Home
Ficha Título original: What Ever Happened to Baby Jane? Ano/País/Gênero/Duração: 1962/EUA/Drama/134min Produção: Robert Aldrich e Kenneth Hyman Direção: Robert Aldrich Roteiro: Henry Farrell e Lukas Heller Fotografia: Ernest Haller Música: Frank De Vol, Sidney Cutner e Ruby Raksin Elenco Bette Davis ... Baby Jane Hudson Joan Crawford ... Blanche Hudson Victor Buono ... Edwin Flagg Wesley Addy ... Marty Mc Donald Julie Allred ... Baby Jane Hudson, criança Anne Barton ... Cora Hudson Marjorie Bennett Dehlia Flagg Bert Freed ... Ben Golden Anna Lee ... Mrs. Bates Maidie Norman ... Elvira Stitt Dave Willock ... Ray Hudson Robert Cornthwaite Dr. Shelby Sinopse Duas irmãs, inimigas, ex-estrelas de cinema, frustradas em suas vidas íntimas e públicas, convivem com seus medos e angústias no mesmo ambiente. Não só convivem: lutam entre si, rivalizam em suas derrotas, num jogo distante da briga do bem contra o mal. Jane Hudson (Bette) brilhou nas telas ainda criança, ficando conhecida como Baby Jane. Porém, fora das telas, tournou-se uma criança insuportável, deixando sua irmã com ciúmes e raiva. Chega a vez de Blanche, que se torna uma atriz de sucesso no cinema, tentando ajudar de alguma forma sua irmãzinha a voltar ao estrelato. A relação das irmãs não melhora, já que Jane não se conforma de um dia ter sido a estrela, e agora ser apenas a irmã dela. A vida das irmãs sofre mais um revés, quando ao voltar de uma festa, Blanche acaba sofrendo um terrível acidente que a deixa paraplégica. Sua odiosa (e odiada) irmã é a única que pode cuidar dela. A vida das duas torna-se então uma grande tormenta. Notas: Bette Davis foi indicada para o Oscar de melhor atriz, e ainda disputou com Joan o prêmio da BAFTA. Tão famosos quanto o filme, foram os seus bastidores: a imprensa era bombardeada com notícias que reforçavam a rivalidade das duas atrizes (a coca-cola que Bette insistia em tomar, sabendo que Joan era casada com o dono da Pepsi, por exemplo). Assista Online Imagens
| 9688 ace
    Ficha   Nome: Ruby Katherine Stevens Nascimento e local: 16/07/1907, Brooklyn, EUA Morte: 20/01/1990, Santa Monica, California EUA, ataque cardíaco Ocupação: atriz Nacionalidade: americana Casamentos: Frank Fay e Robert Taylor Filhos: Dion Fay Biografia   Nascida Ruby Stevens, foi a mais nova de cinco irmãos. Ficou órfã de mãe aos dois anos, e pouco depois o pai abandonou a família, indo trabalhar na Zona do Canal do Panamá. Foi criada, alternadamente, por uma família amiga e pela irmã corista, Mildred, no Brooklyn. Entre os oito e onze anos, viajava nas férias com a irmã Mildred em seus shows. Aos 11 anos, foi morar com um casal de origem judaica, sem filhos, os Harold Cohens, de Flatbush, onde experimentou a afeição pela primeira vez. Com a gravidez da Sra. Cohen, porém, foi novamente rejeitada. Deixou a escola aos 13 anos, apesar de a Escola Superior Erasmus Hall, no Brooklyn, a registrar como "diplomada com distinção". Começou a trablhar omitindo sua idade, numa grande loja de departamentos no Brooklyn, e posteriormente trabalhou para a Companhia Telefônica de Nova York. Dividia um flat com Maude Groodie, atriz de vaudeville, amiga dos tempos em que viajava com Mildred. Virou corista aos 15 anos em cabarés de Nova York, contratada por Billy Crisp e Earl Lindsay. Em 1926, um amigo a apresentou a Willard Mack, um produtor e diretor que a contratou para um de seus shows. Participou de The Noose, que teve 197 apresentações no Teatro Hudson, e mudou o seu nome para Bárbara Stanwyck, por sugestão de Willard, que juntou o nome de uma peça (Barbara Fritchie), com o nome da atriz que a interpretava (Jane Stanwick), alterando para depois para Stanwyck. O sucesso foi grande e ali nascia Barbara Stanwyck, mais tarde uma legenda de Hollywood. Em 1927, estrelou Burlesque, como estrela absoluta: 338 apresentações. Os direitos da peça foram comprados pela Paramount para o cinema, tendo o nome mudado para The Dance of Life ("NO Rodopio da Vida") (1929), porém foi substituda por outra atriz, Nancy Carroll. Em 1927 foi para Hollywood e estrelou Broadway Nights ("Noites da Broadway), sem maior representação para sua carreira. Em 1929, estrelou The Locked Door ("Entre Portas Fechadas"), que foi um fracasso na época. O sucesso só veio ao trabalhar com Frank Capra em Ladies of Leisure ("A Flor dos Meus Sonhos"), em 1930. A atriz foi casada duas vezes, a primeira com Frank Fay que, convencido do seu talento como atriz, a levou para Hollywood em 1930 e conseguiu-lhe alguns testes. O casal adotou o menino John Charles Green, que teve seu nome mudado para Dion Anthony Fay. Logo depois o casal se separou, e tiveram uma longa luta judicial pela custódia do menino, que foi conseguida por Bárbara. Dion faleceu em 1961. Com Robert Taylor em 1941. O segundo casamento foi com o ator Robert Taylor, em 1939, e durou 11 anos, até 14 de dezembro de 1950, quando Bárbara prometeu, e cumpriu, nunca mais se casar. Dois de seus papéis mais marcantes e que lhe valeram dois prêmios Emmy de TV foram a matriarca da série de TV Big Valley, na década de 60, e a fazendeira Mary Carson em Pássaros Feridos, produzida em 1983. Teve quatro indicações para o Oscar mas acabou levando apenas um honorário pelo conjunto da sua obra, em 1982. Barbara morreu de insuficiência cardíaca, aos 82 anos, no St. John's Hospital, tendo ao seu lado Nancy Sinatra, sua grande amiga.   Filmes   The Letters (1973) A Taste of Evil (1971) The House That Would Not Die (1970) Roustabout - Carrossel de emoções (1964) Escape to Burma (1955) The Violent Men (1955) Cattle Queen of Montana (1954) Executive Suite (1954) Witness to Murder (1954) Blowing Wild - Sangue da Terra (1953) The Moonlighter (1953) All I Desire (1953) Titanic (1953) Jeopardy (1953) Clash by Night - Só a mulher peca (1952) The Man with a Cloak (1951) To Please a Lady - Agora Sou tua (1950) The Furies (1950) No Man of Her Own (1950) The File on Thelma Jordon - Confissão de Telma (1950) East Side, West Side - Mundos Opostos (1949) The Lady Gambles (1949) Sorry, Wrong Number (1948) B.F.'s Daughter (1948) Cry Wolf (1947) The Other Love (1947) The Two Mrs. Carrolls (1947) California (1946) The Strange Love of Martha Ivers - O tempo não apaga (1946) The Bride Wore Boots (1946) My Reputation (1946) Christmas in Connecticut (1945) Double Indemnity - Pacto de Sangue (1944) Um Sonho em Hollywood (1944) Flesh and Fantasy (1943) Lady of Burlesque - A Morte Dirige o Espetáculo (1943) The Gay Sisters (1942) The Great Man's Lady (1942) Ball of Fire - Bola de Fogo (1941) You Belong to Me (1941) Meet John Doe - Meu Adorável vagabundo (1941) The Lady Eve - As três noites de Eva (1941) Remember the Night - Lembra-te Daquela Noite (1940) Golden Boy - Conflito de duas almas (1939) Union Pacific - Aliança de Aço (1939) The Mad Miss Manton - Quando Elas Teimam (1938) Always Goodbye - Adeus Para Sempre (1938) Breakfast for Two (1937) Stella Dallas (1937) This Is My Affair - A Força do Coração (1937) Internes Can't Take Money - Escravos do Dever (1937) The Plough and the Stars - A Primeira Batalha (1936) Banjo on My Knee - Um Romance no Mississipi (1936) His Brother's Wife - A Mulher do Seu Irmão (1936) The Bride Walks Out (1936) A Message to Garcia - Mensagem a Garcia (1936) Annie Oakley - Na Mira do Coração (1935) Red Salute - Bom Partido para Dois (1935) The Woman in Red - A Dama de Vermelho (1935) The Secret Bride - Casados em Segredo (1934) A Lost Lady - A Mulher Que Achei (1934) Gambling Lady - Paixão de Fogo (1934) Ever in My Heart - Sempre em Meu Coração (1933) Baby Face - Serpentes de Luxo (1933) Ladies They Talk About - Mulheres do Mundo (1933) The Bitter Tea of General Yen - O último chá do general Yen (1933) The Purchase Price - O Preço da Compra (1932) So Big! - No Palco da Vida (1932) Shopworn (1932) Forbidden - Mulher Proibida (1932) The Miracle Woman - A mulher miraculosa (1931) Night Nurse - Triunfos de Mulher (1931) The Slippery Pearls (1931) Ten Cents a Dance (1931) Illicit (1931) Ladies of Leisure - A Flor dos Meus Sonhos (1930) Mexicali Rose (1929) The Locked Door (1929) Broadway Nights (1927)   Mais As Três Noites de Eva (1941) Barbara Stanwyck - Por Buen Camino (em espanhol)     Prêmios   Óscar 1937 – Indicação ao Óscar de Melhor Atriz (principal), pela atuação no filme Stella Dallas ("Stella Dallas, a Mãe Redentora") 1941 – Indicação ao Óscar de Melhor Atriz pela atuação no filme Ball of Fire ("Bola de Fogo") 1944 – Indicação ao Óscar de Melhor Atriz pela atuação no filme Double Indemnity ("Pacto de Sangue") 1948 – Indicação ao Óscar de Melhor Atriz pela atuação no filme Sorry, Wrong Number ("A Vida Por um Fio") 1981 – Recebeu o Óscar Honorário pela grande criatividade e contribuição à arte de interpretação no cinema. Prêmio Emmy 1961 - Vencedora por The Barbara Stanwyck Show 1966 - Vencedora por The Big Valley 1967 – Indicada por The Big Valley 1968 – Indicada por The Big Valley 1983 – Vencedora por The Thorn Birds ("Pássaros Feridos") (part 1) Globo de Ouro 1966 - Indicação de Melhor Atriz de TV em The Big Valley 1967 - Indicação de Melhor Atriz de TV em The Big Valley 1968 - Indicação de Melhor Atriz de TV em The Big Valley 1984 – Venceu em Melhor Atriz (coadjuvante/secundária) em televisão em The Thorn Birds ("Pássaros Feridos") 1986 – Venceu o Prêmio Cecil B. DeMille Outros Prêmios 1967 - Screen Actors Guild - Life Achievement Award 1981 - Film Society of Lincoln Center - Gala Tribute 1981 - Los Angeles Film Critics Association - Career Achievement Award 1987 - American Film Institute - Life Achievement Award   Imagens       Vídeos   qEdh2MmIIVs   mSvzBMK40yg
| 12607 ace
Título Original: The Godfather Ano/País/Gênero/Duração: 1972 / EUA / Drama / 171min Direção: Francis Ford Coppola Produção: Albert S. Ruddy Roteiro: Mario Puzo e Francis Ford Coppola Fotografia: Gordon Willis Música: Nino Rota Elenco Marlon Brando ... Don Vito Corleone Al Pacino ... Michael Corleone James Caan ... Santino 'Sonny' Corleone Richard S. Castellano ... Peter Clemenza (as Richard Castellano) Robert Duvall ... Tom Hagen Sterling Hayden ... Capt. McCluskey John Marley ... Jack Woltz Richard Conte ... Don Emilio Barzini Al Lettieri ... Virgil 'The Turk' Sollozzo Diane Keaton ... Kay Adams Abe Vigoda ... Sal Tessio Talia Shire ... Connie Corleone Rizzi Gianni Russo ... Carlo Rizzi John Cazale ... Fredo Corleone Rudy Bond ... Don Carmine Cuneo Sinopse A família Corleone está em festa, pois Don Vito (Marlon Brando) recebe os amigos e “afilhados” para o casamento de sua filha Connie (Talie Shire) com Carlo (Gianni Russo). Durante a festa ele recebe os afilhados, dá conselhos, cede favores e trata de negócios. Bonasera (Salvatore Corsitto) pede que ele lhe ajude contra os membros de uma família, que violentaram sua filha. Vito promete ajuda-lo em troca de algum favor futuro. Michael (Al Pacino) chega à festa, para se juntar aos irmãos Connie, Fredo (John Cazale) e Sonny (James Caan) e também apresentar sua namorada Kay Adams (Diane Keaton). Ele é capitão da marinha, e passa despercebido da grande maioria de convidados. A festa segue, com a apresentação de Johnny Fontane (Al Martino), cantor mantido pela máfia e apadrinhado por Vito. Para conseguir um filme para Johnny, que andava esquecido do cinema, Vito manda seu advogado Tom Hagen (Robert Duvall) para convencer o diretor a incluí-lo no elenco. Com seus métodos particulares, consegue o que deseja. Os grandes problemas da família Corleone começam quando o grupo dos maiores mafiosos de Nova York quer que os Corleones também entrem para o ramo. Dom Vito se nega, e começa uma luta entre as famílias, culminando numa tentativa de assassinato do Padrinho e o assassinato de seu filho mais velho e sucessor Sonny. Michael, único que não estava interessado nos negócios da família, é obrigado a tomar as rédeas para proteger o patrimônio, se tornando o novo Padrinho. Curiosidades - Mario Puzo foi contratado na década de 60 para escrever um roteiro. The Godfather foi engavetado pela Paramount, que achava que o filme seria um grande fiasco, obrigando o escritor a lança-lo como um livro. Após o sucesso, os estúdios voltaram a se interessar numa futura parceria. - O orçamento inicial era de 2,5 milhões de dólares. - A Paramount queria que o filme fosse ambientado na década de 70, para baratear os custos. Coppola não concordou. - Quase que Coppola não conseguia Marlon Brando para o papel de Vito, pois ele tinha uma fama de ator difícil e polêmico. Após testes, ele foi aprovado. - Marlon Brando não sabia que estava sendo testado para o filme, pois se achar importante demais para ser testado. - O segundo filme de O Poderoso Chefão foi a primeira continuação a ganhar um Oscar de Melhor Filme. - Robert De Niro foi testado para os papéis de Michael e Sonny, mas não conseguiu passar. Ele faria o Vito Corleone no segundo filme. - A cor laranja (e a própria fruta) aparecem constantemente nas cenas, como prenúncio de novas mortes. - Marlon Brando não compareceu à cerimônia do Oscar para receber seu prêmio de Melhor Ator. Em vez disso mandou uma atriz, vestida de índia, como forma de protesto. - Warren Beatty, Jack Nicholson e Dustin Hoffman foram cogitados para o papel de Michael. - Laurence Olivier foi cotado para o papel de Vito Corleone, assim como Frank Sinatra foi para o de Johnny. - James Caan quebrou algumas costelas durante a cena em que briga com seu cunhado Carlo (Gianni Russo). - A palavra máfia não é utilizada nos diálogos. - Coppola esteve perto de ser demitido em diversos momentos das filmagens, pois os produtores não estavam se agradando do que viam. - Marlon Brando gostava de pregar peças em seus colegas de elenco. Na cena em que é carregado de maca, colocou pedras para que seu peso (já avantajado) fosse maior ainda. Prêmios - Oscar de Melhor Filme, Ator (Marlon Brando) e Roteiro Adaptado. - Indicação ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante (James Caan, Al Pacino e Robert Duvall), Figurino, Diretor, Montagem, Canção Original, Som. - Globo de Ouro de Melhor Filme Drama, Diretor, Ator (Marlon Brando), Trilha Sonora, Roteiro Adaptado. - Indicado ao Globo de Ouro de Melhor Ator drama (Al Pacino), Ator Coadjuvante (James Caan). Assista Online Imagens
| 8289 ace
Nome: Rosemarie Magdelena Albach-Retty Nascimento e local: 23/09/1938, Vienna, Austria Morte e local: 26/05/1982, Paris, FRA, ataque cardíaco Ocupação: atriz Nacionalidade: austríaca Casamentos: Alain Delon (noivo), Harry Meyen e Daniel Biasini Filhos: Sarah Biasini and David Haubenstock Biografia Filha de atores, sempre chamou muita atenção por sua beleza, e sua estreia no cinema foi aos 14 anos no filme "Quando voltam a florescer os lilases" (When the White Lilacs Bloom Again), onde trabalhou com sua mãe. Aos 17 anos ganhou o papel que iria marcar sua carreira: Sissi, a imperatriz da Áustria. Seu sucesso não ficou só em seu país, ganhando o mundo logo, e acabou tendo duas continuações: "Sissi, a Imperatriz" e "Sissi e seu destino". Mas a atriz estava cansada de viver papel de adolescentes, e em 1958 estrelou "Senhoritas de uniforme", de temática GLS. Em "Christine", teve enorme dificuldade no início, pois não sabia falar inglês ou francês. Em 1962 estrela "O processo" (The trial), de Orson Welles. "Boccaccio 70", de Luciano Visconti trouxe uma mudança significativa em sua carreira. O sucesso seguiu durante a década de 70. Romy trabalhou com os melhores diretores, como Claude Chabrol, Claude Sautet, Joseph Losey, Costa-Gavras. Andrzej Zulawski e Bertrand Tavernier, e teve como pares, além de Alain Delon, Yves Montad, Jack Lemmon, Michel Piccoli, Peter O'toole, Antony Quinn, Jean Claude Brialy, Jean-Louis Trintignant, dentre outros. Seu último filme foi "O bar da última esperança", de 1981. Ganhou o César (Prêmio do cinema francês) como melhor atriz em 1975 (O importante é amar) e em 1978 (Une histoire simple). Filmes Passante du Sans-Souci, La (1982) Garde à vue - Cidadão sob custódia (1981) Fantasma d'amore (1981) Banquière, La (1980) Mort en direct, La (1980) Clair de femme (1979) Bloodline (1979) Une histoire simple (1978) Gruppenbild mit Dame (1977) Tausend Lieder ohne Ton (1977) Une femme à sa fenêtre (1976) Mado (1976) Vieux fusil, Le - O velho fuzil (1975) Innocents aux mains sales, Les (1975) Important c'est d'aimer, L' (1975) Trio infernal, Le (1974) Un amour de pluie (1974) Mouton enragé, Le - Escalada ao Poder (1974) Train, Le (1973) Ludwig - A Paixão de um Rei (1972) César et Rosalie - Cesar e Rosalie (1972) The Assassination of Trotsky - O assassinato de Trotsky (1972) Bloomfield (1971) Max et les ferrailleurs - Max e os duelistas (1971) Qui? (1970) My Lover My Son (1970) Choses de la vie, Les - As coisas da vida (1970) Califfa, La (1970) Piscine, La - A piscina (1969) Otley (1968) Triple Cross (1966) 10:30 P.M. Summer (1966) Voleuse, La (1966) What's New Pussycat - O Que é Que há Gatinha? (1965) Good Neighbor Sam (1964) Enfer, L' (1964) The Cardinal (1963) The Victors (1963) Amour à la mer, L' (1963) Procès, Le - O Processo (1962) Combat dans l'île, Le (1962) Forever My Love (1962) Boccacio'70 (1962) Die Sendung der Lysistrata (1961) Plein soleil (1960) Katia (1959) Die Schöne Lügnerin - A bela mentirosa (1959) Ein Engel auf Erden (1959) Christine (1958) Mädchen in Uniform (1958) Scampolo (1958) Die Halbzarte (1958) Sissi - Schicksalsjahre einer Kaiserin - Sissi e o seu destino (1957) Monpti (1957) Robinson soll nicht sterben (1957) Sissi - Die junge Kaiserin - Sissi, a Imperatriz (1956) Kitty und die große Welt (1956) Sissi (1955) Der Letzte Mann (1955) Die Deutschmeister (1955) Mädchenjahre einer Königin - Os jovens anos de uma rainha (1954) Wenn der weiße Flieder wieder blüht (1953) Mais... Romy Schneider de A a Z   Imagens     Galeria (Clique na imagem)
| 18434 ace
Nome: María África Gracia Vidal de Santo Silas Nascimento e local: 06/06/1912, Barahona, República Dominicana Morte e local: 07/09/1951, Paris, França, ataque cardíaco Ocupação: atriz Nacionalidade: dominicana Casamentos: William McFeeters e Jean-Pierre Aumont Filhos: Tina Aumont Biografia   Maria Montez passou em um teste na Universal e fez seu primeiro filme “Lucky Devils”, de 1940, em que aparece em traje de banho em um concurso de beleza. Logo ela viraria a rainha do tecnicolor, em papéis estritamente exóticos, em filmes como Arabian Nights (1942), White Savage (1943), Ali Baba and the Forty Thieves (1944), Cobra Woman (1944), Sudan (1945) e Pirates of Monterey (1947). Filmes considerados como uma espécie de fuga em um período de guerra e pós-guerra. Fez ainda alguns filmes na Europa, sem grande importância. Em 1951, morreu de ataque cardíaco enquanto tomava banho em sua banheira. Tinha apenas 34 anos. Filmes Schatten über Neapel (1951) Amore e sangue (1951) Vendetta del corsaro, La (1951) Ladro di Venezia, Il (1950) Portrait d'un assassin (1949) Hans le marin (1949) Siren of Atlantis (1949) Pirates of Monterey (1947) The Exile (1947) Tangier (1946) Sudan (1945) Bowery to Broadway (1944) Gypsy Wildcat (1944) Cobra Woman (1944) Ali Baba and the Forty Thieves (1944) White Savage (1943) Arabian Nights (1942) Pardon My Sarong (1942) Mystery of Marie Roget (1942 Bombay Clipper (1942) South of Tahiti (1941) Moonlight in Hawaii (1941) Raiders of the Desert (1941) . That Night in Rio - Uma Noite no Rio (1941) Lucky Devils (1941) The Invisible Woman (1940) Boss of Bullion City (1940
| 7591 ace
Florence Deshon desde cedo tentara carreira no cinema, tendo tido diversas negativas. Um belo dia foi chamada por goldwyn, que lhe oferecia um salário de 400 dólares a semana, um guarda roupa novo e um apartamento magnífico. Ela ficou feliz, mas ao mesmo tempo estranhou o fato de uma atriz iniciante ganhar tantos luxos de uma hora para outra.A explicação veio mais tarde: Chaplin a financiou. Ele tinha ficado tocado com a história da jovem atriz, que não conseguia papéis devido ao seu envolvimento com o socialismo. Florence lia Li Poe e John Milton, era muito sensível para todas as artes, e era amante de Max Eastman, com quem se correspondia frequentemente. Depois que Chaplin a conheceu pessoalmente, ficou fascinado com seu conhecimento e posição intelectual. Iniciou-se daí um relacionamento envolvendo Chaplin - Florence - Eastman. Os três frequentavam as mesmas festas, sempre regadas a muita bebida e farras. Como Eastman viajava bastante, pediu para Charlie "cuidar" de Florence enquanto ele estava fora. Com isso, ele praticamente empurrou um nos braços do outro. Foi o suficiente para os dois iniciarem um tórrido romante, que foi uma junção de aventura e angústia por trair o próprio amigo. Mas Chaplin, dessa vez, cuidou dela, tentando gerenciar sua carreira e vida, sendo a família que ela não possuía. Chaplin amou Florence, mas naquele momento ele amava muito mais sua liberdade. E também tinham os seus traumas: ele achava que Florence jamais iria preferir um baixinho como ele do que um homem como Max Eastman. Ela ficou confusa e insegura, e acabou voltando para Max, indo encontra-lo na cidade onde estava. Na chegada, ele percebeu que ela estava ardendo em febre. Na verdade, ela havia feito um aborto e quase morreu com o acontecido. Se a criança tivesse nascido, teria sido filha de Chaplin. Florence amargou dias de solidão, depois que seu romance com Max e Chaplin terminou. Ela suicidou-se em 1922, ligando o gás em seu apartamento, em Nova York. Tinha apenas 29 anos. Chaplin ficou abaladíssimo, e o romance entre os dois acabou servindo de inspiração para a cena inicial de Luzes da Ribalta, em que ele salva a dançarina de circunstâncias identicas. Reflexo do que ele gostaria de ter feito? Nunca saberemos.O fato é que ele não cita uma palvra sobre ela em sua biografia, e se negou a tratar do assunto mesmo anos depois do acontecido. Por Carla Marinho
