ainda teve outros programas: Here's Lucy e Life with Lucy, tornando-se uma das mais populares estrelas da tv americana e do mundo, tendo o programa exportado para diversos países, inclusive o Brasil.
Na década de 60 decidiu trabalhar também no teatro e fez alguns filmes como Yours, Mine and Ours  (1968) e Mame (1974).

A atriz morreu em 1989, aos 77 anos, tendo recebido muitos prêmios ao longo de sua carreira e póstumos, como a Presidential Medal of Freedom, entregue pelo então presidente George W. Bush em 1989. Em sua cidade natal, em Jamestown, foi feito um Museu em sua homenagem, e em 6 de agosto de 2001, quando seria o seu aniversário de 90 anos, a United States Postal, lançou um selo comemorativo em sua homenagem. Com tudo isso nós vemos que sim, o papai de Lucille Ball estava errada. Ainda bem que ela não foi uma filha obediente.

Por Carla Marinho

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Read more ...

Oscar 1929

 

1929

 

Data: 16 de maio

Apresentador: Douglas Fairbanks; William C. de Mille

Local: Blossom Room, Hollywood Roosevelt Hotel, Los Angeles, California, USA

 

Prêmio

Vencedor

Indicados

Melhor Filme

Wings (Asas)

7th Heaven (Sétimo Céu)

The Racket (1928)

Melhor Filme - Produção Artística e singular

Sunrise: A Song of Two Humans (Aurora)

Chang: A Drama of the Wilderness

The Crowd

Melhor Ator

Emil Jannings (The Last Command)

Richard Barthelmess (The Noose) e (The Patent Leather Kid)

Melhor Atriz

Janet Gaynor (7th Heaven)

Gloria Swanson (Sadie Thompson)

Louise Dresser (A Ship Comes In)

Melhor Diretor de Comédia

Lewis Milestone (Two Arabian Knights)

Ted Wilde (Speedy)

Melhor Diretor de Drama

Frank Borzage

Herbert Brenon  (Sorrell and Son)

King Vidor (The Crowd)

Melhor Roteiro Original

Ben Hecht (Underworld)

Lajos Biró (The Last Command)

Melhor Roteiro Adaptado

Benjamin Glazer (7th Heaven)

Anthony Coldeway (Glorious Betsy)

Alfred A. Cohn  (The Jazz Singer)

Melhor Subtítulo

Joseph Farnham

George Marion Jr. e Gerald C. Duffy (The Private Life of Helen of Troy)

Melhor Fotografia

Charles Rosher; Karl Struss (Sunrise: A Song of Two Humans)

George Barnes (Sadie Thompson, The Devil Dancer, The Magic Flame)

Melhor Direção de Arte

William Cameron Menzies (Tempest e The Dove)

Harry Oliver (7th Heaven) e Rochus Gliese (Sunrise: A Song of Two Humans)

Melhores Efeitos Especiais

Roy Pomeroy (Wings)

Ralph Hammeras

Nugent Slaughter

Oscar Honorário

Charles Chaplin por The Circus (O Circo) - por sua genialidade e direção.

The Jazz Singer (O Cantor de Jazz) – por seu pioneirismo nos filmes falados, revolucionando a indústria.

 

 

 

Curiosidades
 

- Foram distribuídos 12 prêmios.
- A Academia possuía 230 membros. Cada um pagava US$ 100 por adesão.
- A primeira cerimônia foi realizada no Hotel Roosevelt, em 16 de maio de 1929, com ingressos custando $ 10, em forma de jantar.
- Já se sabia quem seriam os vencedores antes do anúncio, que durou quinze minutos. Eles já haviam sido nomeados três meses antes.
- O evento não foi transmitido.
- Foi utilizada a expressão Menção Honrosa no lugar de Nomeação.
- A Academy Awards nasceu no mesmo ano que o cinema sonoro, e por isso o Cantor de Jazz foi premiado. Este filme foi excluído da competição por Melhor Filme por todos julgarem-no superior em técnica.
- Originalmente seriam concedidos dois prêmios de Melhor Produção.
- Quatro dos cinco filmes nomeados para Melhor Filme eram da Paramount Pictures.
- Wings, o vencedor de Melhor Filme, foi o mais caro do seu tempo, custanto US$ 2 milhões.
- Este foi o único Oscar recebido por Emil Jannings.
- Charles Chaplin foi o primeiro a ganhar um prêmio honorário não competitivo pelo conjunto de sua obra. Especulava-se que ele não tenha ganhado mais por seus problemas com o Governo dos Estados Unidos.
- Emil Jannings foi o primeiro a receber o Oscar.
- Wings foi o único filme mudo a receber o Oscar de Melhor Filme.
- Um premiado podia receber o Oscar por duas obras. Emil Jannings recebeu dois prêmios como ator, pelos filmes The Way of All Flesh e The Last Command.
- O juri era composto por cinco pessoas.
 