| 915 ace
Ficha Título original: The Mistifs Ano/País/Gênero/Duração:  1964/EUA/Drama/134min Produção:  Frank E. Taylor     Direção: John Huston Roteiro:  Arthur Miller Fotografia: Russell Metty Música: Alex North Elenco Clark Gable ...     Gay Langland Marilyn Monroe Roslyn Taber Montgomery Clift Perce Howland Thelma Ritter ...     Isabelle Steers Eli Wallach    ...     Guido James Barton    ...     avô de Fletcher Kevin McCarthy    Raymond Taber Sinopse Roseyn Tabor (Marilyn Monroe) é uma mulher fragilizada, refugiando-se em Nevada durante o processo de divórcio. Lá conhece três homens também castigados pela vida: Gay (Clark Gable), um velho vaqueiro, abandonado pela esposa que o trocara pelo primo, e com quem Roselyn inevitavelmente acaba tendo um romance; Guido (Eli Wallach), um taxista que lhe oferece a casa que vivera com sua mulher, morta em trabalho de parto e Pearce, um jovem e decadente vaqueiro que vive sozinho. Quatro almas em desespero, vivendo simplesmente, tentando esquecer suas realidades. Notas Arthur Miller quando escreveu o conto inspirou-se claramente em sua esposa Marilyn, queria prestar-lhe uma homenagem, dar-lhe uma personagem que não era somente caras e bocas, que tinha sua integridade e não servia apenas de divertimento aos outros. Quando as filmagens se desenrolavam, os problemas já constatados em outros filmes da diva loura se verificavam: faltas, ausências prolongadas, internamentos, crises por causa dos remédios, crises existenciais, alcoolismo, inseguranças... Os remédios eram tão fortes que prejudicavam sua aparência, pois ela parecia estar sempre dopada. Tampouco Montgomery Clift estava bem: entregue ao álcool devido ao trauma sofrido em acidente automobilístico que deformara seu rosto, jamais conseguiria se reerguer . Clark Gable sofria com problemas no coração, mas mesmo assim arriscava-se em cenas fortes, negando-se a usar dublê durante a cena em que é arrastado pelo cavalo. Mesmo assim não conseguia evitar sua aparência cansada. O galã não mais empolgava, era uma sombra de si mesmo. Poucas semanas depois de findas as filmagens, ele sucumbiu a um ataque cardíaco.     Imagens  
| 5918 ace
  Ficha Título original: Die Büchse der Pandora Ano/País/Gênero/Duração:  1929/ALE/Drama/131min Produção:  Heinz Landsmann e Seymour Nebenzal Direção: Georg Wilhelm Pabst Roteiro:  Frank Wedekind e Ladislaus Vajda Fotografia: Günther Krampf Música: Stuart Oderman e William P. Perry Elenco Louise Brooks ...     Lulu Fritz Kortner    ...     Dr. Ludwig Schön Francis Lederer    ...     Alwa Schön Carl Goetz    ...     Schigolch Krafft-Raschig    ...     Rodrigo Quast Alice Roberts    ...     Gräfin Geschwitz - Countess Anna Geschwitz Daisy D'Ora    ...     Charlotte Marie Adelaide v. Zarnikow Sinopse Lulu é uma dançarina, que, sendo explorada por um velho (seu primeiro "chefe"), envolve-se com um rico dono de jornal, que lhe informa que se casará em breve. Os dois acabam sendo flagrados pela noiva, que rompe o compromisso. E para que sua honra não seja definitivamente jogada na lama, o homem resolve casar-se com a dançarina. Após uma cena de ciúme, o marido tenta matá-la, mas Lulu escapa, e acaba por matá-lo em legítima defesa. Acusada de assassinato, foge com o filho da vítima, e acaba também por envolvê-lo num jogo de sedução, fugas e exploração sexual.   Curiosidades O filme chegou a ser censurado durante várias décadas na América, e em alguns outros países, devido às cenas fortes, e quando liberado teve cenas cortadas.   Assista online (legendado) uxq3J4D1IqM   Canal: http://www.youtube.com/user/CinemaClassico3   Download: Este filme é de  domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria.   Pesquisar este filme no SUBMARINO   Imagens  
| 18547 ace
  Ficha Título original: Taxi Driver Ano/País/Gênero/Duração: 1976/EUA/Drama/113min Produção: Phillip M. Goldfarb, Julia Phillips e Michael Phillips Direção: Martin Scorsese Roteiro: Paul Schrader Fotografia: Michael Chapman Música: Bernard Herrmann Elenco Robert De Niro Travis Bickle Jodie Foster ... Iris Albert Brooks Tom Harvey Keitel Sport Leonard Harris Charles Palantine Peter Boyle ... Wizard Cybill Shepherd Betsy Frank Adu ... Angry Black Man Gino Ardito ... policial Victor Argo ... Melio Garth Avery Harry Cohn ... Cabbie in Bellmore Sinopse Travis inicia sua jornada empregando-se como motorista de táxi, procurando com isso encher seus dias e noites insones com o trabalho. Com isso ele testemunha a decadência de Nova York, com seus marginais, a violência de suas ruas, as prostitutas indo e vindo e a sujeira, que lhe entope o nariz e a existência. Para melhor conduzir-se na vida, Travis inventa um mundo paralelo, onde ele imagina pertencer a um serviço secreto e diz ter sido fuzileiro naval. Para os pais, única amarra com um passado existente, escreve que está bem, feliz! Que namora uma garota chamada Betty e não pode divulgar seu endereço. A única verdade é que ele preenche seu escasso tempo livre com filmes pornôs e bebida. Em uma das suas viagens de táxi, ele conhece uma jovem prostituta e passa a ajudá-la enquanto ele faz planos de um ataque a um senador que faz campanha para ser presidente. Notas Hitchcock, faz uma participação, como um passageiro traído por sua esposa. O filme contou com a ótima trilha sonora de Bernard Herrmann (que acabou sendo sua última, pois faleceu pouco tempo depois). Prêmios de Melhor filme: Palma de Ouro em Cannes, BAFTA. Oscar de melhor atriz coadjuvante para Jodie Foster e Oscar de melhor ator para Robert De Niro. ASSISTA ONLINE     Imagens      
| 4067 ace
Título Original: Goodbye, Mr. Chips Ano/País/Gênero/Duração: 1939 / EUA / Drama / 114min Direção: Sam Wood Produção: Victor Saville Roteiro:  R.C. Sherriff, Claudine West, Eric Maschwitz Fotografia: Freddie Young Música: Richard Addinsell   Elenco   Robert Donat    ...     Mr. Chips Greer Garson ...     Katherine Terry Kilburn    ...     John Colley / Peter Colley I / Peter Colley II / Peter Colley III John Mills    ...     Peter Colley as a young man Paul Henreid    ...     Staefel (as Paul Von Hernried) Judith Furse    ...     Flora Lyn Harding    ...     Wetherby Milton Rosmer    ...     Chatteris Frederick Leister    ...     Marsham Louise Hampton    ...     Mrs. Wickett Austin Trevor    ...     Ralston David Tree    ...     Jackson Edmund Breon    ...     Colonel Morgan (as Edmond Breon) Jill Furse    ...     Helen Colley Scott Sunderland    ...     Sir John Colley   Sinopse No Brookfield Schol, o Mr. Chips (Robert Donat) não é popular entre seus alunos, apesar de ter dedicado toda a sua vida a ensinar. Mas conhece Katherine (Greer Garson), uma bela moça que o ajudará a vencer seus conflitos, se tornando mais simpático.   Curiosidades   - Baseado no romance de James Hilton.   Prêmios   - Oscar de Melhor ator (Robert Donat ).       Download: Este filme é de  domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria. Legenda     Imagens
| 7892 ace
Título Original: Humoresque Ano/País/Gênero/Duração: 1946 / EUA / Drama / 125min Direção: Jean Negulesco Produção: Jerry Wald Roteiro: Zachary Gold e Clifford Odets Fotografia: Ernest Haller Música: Franz Waxman Elenco Joan Crawford ... Mrs. Helen Wright John Garfield ... Paul Boray Oscar Levant ... Sid Jeffers J. Carrol Naish ... Papa Rudy Boray Joan Chandler ... Gina Romney Tom D'Andrea ... Phil Boray Peggy Knudsen ... Florence Boray Ruth Nelson ... Mama Esther Boray Craig Stevens ... Monte Loeffler Paul Cavanagh ... Mr. Victor Wright Richard Gaines ... Bauer - Paul's 1st producer John Abbott ... Rozner - conducts Nat.Inst.Orch. Robert Blake ... Paul Boray - child Tommy Cook ... Phil Boray - child Don McGuire ... Teddy #2 - Prop. of Teddy's Bar Sinopse Paul Boray (John Garfield), um violinista, envolve-se com Helen Wright (Joan Crawford), uma mulher rica e casada. Ele aproveita-se dela, que o patrocina, enquanto Helen apaixona-se loucamente, e fica atormentada por causa da culpa que sente por trair o marido. Curiosidades - Refilmagem de Humoresque (1920). - As cenas em que John Garfield toca o violino na verdade foram feitas com os braços do violinista Isaac Stern. - Orçamento: US$2.164.000. ASSISTA ONLINE Imagens
| 4248 ace
  Ficha Título original: The Birth of a Nation Ano/País/Gênero/Duração: 1915/EUA/Drama/180min Produção: D.W. Grifffth Direção: D.W. Grifffth Roteiro: Thomas F. Dixon Jr. Fotografia: G.W. Bitzer Música: Joseph Carl Breil Elenco Lillian Gish ... Elsie Stoneman Mae Marsh ... Flora Cameron Henry B. Walthall ... Col. Ben Cameron Miriam Cooper ... Margaret Cameron Mary Alden ... Lydia Brown Ralph Lewis ... Austin Stoneman George Siegmann ... Silas Lynch Walter Long ... Gus Robert Harron ... Tod Stoneman Wallace Reid ... Jeff Joseph Henabery ... Abraham Lincoln Elmer Clifton ... Phil Stoneman Josephine Crowell ... Mrs. Cameron Spottiswoode Aitken Dr. Cameron George Beranger ... Wade Cameron   Sinopse Levando em conta vários acontecimentos históricos da história dos EUA, durante a guerra civil. Conta a história dos irmãos Stoneman, que se separam para defenderem exércitos diferentes e suas experiências durante este período tão difícil da história americana, que contou com o assassinato do presidente Lincoln e o surgimento da Ku Klux Klan. Notas Inovações técnicas: planos abertos, cenas coreografadas, trilha sonora. Apesar de inovar tecnicamente, e ser um marco do cinema mudo, o filme é racista até mesmo para os padrões da época, mostrando cenas de linchamento de negros, provocando protestos. O título original era The Clansman, com o qual chegou a estrear em Nova York. O filme lucrou mais de 10 milhões de dólares.       Imagens
| 20449 ace
Ficha Título original: Das Cabinet des Dr. Caligari. Ano/País/Gênero/Duração: 1919/ALE/Terror/78min Produção: Rudolf Meinert e Erich Pommer Direção: Robert Wiene Roteiro: Hans Janowitz e Carl Mayer Fotografia: Willy Hameister Música: Alfredo Antonini Elenco: Werner Krauss ... Dr. Caligari Conrad Veidt ... Cesare Friedrich Feher ... Francis Lil Dagover ... Jane Olsen Hans Heinrich ... Alan Rudolf Lettinger ... Dr. Olsen   Sinopse Dr. Caligari é um médico, e consegue um aval em uma prefeitura de uma pequena cidade holandesa para apresentar um espetáculo na feira local. No espetáculo ele hipnotiza um rapaz chamado Cesare, que faz previsões sinistras para os moradores locais. A partir deste momento, o jovem é induzido a se tornar um assassino. Notas Um dos primeiros filmes do Expressionismo alemão, juntamente com Nosferatu (1922) e Fausto (1926), são considerados os melhores filmes do expressionismo alemão na categoria terror. O filme privilegia efeitos de luz e sombra que traduzem estados mentais e psicológicos de um louco, além de cenários desfigurados, lembrando o sobrenatural. Os cenários originais de Hermann Warm estão hoje em dia no Museu do Cinema Henri Langlois, em Paris.   Assista Online   uxRgrlS2NLA Canal:http://www.youtube.com/user/CinemaClassico3 Download: Este filme é de domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria. Comprar no SUBMARINO Imagens  
| 22974 ace
Ficha Título original:. Nanook of the North Ano/País/Gênero/Duração: 1922/EUA/FRA/Documentário/79min Produção: Robert J. Flaherty e John Révillon Direção: Robert J. Flaherty Roteiro: Frances H. Flaherty e Robert J. Flaherty Fotografia: Robert J. Flaherty Música: Rudolf Schramm Elenco Allakariallak ... Nanook Nyla Cunayou   Sinopse O filme documenta a vida de Nanook, um esquimó que vive com sua família em Hudson Bay, no Canadá. Para sobreviver ele caça e pesca e todos comem-na crua. Curiosidades: - Este foi o primeiro documentário antropológico de longa metragem do cinema. O filme, apesar disto, não pode ser totalmente considerado um documentário, já que muitas cenas foram ensaiadas antes. - Nanook morreu de fome pouco tempo depois do término das filmagens.     Download: Este filme é de domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria.   Imagens
| 17613 ace
    Ficha   Nome: Mary Frances Reynolds Nascimento e local: 01/04/1932, El Paso, EUA Ocupação: atriz, cantora e dançarina Nacionalidade: Americana Casamentos: Eddie Fisher, Harry Karl, Richard Hamlett Filhos: Carrie Fisher, Todd Fisher   Biografia     Mary Francês Reynolds nasceu no Texas, em 1 de abril de 1932. Debbie Reynolds começou sua carreira quando ganhou um concurso de beleza aos 16 anos. Em 1948 obteve uma participação no filme June Bride, que foi o seu de estréia.Ela nunca tinha dançado, até que foi escolhida por Gene Kelly para protagonizar ao seu lado "Sing' In the Rain" (1952). O filme se tornou um dos maiores sucessos de todos os tempos e Debbie seguiu fazendo musicais e comédias românticas. 1955 esteve em Armadilha Amorosa, ao lado de Frank Sinatra. A atriz chegou a visitar o Brasil em companhia de Píer Angeli em 1953. Foi casada com Eddie Fisher, com quem teve dois filhos. Dentre eles, a atriz Carrie Fisher, mais conhecida como a Princesa Leia de Stars Wars. Seu segundo marido foi o magnata Harry Karl. Com a decadência de sua carreira, seguiu se apresentando nos palcos.Comprou um cassino em Las Vegas e atualmente junta itens de sua coleção para seu próprio Museu, onde constam artigos de filmes, roupas usadas por outros atores, como Judy Garland e memórias. Foi indicada ao Oscar por seu papel em A Inconquistável Molly Brown.     Filmes   Return to Halloweentown (2006) "Will & Grace" Lolo's Cafe (2006) Halloweentown High (2004) Generation Gap (2002) Halloweentown II: Kalabar's Revenge (2001) These Old Broads (2001) Rugrats in Paris: The Movie - Rugrats II Virtual Mom (2000) A Gift of Love: The Daniel Huffman Story (1999 The Christmas Wish (1998) Halloweentown (1998) Rudolph the Red-Nosed Reindeer: The Movie (1998) Zack and Reba (1998) In & Out (1997) Mother (1996) Heaven & Earth (1993) The Bodyguard (1992) Battling for Baby (1992) Majo no takkyûbin (1989) Perry Mason: The Case of the Musical Murder (1989) Sadie and Son (1987) Charlotte's Web (1973) What's the Matter with Helen? (1971) How Sweet It Is! (1968) Divorce American Style (1967) The Singing Nun - Dominique (1966) Goodbye Charlie (1964) The Unsinkable Molly Brown - A Inconquistável Molly Brown (1964) My Six Loves - Meus seis amores (1963) Mary, Mary (1963) How the West Was Won - A Conquista do Oeste (1962) The Second Time Around (1961) The Pleasure of His Company - O papai playboy (1961) The Rat Race (1960) The Gazebo (1959) It Started with a Kiss (1959) Say One for Me (1959) The Mating Game - Como fisgar um marido (1959) This Happy Feeling - Tudo pelo Teu Amor (1958) Tammy and the Bachelor (1957) Bundle of Joy (1956) The Catered Affair - A Festa de Casamento (1956) The Tender Trap (1955) Hit the Deck (1955) Athena (1954) Susan Slept Here (1954) Give a Girl a Break - Procura-se uma estrela (1953) The Affairs of Dobie Gillis (1953) I Love Melvin (1953) Singin' in the Rain - Cantando na chuva (1952) Mr. Imperium - É proibido amar (1951) Two Weeks with Love (1950) Three Little Words - Três palavrinhas (1950) The Daughter of Rosie O'Grady (1950) June Bride - A Noiva da Primavera (1948)   Mais   Prêmios Indicada ao Oscar por A Inconquistável Molly Brown (1964).   Imagens       Vídeos
| 15588 ace
A história de dois amantes separados pelo tempo. Deitado em minha cama, eu repito, eterna e sempre, o nome dela. Ellise McKenna. Vejo seu rosto, estou ao seu lado, numa noite de julho de 1912. Preciso acreditar que é possível. Preciso acreditar que vejo e sinto-a junto a mim. (Diálogo imaginário de Richard Collier) Eu tenho uma mania estranha. Guardo fotos antigas. Não importa de quem. Não me importa também a idade. Jovens, velhos, bonitos, feios, parentes, famosos, nem tão... Guardo-os. Gosto de visualizar o intocável de um sentimento preso em uma foto, em um papel em tons de sépia envelhecido. Talvez por isso, temáticas de volta ao passado me atraem tanto. Assim ocorre todas as vezes que revejo ou leio “Em algum lugar do passado”. A história é teoricamente simples: ao ensaiar sua primeira peça, Richard recebe um relógio de uma senhora idosa, que lhe pede que retorne para ela. Anos se passam, e o escritor teatral está com 36 anos, descobriu recentemente um tumor no cérebro e anda deprimido, sem criatividade para escrever uma nova peça. Decide largar tudo durante um tempo. Em seu caminho está o Grande Hotel, que com sua suntuosidade, chama-lhe a atenção. Lá decide ficar por uma noite. Visita uma exposição de peças antigas do hotel, e se depara com uma imagem que o fascina. Ellise McKenna. Uma atriz que apresentara neste mesmo hotel uma peça. Richard descobre que se passaram quase 70 anos desde que a foto fora tirada. Seria possível apaixonar-se por uma imagem de alguém que não mais existe a não ser em fotos e memórias? Ele se apaixona, e vai contra todas as regras absolutas ou imaginárias, para viajar no tempo e ter aquela que ama pelo menos uma vez. Em suas pesquisas, descobre que realmente esteve no passado, e que a mulher que lhe dera o relógio era a própria Ellise McKenna. Estamos falando do livro de Richard Matheson, narrado em primeira pessoa por Robert Collier, irmão de Richard que encontrara seu diário, e pelo próprio Richard, que contara suas últimas experiências. Em algum lugar do passado conta a trágica história de dois amantes separados pelo mais comovente dos inimigos: o tempo. Sob a direção do fraco Jeannot Szwarc, e sob o roteiro do mesmo Richard Matheson, o filme foi levado às telas em 1980, tendo nos papéis principais Christopher Reeve (Superman) e Jane Seymour. Belos e promissores atores. Na adaptação para as telas, algumas mudanças foram verificadas. A doença fatal de Richard foi sublimada. No livro, isto traz uma opção ao leitor de decidir se Richard, abalado com a morte eminente, teria imaginado uma história de amor que nunca vivera para si mesmo. Já na versão cinematográfica, tal fato importante retirado tirou dos espectadores a possibilidade de decidir ser ilusão ou não, dando, ao mesmo tempo algo de trágico à ocasião, já que vemos um jovem bonito e com um futuro imenso pela frente definhar em depressão por causa de um amor, jogando sua vida fora por causa dele. Personagens foram acrescentados, como Arthur, o simpático senhor do Hotel, que reconhece Richard (pois o teria vista aos 5 anos), e que acaba formando um elo entre o passado e o presente. Ótica claramente utilizada para comprovar que realmente, e não imaginativamente, Richard esteve no passado. Outros foram retirados, como o narrados Robert, que nem ao menos é citado. Um dos vazios deixados pelo roteiro é sobre o relógio entregue por Ellise a Richard e posteriormente entregue por ela a ele. De onde, afinal, teria vindo? O relógio é, pois, um artigo de época, que fica claro no momento em que ele viaja no tempo para encontrar sua amada. Mas ao mesmo tempo atemporal, já que ela recebe o mesmo das mãos de Richard. Tendo seguido o livro, ficaria claro que Ellise o teria dado duas vezes para o amado, que em seu retorno para o futuro, o teria deixado em suas mãos. Proposital ou não, tal fato culmina numa pergunta jamais respondida: no filme, de onde vem, afinal, o relógio? Dentre as boas surpresas da película está a trilha sonora de John Barry, com a bela música “Rhapsody on a theme of Paganini, solado ao piano de Chet Swiathowsky (Rachmaninoff) atravessando nossos miolos constantemente durante todo o período. Apesar do público cair de boca na história romântica, os críticos foram quase unânimes  em massacrá-lo. Se é verdade que toda massa é burra, creio estarmos em um impasse neste caso, já que tanto a massa que assiste a um filme por prazer, quanto a crítica mantiveram posições opostas. O fato é que, Em algum lugar do Passado teve uma produção estimada em US$ 5 milhões, fraca para os padrões da época, não agradando a gregos e troianos, mas tornando-se, ao longo dos anos, um dos maiores clássicos românticos.  E para alguém que, como eu, viaja em memórias nunca vividas, um bom momento de reflexão sobre os poucos momentos vividos, e que valeriam uma vida inteira.
| 24296 ace
Título Original: Gone With The Wind Ano/País/Gênero/Duração: 1939 / EUA / Drama Guerra Romance / 238min Direção: Victor Fleming Produção: David O. Selznick Roteiro: Margaret Mitchell, Sidney Howard Fotografia: Ernest Haller Música: Max Steiner Elenco Thomas Mitchell ... Gerald O'Hara Barbara O'Neil ... Ellen O'Hara Vivien Leigh ... Scarlett O'Hara Evelyn Keyes ... Suellen O'Hara - Ann Rutherford ... Carreen O'Hara George Reeves ... Brent Tarleton Fred Crane ... Stuart Tarleton Hattie McDaniel ... Mammy Oscar Polk ... Pork Butterfly McQueen ... Prissy Victor Jory ... Jonas Wilkerson Everett Brown ... Big Sam Howard C. Hickman ... John Wilkes Alicia Rhett ... India Wilkes Leslie Howard ... Ashley Wilkes Olivia de Havilland ... Melanie Hamilton Rand Brooks ... Charles Hamilton Carroll Nye ... Frank Kennedy Clark Gable ... Rhett Butler Laura Hope Crews ... 'Pittypat' Hamilton Eddie 'Rochester' Anderson ... Peter Harry Davenport ... Dr. Meade Leona Roberts ... Sra. Meade Jane Darwell ... Sra. Dolly Merriwether Ona Munson ... Belle Watling Sinopse Gerald O’Hara (Thomas Mitchell) é um imigrante irlandês que mora em uma grande propriedade em Tara, com sua família. Sua filha mais velha, Scarlett (Vivien Leigh) é uma teimosa, bela e arrogante jovem, que tem noção das qualidades que possui e as usa em seu favor. Durante um churrasco, Scarlett flerta com todos os rapazes da região, mas ama Ashley (Leslie Howard). Ao descobrir que ele está noivo de sua amiga Melanie Hamilton (Olivia de Haviland) ela se revolta e acha que Tara é uma terra monótona. Ela decide conquistar Ashley a todo custo, colocando seu melhor vestido. Tudo em vão, ele ama realmente a Melanie, com quem escolhe casar. Irritada com a rejeição, se tranca na biblioteca e acaba conhecendo Rhett Buttler (Clark Gable), um homem charmoso, aventureiro e que, como ela, também não mede palavras para dizer o que sente. Scarlett não gosta dele. Explode a guerra, e ela é pedida em casamento por Charles (Rand Brooks), um dos jovens que lhe cortejam, que deseja ir para a guerra já casado com ela. Movida pela raiva que sente por Ashley ela aceita. Durante a guerra civil, a família perde tudo, e ela tem que aprender a se erguer das cinzas. Para isso ela contará com sua perseverança e também com a ajuda de Rhett, que lhe pede em casamento após ela ficar viúva. Curiosidades - Bilheterias: EUA (US$ 198,676,459); restante do mundo (US$ 201,500,000) - As roupas usadas por Scarlett vão empobrecendo ao passo que ela também fica pobre. Porém, a elegância é mantida, graças ao figurinista Walter Plunkett. - Primeiro filme colorido a ganhar o Oscar de Melhor Filme. - Victor Fleming dirigiu cerca de 45% do filme. O outro restante foi dirigido por George Cukor, Sam Wood, William Cameron Menzies e Sidney Franklin. - A intenção de Margaret Mitchell, autora do livro em que se baseou o filme, era dar o nome de Pansy O’Hara a protagonista. - Os direitos sobre o livro foram comprados apenas um mês após seu lançamento. David O. Selznick pagou cinqüenta mil dólares a Mitchell. - Foram mais de 1400 atrizes testadas para o papel de Scarlett. - O diretor Fleming sofreu um colapso nervoso, graças ao esgotamento mental e aos problemas tidos com Vivien Leigh e Olivia de Havilland (que insistiam em ensaiar em sigilo com o ex-diretor George Cukor). - Quem escolheu Vivien Leigh foi o produtor David O. Selznick. - Dentre as atrizes testadas estavam Bette Davis, Paulette Goddard. - Durante a cena do incêndio em Atlanta foram utilizados os sets de filmes antigos, o de King Kong, para ser mais preciso. - Mais de mil extras e bonecos de cera foram utilizados na cena em que Scarlett caminha entre os corpos de sobreviventes da batalha de Gettysburg. - Vivien Leigh recebeu vinte cinco mil dólares. Clark Gable recebeu cento e vinte mil. - Foram filmados 60.000 metros de filme, o que davam 28 horas de projeção. - A atriz Hattie McDaniel não compareceu à premiere do filme por ser negra. - Custo da produção: cinco milhões de dólares. Prêmios - Oscar de Melhor Filme, Direção, Roteiro, Atriz (Vivien Leigh), Atriz Coadjuvante (Hattie McDaniel), Fotografia, Direção de Arte, Edição, Realização Técnica. - Indicações ao Oscar de Melhor Ator (Clark Gable), Atriz Coadjuvante (Olivia de Havilland), Efeitos Especiais, Trilha Sonora e Efeitos Sonoros. Assista Online Download: Este filme é de domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria.   Legendas Imagens
| 19960 ace
*"Anos atrás, eu tentava suplantar todo mundo, mas deixei de fazer isso, pois percebi que estava destruindo o diálogo. Quando você fica sempre tentando ser o maioral, não está realmente ouvindo nada. isso acaba com a comunicação." * "Acho a televisão muito educativa. Toda as vezes que alguém liga o aparelho, vou para outra sala e leio um livro." * "O matrimônio é a principal causa do divórcio." * "O matrimônio é uma grande instituição. Naturalmente, se você gostar de viver em uma instituição." * "Só há um forma de saber se um homem é honesto... pergunte-o. Se ele disser 'sim', então você sabe que ele é corrupto." * "Eu não freqüento clubes que me aceitem como sócio." * "Há muitas coisas na vida mais importantes que o dinheiro, mas custam tanto..." * "Eu corri atrás de uma garota por dois anos apenas para descobrir que os seus gostos eram exatamente como os meus: Nós dois éramos loucos por garotas." * "Eu não posso dizer que não discordo com você." * "Eu pretendo viver para sempre, ou morrer tentando." * "Eu bebo para fazer as outras pessoas interessantes." * "Eu fui casado por um juiz. Eu deveria ter pedido por um júri". * "Eu não sou vegetariano, mas como animais que são". * "Eu quero ser cremado. Um décimo das minhas cinzas devem ser dadas ao meu agente, assim como está escrito em nosso contrato". * "Case-se comigo e eu nunca mais irei olhar para outro cavalo!" * "Inteligência Militar é uma contradição em termos." * "Estes são os meus princípios. Se você não gosta deles, eu tenho outros." * "Eu nunca esqueço um rosto, mas, no seu caso, vou abrir uma exceção" * "Do momento em que peguei seu livro até o que larguei, eu não consegui parar de rir. Um dia, eu pretendo lê-lo" * "A nossas esposas e namoradas: que nunca se encontrem." * "Inclua-me fora disso." * "Por que eu deveria me importar com a posteridade? Ela nunca fez nada por mim." * "Por trás de cada homem de sucesso há uma mulher, atrás dela está a esposa dele"
| 14515 ace
Título Original: One Flew Over the Cuckoo's Nest Ano/País/Gênero/Duração: 1975 / EUA / Drama / 129min Direção: Milos Forman Produção: Michael Douglas e Saul Zaentz Roteiro:  Bo Goldman e Lawrence Hauben Fotografia: Haskell Wexler Música: Jack Nitzsche Elenco Jack Nicholson ... Randle Patrick McMUrphy Michael Berryman     ...     Ellis Peter Brocco    ...     Col. Matterson Dean R. Brooks    ...     Dr. Spivey Alonzo Brown    ...     Miller Scatman Crothers    ...     Turkle Mwako Cumbuka    ...     Warren Danny DeVito    ...     Martini William Duell    ...     Jim Sefelt Josip Elic    ...     Bancini Lan Fendors    ...     Nurse Itsu Louise Fletcher    ...     Nurse Ratched Nathan George    ...     Washington Ken Kenny    ...     Beans Garfield Mel Lambert    ...     Harbor Master Sydney Lassick    ...     Charley Cheswick Sinopse Randle Patrick McMurphy (Jack Nicholson) está preso e para fugir do trabalho na prisão, finge ser louco para ser transferido para um hospital para doentes mentais. Lá ele é recebido pelo médico John Spivey (Dean R. Brooks) faz com que os internos se revoltem contra as normas impostas pela infermeira Ratched (Louise Fletcher). McMurphy acaba sendo considerado perigoso e uma ameaça à instituição. Curiosidades - Baseado na obra de Ken Kesey, que passou um tempo em um centro psiquiátrico na Califórnia. - O autor do livro jamais viu o filme. - Kirk Douglas iria protagonizar o filme, mas por achar-se velho, chamou Jack Nicholson. - James Caan foi cogitado para o papel de Randle. - Jack Nicholson se internou em um hospital psiquiátrico durante dois meses antes das filmagens. - Primeiro filme de Brad Dourif, Christopher Lloyd, Will Sampson, Tim McCall e Dean R. Brooks. - Foram utilizados doentes mentais como extras. - Segundo filme na história a ganhar os 5 Oscars principais. Prêmios - Oscar de Melhor Filme, Diretor, Ator (Jack Nicholson), Atriz (Louise Fletcher) e Roteiro Adaptado. - Indicado ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante (Brad Dourif), Fotografia, Edição e Trilha Sonora. - Globo de Ouro de Melhor Filme - Drama, Diretor, Ator - Drama (Jack Nicholson), Atriz - Drama (Louise Fletcher), Revelação Masculina (Brad Dourif) e Roteiro. Imagens
| 6779 ace
Título Original: Orphans of the Storm Ano/País/Gênero/Duração: 1921 / EUA / Drama / 150min Direção: D.W. Griffith Produção: D.W. Griffith Roteiro: Eugène Cormon Fotografia: Paul H. Allen, G.W. Bitzer e Hendrik Sartov Música: John Lanchbery Elenco Lillian Gish ... Henriette Girard Dorothy Gish ... Louise Girard Joseph Schildkraut ... Chevalier de Vaudrey Frank Losee ... Count de Linieres Katherine Emmet ... Countess de Linieres Morgan Wallace ... Marquis de Praille Lucille La Verne ... Mother Frochard Sheldon Lewis ... Jacques Frochard Frank Puglia ... Pierre Frochard Creighton Hale ... Picard Leslie King ... Jacques-Forget-Not Monte Blue ... Danton Sidney Herbert ... Robespierre Lee Kohlmar ... King Louis XVI Marcia Harris ... Henriette's landlady Sinopse Na França do século 18, Louise (Dorothy Gish) e Henriette (Lilian Gish) são criadas como irmãs, depois que o pai de uma delas encontra a outra em uma igreja, abandonada. Os seus pais morrem de peste e Louise fica cega. As duas partem para Paris em busca da cura. Acabam se distanciando e reencontrando durante a revolução. Curiosidades - Considerada a melhor performance de Lilian Gish no cinema. - Este foi o último filme de sucesso de D. W. Griffith. - Griffth ficou preocupado com a hipótese dos comunistas abraçarem o filme, assim como aconteceu com o Nascimento de Uma Nação, que agradou ao grupo Ky Klux Klan.   Assista Online Download: Este filme é de domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria. Legenda     Imagens
| 17459 ace
    Ficha   Nome: Dolores Martinez Asunsolo y Lopes Negrete Nascimento e local: 03/08/1905, Durango, Mexico Morte e local: 11/04/1983, Laguna Beach, CA, insuficiência hepática Ocupação: atriz Nacionalidade: mexicana Casamentos: Jaime Del Rio, Cedric Gibbons, Lew A. Riley, Jr Filhos: não Biografia Maria de los Dolores Asúnsolo y López Negrete nasceu em Durango, México. Seu pai era banqueiro e perdeu tudo por causa da Revolução Mexicana. Em 1921, com apenas 16 anos, Dolores casou-se com o escritor Jaime Martinez Del Rio, dezoito anos mais velho do que ela. Em 1924 foi descoberta pelo diretor de cinema americano Edwin Carewe que, extasiado pela beleza da jovem, prometeu trabalho para o casal em Hollywood; Dolores como atriz e Jaime como roteirista. Com o sobrenome do marido, Del Rio, Dolores fez sua estréia em As Melindrosas / Joanna / 1925, dirigido por Carewe. O estrelato veio rápido com Dolores no topo dos créditos de vários filmes de prestígio, destacando-se Sangue por Glória / What Price Glory / 1926, A Dança Rubra / The Red Dance / 1928 e Ouro / Trail of the 98’ / 1928, os dois primeiros realizados por Raoul Walsh e o último por Clarence Brown. Sobre estes eu posso falar, porque tive oportunidade de vê-los. Baseado numa peça muito popular de Laurence Stallings e Maxwell Anderson, Sangue por Glória combina maravilhosamente comédia e romance com cenas de guerra, concentrando-se mais na rivalidade de dois fuzileiros navais, sargentos Flagg (Victor Mclaglen) e Quirt (Edmund Lowe), pelo amor de uma campesina francesa chamada Charmaine (Dolores Del Rio). A Dança Rubra, melodrama tendo como pano de fundo a Revolução Russa, traz Dolores de novo como uma campesina, Tasia, que se torna dançarina e se casa com o Grão Duque (Charles Farrell), que ela deveria assassinar. O filme vale sobretudo pelo trabalho das câmeras sob o comando de Raoul Walsh e pelos cenários estilizados e expressionistas do diretor de arte Ben Carré. Ouro é o melhor dos três. Tem como tema a epopéia da descoberta do ouro no Klondike em 1898, que atraiu para o Alaska um punhado de caçadores de fortuna de todos os cantos da América, entre eles, Berna (Dolores Del Rio) e seu avô (Cesare Gravina) e o jovem Larry (Ralph Forbes), por quem ela se apaixona. Clarence Bown conduz a aventura com a devida dimensão épica, criando cenas espetaculares relacionadas com os perigos daquela região gelada. Para a seqüência da tempestade de neve e da travessia do rio caudaloso, quando o filme passou nos cinemas, a tela foi alargada em duas vezes o seu tamanho normal, num sistema intitulado “Fantomscreen”, causando um impacto eletrizante. Dos sete filmes que Dolores fez com Edwin Carewe, Ressureição / Ressurection / 1927 e Ramona / Ramona / 1928, foram muito elogiados (os comentaristas da revista Cinearte, por exemplo, deram- lhes respectivamente, notas 8 e 9), porém só conheço Evangelina / Evangeline / 1929, que saiu em dvd recentemente. A julgar por Evangelina, Carewe sabia tirar partido das paisagens naturais, compondo quadros de notável valor pictórico e explorar o lindo rosto da atriz nos close-ups. Em 1928, Dolores se divorciou de Jaime; com ciúmes da esposa, ele foi para a Alemanha e se suicidou. Dois anos depois, ela se casou com Cedric Gibbons, o chefe do Departamento de Arte da MGM. No cinema falado, os filmes de maior prestígio de Dolores no Brasil foram Ave do Paraíso / Bird of Paradise / 1932 e Voando para o Rio / Flying Down to Rio / 1933 (no qual sua personagem chamava-se Belinha de Rezende), sucedendo-se outros cada vez menos importantes, nos quais Dolores era quase sempre relegada a papéis exóticos por causa de seu sotaque latino. Entre esses filmes “menores” eu gostaria de chamar a atenção para dois deles, que pude ver há pouco tempo e que são geralmente esquecidos, inclusive por vários autores de filmografia da atriz: Acusada / Accused / 1936 (Dir: Thornton Freeland) e O Diabo à Solta / Devil’s Playground / 1937 (Dir: Erle C. Kenton). Em Accused, produção inglesa, Tony (Douglas Fairbanks Jr.) e Gaby (Dolores Del Rio) formam uma dupla de dançarinos. Eles fazem um número musical que termina com Gaby atirando uma faca nas costas de Tony; mas ele sai ileso, porque usa um colete de aço. A certa altura da trama, Gaby vem a ser acusada da morte de uma colega do teatro que estava dando em cima de Tony, pois uma de suas facas foi encontrada no local do crime. Enquanto transcorre o julgamento, Tony sai à procura do verdadeiro culpado. Dolores e Fairbanks Jr. esbanjam fotogenia e a narrativa tem a costumeira eficiência britânica. Em O Diabo à Solta, cujo roteiro foi escrito por Liam O’Flaherty, Jerome Chodorov e Dalton Trumbo, Dolores é Carmen, “mariposa” de um cabaré de Manila, que quase destrói a amizade entre dois mergulhadores da Marinha (Richard Dix, Chester Morris). A história não era novidade, pois tratava-se da refilmagem de Submarino / Submarine, realizado em 1928 por Frank Capra; porém a boa atuação de Dolores no papel de uma jovem vulgar e sedutora e o excitante clímax no submarino garantem a diversão. Em 1940, Dolores conheceu Orson Welles. Welles apaixonou-se pela bela mexicana e ela se divorciou de Gibbons, vivendo com o grande diretor um romance que durou dois anos. Nessa ocasião, Dolores participou de um filme muito interessante, escrito por Welles e dirigido por Norman Foster, Jornada do Pavor / Journey into Fear / 1943. Este, a meu ver, foi o melhor filme de Dolores nesta fase de sua carreira nos Estados Unidos. Em 1943, Dolores Del Rio voltou para o México, para se tornar a estrela mais popular de seu país, principalmente numa série de filmes dirigidos por Emilio Fernández e magnificamente fotografados por Gabriel Figueroa, só retornando ocasionalmente a Hollywood (Domínio de Bárbaros / The Fugitive / 1947 (Dir: John Ford); Estrela de Fogo / Flaming Star / 1960 (Dir: Don Siegel), Crepúsculo de uma Raça / Cheyenne Autumn / 1964 (Dir: John Ford). Em 1959, Dolores casou-se com Lewis A. Riley, um empresário teatral americano e em 1978, retirou-se do Cinema, para administrar a sua fortuna. Dolores era amiga de Marlene Dietrich, que a considerava “a mulher mais bonita de Hollywood”. No tempo do cinema mudo diziam que ela era a “versão feminina de Rudolph Valentino”. Sua beleza, pode-se dizer, perene foi motivo de muita inveja e especulação. De acordo com todas as informações recolhidas, Dolores nunca recorreu à cirurgia plástica, mantendo a aparência principalmente por meio de uma dieta diligente, inventada por ela mesma, muitas horas de sono e exercícios físicos. Fonte: http://www.historiasdecinema.com   Filmes   • The Children of Sanchez (1978) • C'era una volta... (1967) • Rio Blanco (1967) • El hijo de todas (1967) • Casa de mujeres (1966) • La dama del alba (1966) • The Man Who Bought Paradise (1965) • Cheyenne Autumn (1964) • El pecado de una madre (1962) • Flaming Star - Estrela de Fogo (1960) • La cucaracha (1959) • ¿Adónde van nuestros hijos? (1958) • Señora ama (1955) • El niño y la niebla (1953) • Reportaje (1953) • Doña Perfecta (1951) • Deseada (1951) • La casa chica (1950) • La malquerida (1949) • Historia de una mala mujer (1948) • The Fugitive (1947) • La otra (1946) • La selva de fuego (1945) • Bugambilia (1945) • Las abandonadas (1945) • María Candelaria (Xochimilco) (1944) • Flor silvestre (1943) • Journey Into Fear - Jornada de Pavor (1943) • The Man from Dakota (1940) • International Settlement (1938) • Ali Baba Goes to Town - Ali Babá é Boa Bola (1937) • Lancer Spy (1937) • The Devil's Playground (1937) • Accused (1936) • The Widow from Monte Carlo (1935) • I Live for Love (1935) • In Caliente (1935) . • Madame DuBarry (1934) • Wonder Bar Um Lugar para cantar (1934) • Flying Down to Rio - Voando para o Rio (1933) • Bird of Paradise - Ave do Paraíso (1932) • Girl of the Rio (1932) • The Bad One (1930) • To oneiron tou glyptou (1930) • Evangeline (1929) . • Revenge (1928) • The Red Dance (1928) • No Other Woman (1928) • Ramona (1928) • The Trail of '98 (1928) • The Gateway of the Moon (1928) • The Loves of Carmen (1927) • Resurrection (1927) • The Whole Town Is Talking (1926) • What Price Glory (1926) • Pals First (1926) • High Steppers (1926) • Joanna (1925)     Imagens         Vídeos
| 7334 ace
  Ficha     Nome: Eileen Evelyn Greer Garson Nascimento e local: 29/09/1904, Londres, Inglaterra Morte e local: 06/04/1996, Londres, Inglaterra, ataque cardíaco Ocupação: atriz Nacionalidade: inglesa (cidadã americana) Casamentos: Edwin A. Snelson, Richard Ney, E. E. Fogelson Filhos: 3   Biografia   Greer Garson nasceu em Londres, em 29 de setembro de 1904. Há uma lenda que diz que na verdade ela nasceu na Irlanda, em 1908, mas sem comprovação. Filha de um irlandes protestante, estudou na Universidade de Londres, se formando em Literatura francesa. Queria ser professora, mas começou a trabalhar em uma companhia de publicidade. Para os palcos foi um pulo, e logo ela começou a aparecer em pequenas produções e programas da televisão britânica. Em 1937 ela estrelou a primeira versão de uma peça de Shakespeare na televisão. L. B. Mayer a conheceu quando estava numa viagem em Londres e logo a chamou para assinar um contrato. Sua primeira aparição em um filme americano foi em Adeus, Mr. Chips (1939), e ela recebeu a primeira indicação ao Oscar pelo filme. No entanto seu único prêmio viria por Rosa da Esperança (1942), apesar de várias outras indicações. Em 1951 ela recebeu a cidadania americana e sua carreira começou a declinar. Em 1960 ainda recebeu mais uma indicação ao Oscar no filme Sunrise at Campobello. Na vida pessoal casou-se três vezes. A primeira com Edward Alec Abbot Snelson, em 1933. O casamento durou poucos meses. O segundo casamento foi com Richard Ney, em 1943. Curiosamente ele foi o ator que fez o seu filho no filme Rosa da Esperança. O divórcio veio em 1949. No mesmo ano ela se casou com Byddt Fogelson, milionário do Texas. A atriz morreu de ataque cardiaco em Dallas. Tinha 91 anos de idade.   Filmes   • Little Women TV (1978) • The Happiest Millionaire - Quando o coração não envelhece (1967) • The Singing Nun - Dominique (1966) • Sunrise at Campobello - Dez passos imortais (1960) • Strange Lady in Town - Uma estranha em meu destino (1955) • Her Twelve Men - Homens da sua vida (1954) • Julius Caesar (1953) • Scandal at Scourie - Os maridos da mamãe (1953) • The Law and the Lady - A Lei e a mulher (1951) • The Miniver Story - Romance de uma esposa (1950) • That Forsyte Woman - A glória de amar (1949) • Julia Misbehaves - Travessuras de Julia (1948) • Desire Me - Sagrado e Profano (1947) • Adventure - Aventura (1945) • The Valley of Decision - Vale da Decisão (1945) • Mrs. Parkington - A Mulher Inspiração (1944) • Madame Curie (1943) • Random Harvest- Na noite do passado (1942) • Mrs. Miniver - Rosa da esperança (1942) • When Ladies Meet - De Mulher para mulher (1941) • Blossoms in the Dust - Flores do Pó (1941) • Pride and Prejudice - Orgulho e preconceito (1940) • Remember? (1939) • Goodbye, Mr. Chips - Adeus, Mr. Chips (1939) • How He Lied to Her Husband (1937) • The School for Scandal (1937) • Twelfth Night (1937)   Mais     Prêmios   Oscar por Rosa da Esperança (1943)   Imagens   Vídeos