Imagens

 

O ganhador do Oscar de Melhor Ator, Emil Jammings

 

Douglas Fairbanks entrega o Oscar a Janet Gaynor, Melhor Atriz

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Read more ...

L.B. Mayer X John Gilbert: Inimigos Públicos

A antipatia que L B Mayer e John Gilbert sentiam um pelo outro era famosa nos estúdios, e as diferenças começavam em suas personalidades. Enquanto Mayer tentava mostrar ser um cara de família, valorizando a moral (que talvez ele mesmo não seguisse), Gilbert era um fanfarrão, que, apesar de trabalhar bem, preferia antes ficar cercado das boas coisas da vida: bebida, mulheres e jogos.


 

A antipatia começou quando Gilbert fez um comentário maldoso  acerca de sua própria mãe, com quem não se dava bem, e que culminou com ele dizendo "e foi a última vez que vi a bunda de minha mãe". Ao ouvir isso, Mayer ficou enfurecido e passou a detestar o ator. Gilbert começou a namorar uma grande estrela em ascenção, Greta Garbo. Mas aí veio a maré baixa, e sua carreira foi definhando, até a o final do cinema mudo. Tudo piorou quando ele foi abandonado por Greta, que se recusou, em cima da hora, a se casar com o astro.

Reza a lenda, que Gilbert estava chorando quando Mayer chegou e soltou essa:
- "Qual o seu problema? Não basta dormir com ela, precisa também se casar?"
Gilbert deu-lhe um soco e o botou para fora do quarto aos pontapés.

Chegara a vez de Mayer se vingar. Depois disso veio a perseguição. Mayer ordenou que o primeiro filme falado de Gilbert fosse um fracasso, com roteiro fraco e frases que beiravam o ridículo. Aproveitando a chegada do som, fez espalhar que a voz de Gilbert não era boa o suficiente para protagonizar filmes falados.
Funcionou. Arruinado financeiramente, Gilbert foi ao limbo e pouco tempo depois, o ator voltou-se para a bebida, que o mataria aos 41 anos.

 

Por Carla Marinho

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Read more ...

Filmes mais longos

1º. CLEÓPATRA (1963)
Duração: 4h03

2º. E O VENTO LEVOU (1939)
Duração: 3h42

3º. LAWRENCE DA ARÁBIA (1962)
Duração: 3h42

4º. OS DEZ MANDAMENTOS (1956)
Duração: 3h40

5º. O PORTAL DO PARAÍSO (1980)
Duração: 3h39

6º. BEN-HUR (1959)
Duração: 3h32

7º. O SENHOR DOS ANÉIS - O RETORNO DO REI (2003)
Duração: 3h30

8º. SPARTACUS (1960)
Duração: 3h18

9º. A LISTA DE SCHINDLER (1993)
Duração: 3h17

10º. TITANIC (1997)
Duração: 3h15
Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Read more ...

E eles nunca ganharam o Oscar...

Os famosos esquecidos que nunca ganharam um Oscar.

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Read more ...

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Biografias

Curiosidades

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Astros de A a Z

Cantando na Chuva de A a Z

News imageLeia Mais
-
+
1

 

Filmes Recentemente Modificados

 

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com
Volte ao Início

Copyright © Cinema Clássico 2014

Template by Joomla Templates & Joomla Szczecin.