| 9127 ace
  Ficha Nome: Harlean Harlow Carpenter Nascimento e local: 03/03/1911, Kansas City, MO Morte e local: 07/06/1937, Los Angeles, CA, Insuficiência renal Ocupação: atriz Nacionalidade: Americana Casamentos: Charles Fremont McGrew, Paul Bern, Harold Rosson Filhos: não     Biografia Jean era filha de um bem sucedido dentista e de uma dona-de-casa. Aos 16 anos de idade fugiu de casa para se casar com o jovem empresário Charles McGrew, o casal logo mudou para Los Angeles, onde ela iniciou sua carreira. Jean começou em Hollywood como figurante até 1929, quando Howard Hughes, que estava refilmando Hell's Angels (1930) em versão falada, encantou-se por ela. Nessa mesma época seu casamento acabou em divórcio. Terminado o filme, Jean fez uma turnê pelo país em divulgação do mesmo. Infelizmente, Hughes não tinha outros projetos para ela e acabou por vender seu contrato a MGM. A partir dai sua carreira decolou.Em 1932, casou-se com um assistente de Irving Thalberg na MGM, Paul Bern. A relação dos dois era muito conturbada. Ironicamente, a deusa sensual das telas escolheu para marido um homem impotente, sexualmente falando. Ele passou a agredi-la, devido a sua frustração. A situação logo se tornou insuportável. O casal vivia de aparências. Então, certo dia, enquanto Jean estava no estúdio, Bern se matou com uma pistola de calibre 38, encharcado do perfume favorito da esposa, Mitsouko. Em 1933 casou-se novamente com o cineasta Harold Rosson, acabou divorciando-se oito meses depois.Estrelou em mais de trinta filmes em uma carreira que durou apenas dez anos, até 1937, durante as filmagens de Saratoga, Harlow ficou doente e faleceu, o filme teve que ser finalizado usando uma dublê filmada sempre a distância.Durante as filmagens de Saratoga, a saúde da atriz estava debilitada e em 29 de maio de 1937 Harlow teve um colapso no set e o diretor a mandou para casa para descansar. O que aconteceu depois disso permanece um mistério.Acredita-se que Jean ficou uma semana de cama com náuseas, pois sua mãe, com quem ela vivia, se recusava a chamar um médico devido à sua crença religiosa, a Ciência Cristã. Outros dizem que a própria Jean se recusou a ser internada e passar por uma cirurgia.No dia 3 de junho sua mãe comunicou a imprensa que a atriz estava melhor, mas a 6 de junho, Louis B. Mayer e William Powell deram ordens para que a levassem a um hospital.A loura platinada morreu no dia seguinte, prematuramente, aos 26 anos, de insuficiência renal. Em decorrência de complicações nos rins, uma seqüela, ainda possivelmente, das agressões de Bern. Encontra-se sepultada no Forest Lawn Memorial Park (Glendale), Glendale, Los Angeles, nos Estados Unidos.   Filmes   • Saratoga (1937) • Personal Property (1937) • Libeled Lady - Casado com minha noiva (1936) • Suzy (1936) • Wife vs. Secretary - Ciúmes (1936) • Riffraff (1936) • China Seas - Mares da China (1935) • Reckless (1935) • The Girl from Missouri (1934) • Bombshell - Mademoiselle Dinamite (1933) • Dinner at Eight - Jantar às 8 (1933) • Hold Your Man - Amar e Ser Amada (1933) • Red Dust - Terra de paixões (1932) • Red-Headed Woman - A mulher parisience dos cabelos de fogo (1932) • The Beast of the City (1932) • Three Wise Girls (1932) • Beau Hunks (1931) • Platinum Blonde - Loura e Sedutora (1931) • Goldie (1931) • Iron Man (1931) • The Public Enemy - Inimigo público (1931) • The Secret Six - A Guarda Secreta (1931) • City Lights - Luzes da Cidade (1931) • Hell's Angels- Anjos do inferno (1930) • Bacon Grabbers (1929) • Thundering Toupees (1929) • Double Whoopee - Alegria em dobro (1929) • Why Is a Plumber? (1929) • Why Be Good? (1929) • Fugitives (1929) • Liberty (1929) Mais Tudo sobre Jean Harlow, Absolutamente Tudo Jean Harlow - Mistérios e Escândalos (ASSISTA ONLINE)   Prêmios Imagens     Vídeos             Filmes
| 7640 ace
Título original: Roman Holiday Ano/País/Gênero/Duração: 1953 / EUA / Romance / 119min Direção: William Wyler Produção: William Wyler Roteiro:  Ian McLellan Hunter e John Dighton Fotografia: Henri Alekan e Franz Planer Música: Georges Auric Elenco Gregory Peck ...     Joe Bradley Audrey Hepburn ...     Princess Ann Eddie Albert    ...     Irving Radovich Hartley Power    ...     Mr. Hennessy Harcourt Williams    Ambassador Margaret Rawlings    Countess Vereberg Tullio Carminati    Gen. Provno Paolo Carlini    ...     Mario Delani Claudio Ermelli    ...     Giovanni Paola Borboni    ...     Charwoman Alfredo Rizzo    ...     Cab Driver Laura Solari    ...     Secretary Gorella Gori    ...     Shoe Seller Heinz Hindrich    ...     Dr. Bonnachoven John Horne    ...     Master of Ceremonies Sinopse A princesa Ann (Audrey Hepburn) está em visita a Roma, e passa por momentos tediosos, recebendo chefes de estado e comparecendo a grandes recepções. Numa noite, após ser sedada por seu médico, decide escapar de sua “gaiola de ouro” e conhecer a cidade. Acaba conhecendo o jornalista Joe Bradley (Gregory Peck), que após encontrá-la e julgá-la bêbada, leva-a para sua própria casa,sem saber, até o dia seguinte, que se trata de uma princesa. Ele poderia fazer um “furo” de reportagem, mas acaba não querendo, para preservar a imagem dela. Os dois acabam tendo um romance.   Curiosidades: Este filme traz a estréia de Audrey Hepburn no cinema americano, aos 24 anos. Prêmios Oscar de Melhor atriz (Audrey Hepburn) Globo de Ouro de Melhor atriz (Audrey Hepburn) Academia Britânica de Melhor atriz (Audrey Hepburn) ASSISTA ONLINE Imagens    
| 6341 ace
Ficha Título Original: The Kid Ano/País/Gênero/Duração: 1921 / EUA / Comédia / 68min Direção: Charles Chaplin Produção: Charles Chaplin Roteiro: Charles Chaplin Fotografia: Rollie Totheroh Música: Charles Chaplin     Elenco: Charles Chaplin .......... Vagabundo Edna Purviance ........... Mãe do garoto Jackie Coogan ............. o garoto (Jack Coogan) Baby Hathaway ........... o garoto quando bebê Carl Miller ................... pintor, o pai Granville Redmond ..... amigo Tom Wilson ……….... policial Nelly Bly Baker ……...vizinha Charles Reisner ……... Bully Raymond Lee .............. outro garoto Lita Grey ..................... anjo que flerta com o vagabundo (Lillita McMurray) Lançamento: 06 de fevereiro de 1921.   Sinopse Uma mãe pobre e sozinha (Edna) abandona seu filho em um carro que pertence a uma família de posses. Depois de ver uma babá com uma criança, ela se arrepende, porém já é tarde, pois dois ladrões já levaram a criança; Estes, sem saber o que fazer com o garoto, deixam-no em uma rua qualquer. O vagabundo vai passando e percebe um pequeno “pacote”, que julga ter caído de algum lugar. Vai em busca do “dono”, porém não encontra. Acaba levando o garoto para casa e, por falta de opção, decide cuidar dele. O garoto cresce, e torna-se seu companheiro, partilhando a pobreza e a comida. A mãe do garoto se transforma em uma mulher rica, porém amargurada por não ter seu filho. Ela reencontra o pintor, pai do garoto, e conta o que aconteceu em sua vida. É fazendo doações às crianças pobres, que ela chega ao local onde seu filho vive. E sem que o saiba, encontra-se com ele. O garoto fica doente, e o vagabundo chama o médico. Este, achando que a criança não vive em um local apropriado, chama a polícia, para que encaminhe o garoto para um albergue para menores. Levam o garoto, e a mãe finalmente, ao ler o bilhete que deixara na cesta junto ao bebê, tem certeza de que se trata do seu filho abandonado. Sem dúvida alguma, o filme em que Chaplin conseguiu unir a comédia e o drama em sua maior perfeição. O momento em que o garoto é levado para o orfanato, e o vagabundo é preso por dois homens, enquanto escuta os gritos, é de uma comoção inatingível até então. Ele conseguiu passar sem nenhuma palavra, todo o sentimento embutido naquele momento tão triste.   Notas   - Chaplin levou quase um ano fazendo este filme, seu primeiro longa metragem. - O filme custou 300.000 dólares, mas acabou rendendo 2.500,00 dólares, líquidos.   - Esse foi também, o primeiro filme em que ele permite dividir os créditos por um sucesso. Jackie Coogan foi, juntamente com Charles, o astro principal. - Com este filme, entra em sua vida Lita Grey, que viria a se transformar na segunda Sra. Chaplin. Ao começar esse filme, ele estava se divorciando de Mildred Harris, que abortara seu primeiro filho. - Este filme teve inspiração na própria infância de Chaplin, na Inglaterra. Ele também, como o garoto, foi para um orfanato, e sofreu a ausência de amor. - Este filme foi sonorizado em 1937, com música de Henry Verdun. Em 1971 Chaplin compôs uma nova trilha. - A imagem do garoto e do vagabundo sentados numa soleira de porta é a mais reproduzida em todo o mundo, até hoje. - Segundo Jackie Coogan, os métodos de Chaplin para colher uma interpretação dele eram no mínimo curiosos: para a cena em que ele precisou que o garoto chorasse (ao ser levado para o orfanato), Chaplin o levou para um canto e contou que seus pais lhe levariam realmente para um orfanato. O garoto começou a chorar. Pronto, estava preparado. - Jackie Coogan, depois do filme, transformou-se em um ator requisitadíssimo. Uma das primeiras estrelas mirins do cinema. Casou-se com Betty Grable e afastou-se das telas. Depois do sucesso, já mais velho e careca, ele fez o Tio Fester, da Família Adams.     Fotos  
| 21048 ace
  Título Original: A King in New York Ano/País/Gênero/Duração: 1957 / Inglaterra / Comédia / 110min Direção: Charles Chaplin Produção: Charles Chaplin Roteiro: Charles Chaplin Fotografia: Georges Périnal Música:  Charles Chaplin   Elenco: Charles Chaplin .... King Shahdov Maxine Audley .... Queen Irene Jerry Desmonde .... Prime Minister Voudel Oliver Johnston .... Ambassador Jaume Dawn Addams .... Ann Kay - TV Specialist Sid James .... Johnson - TV Advertiser (as Sidney James) Joan Ingram .... Mona Cromwell - Hostess Michael Chaplin .... Rupert Macabee John McLaren .... Macabee Senior Phil Brown .... Headmaster Harry Green .... Lawyer Robert Arden .... Liftboy Alan Gifford .... School Superintendent Robert Cawdron .... U.S. Marshal George Woodbridge .... Member of Atomic Commission   Sinopse Um rei é deposto de seu país e foge para os Estados Unidos. Lá é recebido por grandes festas. O ex-ministro acaba fugindo com o dinheiro do país. O rei não sabe, mas ao desembarcar em Nova York, está pobre. Pôsa de rico, mas para se sustentar é obrigado a aceitar o primeiro trabalho que encontra: garoto de propaganda. Ao visitar uma escola, o rei acaba conhecendo um garoto que prega idéias revolucionárias e socialistas e que tem os pais presos. O rei, à princípio não gosta muito do garotinho, pois ele fala demais, mas depois o encontra na rua e o leva para casa. Mais confusão, já que podem pensar que o garoto socialista tem algo a ver com o rei. Deste filme podemos destacar algumas gags de Chaplin: ele chega a um restaurante americano, repleto de pessoas e som alto, e tenta de todas as maneiras pedir comida. Com o som altíssimo, não consegue ser entendido, e tem que fazer uma pantomina do que deseja comer. Outra é quando ele vai ao cinema, e se depara com a grande novidade da época, o cinemascope (a tela era mais larga do que o tradicional) e para poder acompanhar o filme, tem que fazer uma ginástica, girando o pescoço de um lado para o outro. Acha cansativo, resolve ir embora. O filme, em geral, é fraquinho. Chaplin desta vez, longe de sua United Artists e de seu estúdio, não pôde se demorar muito para fazê-lo: cumprindo prazos, Chaplin não conseguiu fazer uma boa comédia, como nos velhos tempos. A estrela do filme, Dawn Addams, uma inglesinha, frequentava a casa dos Chaplin, em Vevey, e conseguiu o papel por intermédio de amizades.       Imagens  
| 7678 ace
Título Original: Limelight Ano/País/Gênero/Duração: 1952 / EUA / Comédia Drama / 137min Direção: Charles Chaplin Produção: Charles Chaplin Roteiro: Charles Chaplin Fotografia: Rollie Totheroh e Karl Struss Música: Charles Chaplin Elenco: Charles Chaplin .... Calvero Claire Bloom .... Thereza (Terry) Ambrose Nigel Bruce .... Postant Buster Keaton .... Calvero's Partner Sydney Chaplin Filho .... Neville Norman Lloyd .... Bodalink Andre Eglevsky .... Dancer Melissa Hayden .... Dancer Marjorie Bennett .... Mrs. Alsop Wheeler Dryden .... Thereza's Doctor Barry Bernard .... John Redfern Stapleton Kent .... Claudius Mollie Glessing .... Maid Leonard Mudie .... Dr. Blake Loyal Underwood .... Street Musician Geraldine Chaplin   Sinopse   Calvero chega bêbado à velha pensão onde mora. Ao sentir o cheiro de gás, verifica que vem de um dos quartos e que há uma jovem lá. Mesmo sem muitas forças, arromba a porta e retira a jovem de lá. Consegue salva-la. Chama um médico e esse lhe diz que ela precisa de repouso. Leva-a para seu quarto e começa a cuidar de sua saúde. Ela acorda-se, mas permanece em depressão. Ele tenta ergue-la, mas percebem que não pode mais andar. Terry conta a sua história: ela e a irmã trabalhavam em um cabaré, para que pudessem pagar os estudos, mas teve problemas de saúde. Posteriormente contraíu febre reumática, ficando mais de 5 meses no hospital. Teve, então, que abandonar sua carreira. Na verdade, a doença de Terry passa-se mais pelo plano psicológico. Calvero tenta esconde-la, mas a dona da pensão acaba por descobri-la e quer denuncia-la à polícia. Ele a impede, e diz que são somente amigos, mas para que não haja problemas, ela pode dizer tratar-se de marido e mulher. Eles conversam, trocam confidências. Ela volta a andar. Os dois partilham a tristeza: ela da falta de esperanças. Ele, da velhice. Acabam apaixonando-se. Era inevitável, como diria o próprio Calvero mais tarde. Há um jovem rapaz, feito pelo próprio filho de Chaplin, Sydney: para Calvero, o caminho natural para Terry. O rapaz tenta convence-la de que a relação com Calvero não tem futuro, que é insano. Apaixonar-se por um velho? Mas ela o ama. Calvero não crê. Crê que ela tenha gratidão por ele. Há uma oportunidade para os dois. Eles vão para o palco. Calvero novamente vê os aplausos do público. Emociona-se. Tem um ataque do coração. Enquanto morre, Terry dança para o grande público. O espetáculo não deve terminar.   Notas   - O filme é considerado o mais autobiográfico de Chaplin. Ele tinha 63 anos quando o fez, e utilizou muitos fatos e acontecimentos de sua vida como inspiração: o medo da rejeição do público, a morte, a velhice, o amor, o fracasso. Quando ele diz que odeia seu público, mas que precisa dele, expressa um pouco da idéia dos artistas. - Não vemos a comédia neste filme. Ele é, na verdade, um filme dramático, sobre um palhaço. - Segundo o próprio Chaplin, sua personagem foi inspirado em Frank Tinney, que vira atuar na sua primeira viagem aos Estados Unidos. Ele ficou fascinado com o poder que ele exercia sobre seu público. Tempos depois encontrou-o, abandonado por aqueles que o amavam. - A cena em que ele arromba o quarto e salva a vida de Therese foi baseada em fatos reais. Ele namorou uma atriz, chamada Florense Deshon, que acabou por suicidar-se da mesma maneira que Therese tentara (com gás). Só que na vida real, ele não pôde chegar à tempo e salva-la. Florense foi muito importante para Chaplin, mas o curioso é que ele não chega a cita-la em suas memórias. - Segundo Louise Brooks, que também flertou com Chaplin em sua juventude: “Ele foi á noite após noite – lembra a protagonista do famoso filme Loulou, dirigido por Georg W. Pabst em 1929. Só Deus sabe o porquê. Fazia o violinista tocar e lhe dava notas de cinco dólares. E quantos anos mais tarde fez Luzes da Ribalta? Ali estava a cena. Ele era o violinista”. - Segundo a estrela do filme, Therese também foi uma junção de algumas das mulheres mais importantes da vida de Chaplin: sua mãe, Hannah, sua esposa Oona O'neil e sua primeira namorada, Hetty Kelly. Claire Bloom disse que ele chegava a arruma-la e a imitar gestos, dizendo como Hannah se portava, como botava o chale, como andava. - Esse filme foi também uma celebração à sua família. Aqui ele reuniu seu irmão Dryden (que faz o papel do médico), seus dois filhos com Lita (Charles, como um policial da peça e Sydney, que disputa o amor de Therese), seus filhos pequenos com Oona (Michael, Geraldine e Josephine). Edna Purviance também faz uma minúscula aparição. - O destaque vai para o encontro dos dois maiores atores de comédias; Buster Keaton faz uma participação mais que especial. Já esquecido pelo grande público, ele que fez tanto sucesso quando o próprio Chaplin, mas que não soube administrar a própria carreira. Chaplin divide a cena com ele, não diminuindo ou aumentando sua participação. Na intimidade, Geraldine, filha de Chaplin, falou que ele tinha muito ciúme de Keaton, que odiava quando diziam que ele era melhor que o seu vagabundo. No filme, é bonito ver, pela única vez, a celebração desses grandes. - O filho de Chaplin disse que, na cena em que Calvero morre, Keaton ficou balbuciando, com o rosto imóvel: "Isso Charlie. Está perfeito. Está ótimo, Charlie". - O domador de pulgas foi retirado de um filme anterior de Chaplin, chamado The professor, de 1923. Foi um curta, feito para a First National, em que ele não faz o papel de Carlitos. Como sempre, ele não utilizou a idéia, mas guardou-a para um momento mais propício. Assista Online Imagens
| 11058 ace
É preciso ter dúvidas. Só os estúpidos têm uma confiança absoluta em si mesmos. Qualquer carreira no mundo artístico é uma montanha-russa, e muitos sucessos resultam da combinação de várias circunstâncias felizes. Mas deve existir algo mais também. É impossível fazer um bom filme sem uma câmera que seja como um olho no coração de um poeta Com relação aos meus filmes, creio que não se baseiam tanto na procura como numa pesquisa . Se estivermos procurando por algo, o labirinto é o local mais adequado para a investigação." Não devemos ser malcriados, devemos ser umas pestes. Muitas pessoas são bastante educadas para não falar com a boca cheia, porém não se preocupam em fazê-lo com a cabeça oca. Se não fosse as mulheres, o homem ainda estaria agachado em uma caverna comendo carne crua. Nós só construímos a civilização com fim de impressionar nossas namoradas. A única coisa verdadeira é o sonho. Comecei em cima e trabalhei duro até chegar embaixo. A incompetência deixa-me completamente fora de mim. Nunca repito nada e quero tudo para ontem. É preciso ter dúvidas. Só os estúpidos têm uma confiança absoluta em si mesmos. Qualquer carreira no mundo artístico é uma montanha-russa, e muitos sucessos resultam da combinação de várias circunstâncias felizes. Mas deve existir algo mais também. Nós nascemos sozinhos, vivemos sozinhos e morremos sozinhos. Somente através do amor e das amizades é que podemos criar a ilusão, durante um momento, de que não estamos sozinhos. Mesmo quando não havia nenhuma esperança, sempre procurei dar o melhor de mim. Quando os deuses querem nos punir, eles atendem nossas orações. Eu odeio a televisão. Eu odeio tanto quanto odeio amendoins. Mas eu não consigo parar de comer amendoins. O que o alho é para a comida, a insanidade é para a arte. Verdadeiras ou falsas, nossas obras estão condenadas a desaparecer. Que significa, então, o nome do autor? Eu sou uma figura sombria. Sou um experimentalista por natureza. Não acredito muito em proezas. Tive Hollywood na palma da minha mão e na minha garupa. Eu não proibiria nada. Sou bastante contrário à censura de qualquer tipo. Trabalho demais e vivo muito perigosamente para que minha vida seja agradável. Considero as mulheres a coisa mais importante do mundo, mas não tenho a menor idéia do que é importante para uma mulher. Nunca pretendi entender as mulheres. Um filme não é nunca um relatório sobre a vida. Um filme é um sonho. Um sonho pode ser vulgar e informe; é talvez um pesadelo. Mas um sonho não é nunca uma mentira. pub-3749661759678929
| 16200 ace
Título Original: Unconquered Ano/País/Gênero/Duração: 1947 / EUA / Aventura / Drama / História / Romance / Faroeste / 146min Direção: Cecil B. DeMille Produção: Cecil B. DeMille Roteiro: Charles Bennett, Fredric M. Frank e Jesse Lasky Jr Fotografia: Ray Rennahan Música: Victor Young Elenco Gary Cooper ...     Capt. Christopher Holden Paulette Goddard ...     Abigail 'Abby' Martha Hale Howard Da Silva    ...     Martin Garth Boris Karloff    ...     Chief Guyasuta Cecil Kellaway    ...     Jeremy Love - Abby's 'guardian' Ward Bond    ...     John Fraser - blacksmith Virginia Campbell    ...     Mrs. John Fraser Katherine DeMille    ...     Hannah - Garth's wife Henry Wilcoxon    ...     Capt. Steele - Ecuyer's deputy C. Aubrey Smith    ...     Lord Chief Justice Victor Varconi    ...     Capt. Ecuyer - Ft. Pitt commander Virginia Grey    ...     Diana - Chris's fiancee Mike Mazurki    ...     Dave Bone - Garth's henchman Porter Hall    ...     Leach - slave auctioneer Richard Gaines    ...     Col. George Washington Sinopse Após ser condenada a morte, Abby (Paulette Goddard) tem sua pena reduzida para o exílio e a escravidão em colônias inglesas na América. Ela acaba se envolvendo com um soldado, que a salva da escravidão e por ela se apaixona. Curiosidades - O filme foi apelidade de "Os perigods da Paulette" na Paramount. div> ASSISTA ONLINE Imagens
| 5903 ace
Título Original: The Secret Life of Walter Mitty Ano/País/Gênero/Duração: 1947 / EUA / Comédia / 110min Direção: Norman Z. McLeod Produção: Samuel Goldwyn Roteiro: Ken Englund e Everett Freeman Fotografia: Lee Garmes Música: David Raksin Elenco Danny Kaye    ...     Walter Mitty Virginia Mayo ...     Rosalind van Hoorn Boris Karloff    ...     Dr. Hugo Hollingshead Fay Bainter    ...     Mrs. Eunice Mitty Ann Rutherford ...     Gertrude Griswald Thurston Hall    ...     Bruce Pierce Gordon Jones    ...     Tubby Wadsworth Florence Bates    ...     Mrs. Emma Griswald Konstantin Shayne    ...     Peter van Hoorn Reginald Denny    ...     Colonel Henry Corden    ...     Hendrick Doris Lloyd    ...     Mrs. Letitia Follinsbee Fritz Feld    ...     Anatole of Paris Frank Reicher    ...     Maasdam Milton Parsons    ...     Butler Sinopse Walter Mitty (Danny Kaye) vive em Greater Perth Amboy com sua mãe dominadora. Sua mãe quer que ele se case com Gerturde (Ann Rutherford). Trabalhando como revisor em uma editora, Walter delira, se colocando como o herói das histórias, como um homem seguro e equilibrado. Imagens
| 2679 ace
1. E O Vento Levou (1939)   2. O Mágico de Oz (1939)   3. Luzes da Cidade (1931)   4. Aconteceu Naquela Noite (1934)     5. Scarface, a Vergonha de Uma Nação (1932)   6. O Atalante (1934)   7. No Tempo das Diligências (1939)   8. A Idade do Ouro (1930) 9. Anjos de Cara Suja (1938)   10. Do Mundo Nada se Leva (1938)     Outros destaques: A Mulher Faz o Homem (1939) M - O Vampiro de Dusseldorf (1931) Tempos Modernos (1936) A Grande Ilusão (1937) Fogo de Outono (1936) O Anjo Azul (1930) 39 Degraus (1935) Cupido é Moleque Teimoso (1937) Rua da Vaidade (1937) Nasce Uma Estrela (1937) A Rua da Vaidade (1937) Vitória Amarga (1939) Cavalgada (1939) Ninotchcka (1939)  
| 19903 ace
| 8304 ace
Título Original: Napoleon Ano/País/Gênero/Duração: 1927 / França /  Drama Guerra / 235min Direção: Abel Gance Produção: Robert A. Harris Roteiro:  Abel Gance Fotografia: Léonce-Henri Burel, Jules Kruger, Joseph-Louis Mundwiller, Nikolai Toporkoff Elenco: •    Albert Dieudonné ... Napoléon Bonaparte •    Vladimir Roudenko ... Napoléon Bonaparte (criança) •    Edmond Van Daële ... Maximilien Robespierre •    Alexandre Koubitzky ... Georges Danton •    Antonin Artaud ... Jean-Paul Marat •    Abel Gance ... Louis de Saint-Just •    Gina Manès ... Joséphine de Beauharnais •    Suzanne Bianchetti ... Marie Antoinette •    Marguerite Gance ... Charlotte Corday •    Yvette Dieudonné ... Élisa Bonaparte •    Philippe Hériat ... Antonio Salicetti •    Annabella ... Violine Fleuri Sinopse O filme mostra a história de Napoleão Bonaparte (Albert Dieudonné), líder francês, desde sua infância até a invasão da Itália e subida ao poder. Curiosidades - O filme teria mais cinco sequencias, que acabaram não sendo realizadas por falta de dinheiro. - Nos últimos 20 minutos, o diretor alterna sequencias panorâmicas em widescreen com imagens múltiplas. Download: Este filme é de  domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria.   Legendas Imagens
| 15438 ace
Nome:  Alfred Arnold Cocozza Nascimento e local: 31/01/1921, Philadelphia, PA Morte e local: 07/10/1959,  Roma, Italia, ataque cardíaco Ocupação: cantor, ator Nacionalidade: americano Casamento: Betty Hicks Filhos: Colleen, Elisa, Damon, Marc Biografia Alfred Arnold Cocozza, mais conhecido como Mario Lanza, nasceu naFiladélfia, em 31 de janeiro de 1921. Sua família tinha ascendência italiana. Estreou no festival da Escola de Música de Berkshire, aos 21 anos de idade, e já chamou a atenção da crítica, que chegou a compará-lo a Caruso.  Após a guerra ele seguiu a carreira artística. Durante uma apresentação no teatro, foi visto por um representante da MGM, que o levou para o estúdio.  A estréia no cinema veio em 1949 no filme Aquele Beijo à Meia-Noite (That Midnight Kiss). Mas seu sucesso maior viria com O Grande Caruso (The Great Caruso), em que ele interpretava o papel título. O ator enfrentava problemas constantes de aumento de peso, vício em alcool e barbitúricos e veio a morrer  inesperadamente de ataque cardíaco aos 38 anos. Filmes •  For the First Time (1959) •  Arrivederci Roma (1958) •  Serenade - Serenata (1956) •  The Student Prince (1954) •  Because You're Mine - Tu és minha paixão (1952) •  The Great Caruso - O Grande Caruso (1951) •  The Toast of New Orleans (1950) •  That Midnight Kiss - Aquele beijo da meia noite (1949)
| 15427 ace
"Envelhecer não é para mocinhas." "Sou a melhor dama que já existiu." "Casamento gay? Não sou contra, apenas não é um assunto no qual eu tenha algum interesse." "Havia muito melhores interpretações nas festas de Hollywood do que jamais houve nas telas de cinema." "Realizar um sonho; poder suar em um trabalho individual; ter a chance de criar são a carne com batatas da vida. O dinheiro é o molho." "Eu me casaria de novo se encontrasse um homem que tivesse uns US$ 15 milhões, dividisse metade comigo e me desse a garantia de que estaria morto em um ano." "É claro que susbtituí meu pai. Eu me tornei meu próprio pai e todo mundo ao mesmo tempo." (sobre o pai que se divorciou da mãe quando ela tinha sete anos) "Eu nunca estarei abaixo do título." "Hoje em dia todo mundo é estrela. São sempre creditados como 'estrelando' ou 'também estrelando'. Na minha época esse título era algo a se conquistar." "Eu queria ter ganhado três Oscar, mas miss Hepburn conseguiu primeiro. Na verdade ela não conseguiu, ela só ganhou meio Oscar. Se eles me dessem meio Oscar eu jogaria na cara deles. Sabe como é... Eu sou de Áries, eu nunca perco." (sobre o fato de Katharine Hepburn ter dividido o Oscar de melhor atriz com Barbra Streisand em 1968) "Gary era um macho man, mas nenhum de meus maridos foi macho suficiente para se tornar o mr. Bette Davis." "Eu tive de ser o monstro por nós duas." (sobre a mãe, que foi aspirante a atriz) sobre Joan Crawford "Ela já dormiu com todos os astros da MGM, exceto a Lassie." "Por que sou tão boa intepretando vilãs? Talvez porque eu não seja uma vilã. Talvez por isso a Joan Crawford sempre interprete mocinhas." "Nunca se deve falar coisas ruins sobre alguém que está morto. Apenas coisas boas. Joan Crawford está morta. Ótimo!" (quando sua inimiga morreu em 1977) "Não é porque alguém está morto que se tornou uma pessoa melhor!" (idem) "Joan Crawford e eu nunca fomos amigas calorosas. Nunca fomos simpáticas. Eu a admiro e, ao mesmo tempo, sinto-me desconfortável com ela. Para mim, ela é a personificação de uma estrela de cinema. Eu sempre tive a impressão de que sua melhor performance era Crawford interpretando Crawford." "Eu não mijaria nela nem se ela estivesse em chamas." citações tiradas deste site
| 18770 ace
“Reaja!... Sabe quem são os solitários? Perdedores.” “Sou a favor de tudo o que ajude a passar a noite, sejam orações, calmantes ou uma garrafa de Jack Daniels”. “Você tem que adorar a vida, sabe: Porque a morte é muito chata!” “O ar fresco me faz vomitar. Não consigo tolerar. Prefiro passar a noite inteira perto de três charutos Denobili enfumaçando tuo ao meu redor.” “Posso parecer antiquado, mas acho bom pensar que todas as mulheres deveriam ser tratadas da mesma forma com que eu gostaria que minha esposa, filhas e netas fossem tratadas.” “Acredito em dar à mulher bastante tempo para se decidir com quem ela vai querer passar o resto da vida. O homem não gosta de ser assolado pela claustrofobia feminina”. “Não se preocupe Pombinha, você sempre pode pedir o divórcio”. (à sua filha, quando ela se casou.) Respostas do velho Frank: Qual a melhor coisa a se fazer com o dinheiro? “Gastar! É preciso movimentar o dinheiro.” Como um homem e uma mulher sobrevivem ao divórcio? “Tentem continuar amigos, se puderem.” Para afogar as mágoas, qual é o melhor lugar onde se deve mergulhar? “Certamente não é na água. Água enferruja.” Qual a regra para proteger um amigo? “Não delate nem um delator”. Como sobrevive o fumante num mundo de não fumantes/ “Dizendo: vocês morrem do seu jeito, eu morro do meu.” Como você fica sabendo que escolheu o barbeiro correto? “ Quando você sai da barbearia e ninguém lhe dá um chapéu, então ficou bom”. O que um homem nunca deve fazer na presença de uma mulher? “Bocejar.” O que você faz quando uma mulher chora? “Normalmente choro com ela”. 
| 12194 ace
Título Original: The Phantom of the Opera Ano/País/Gênero/Duração: 1925 / EUA / Drama Terror / 93min Direção: Rupert Julian Produção: Carl Laemmle Roteiro: Gaston Leroux, Elliott J. Clawson, Raymond L. Schrock Fotografia: Milton Bridenbecker Música: Sam Perry Elenco Lon Chaney ... ... O Fantasma Mary Philbin ... ... Christine Daae Norman Kerry ... ... Vicomte Raoul de Chagny Arthur Edmund Carewe ... ... Ledoux Gibson Gowland ... ... Simon Buquet John St. Polis ... ... Comte Philip de Chagny Snitz Edwards ... ... Florine Papillon Mary Fabian ... ... Carlotta Virginia ... ... Chester Conklin Sinopse Depois de um acidente, Erik (Lon Chaney) um compositor tem seu rosto desfigurado. Traumatizado ele passa a viver se escondendo nos subsolos de Paris, assustando as pessoas. Ele conhece Christine (Mary Philbin), uma jovem cantora lírica, por quem se apaixona e seqüestra. O desfecho se dá quando o noivo de Christine vai ao seu encontro, juntamente com a polícia. Curiosidades - Esta foi a primeira adaptação para o cinema da obra de Gaston Leroux. - Considerado por muitos como primeiro grande filme de terror. - Conta-se que muitas pessoas ficaram em choque com o filme, tendo inclusive algumas infartado ao ver a maquiagem de Chaney. Download: Este filme é de domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria. Legendas   Imagens
| 17850 ace
Título original: Charade Ano/País/Gênero/Duração: 1963 / EUA / Suspense / 114min Direção: Stanley Donen e Marc Behm Produção: Stanley Donen Roteiro: Peter Stone Fotografia: Charles Lang Música: Henry Mancini Elenco Cary Grant ... Peter Joshua Audrey Hepburn ... Regina Lampert Walter Matthau ... Hamilton Bartholemew James Coburn ... Tex Panthollow George Kennedy ... Herman Scobie Dominique Minot ... Sylvie Gaudet Ned Glass ... Leopold W. Gideon Jacques Marin ... Insp. Edouard Grandpierre Paul Bonifas ... Mr. Felix Thomas Chelimsky Jean-Louis Gaudet Sinopse Regina (Audrey Hepburn) viaja planejando separar-se do marido. Ao voltar para casa descobre que ele foi assassinado e começa a ser perseguida: eles estão atrás de dinheiro que seu marido possuía. Ela conhece Grant, um homem misterioso, que passa a protegê-la. Curiosidades: O filme foi inteiramente rodado em Paris. Warren Beatty e Natalie Wood foram cotados para serem protagonistas. Cary Grant não gostou do envolvimento do personagem dele com Audrey Hepburn, que nesta altura tinha idade de ser sua filha. Ele exigiu que no roteiro, Regina é que se insinuasse a ele e não o contrário. “O Segredo de Charlie”, de 2002 é uma refilmagem. Prêmios Indicação ao Oscar (Melhor canção original) Indicações ao Globo de Ouro: Melhor Ator (Cary Grant) e Melhor Atriz (Audrey Hepburn) BAFTA de Melhor Atriz (Audrey Hepburn) e Indicação a Melhor Ator Estrangeiro (Cary Grant)   Assista Online           Download: Este filme é de domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria.   Legendas Pesquisar este filme no SUBMARINO Imagens    
| 16349 ace
Título Original: Gilda Ano/País/Gênero/Duração: 1946 / EUA / Drama noir / 110min Direção: Charles Vidor Produção: Virginia Van Upp Roteiro: Jo Eisinger e Marion Parsonnet Fotografia: Rudolph Maté Elenco • Rita Hayworth .... Gilda • Glenn Ford .... Johnny Farrell / narrador • George Macready .... Ballin Mundson • Joseph Calleia .... Detetive Maurice Obregon • Steven Geray .... Tio Pio • Joe Sawyer .... Casey • Gerald Mohr .... Capitão Delgado • Robert E. Scott .... Gabe Evans • Donald Douglas .... Thomas Langford • Sinopse Jonnny Farrell (Glenn Ford), um vigarista que ganha a vida com jogos de cartas, é salvo de um assalto por Ballin Mundson (George Macready), o dono de um clube noturno em Buenos Aires. Os dois acabam fazendo amizade, e Johnny vai trabalhar no Clube. tornando-se o gerente. Ballin viaja e retorna casado com Gilda (Rita Hayworth), uma mulher misteriosa, e que já tivera um romance tempestuoso com Johnny. O amor novamente surge entre os dois, causando um triângulo perigoso amoroso. Johnny descobre que o Clube na verdade é uma fachada para um Cassino, proibido no país. Curiosidades - Gilda é considerado um dos filmes mais eróticos de todos os tempos, devido às frases dúbias e ao clima sugestivo presente em todas as cenas. - Rita Hayworth a princípio não aceitou interpretar Gilda. Após mudanças no roteiro, que incluíam mais cenas suas, ela aceitou. - Além deste, Rita e Ford trabalharam juntos em O Protegido de Papai (1940), Show Business at War (1943), Os Amores de Carmen (1948), Uma Viúva em Trinidad (1952), Dinheiro é a Armadilha (1965) e That's Action (1977). - O filme não recebeu nenhum prêmio. - Rita Hayworth foi dublada pela cantora Anita Ellis em suas duas canções. - Gilda também é considerado um filme gay. - Frase marcante: Nunca houve uma mulher como Gilda. - A bomba que os americanos soltaram em Atol de Bikini, no Pacífico, foi batizada de Gilda, numa homenagem à personagem. - Quase todas as ações se passam em interiores e à noite. Assista Online Imagens
| 12068 ace
Nome:  Nathalie Kay Hedren Nascimento e local: 19/01/1930, New Ulm, MN Ocupação: atriz Nacionalidade: americana Casamentos: Peter Griffith, Noel Marshall, Luis Barrenecha, Martin Dinnes Filha: Melanie Griffith Biografia Descendente de escandinavos, Tippi Hedren deve sua carreira cinematográfica ao diretor Alfred Hitchcock, que descobriu a loira modelo num comercial  de televisão e que então a contratou para o elenco de The Birds, em 1963, e pelo qual ela recebeu o Globo de Ouro. Dirigida por Hitchcock, também atuou em Marnie, em 1964. Casou com Peter Griffith em 1952, e deu à luz sua primeira filha, Melanie Griffith, antes da separação do casal. . Ela se casou com seu segundo marido, Noel Marshall, em 1964, mesmo ano ela fez seu segundo filme, "Marnie", co-estrelado por Sean Connery, que alcançou status cult como um thriller psicológico peculiar. Contratada pela Universal, Tippi passou a fazer 'A Condessa de Hong Kong "(1967), dirigido por Charlie Chaplin, e apareceu em uma sucessão de filmes nas duas décadas seguintes. Entre seus filmes e aparições na TV, Tippi dedicou-se aos direitos humanos, usando seu status de celebridade para levantar fundos para organizações de várias causas. A partir de 1981 começou a envolver-se ativamente em diversas causas humanitárias, entre elas os direitos dos animais. É também coordenadora voluntária do programa "Food for the Hungry". Tem viajado pelo mundo para fundar programas de ajuda aos atingidos por terremotos, furacões, fome e guerra e recebeu inúmeros prêmios, incusive o "Humanitarian Award".  Filmes           •  House of Good and Evil (2009) •  Tribute (2009) •  Return to Babylon (2008) •  Her Morbid Desires (2008) •  Dead Write (2007) •  Strike the Tent (2005) •  Diamond Zero (2005) •  I Heart Huckabees (2004) •  Raising Genius (2004) •  Rose's Garden (2003) •  Searching for Haizmann (2003) •  111 Gramercy Park (2003) •  Julie and Jack (2003) •  Tea with Grandma (2001) •  Ice Cream Sundae (2001) •  Mind Rage (2000) •  Replacing Dad (1999) •  The Darklings (1999) •  The Storytellers (1999) •  Break Up (1998) •  I Woke Up Early the Day I Died (1998) •  Exposé (1998) •  The Guardian (1997) •  Mulligans! (1997) •  Citizen Ruth (1996) •  Inevitable Grace (1994) •  Treacherous Beauties (1994) •  Teresa's Tattoo (1994) •  The Birds II: Land's End (1994) •  Perry Mason: The Case of the Skin-Deep Scandal (1993) •  Through the Eyes of a Killer (1992) •  Shadow of a Doubt (1991) •  Pacific Heights (1990) •  In the Cold of the Night (1990) •  Return to Green Acres (1990) •  Deadly Spygames (1989) •  Foxfire Light (1982) •  Roar (1981) •  Allá donde muere el viento (1976) •  The Harrad Experiment (1973) •  Mister Kingstreet's War (1973) •  The Man and the Albatross (1969) •  Tiger by the Tail (1968) •  A Countess from Hong Kong - A condesa de Hong Kong (1967) •  Marnie - Confissões de uma ladra (1964) •  The Birds - Os pássaros  (1963)  
| 6145 ace
Ano/País/Gênero/Duração: 1957 / Brasil / Comédia / 107min Direção: Watson Macedo Produção: Athayde Caldas, Alberto Laranja, Watson Macedo, Oswaldo Massaini Roteiro:  Chico Anysio e Watson Macedo Fotografia: Mario Pagés Música: Lyrio Panicalli Elenco Dercy Gonçalves     ...     Gonçalina Humberto Catalano    Ambrósio Bezerra Grande Otelo    ...     Benedito Edayr Badaró    ...     Neco Zaquia Jorge    ...     Suely Borel Otelo Zeloni    ...     Guillermo Masseratti Bill Farr    ...     Eduardo Aída Campos    ...     Marisa Francisco Dantas    Juvaldo Rosa Sandrini    ...     Celina Lourdes Bergmann    Zuleika Domingos Terras    ...     Claudionor Armando Nascimento    Doctor Renato Consorte    ...     Lawyer Vicente Marchelli    Francisco Sinopse Gonçalina (Dercy Gonçalves) é uma manicure que fica sabendo pelos jornais que pode ser a filha de uma baronesa. Depois de confirmada a sua identidade como uma aristocrata, e ir morar em um castelo, conhece as pessoas que a jogaram no lixo logo ao nascer. Após a morte de sua mãe, ela herda sua fortuna e vai tentar realizar o sonho de ser uma estrela de cinema.   Assista Online eMFe85yq2lI   Canal:http://www.youtube.com/user/NasTrevasLuz?feature=watch Imagens
| 8385 ace
  Ficha   Nome: Jeanette Helen Morrison Nascimento e local: 06/07/1927, Merced, CA Morte e local: 04/10/2004, Beverly Hills, CA Ocupação: atriz Nacionalidade: americana Casamentos: John Carlyle, Stanley Reames, Tony Curtis, Robert Brandt Filhos: Kelly Curtis, Jamie Lee Curtis Biografia   Jeanette Helen Morrison nasceu em 6 de julho de 1927 e ficou conhecida como Janet Leigh. Filha única, terminou os estudos com quinze anos.Seus pais trabalhavam num resort de ski, quando a ex-atriz da MGM Norma Shearer viu uma fotografia de Jeanette na recepção do resort, local de trabalho do pai. Norma levou a fotografia para os estúdios. Lá, arranjaram-lhe um screen test e um primeiro papel em The Romance of Rosy Ridge (1947). Foi neste drama passado após a guerra civil americana, em que contracenou com Van Johnson, que o público teve pela primeira vez contato com a atriz.Segundo se conta, foi Van Johnson que inventou o nome pelo qual Jeanette Morrison viria a ser conhecida artisticamente - Janet Leigh. Esta, a início, não gostou da ideia, por ser demasiado semelhante ao nome da atriz Vivien Leigh (para quem não lembra, esta foi a famosa atriz do épico clássico E o Vento Levou).Ainda na MGM fez If Winter Comes de Victor Saville, na qual desempenhava o papel de um jovem grávida de um soldado que parte para a guerra e que é acolhida por um homem casado e infeliz. Words and Music de, 1948 seria o seu terceiro filme: uma biografia sobre os compositores Rodgers e Hart, onde contracenava com nomes como Judy Garland, Mickey Rooney e Gene Kelly.Foi no final dos anos 40, também uma época da transformação do Studio System, que Janet Leigh foi construindo uma imagem de menina ingénua. Com 20 anos contracena com Robert Ryan e Van Heflin em Act of Violence de Fred Zinemann, um melodrama sobre um ex-soldado que após a guerra tenta vingar-se de um informanter de um dos campos de prisioneiros. Ainda no mesmo ano de 1948, protagoniza um dos filmes da popular cadela Lassie, Hills of Home.No ano seguinte, tem o seu primeiro grande sucesso, Little Women (no Brasil, Quatro destinos), de Mervyn LeRoy, adaptação da famosa novela de Louise May Alcott. Nesta obra, Janet desenvolveu uma enorme cumplicidade com as suas "irmãs" Elizabeth Taylor, June Allyson e Margaret O’Brien. Leigh encarna o papel de Meg March, a filha mais velha, dividida entre o desejo de casar e a devoção à sua família.Em The Red Danube, de George Sidney, Janet é uma bailarina russa que tem de voltar contra vontade, ao seu país após ter se estabelecido na Viena do pós-guerra. Em seguida faz Doctor and the Girl de Curtis Bernhardt, um drama com Glenn Ford no papel de um médico que deseja ajudar os pobres e desfavorecidos.Baseado no romance A Man of Property de John Galsworthy, seu próximo filme foi That Forsythe Woman, um drama de época com um elenco fabuloso: Errol Flynn, Greer Garson, Walter Pidgeon e ela. Os últimos filmes de 1949 são Hollyday Affair de Don Hartman com Robert Mitchum, sobre uma jovem viúva que se apaixona por um vendedor de brinquedos e ainda How to Smuggle a Hernia Across the Boarder de Jerry Lewis.Em 1950, a atriz conhece Tony Curtis, também ele uma estrela em ascensão. Ambos começam a namorar, e nesse período a atriz abraça sobretudo comédias e musicais aproveitando o seu ar imaculado e bem disposto. Após o casamento com Curtis no ano seguinte, a sua imagem vai ganhar cores de sedução e sensualidade.Em 1951, retoma a sua carreira com Strictly Dishonorable, uma comédia na qual usa uma peruca preta e se apaixona por uma estrela da ópera. Angels in the Outfield, de Clarence Brown, é outra comédia na qual um treinador de baseball se apaixona por uma repórter e passa de homem do desporto a homem de família. Em Two Tickets to Broadway, é Nancy Peterson, uma moça do interior que vem tentar a sorte em Nova Iorque. It’s a Big Country é o último filme de 1951, um drama em diferentes episódios dirigido por vários realizadores.Em 1952, Leigh faz Just This Once, de Don Weis, uma comédia na qual a atriz faz uma advogada que tem de controlar os gastos de um milionário, protagonizado por Peter Lawford. Segue-se Scaramouche, aventura de George Sidney no qual Stewart Granger e Mel Ferrer lutam pelo amor de uma mulher. Fearless Fagan, de Stanley Donan, é considerado o pior filme de Janet Leigh. Neste, um leão vai criar problemas a uma jovem cantora que deseja visitar um acampamento militar.Em seguida vem um dos melhores papéis da carreira da atriz, The Naked Spur (1953), de Anthony Mann, um western intenso e psicológico, James Stewart é um caçador de recompensas que tenta trazer à justiça um criminoso foragido, interpretado por Robert Ryan. Leigh desempenha o papel de filha de um assaltante de bancos, que o criminoso acolhe na sua quadrilha e que faz lembrar Stewart de uma mulher que amou.Confidentially Connie é um drama sobre um pobre professor e a sua mulher que não têm dinheiro para comer carne apesar do pai dele ser dono de um importante rancho.Mais típico dos seus filmes dos anos 50 foi Houdini, de George Marshall no qual contracenou com o marido Tony Curtis. Foi o primeiro dos cinco filmes em que contracenaram juntos. O filme acompanha a vida do casal Houdini embora de uma forma muito estilizada à Hollywood. Segue-se Walking My Baby Back Home, uma obra sobre músicos amadores.O primeiro filme de 1954 é Prince Valiant, um filme de aventura com Robert Wagner encarnando um jovem príncipe viking que ajuda o Rei Artur a lutar contra a traição em seu reino. Segue-se Living it Up, uma comédia divertida com Jerry Lewis e Dean Martin. Ainda do mesmo ano são The Black Shield of Falworth, o segundo trabalho com o marido num filme de aventuras sobre cavaleiros e duelos, e Rogue Cop, um noir com Robert Taylor, sobre um detetive que vai para o lado da crime.Em 1955, dois outros títulos menores: Pete Kelly’s Blues, uma comédia sobre músicos de jazz que se envolvem com a máfia, e My Sister Eileen, um musical onde Leigh contracenaria com Jack Lemmon. Em 1956 protagoniza Safari, um filme de aventuras de Terence Young sobre um caçador, Victor Mature, que se apaixona pela mulher do seu empregado. No ano seguinte faz Jet Pilot, o encontro de Leigh com o mestre austríaco Josef Von Sternberg. Trata-se de um filme de aventuras em que uma aviadora russa e um piloto americano, John Wayne, se perdem de amores um pelo outro.Janet Leigh contracena com Charlton Heston no filme A marca da maldade, de 1958.Após anos, o público tinha de Janet a idéia de uma atriz competente mas mediana, sem grande brilho. Mas isso iria mudar com A Marca da Maldade, de Orson Welles, um das mais famosas obras da história do cinema. É uma mulher que foi de lua de mel para o México com o seu marido, Ramon Vargas (Charlton Heston). Lá vêem-se envolvidos numa investigação de um assassinato que poderá comprometer a dignidade da polícia local. Este thriller noir modificou a imagem de Janet Leigh. É a primeira personagem da atriz cheia de carga sexual.Antes ainda daquele que é reconhecido como o seu mais popular trabalho (Marion Crane, em Psicose - 1960 -, de Alfred Hitchcock), Janet viria a protagonizar ainda três filmes. São eles The Vikings, de 1958, com Tony Curtis e Kirk Douglas, The Perferct Furlough (1959), de Blake Edwards, também com Curtis, e, finalmente, Who Was That Lady?, de George Sidney com Curtis e Dean Martin.Assim, foi sem surpresa que em 1960 Janet foi escolhida para interpretar o papel de Marion Crane no thriller Psicose, uma adaptação de uma novela de Robert Bloch que por sua vez se baseava nas atrocidades do famoso psicopata Ed Gein. Janet ficou sobretudo conhecida pelo seu assassinato no chuveiro, cena que a colocou instantaneamente nos anais da história do cinema. Algo que a fez nunca mais tomar duchas e tomar banho de imersão sempre de porta aberta. Por esta interpretação a atriz recebeu a única nomeação para o Oscar de melhor Atriz (coadjuvante/secundária).Segue-se uma comédia ligeira. Em Pepe, de George Sidney, Janet é uma camponesa mexicana que vai ser ajudada pelas estrelas na sua chegada a Hollywood. Em 1962, Janet protagonizaria outra das obras que ficariam marcadas a ouro na sua carreira. Em The Manchurian Candidate de John Frankenheimer, contracenaria com Frank Sinatra, Laurence Harvey e Angela Lansbury. Trata-se de uma obra de ação profética, pois lidava com a lavagem cerebral por parte do exército chinês de soldados americanos para que assassinassem o candidato presidencial americano. Da ficção à realidade foi um passo, e no ano seguinte, o presidente Kennedy foi morto em Dallas. Janet acabara de se separar de Tony Curtis, e, ironicamente, na pequena cena em que a atriz protagoniza no início do filme, num bordel, há uma moça coreana que está a ler uma revista que tem Tony e Janet na capa, como feliz casal. Após 10 anos de casamento, a união com Curtis chegava ao fim. O resultado eram duas filhas: Jamie Lee Curtis e Kelly Lee.No ano seguinte, houve o regresso à comédia musical com Bye Bye Birdie, do já "cúmplice" George Sidney. Tratava-se de uma adaptação de um êxito da Broadway mas na qual estava já implicito um maior destaque dado à adolescente Ann-Margret. A partir daqui a sua carreira sofreu um notável abrandamento, mais por decisão própria do que imposta. Assim, resolveu dedicar-se às duas filhas e ao recente marido, o corretor da bolsa Robert Brandt, com o qual se manteve casada até ao fim. Ainda em 1963 faz uma comédia Wives and Lovers sobre um escritor falhado, cujo inesperado sucesso vai afetar a sua relação conjugal. No resto dos anos sessenta, setenta e oitenta, Janet Leigh vai sobretudo dedicar-se à televisão aparecendo em inúmeras séries.Destaque ainda para The Fog, de John Carpenter, já de 1980, uma obra de terror que vai juntar pela primeira vez mãe e filha, Jamie Lee Curtis. Voltariam a encontrar-se vinte anos depois em Halloween H20: 20 years later de Steve Miner, uma filme que retoma a carnificina de Michael Myers duas décadas depois.O seu último trabalho foi Bad Girls from Valley High, um filme produzido em 2004 e lançado no ano seguinte, ou seja, 2005, após sua morte.Janet Leigh faleceu aos 77 anos em Beverly Hills. A causa da morte, dizem, foi vasculite, uma doença que contraíra há pouco tempo.Esta foi também uma fase da sua vida na qual escreveu a sua autobiografia "There Really Was a Hollywood", um filme sobre a feitura de "Psycho" intitulado "Behind tyhe Scenes of a Classic Chiller" e ainda um romance, "House of Destiny".   Filmes Bad Girls from Valley High (2005) • Halloween H20: 20 Years Later (1998) • In My Sister's Shadow (1997) • On Our Way (1985) • The Fog (1980) • Boardwalk (1979) • Mirror, Mirror (1979) • Telethon (1977) • Murder at the World Series (1977) • Columbo: Forgotten Lady (1975) • Murdock's Gang (1973) • Night of the Lepus (1972) • One Is a Lonely Number (1972) • Deadly Dream (1971) • House on Greenapple Road (1970) • Honeymoon with a Stranger (1969) • The Monk (1969) • Hello Down There (1969) • Ad ogni costo (1967) • An American Dream (1966) • Three on a Couch - Três em um sofá (1966) • Harper (1966) • Kid Rodelo (1966) • Wives and Lovers (1963) • Bye Bye Birdie - Adeus, Amor (1963) • The Manchurian Candidate (1962) • Psycho - Psicose (1960) • Who Was That Lady? (1960) • The Perfect Furlough (1958) • The Vikings - Vikings, os conquistadores (1958) • Touch of Evil - A marca da maldade (1958) • Jet Pilot (1957) • Safari (1956) • My Sister Eileen (1955) • Pete Kelly's Blues - Taverna maldita (1955) • Rogue Cop (1954) • The Black Shield of Falworth (1954) • Living It Up - A farra dos malandros (1954) • Prince Valiant (1954) • Walking My Baby Back Home (1953) • Houdini (1953) • Confidentially Connie (1953) • The Naked Spur- O preço de um homem (1953) • Fearless Fagan (1952) • Scaramouche (1952) • Just This Once (1952) • It's a Big Country (1951) • Two Tickets to Broadway (1951) • Angels in the Outfield (1951) • Strictly Dishonorable (1951) • Holiday Affair (1949) • That Forsyte Woman - A glória de amar (1949) • The Doctor and the Girl (1949) • The Red Danube (1949) • Little Women - Quatro destinos (1949) • How to Smuggle a Hernia Across the Border (1949) • Act of Violence (1948) • Words and Music - Minha vida é uma canção (1948) • Hills of Home (1948) • If Winter Comes (1947) • The Romance of Rosy Ridge (1947)   Mais Prêmios Imagens       Vídeos
| 5362 ace
"Pensamos em demasia e sentimos bem pouco. mais do que de máquinas, precisamos de humanidade. Mais do que de inteligência, de afeição e doçura. Sem essas virtudes, a vida será de violência e tudo será perdido." "Se tivesse acreditado na minha brincadeira de dizer verdades teria ouvido verdades que teimo em dizer brincando, F alei muitas vezes como um palhaço, mas jamais duvidei da sinceridade da platéia que sorria." "A beleza é a única coisa preciosa na vida. É difícil encontrá-la, Mas quem consegue, descobre tudo." "Num filme o que importa não é arelaidade, mas o que dela possa extrair a imaginação." "Reconhecço que o tempo e as circunstâncias me têm favorecido. O mundo cumulou-se de afeições, inspirei amor e também ódio. Deu-me a vida o que havia de melhor e um pouco do pior". "Não sou político. Sou principalmente um individualista. Creio na liberdade, nisto se resume a minha política." "A obra cômica, se realizada com vida, pode ser tão grandiosa quanto uma tragédia grega". "Conhecer o homem. Esta é a base de todo o sucesso." "Fui e sou apenas um palhaço. Isso me coloca numa categoria muito acima de qualquer político". "Um dia vou interpretar Jesus. Fui feito para o papel. Pareço-me com Ele, sou judeu e comediante, o que me permite ver o personagem com objetividade". "Sou um poeta. Um anarquista espiritual. Não sou um patriota. Sou amoral, sou artista." "Para fazer comédia, só preciso de um parque, um policial e uma garota bonita." "Se soubesse os horrores que se passavam nos campos de concentração, não teria feito O grande ditador". "A coisa mais triste que posso imaginar é me ver habituado ao luxo." "Que eu seja um comediante. Mas um comediante que pensa." "A finalidade do cinema é a de nos transportar ao reino da beleza." "Não sou judeu. Não tenho essa honra." "A beleza é a única coisa preciosa da vida. É difícil encontrá-la, mas quem consegue, descobre tudo." "Não sou panfletário: escrevo o que considero vital, cômico e dramático. Se consigo isso no filme, então eu o considero bom." "A arte é uma emoção adiciional justaposta a uma técnica apurada". "Na verdade, o personagem Carlitos, é para mim uma terrível responsabilidade." "Fiquei muito honrado, mas devo admitir que comecei a fazer cinema por dinheiro. A arte veio depois, naturalmente. Nada posso fazer se as pessoas se decepcionam com essa afirmação. É a pura verdade." " Quem está distante sempre nos causa maior impressão ". " Estudei o homem, porque se assim não o fizesse, não conseguiria realizar nada em meu ofício ." " Num filme o que importa não é a realidade, mas o que dela possa extrair a imaginação ". " Amo a tragédia porque ela é bela. A única comédia que vale a pena é aquela que contém a beleza ". " Uma das coisas que sempre procuro evitar é não exagerar ou insistir demasiadamente num ponto determinado. Quando se exagera na comicidade, a cena deixa de produzir risos e nada acrescenta ao filme." " Muita gente me pergunta onde foi que me inspirei para criar a minha personagem. Na verdade, Carlitos aparece como sendo a síntese de muitos ingleses que eu via em Londres quando era jovem: tipos de pequena estatura, de bigodinhos pretos, roupas bem justas, e sempre portando uma bengala de bambu. A idéia da bengalinha foi a mais feliz de todas, pois foi ela que caracterizou a personagem e a tornou conhecida mais rapidamente. Desenvolvi o seu uso ao ponto de torná-la cômica por si só _ por exemplo quando ela se enroscava no pé de alguém ou puxava uma pessoa pelo ombro. Muitas dessas cenas acabavam por se tornar, inesperadamente, muito engraçadas." " Um dos prazeres que sinto ao produzir um filme é constatar que muitas vezes uma cena inesperada _ ou até mesmo errada _ acaba dando certo ." " Toda vez que assisto a um dos meus filmes, quando ele é apresentado pela primeira vez ao público, eu presto mais atenção na reação das pessoas do que na própria película _ nas situações que causam o riso e nas que não causam. " " Não creio que a arte de representar possa ser ensinada. Já vi pessoas inteligentes fracassarem e pessoas estúpidas se saírem muito bem. O que a " Com o uso da palavra não há mais lugar para a imaginação." " Não creio na técnica, no passeio da câmera em volta das narinas e das orelhas das vedetes. Creio na mímica. Creio no estilo." " Uma pessoa pode ter uma infância triste e mesmo assim chegar a ser muito feliz na maturidade. Da mesma forma, pode nascer num berço de ouro e sentir-se enjaulada pelo resto da vida." " Durante a infância, a fome e o medo do amanhã eram duas constantes em minha existência. Por mais rico que possa vir a ser, jamais conseguirei me libertar desse medo. Sinto-me como um homem perseguido por um fantasma _ o fantasma da pobreza." " Sem minha mãe, acho que jamais teria me saído bem na pantomima. Ela possuía a mímica mais notável que já vi. As vezes, ficava durante horas à janela olhando para a rua e reproduzindo com as mãos, os olhos e a expressão de sua fisionomia tudo o que se passava lá em baixo. E foi observando-a assim que eu aprendi não somente a traduzir as emoções com as minhas mãos e meu rosto, mas sobretudo a estudar o homem.." " Quando comecei a fazer filmes cômicos, fazia-os só pelo dinheiro _ a arte apareceu por acaso. Se isso decepcionar alguém, nada posso fazer. É a verdade." " Todas as minhas aspirações secretas, contidas, são satisfeitas quando escrevo e realizo um filme como O Grande Ditador. Entre o ditador e eu, não consigo distinguir qual é o verdadeiro Chaplin." " Que eu seja um comediante - mas um comediante que pensa." " Quando cheguei a Hollywood pela primeira vez, logo percebi que seia muito mais fácil para um judeu seguir carreira cinematográfica do que para um outro qualquer. O primeiro produtor que me contratou julgou que certamente eu também fosse judeu ... e eu nunca o contradisse. Nascido na classe mais pobre da Inglaterra, sem passado nem castelos, nem ancestrais a defender, eu não era dos que se embaraçaram com esse tipo de precedente: judeu eles me queriam, judeu então eu seria." " Faço parte do mundo _ e no entanto ele me torna perplexo." " Em toda a minha carreira cinematográfica sempre me guiei em grande parte, pela opinião pública. Essa opinião chegava a mim através de cartas que recebia, em conversas pessoais, mas sobretudo por intermédio da imprensa. DO mesmo modo, também me convenci de que a contribuição que estou prestando com a realização de meus filmes é bem maior do que aquela que poderia oferecer se estivesse nas trincheiras servindo à causa da guerra." " Não sou político; sou principalmente um individualista. Creio na liberdade; nisso se resume a minha política ... Sou pelos homens; essa é a minha natureza." " As duas personalidades que eu mais desejaria recriar em um filme seriam Napoleão e Jesus Cristo ... Não representaria Napoleão como um general poderoso, mas como um ser fraco, taciturno, quase melancólico e sempre importunado pelos membros de sua família. Quanto ao Cristo, gostaria também de modificá-lo no espírito das massas. Acho que a personagem mais forte, mais dinâmica e mais importante que já existiu, acabou por ser terrivelmente deformada pela tradição. Mostra-lo-ía, então, acolhido em delírio por homens, mulheres e crianças. As pessoas iriam ao seu encontro para sentir o seu magnetismo. Não mais seria um homem piedoso, triste e distanciado; um solitário que acabou por ser o maio incompreendido de todos os tempos." " O amor é ajudado pela força. A doçura do perdão traz a esperança e a paz." " Estou sempre alegre _ essa é a minha maneira de resolver os problemas da vida. Tenho a impressão de que os homens estão perdendo o dom do riso." " Não posso crer que nossa existência não tenha sentido, que seja mero acidente, como nos querem convencer alguns cientistas. A vida e a morte são determinadas demais, por demais implacáveis, para que sejam puramente acidentais." " Nunca achei a pobreza atrativa nem edificante. O que ela me ensinou foi só uma distorção de valores." " O silêncio _ algo que não pode ser comprado _ quantos de nós saberíamos defrontá-lo ? Os ricos compram o barulho. No entanto, nosso espírito se realiza quando estamos mergulhados no silêncio natural _ esse silêncio que jamais recusa aqueles que o procuram ... " " A solidão é repelente. Tem um aura de tristeza, uma inadequação para atrair ou interessar, a tal ponto que nos sentimos ligeiramente envergonhados quando ela nos rodeia. Mas, num grau maior ou menor, atinge a todos."
| 18850 ace
Ficha Título Original: Making a Living Ano/País/Gênero/Duração: 1914 / EUA / Comédia / 15min Direção: Henry Lehrman Roteiro: Reed Heustis Produção: Mack Sennett Elenco Charles Chaplin ... Swindler Virginia Kirtley ... Daughter Alice Davenport ... Mother Henry Lehrman ... Reporter Minta Durfee ... Woman Chester Conklin ... Policeman / Bum   Sinopse: O primeiro filme oficial de Charles Chaplin. Aqui ele aparece como um jornalista que tenta de todas as maneiras tirar uma foto que seja sensacional. Improvisações, embuste e muita correria. Download: Este filme é de domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria.   Fotos:    
| 8557 ace
Título original: A Dog's Life Ano/País/Gênero/Duração:  1918 / EUA / Comédia / 33min Produção: Charles Chaplin Direção: Charles Chaplin Roteiro:  Charles Chaplin Fotografia: Roland Totheroh Elenco Charles Chaplin ...     Edna Purviance ...     Sydney Chaplin ...     Henry Bergman ...     Charles Reisner    ...     Albert Austin ...     Tom Wilson    ...   Sinopse: Um pequeno vagabundo vive na rua, dormindo, roubando e comendo como um cão: apolícia o coloca para fora das calçadas, enxota-o e ele sai em busca de abrigo. Para sobreviver, ele busca algum emprego. O cão, por sua vez, também luta para sobreviver. É essa situação que faz com que os dois se identifiquem: o vagabundo e o cão. O vagabundo decide ficar em companhia do único que o compreende. Os dois vão a um clube, onde presenciam uma cantora ser maltratada pelo público. Agora eles são três, e vão tentar iniciar uma nova vida. Filme de estrutura simples, porém com cenas que ficarão na história do cinema. Comparar o vagabundo com um caozinho, por si só já é motivo para deixar o espectador triste. Chaplin desenvolveu mais ainda, neste filme, a capacidade de fazer-nos rir e chorar. A cena em que Carlitos joga cartas com dois ladrões pode ser considerada uma das mais completas de toda a história do cinema.     Assista Online (filme silencioso) MVbCXQsIB0U   Canal:http://www.youtube.com/user/CinemaClassico3   Imagens
| 10197 ace
Ficha: Título original: Sunnyside Ano/País/Gênero/Duração: 1919 / EUA / Comédia / 41min Produção: Charles Chaplin Direção: Charles Chaplin Roteiro: Charles Chaplin Fotografia: Rollie Totheroh   Elenco Charles Chaplin ... Farm handyman Edna Purviance ... Village Belle Tom Wilson ... Boss Tom Terriss ... Young Man from the City Henry Bergman ... Villager and Edna's Father Loyal Underwood ... Fat Boy's Father Tom Wood ... Fat Boy Sinopse: Carlitos trabalha em um hotel, numa pequena cidade, fazendo de tudo: limpando, cuidando do gado, recepcionando, fazendo comida... Depois do trabalho, ele tem o amor de sua pequena Edna, que o espera todos os dias. Em um belo dia, enquanto pastoreia o gado, cai em um poço e começa a sonhar: sonha que dança com as ninfas, e retorna ao seu trabalho: chega um rapaz da cidade, que com seus modos cavalheiros conquista Edna. O vagabundo tenta recupera-la, mas tudo em vão. É aí que o sonho termina, e a realidade começa. Muitos acham esse filme um dos mais fracos de Chaplin. Discordo. Sunnyside tem uma poesia única. Em que outro momento teremos o vagabundo pastoreando, e tendo uma vida quase pacata em uma pequena cidade? A cena em que ele tenta, inultimente, agradar a Edna, se passando pelos modos cavalheiros do rapaz da cidade é por si só um clássico: ele recria toda a roupa do rapaz com coisas simples: os sapatos, as meias, o cigarro, e nos faz sentir pena quando não consegue nem assim mesmo agradar. O tratamento dado foi o melhor possível, as cenas são claras e a filmagem bem realizada. Enfim, um filme para ser conferido, sem um olhar técnico, que o desmereça.     Download: Este filme é de domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria.     Imagens     Vídeos
| 9212 ace
Título Original: The Graduate Ano/País/Gênero/Duração: 1967 / EUA / Romance / 105min Direção: Mike Nichols Produção: Mike Nichols e Lawrence Turman Roteiro:  Charles Webb, Calder Willingham, Buck Henry Fotografia: Robert Surtees Música: Dave Grusin e Paul Simon Elenco •    Anne Bancroft ....Sra. Robinson •    Dustin Hoffman .... Benjamin Braddock •    Katharine Ross .... Elaine Robinson •    William Daniels .... Sr. Braddock •    Murray Hamilton .... Sr. Robinson •    Elizabeth Wilson .... Sra. Braddock •    Brian Avery .... Carl Smith •    Walter Brooke .... Sr. McGuire •    Norman Fell .... Sr. McCleery •    Alice Ghostley .... Sra. Singleman •    Richard Dreyfuss .... hóspede do hotel Sinopse Benjamin Braddock (Dustin Hoffman) se formou na faculdade mas ainda está meio perdido. Durante uma festa, ele conhece a Sra. Robinson (Anne Bancroft), uma mulher mais velha e casada com o melhor amigo de seu pai. Ele a leva para casa e ela lhe seduz. Seus pais lhe obrigam a sair com Elaine (Katharine Ross), filha da Sra. Robinson e ele acaba se apaixonando por ela. Curiosidades - Robert Redford desistiu do projeto, o que deu oportunidade de Dustin Hoffman assumir o papel principal. - Apesar de Anne Bancroft fazer o papel de uma mulher muito mais velha, ela tinha apenas seis anos a mais do que Dustin. - Dustin tinha 30 anos na época, mas fez o papel de um garoto de 21. - A perna nos cartazes promocionais não era de Anne Bancroft, mas de Linda Gray. - Ava Gardner, Doris Day, Judy Garland, Susan Hayward e Patricia Neal foram cogitadas para o papel principal. - O filme Dizem por aí (2005) faz referencias claras à história da Primeira Noite de um Homem. Prêmios - Oscar de Melhor Direção. - Indicado ao Oscar de Melhor Filme, Ator (Dustin Hoffman), Atriz (Anne Bancroft), Atriz Coadjuvante (Katharine Ross), Fotografia e Roteiro Adaptado. - Globo de Ouro de Melhor filme em comédia/musical, Diretor, Atriz em comédia/musical (Anne Bancroft), Revelação Masculina (Dustin Hoffman) e Revelação Feminina (Katharine Ross).   Imagens
| 4974 ace
"Nunca deixo de ter em mente que o simples fato de existir já é divertido." "O que você vê diante de si é o resultado de uma vida de chocolates." "Se você obedece todas as regras, acaba perdendo toda a diversão." "Alguém perguntou a uma mulher de minha idade se ela ia bem. A resposta foi: ótima! Se você não pedir detalhes." "Nunca deixo de ter em mente que o simples fato de existir já é divertido". "O que você vê diante de si é o resultado de uma vida de chocolates." "É impossível mudar a música de sua alma." "Se você obedece a todas as regras, acaba perdendo toda a diversão" "A vida é dura. Depois de tudo, ainda lhe mata." “Quanto a mim, os prêmios não são nada. Meu prêmio é o meu trabalho.” “Ser dona de casa e uma mãe é o trabalho mais importante no mundo, mas se ele não lhe interessa, não faça isso - eu teria sido uma péssima mãe.” “A morte será um grande alívio. Não haverá mais entrevistas.” “Os inimigos são tão estimulantes.” “Lembro-me de andar como uma criança. Não era costume dizer que você estava cansado. Era costume de completar o objetivo da expedição.” “Se você sempre faz o que lhe interessa pelo menos uma pessoa estará satisfeita.” “Se você deseja sacrificar a admiração de muitos homens para a crítica de um, vá em frente, se case.” “Viver não foi fácil para você, foi? Você não pode inserir sua própria vida, mas você poderia ser alguém. Você não foi você; você se segura.” “Amor não tem nada a ver com o que você está espera - apenas com o que você está esperando para dar - que é tudo”. “Nunca reclamar. Nunca explicar.” “A ambição média das estrelas de Hollywood é ser admirada por um americano, cortejada por um italiano, casada com um inglês e tem um namorado francês.” “Ser amado é muito desanimador.” “Nós somos ensinados que devemos culpar seu pai, seus irmãos, suas irmãs, a escola, os professores -, mas nunca te culpar. Nunca é sua culpa. Mas é sempre sua culpa, porque se você quiser mudar você é o único que pode fazer isso.” “Quando eu comecei, eu não tinha nenhum desejo de ser atriz ou saber como atuar. Eu só queria ser famosa.” “Sem disciplina, não há vida em tudo”. “Sou uma personalidade bem como uma atriz. Mostre-me uma atriz que não é uma personalidade, e você vai me mostrar uma mulher que não é uma estrela.” “Não seria ótimo se as pessoas pudessem começar a viver de repente com a freqüência que eles morrem de repente”? “Eu não lamento nada que eu já tenha feito”. “Eu tenho sido amada, e eu tenho amado. Há uma grande diferença.” “Nem toda a gente tem sorte o suficiente para perceber como é delicioso sofrer.” “Não há louros na vida... Só novos desafios.” "Eu uso o meu tipo de roupa para salvar-me da dificuldade de decidir qual roupa para vestir". “Eu não temo a morte, deve ser como um longo sono”. “Meu pai, um cirurgião e urologista, estudou sexo durante toda a sua vida profissional. Antes de morrer aos 82, ele me disse que ele não tinha chegado a quaisquer conclusões sobre tudo isso.” “Com todas as oportunidades que tive, eu poderia ter feito mais. E se eu tivesse feito mais, eu poderia ter sido notável.” “Só quando uma mulher decide não ter filhos, uma mulher pode viver como um homem. Isso é o que eu tenho feito.” “A vida é cheia de censura. Não posso cuspir no seu olho.” “A falta de trabalho destrói pessoas.” “A vida é o que é importante. Andar a pé, casas, família. Nascimento, dor e alegria. Atuar apenas à espera de uma torta de creme. É tudo.” “A vida pode ser trágica às vezes, e eu tive a minha parte. Mas após tudo que acontece com você, você tem que manter uma atitude um pouco cômica. Na análise final, você não pode esquecer de rir.” “Se você sobreviver tempo suficiente, você é venerado - e não como um antigo edifício”. “Eu sou aquilo que é conhecido como desintegração gradual. Eu não temo o outro mundo, nem nada. Eu não temo inferno, e não estou ansiosa para o céu.” “Ouça a canção da vida”. “Eu sempre quis ser uma atriz de cinema. Eu pensava que era muito romântico. E foi.” “É tanto uma espécie de eletricidade ou algum tipo de energia. Eu não sei o que é, mas seja o que for eu tenho isso.” “Eu não acho que ele é um ator limitado - eu acho que ele é um ator muito talentoso. Embora, eu temo que ele possa ser uma pessoa limitada.”      “Quem é Katharine Hepburn?
| 16612 ace
"Estilo é plagiar a si mesmo". "Quando um ator vem até mim e quer discutir seu personagem, eu digo, 'Está no roteiro'. Se ele disser, 'Mas qual a minha motivação?', eu respondo, 'Seu salário'." "Há algo mais importante que a lógica: é a imaginação." "A televisão é como as torradeiras: carrega-se no botão e sai sempre a mesma coisa." “Nunca vire as costas a um amigo.” “O diálogo deve ser simplesmente um som, entre outros sons, apenas algo que sai da boca de pessoas cujos olhos contam a história em termos visuais.” “Loiras fazem as melhores vítimas. Eles são como neve virgem, que mostra as sangrentas pegadas.” “Sempre faça o público sofrer tanto quanto possível.” "Parece que temos uma compulsão atualmente em enterrar cápsulas do tempo para dar às pessoas do próximo século alguma idéia do que somos. Eu preparei uma das minhas próprias cápsulas do tempo. Coloquei umas amostras de dinamite, pólvora e nitroglicerina. Minha cápsula do tempo vai até o ano 3000. Ela mostrará a eles o que realmente somos." “Mesmo meus fracassos ganham dinheiro e se tornam clássicos um ano depois que os faço.” “Tenho a cura perfeita para curar uma dor de garganta: cortá-la.” “Em filmes assassinatos são sempre muito limpos. Eu vou mostrar como é difícil e confuso matar um homem.” “Eu sou um filantropo: Eu dou às pessoas o que querem. As pessoas adoram estar horrorizadas, apavoradas.” “A duração do filme deve estar directamente relacionado com a resistência da bexiga humana.” “Não há terror em um estrondo, apenas na antecipação dele.” - Em resposta ao seu estilo de suspense “Para mim Psicose foi uma uma grande comédia. Tinha que ser.” “O seu melhor lado? Minha querida, você está sentado sobre ele.” - Para Kim Novak, atriz de Janela Indiscreta. "Este prêmio é significante porque vem de meus companheiros comerciantes da celulóide." "Não há nada tão bom quanto um funeral no mar. É simples, limpo e não muito incriminador." "Não há terror num murro, somente na antecipação dele." "O jornal é muito interessante, mas eu acho que jamais substituirá o livro por ser um apoio de porta muito pobre." "A única forma de me livrar de meus medos é fazer filmes sobre eles." "A duração de um filme deveria estar diretamente relacionada à paciência da bexiga urinária humana." "A televisão é como a invenção da solda caseira. Ela não mudou o hábito das pessoas. Ela apenas as manteve dentro de casa." "A televisão tem feito muito pela psiquiatria ao espalhar informações sobre ela, bem como ao contribuir para a necessidade dela." "Alguns de nossos assassinatos mais esquisitos são domésticos, executados com ternura em lugares simples e caseiros como a mesa da cozinha." "Auto-plagiar-se é estilo." "Ver um assassinato na televisão pode ajudar a tirar gradualmente os antagonismos disso. E se você não tiver nenhum antagonismo, os comerciais lhe darão algum." "Não se deve nunca armar um assassinato. Eles devem acontecer inesperadamente, como na vida."  
| 14374 ace
"Sonhe como se fosse viver para sempre , viva como se fosse morrer hoje." "Viver o mais intensamente, arriscar sempre. Se tivesse 100 anos para viver, eu ainda não teria tempo para fazer tudo o que quero fazer." “Um ator deve interpretar vida, e para isso deve estar disposto a aceitar todas as experiências que a vida tem para oferecer. Na verdade, ele deve procurar saber mais da vida do que a vida coloca aos seus pés. No curto espaço de sua vida, um ator tem de aprender tudo o que há para saber, a experiência tudo o que há a experiência, ou abordagem desse estado tão perto quanto possível.” “Acho que o principal motivo para a vida neste mundo é descoberta.” “Apenas os gentis são realmente fortes.” "Se um homem conseguir vencer as diferenças entre a vida e a morte, se ele conseguir continuar a viver depois da morte, então talvez ele tenha sido um grande homem." "Também me tornei próximo à natureza, e agora sou capaz de apreciar a beleza com a qual este mundo é agraciado." "Ser um ator é a coisa mais solitária no mundo. Você fica sozinho com sua concentração e imaginação, e isso é tudo o que você tem." "Ser um ator não é fácil. Ser um homem é ainda mais difícil. Quero ser os dois antes de morrer." "Quero ser um texano 24 horas por dia." "Estudar vacas, porcos e galinhas pode ajudar um ator a desenvolver seu personagem. Tem um monte de coisas que aprendi dos animais. Uma delas foi que eles não podem vaiar nem assobiar para mim." "Não tem jeito de ser verdadeiramente notável neste mundo. Estamos todos impalados nas curvas da condição." "Sem espaço, um ator é nada mais que um robô insignificante com um tórax repleto de botões." "Quando um ator interpreta uma cena exatamente da forma como o diretor manda, isso não é atuar. É seguir instruções. Qualquer pessoa com as qualificações físicas pode fazer isso." "Confiança e fé são as suas coisas principais. Você não deve se permitir ser teimoso." "Na minha forma de pensar, o destino de um ator está decidido antes mesmo de ele sair do berço." "Para mim, atuar é a forma mais lógica para as neuroses das pessoas se manifestarem, nesta grande necessidade que todos temos de nos expressar." "Ele tem que estar nos vendo." - Foram as últimas palavras de James Dean, ditas ao carona no banco ao lado - o mecânico Rolf W'terich - antes da colisão de seu Porsche com um carro dirigido pelo estudante universitário Donald Turnupseed, quase cego pelo sol que batia direto no para-brisa. "É próprio do homem ser prisioneiro de miragens que estão fora de seu alcance."  
| 17091 ace
Título Original: Pinóquio Ano/País/Gênero/Duração: 1940 / EUA / Animação / 88min Direção: Hamilton Luske, Ben Sharpsteen Produção: Walt Disney Roteiro: Carlo Collodi (história), Ted Sears (adaptação), Otto Englander (adaptação), Webb Smith (adaptação), William Cottrell (adaptação), Joseph Sabo (adaptação), Erdman Penner (adaptação) Sinopse O Velho Gepeto é um marceneiro que cria bonecos. Ele cria um boneco de madeira que, por magia, torna-se um garotinho chamado Pinóquio. O grande sonho do menino é se transformar em um garoto de verdade, de carne e osso. Pinóquio mente muito, se mete em encrencas, e como castigo vê seu nariz crescer sempre um pouco mais. Se ele bebe, suas orelhas transformam-se em orelhas de burro. Curiosidades - Considerado o mais triste filme da Disney. - Baseado no livro de Carlo Collodi. - No filme Shrek 2, o personagem Pinóchio aparece sendo gay. - Depois de 6 meses de trabalhos, Disney, perfeccionista como era, reprovou tudo. - A música tema do Grilo Falante (When You Wish Upon a Star?) fez parte da trilha sonora de Contatos Imediatos de Terceiro Grau. Prêmios - Oscar de Melhor Trilha Sonora e Canção.   Imagens
| 5601 ace
Título original: The Man Who Came to Dinner Ano/País/Gênero/Duração: 1942 / EUA / Comédia / 112min Produção: Jack Saper, Jerry Wald, Hal B. Wallis, Jack L. Warner Direção: William Keighley Roteiro: Julius J. Epstein, Philip G. Epstein Fotografia: Tony Gaudio Música: Friedrich Hollaender Elenco Bette Davis ... Maggie Cutler Ann Sheridan ... Lorraine Sheldon Monty Woolley ... Sheridan Whiteside Richard Travis ... Bertram H. 'Bert' Jefferson Jimmy Durante ... Banjo Billie Burke ... Daisy Stanley Reginald Gardiner ... Beverly Carlton Elisabeth Fraser ... June Stanley Grant Mitchell ... Ernest W. Stanley George Barbier ... Dr. E. Bradley Mary Wickes ... Nurse Preen Russell Arms ... Richard Stanley Ruth Vivian ... Harriet Stanley Edwin Stanley ... John Betty Roadman ... Sarah Charles Drake ... Sandy Nanette Vallon ... Cosette Sinopse Sheridan Whiteside, um famoso escritor e crítico é convidado para dar uma conferência em Ohio, na época do natal e é convidado a jantar na casa de Ernest Stanley, um rido proprietário de uma fábrica. Acidentando-se, começa a infernizar todos, mandando, se metendo na vida deles e quase levando-os à loucura. Notas - Monty Wooley já tinha vivido esse mesmo papel na Broadway. - A estréia mundial do filme ocorreu no Capitol Theater, em Paragould, Arkansas. - Título em Portugal: Hóspede Indesejado - Bette Davis viu a pela na Broadway e quis fazer o papel da secretária Maggie. Ela queria trabalhar ao lado de John Barrymore, que fazia parte do elenco no teatro, mas este já estava com a saúde debilitada e não pode ser contratado pela Warner.   Download: Este filme é de domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria. Legendas     Imagens
| 5191 ace
Título original: Pocketful of Miracles Ano/País/Gênero/Duração:  1961 / EUA / Comédia / 137min Direção e produção: Frank Capra Roteiro:  Robert Riskin, Hal Kanter, Harry Tugend Fotografia: Robert Bronner Música: Walter Scharf, Jimmy Van Heusen Elenco Glenn Ford ...     Dave 'the Dude' Conway Bette Davis ...     Apple Annie Hope Lange    ...     Elizabeth 'Queenie' Martin Arthur O'Connell    Count Alfonso Romero Peter Falk    ...     Joy Boy Thomas Mitchell    ...     Judge Henry G. Blake Edward Everett Horton    Hudgins Mickey Shaughnessy    Junior David Brian    ...     Governor Sheldon Leonard    ...     Steve Darcey Peter Mann    ...     Carlos Romero Ann-Margret ...     Louise Barton MacLane    ...     Police Commissioner (as Barton Maclane) John Litel    ...     Police Insp. McCrary Jerome Cowan    ...     Mayor Sinopse Annie (Bette Davis) é mendiga e alcoólatra, e vive em Nova York, mas engana sua filha, dizendo que mora em um luxuoso hotel. Tudo vira de ponta cabeça quando sua filha lhe comunica que casou-se com um conde e vai visitá-la em Nova York. Annie pede ajuda a Dave (Glenn Ford), o “Rei de Nova York” na época da Lei Seca. Ele a transforma em uma dama, para que possa receber a filha. Notas - Este filme é um remake de “Lady for a Day”, de 1933. - Este filme marcou a estréia de Ann-Margret no cinema. Tinha apenas 20 anos. - Também foi o último filme de Frank Capra. Prêmios - Globo de Ouro: Melhor Ator (Glenn Ford) - Indicações: Oscar: Melhor Figurino, Canção Original (Pocketful of Miracles) e Ator Coadjuvante (Peter Falk). Imagens
| 4024 ace
título original: The Letter Ano/País/Gênero/Duração: 1940 / EUA / Drama / 95min Direção: William Wyler Produção: Robert Lord, Hal B. Wallis, William Wyler Roteiro: W. Somerset Maugham Fotografia: Tony Gaudio Música: Max Steiner Elenco Bette Davis ... Leslie Crosbie Herbert Marshall Robert Crosbie James Stephenson Howard Joyce Frieda Inescort ... Dorothy Joyce Gale Sondergaard Mrs. Hammond Bruce Lester ... John Withers Elizabeth Inglis Adele Ainsworth Cecil Kellaway ... Prescott Victor Sen Yung ... Ong Chi Seng (as Sen Yung) Doris Lloyd ... Mrs. Cooper Willie Fung ... Chung Hi Tetsu Komai ... Head Boy Sinopse O filme inicia-se com um homem baleado e uma mulher com a arma na mão. Trata-se de Leslie Crosbie (Bette Davis). Ela descarrega a arma no corpo dele, já no chão. Esposa de um comerciante, Leslie alega que matou o homem em legítima defesa. Mas a história não é bem essa, já que os dois eram amantes. Tudo se complica quando a viúva começa a chantageá-la dizendo possuir uma carta que prova que os dois eram amantes. Notas - Este filme é uma refilmagem de A Carta, de 1929, que contava com Jeanne Eagels e Herbert Marshall (na versão anterior como o amante). Mais duas versões para o filme: “A Cruz de um Pecado” (1947) e “A Carta Acusadora” (1982). - Neste ano, quem ganhou o Oscar de Melhor filme foi Rebecca, de Hitchcock, Diretor John Ford por Vinhas da Ira e Atriz Ginger Rogers em Kitty Foyle. Prêmios Indicações ao Oscar: Melhor Filme, Atriz (Bette Davis), Diretor, Ator, Fotografia em preto e branco, Edição, Ator Coadjuvante e Trilha Sonora. ASSISTA ONLINE:     Imagens
| 8168 ace
Título original: Dark Victory Ano/País/Gênero/Duração: 1939 / EUA / Drama / 104min Direção: Edmund Goulding Produção: David Lewis, Hal B. Wallis Roteiro: Casey Robinson Fotografia: Ernest Haller Música: Max Steiner Elenco Bette Davis ... Judith Traherne George Brent ... Dr. Frederick Steele Humphrey Bogart ... Michael O'Leary Geraldine Fitzgerald Ann King Ronald Reagan ... Alec Henry Travers ... Dr. Parsons Cora Witherspoon Carrie Dorothy Peterson Miss Wainwright Virginia Brissac Martha Charles Richman ... Colonel Mantle Herbert Rawlinson Dr. Carter Leonard Mudie ... Dr. Driscoll Fay Helm ... Miss Dodd Lottie Williams ... Lucy Sinopse Judith Traherne (Bette Davis), uma jovem e rica garota de sociedade é diagnosticada com uma tumor no cérebro. Ela é submetida a uma cirurgia, e aparentemente se recupera, casando-se com o médico, Frederick Steele (Brent). Judith julga-se curada, mas Steele sabe que o tumor irá reaparecer e, ficando cega, ela irá morrer. Notas - A atuação de Bette Davis é mais uma vez soberba, sendo indicada pela 3ª vez ao Oscar de Melhor atriz. - Jack Warner comprou os direitos da peça de George Emerson Brewer Jr. E Bertram Block. No teatro, o papel de Judith foi vivido por Tallulah Bankhead. - A história teve mais duas versões: Horas Roubadas (1963), dirigido por Daniel Petrie e com Susan Hayward no papel principal e Vitória Amarga (1976), tendo Elizabeth Montgomery como Judith. - Bette Davis não gostou de terem colocado fundo musical na cena em que ela, descobrindo-se cega, sobe as escadas. - Esse foi o filme preferido de Bette. ASSISTA ONLINE Imagens
| 8068 ace
156. Eva Gabor
    Ficha Nome: Eva Garbor Nascimento e local: 11/02/1919, Budapeste, Hungria Morte: 04/07/1995, Los Angeles, EUA, pneumonia Ocupação: atriz Nacionalidade: húngara Casamentos: Erik Drimmer (1939-1942), Charles Isaacs (1943-1949), John Williams (1956-1957), Richard Brown (1959-1972), Frank Gard Jameson (1973-1983) Irmãs: Magda Gabor e Zsa Zsa Gabor Filhos: -   Biografia Eva Gabor nasceu em 11 de fevereiro de 1919 em Budapeste, foi uma atriz húngara radicada nos Estados Unidos. Interpretou Liane d'Exelmans no clássico musical Gigi de 1958. Alcançou sucesso na televisão americana ao protagonizar a série Green Acres (Viver no Campo, em Portugal) ao lado de Eddie Albert. Era irmã das também atrizes Magda Gabor e Zsa Zsa Gabor. Faleceu em 1995 de pneumonia. A atriz casou-se cinco vezes, mas não teve filhos.   Filmes   Forced Landing (1941) New York Town (1941) Pacific Blackout (1941) Star Spangled Rhythm (1942) A Royal Scandal (1945) The Wife of Monte Cristo (1946) A Radios Life' (1950) Love Island (1952) Paris Model (1953) Captain Kidd and the Slave Girl (1954) The Mad Magician (1954) The Last Time I Saw Paris - A última vez que vi Paris (1954) Artists and Models - Artistas e Modelos (1955) My Man Godfrey (1957) The Truth About Women (1957) Don't Go Near the Water - Não Caia na Água, marujo (1957) Gigi (1958) It Started with a Kiss (1959) A New Kind of Love (1963) Youngblood Hawke (1964) The Aristocats (1970) The Rescuers (1977) Nutcracker Fantasy (1979) The Princess Academy (1987) The Rescuers Down Under (1990) Documentário: The People vs. Zsa Zsa Gabor'' (1991)           Vídeos    
| 6809 ace
  Lauren Bacall   Audrey Hepburn   Carole Lombard   Grace Kelly   Ava Gardner   Ingrid Bergman   Jean Harlow   Catherine Deneuve   Joan Crawford   Natalie Wood  
| 6373 ace
Quando estava fazendo O Anjo Azul (1930) era tão jovem e burra. Eu pensei que tudo o que estávamos fazendo era horrível e era incômodo eles manterem uma câmara apontada para minha virilha. Eu não sou um mito. Eu não tinha vontade de ser uma atriz de cinema, interpretar outra pessoa, ter que estar constantemente ajeitando os cílios. Isso tudo era incômodo pra mim. (1964) Na Europa não importa se você é um homem ou uma mulher. Nós fazemos amor com quem achamos atraentes. Um país sem bordéis é como uma casa sem bnheiros. Pense mil vezes antes de contar um segredo a um amigo. Eu não sou uma atriz, eu sou uma personalidade. Sexo é bem melhor com uma mulher, mas não se pode viver com uma. A maioria das mulheres deseja mudar o homem, e quando eles mudam, elas deixam de amá-los. Eu nunca levei a minha carreira a sério. Os latinos são tão carinhosos. No Brasil eles jogam flores em você. Na Argentina eles se jogam logo. Minhas pernas não são bonitas, eu só sei o que fazer com elas. (Sobre Liza Minnelli): Eu fico irritada quando as pessoas a comparam à sua mãe Judy Garland. Ela não tem nada a ver com sua mãe. É uma mulher completamente diferente. O diafragma foi a maior invenção desde o pan-cake. Se existe um ser supremo, ele é um louco. (Sobre Rock Hudson): ELe era um dos homens mais gentis e amáveis de Hollywood. E todos os jornalistas deveriam queimar no inferno pelo que publicaram sobre ele após sua morte. Eu amo citações, e é uma alegria encontrar pensamentos que eu possa ler. (Quando a Paramount comprou os direitos do livro Mamãezinha Querida): Estou chocada que a Paramount tenha comprado esse livro imundo e fez aquela cadela filha de Joan Crawford rica com isso. Ninguém merece esse tipo de abate. Pena que Joan não a tivesse deixado onde a encontrou. Agora ela cospe veneno em quem lhe adotou. (Sobre Orson Welles): Quando falo com ele me sinto como uma árvore que foi regada. (Sobre sua preferência por calças): Elas são tão mais confortáveis. (Depois de voltar para a Alemanha Ocidental em 1960): Os alemães e eu já não falamos a mesma língua. Hitler é um idiota. "Quando é que o amor acaba? Se você disse que se encontraria com alguém às 7 horas e chega às 9, e ele ainda não chamou a polícia, o amor acabou mesmo." "Na América o sexo é uma obsessão, noutras partes do mundo é um fato. "Dormir a sós é muito solitário, crianças que o digam. Se possível, durma com alguém que você ama. Vocês recarregarão mutuamente as baterias, e sem custos." "Champanhe dá a impressão de que todo dia é domingo." "O homem médio está mais interessado numa mulher que esteja interessada nele do que numa mulher com belas pernas". "Muitas mulheres não sossegam enquanto não mudam o seu homem. E, quando o conseguem, ele perde a graça"  
| 13956 ace
  Título original: The Nanny Ano/País/Gênero/Duração: 1965 / EUA/ Suspense / 91 min Direção: Seth Holt Produção: Jimmy Sangster Roteiro: Marryam Modell, Jimmy Sangster Fotografia: Harry Waxman Música: Richard Rodney Bennett Elenco Bette Davis ... Nanny Wendy Craig ... Virginia 'Virgie' Fane Jill Bennett ... Aunt Pen James Villiers ... Bill Fane William Dix ... Joey Fane Pamela Franklin Bobbie Medman Jack Watling ... Dr. Medman Maurice Denham Dr. Beamaster Alfred Burke ... Dr. Wills Harry Fowler ... Milkman Angharad Aubrey Susy Fane Nora Gordon ... Mrs. Griggs Sandra Power ... Sarah Sinopse Charlotte (Bette Davis) é uma babá já idosa, que aparentemente cuida como uma mãe, do pequenino Joey (William). O garoto desconfia da senhora, desde que sua irmã apareceu morta na banheira. Ele foi acusado de tê-la afogado e levado para uma escola interna. No seu retorno, terá que se ver novamente cara a cara com a babá, a qual, acredita, foi a verdadeira culpada. A mãe, uma mulher extremamente frágil, e o pai, um homem que vive constantemente viajando, não acreditam na versão do filho, atribuindo suas reações a revolta juvenil.   Notas - Este foi o primeiro trabalho de Bette para a produtora Hammer da Inglaterra.     Assista Online       Imagens
| 6082 ace
"Você aprendeu as duas coisas mais importantes da vida, nunca sacanear seus amigos, e sempre manter a boca fechada." "Quando você faz um drama, você passa o dia todo batendo com o martelo num cara até a morte, ou o quê? Ou, você tem que dar uma mordida na cara de alguém. Por outro lado, numa comédia, você berra com Billy Crystal por uma hora, depois vai pra casa." "Não há nada mais irônico ou contraditório do que a vida em si." "Há uma certa combinação de anarquia e disciplina na forma como eu trabalho." "Os personagens que eu interpreto são reais. Eles são reais, portanto possuem o direito de serem retratados tanto quanto qualquer outro personagem." "Uma das coisas sobre atuar é que isso te permite viver a vida de outras pessoas sem ter que pagar o preço." "É importante não demonstrar. As pessoas não tentam mostrar seus sentimentos, elas tentam escondê-los." "Você terá tempo para descansar quando você estiver morto."  "Eu não gosto de assistir meus próprios filmes, eu durmo em meus próprios filmes." "Não voltarei mais a colocar os meus pés na França. Desaconselharei meus amigos a vir para cá. Não dou a mínima para o Festival de Cinema de Cannes, e devolverei o mais rápido possível o título de Legião de Honra à embaixada francesa."     - sobre sua prisão na França sob a acusação de participar de uma rede internacional de prostituição  Fonte: Wiquote Anúncios Google Robert Deniro - Oferta www.ShoppingUOL.com.br      Robert Deniro: Compare e ache os menores preços aqui! Robert De Niro - Em Até 18x www.MercadoLivre.com.br      Tudo o Que Você Procura Está no MercadoLivre! Ótimos Preços.
| 11222 ace
Título Original: The Godfather: Part II Ano/País/Gênero/Duração: 1974 / EUA / Drama / 200min Direção: Francis Ford Coppola Produção: Francis Ford Coppola Roteiro: Mario Puzo e Francis Ford Coppola Fotografia: Gordon Willis Música: Nino Rota e Carmine Coppola Elenco Al Pacino ... Don Michael Corleone Robert Duvall ... Tom Hagen Diane Keaton ... Kay Corleone Robert De Niro ... Vito Corleone John Cazale ... Fredo Corleone Talia Shire ... Connie Corleone Lee Strasberg ... Hyman Roth Michael V. Gazzo ... Frankie Pentangeli G.D. Spradlin ... Senator Pat Geary Richard Bright ... Al Neri Gastone Moschin ... Don Fanucci Tom Rosqui ... Rocco Lampone Bruno Kirby ... Peter Clemenza Frank Sivero ... Genco Abbandando Francesca De Sapio ... Mama Corleone Sinopse O máfia de Corleone mata a família do pequeno Vito, que, ajudado por vizinhos, consegue escapar para os Estados Unidos. Adulto (Robert De Niro), ele luta para sobreviver ao lado de sua jovem esposa e quatro filhos. Além de ter que lidar com a pobreza local, também há Black Hand Fanucci (Gastone Moschin), um homem também de origem italiana, que ameaçava e exigia dinheiro dos comerciantes para que em troca lhes desse proteção. Vito mata Fanucci e começa a ser conhecido como o Padrinho por sua troca de favores. Enriquece e começa o império dos Corleones. Paralelamente a esta história, está a de Michael Corleone (Al Pacino), seu filho, que após a morte de Vito se torna o Padrinho. Ele planeja ampliar seus negócios, e para isso viaja para Las Vegas e Havana. Mas quem ele julgava que eram seus amigos, como o velho Hyman Roth (Lee Strasberg) e até mesmo seu irmão Fredo (John Cazale) planejam um golpe que pode lhe custar a vida. Enquanto os negócios prosperam, Michael tem problemas com sua esposa Kay (Diane Keaton), que o abandona por não agüentar mais o seu estilo de vida. Curiosidades - Esta foi a primeira sequencia a ganhar o Oscar de Melhor Filme. - Robert DeNiro viveu durante um tempo na Sicília, para se preparar para o papel. - DeNiro foi um dos atores que ganhou um Oscar falando em uma outra língua. - Segue ao Poderoso Chefão 1 e precede o Poderoso Chefão 3. Prêmios - Oscar de Melhor Filme, Diretor, Ator Coadjuvante (Robert DeNiro), Direção de Arte, Roteiro Adaptado e Trilha Sonora. - Indicações ao Oscar de Melhor Ator (Al Pacino), Atriz Coadjuvante (Talia Shire), Ator Coadjuvante (Michael V. Gazzo e Lee Strasberg) e Figurino. - Indicações ao Globo de Ouro de Melhor Filme - Drama, Diretor, Ator em Drama (Al Pacino), Trilha Sonora, Roteiro e Revelação Masculina (Lee Strasberg). Assista Online Imagens
| 7655 ace
  Nome: Maureen FitzSimons Nascimento e local: 17/08/1920, Ranelagh, Irlanda Ocupação: atriz Nacionalidade: irlandesa Casamentos: George H. Brown, Will Price, Charles F. Blair, Jr. Filhos: Bronwyn Brigid Price Biografia Maureen Fitzsimmons, mais conhecida como Maureen O'Hara, nasceu na Irlanda em 17 de agosto de 1920. Sua carreira teve início no rádio e a primeira participação nas telas foi no filme inglês “Kicking the Moon Around, em 1938. Atuou ao lado de Charles Laughton em “A Estalagem Maldita”, do mestre do suspense Alfred Hitchcock. Laughton fez o convite para que ela fosse com ele para a América e os dois atuaram juntos na primeira versão de “O Corcunda de Notre Dame”. Seguiram-se filmes de destaque como Como Era Verde o Meu Vale (1941), A Paixão de uma Vida (1955), Rio Bravo (1950), Depois do Vendaval (1952), Asas de Águias (1957), Quando um Homem É Homem (1963) e Jake, o Grandão (1971). Afastou-se das telas e retornou depois de 20 anos no filme Mamãe Não Quer Que Eu Case. Filmes • The Last Dance (2000) • Cab to Canada (1998) • The Christmas Box (1995) • Only the Lonely (1991) • The Red Pony (1973) • Big Jake (1971) • How Do I Love Thee? (1970) • The Rare Breed (1966) • The Battle of the Villa Fiorita (1965) • McLintock! (1963) • Spencer's Mountain (1963) • Mr. Hobbs Takes a Vacation (1962) • The Parent Trap (1961) • The Deadly Companions (1961) • Mrs. Miniver (1960) • Our Man in Havana (1959) • The Wings of Eagles (1957) • Everything But the Truth (1956) • Lisbon (1956) • Lady Godiva of Coventry (1955) • The Magnificent Matador (1955) • The Long Gray Line - A Paixão de uma vida (1955) • Malaga (1954) • War Arrow (1953) • The Redhead from Wyoming (1953) • Against All Flags (1952) • The Quiet Man - Depois do Vendaval (1952) • Kangaroo (1952) • At Sword's Point (1952) • Flame of Araby (1951)) • Rio Grande (1950) • Tripoli (1950) • Comanche Territory (1950) • Bagdad (1949) • Father Was a Fullback (1949 • Britannia Mews (1949) • A Woman's Secret (1949) • Sitting Pretty (1948) • The Foxes of Harrow (1947) • Miracle on 34th Street - Milagre na Rua 34 (1947) • The Homestretch (1947) • Sinbad the Sailor (1947) • Do You Love Me (1946)) • Sentimental Journey (1946) • The Spanish Main (1945) • Buffalo Bill (1944) • The Fallen Sparrow (1943) • This Land Is Mine (1943) • Immortal Sergeant (1943) • The Black Swan - O Cisne negro (1942) • Ten Gentlemen from West Point (1942) • To the Shores of Tripoli (1942) • How Green Was My Valley (1941) • They Met in Argentina (1941) • Dance, Girl, Dance - A Vida é uma dança (1940) • A Bill of Divorcement (1940) • The Hunchback of Notre Dame - O Corcunda de Notre Dame (1939) • Jamaica Inn / Estalagem Maldita (1939) • Kicking the Moon Around (1938)     Imagens
| 9685 ace
Por Ricardo Steil   Os primeiros anos Eram vinte e duas horas — quando um choro audível se fez na humilde casa. Uma linda menina nascera — pouco antes do Natal. Mary Elizabeth e Jonas — ela do lar, o cônjuge um agricultor que trabalhava em terras de outrem — jamais poderiam imaginar que aquele pequeno anjo — o sétimo da prole —, seria mais do que uma criança qualquer nascida em Grabtown. Nos braços daquela sofrida mulher — braços que outrora seguraram o primogênito todo deformado após um acidente horrível que lhe tirara a vida aos dois anos, dois meses e quinze dias — naqueles braços estava uma das mais talentosas mulheres a preencherem o espaço que constitui a grande tela e, que anos depois seria definido pelo poeta Jean Cocteau como “o mais belo animal do mundo”. Naquela noite fria — nevava e muito — os pais a cobriram — incluindo a cabeça, visto não ter pelugem alguma. Algo que, também levaria anos para aparecer — com o melhor que tinham — isto é, com uma das poucas mantas. Os irmãos — liberados para entrar no quarto — rodeavam curiosos. E Ava Gardner sentiu fome. Chorou implorando pelo alimento. Depois farta — fechou os olhos pela primeira vez. Como seu aniversário era na véspera do nascimento de Cristo — e por serem muito pobres —, não era possível presentear duas vezes a criança— uma, na verdade, já era algo raro. E a pequena Ava — que recebera este nome em homenagem a tia-paterna que vivia com eles — tinha que se contentar com o que os pais podiam lhe dar: um bolo de chocolate pela passagem da sua data natalícia e um de coco no dia seguinte. A menina do interior gostava de liberdade, de correr livre por entre as plantações de tabaco. Subir em árvores. E mais que tudo, odiava sapatos. Sua alegria era sentir o chão embaixo dos pés, o córrego do rio, a grama. Era temida entre os garotos: craque nas bolinhas de gude, ninguém apostava “a vera” com a pequena dos Gardner. Isto é, alguns forasteiros surgiam vez por outra, como nos filmes, querendo derrotar aquela menina — agora cabeluda. Ava apenas sorria. Abriam a boca na gorda terra para dar início — os amigos, vizinhos e outros, uniam-se sobre o manto da platéia. No fim da tarde, enquanto o sol desaparecia no horizonte, lá iam aqueles com os bolsos vazios e levando consigo a lenda de que “lá pras bandas de Grabtown há uma caipirazinha que é boa de gude”. E era quando a noite surgia que a futura estrela sentia-se feliz. Sempre fora assim: a noite era sua companheira inseparável. Gostava de dormir tarde — gostava das estrelas e da lua cheia, do coaxar dos sapos, dos grilos lá longe. Mas, a verdade é que, por mais clara que sejam as colunas do templo, sempre haverá sombras por trás destes. Eis que um dia as sombras surgem. Jack — um dos irmãos da futura diva —, escondera-se no celeiro de tabaco da família no intuito de fumar. O fósforo que segurava caiu. Resultado: o incêndio destruíra o celeiro e o descaroçador que eram fonte de renda do velho Jonas Gardner. Não houve jeito, vivendo dias difíceis, tiveram que partir para um lugar estranho chamado Teacherage em Brodgen, onde Elizabeth poderia cozinhar para diversas pessoas — muitos professores — e obter algum dinheiro para o sustento da família ao lado do marido. Nesta época, Ava descobrira que possuía outro talento além de ser ótima jogadora de gude: o de passar roupas como ninguém. Os dias estavam melhores para família. Sobrava um dinheirinho. Então, a senhora Gardner podia desfrutar de algo pelo qual se apaixonara: o cinema. Só que havia um porém, ela detestava ir sozinha. E quem era a escolhida para ir com mamãe ver aquelas maravilhosas películas? A peralta Ava — graças a Deus! Era muito, mas muito chão mesmo para chegar na cidade mais próxima: Smithfield. Só que compensava. Lá era outro mundo: havia uma capa escura que recobria as ruas de barro, ao qual dava-se o nome de asfalto. Uns bichos estranhos que andavam mais rápido que os cavalos das redondezas chamados de: automóveis. E claro, o que mais intrigava os membros da família: luz elétrica. Tudo era claro à noite! Então quando voltava para Teacherage, miss Gardner contava aos amigos sobre todas “aquelas coisas estranhas e maravilhosas”. Os dias corriam tranqüilos. A jovem estrela ajudava seu pai e outros na plantação de tabaco. Tudo ia bem... mas, a quebra das bolsas, a depressão, jogou o país na falência. Elizabeth viu-se em apuros: os professores ao qual cozinhava, foram-se todos. Jonas mal conseguia vender alguma coisa. E Bappie — a irmã mais velha —, que estava casada há muitos anos deu a sentença: dera um chute no traseiro do marido que vivia atrás de tudo quanto é rabo de saia e de copos e copos de cerveja. É preciso recordar que naquele tempo, a palavra divórcio era humilhante. Bappie então parte para Nova York, encontrando a metrópole em frangalhos. Passando necessidades, Elizabeth através de uma conhecida descobre que pode conseguir um trabalho similar na cidade de Newport News. Só que não era uma cidade rural, de modo que, o agricultor Jonas tinha que correr a procura de algo que pudesse fazer — logo ele, que mal sabia escrever o nome, tinha que aprender um ofício. E aquela tosse — contínua —, já não deixava mais ninguém dormir em casa. Ava sentiu que algo que ruim estava a caminho — mal chegara na cidade, seu cachorro Prince fugira. E na escola era humilhada por alunos e professores: fosse por seu sotaque de “menina caipira”, fosse porque era filha de um agricultor numa cidade industrial, fosse porque só tinha um casaquinho velho que vestira ao longo de quatro anos e um par de sapatos que lhe importunavam, não por serem gastos, mas por cobrirem seus pés, que não estavam acostumados com paralelepípedos, moradas de alvenaria, o som ensurdecedor de buzinas e risos dos adolescentes. Trabalhando para sustentar a casa, Elizabeth agora viúva, lutava por fazer da pequena Ava uma mulher decente. Criava a filha nos modos vitorianos: teria que casar virgem. Uma amiga disse para a jovem estrela que um garoto estava afim de sair com ela — gostaria de levá-la ao cinema. Seu nome entraria para a história como o primeiro rapaz a sair com Ava Gardner. Eles não se beijaram, nem tocaram as mãos. E nervosa, ela sequer abriu a boca. Resultado Dick Alerton jamais a procurou novamente. Trouxa ele. Aos dezessete, novo encontro: um jovem levara-a num baile. Há uma da manhã estavam ambos na varanda da casa de Ava. Então, um selinho ocorreu — o primeiro beijo da atriz —, uma coisa boba. Um leve tocar de lábios. Mas, quem estava atrás da porta? A matriarca que surgiu do nada, pôs o rapaz para correr, depois disse tanto para a garota que esta correu para seu quarto e esfregava freneticamente as mãos contra os lábios e rosto na esperança de se ver “limpa de toda aquela sujeira”. Sorte dela que tinha amigas mais velhas que lhe explicavam o que ocorria com uma mulher, senão, teria chegado ao casamento pensando ainda como uma criança.   De caipira a starlet Bappie conseguira estabilidade na cidade de Nova York — tinha sua própria seção no departamento de bolsas de uma grande loja. E, arrumara um namorado canadense que fora embora. O rapaz escrevia-lhe direto pedindo uma foto, pois, “estava morrendo de saudades”. No horário do almoço, Bappie resolve eternizar sua imagem no papel. Entra no Tarr Photographic Studios. Talvez fosse coincidência, quem sabe destino — se é que o destino não deixa de ser o acaso com mania de grandeza, como certa vez disse o poeta —, mas a jovem foi atendida por ninguém menos que Larry Tarr — filho do fundador. Conversaram, conversaram e conversaram. Resultado, Larry a pediu em namoro. Bappie de imediato aceitou. A foto nunca foi batida. E jamais o canadense soube que ela se casara dois meses após este encontro. O esposo de Bappie tinha um desejo: construir seu próprio caminho longe da sombra do seu pai. Claro, o dinheiro vindo dos estúdios — junto com o salário de Bappie —, os mantinha razoavelmente bem. Mas, ele queria mais, sonhava em ser “um descobridor de talentos”. De modo que, vivia junto da esposa percorrendo todos os “points” possíveis da cidade de Nova York a procura do tal. Com dezesseis anos, Ava foi visitar a irmã pela primeira vez. Logo o novo cunhado e ela simpatizaram-se. E claro, junto com Bappie, viraram noites e noites na “cidade que nunca dorme”. O momento máximo destes dias foi quando ganhou da irmã um par de luvas brancas — ela nunca colocara aquilo —, e estando num belíssimo clube, com música ao vivo, sentados, a futura estrela olhou para o lado e quem estava ali acompanhado de uma bela garota: Henry Fonda! Sim, era ele! Henry Fonda o grande astro do cinema. Queria um autógrafo, mas, como chegar até ele, quer dizer “ele era um astro, um homem famoso” e ela... Larry e Bappie insistiram tanto que a pequena foi falar com Fonda. Nervosa e graças às luvas, deixou cair papel, caneta, bolsa e luvas no chão. Elegantemente — vendo a situação daquela menina com “sotaque caipira” —, o astro ajudou-a recolher tudo e deu um autógrafo, enquanto sua companhia fazia perguntas a jovem. Quando conseguiu o autografo, vendo-o, de tão nervosa disse apenas a acompanhante de Fonda: “você é uma garota adorável. Deveria ir para Hollywood”, e saiu correndo nervosa. Sentou-se ainda anestesiada com o encontro. E iria ficar mais, quando soube o que o cunhado aprontara: vendo a banda tocar, pensou este, porque ao invés de um monte de caras cantando, não colocar uma bela garota. E quem era a bela garota na mente de Larry: Ava Gardner! O líder do grupo perguntou a Larry se ela cantava. Deveria ser brincadeira, claro que sim, ela era um rouxinol vindo da Carolina do Norte! Os garotos pensaram, porque não, afinal a beleza de miss Gardner destacava-se em meio a todo o clube. “Traga-nos uma gravação demo dela para analisarmos”. Ava não sabia cantar — pelo menos, profissionalmente —, mas, entusiasmou-se com a idéia de tornar-se cantora de uma banda — bem, era melhor do que ser datilógrafa! Quando souberam no colégio que ela tornar-se-ia cantora de uma Big-band, as coisas começaram a mudar para melhor. O cunhado também estava entusiasmado. Procurou uma gravadora onde pudesse eternizar a voz de diva que sabia apenas cantar Amapola. Mas qual a surpresa quando o pianista perguntou onde estava a música. Ela não entendia que ele estava pedindo a partitura. O rapaz disse tudo bem, se ela dissesse pelo menos o tom. Gardner ficou rubra de vergonha, não sabia que as músicas tinham tons como as cores. O rapaz compreensivo sorriu. Seguiram em frente. Depois de algumas tentativas, o disquinho de 78 rotações com a voz de Gardner estava gravado. Este disquinho caiu nas mãos dos garotos que se entusiasmaram — logo, mandariam-lhe o repertório. No colégio a reputação de Ava — antes de menina caipira ao qual todos implicavam — mudara repentinamente, ela era um sucesso! Ava Gardner cantora, excursionando pelos Estados Unidos, sucesso absoluto, uma Ella Fitzgerald! Tudo isso era um sonho na mente da menina... e continuou sendo um sonho, pois, jamais as letras das músicas prometidas vieram parar em suas mãos. O disquinho de 78 rotações também não. Em sua biografia, relata a atriz: “Por coincidência, no entanto, voltei a encontrar aquele bandleader uma outra vez. Ele estava regendo uma orquestra num clube de Los Angeles uns oito ou nove anos depois e eu já era famosa no cinema. Ele foi muito agradável, na verdade ficou muito impressionado com o que tinha acontecido comigo. Logo ele que fora minha esperança um dia de mudar de vida, estava ali arrependido com sua infeliz falta de confiança no rouxinol da Carolina do Norte”. Claro que a jovem ainda poderia mostrar seus dotes como cantora num futuro não muito longe — no hoje, clássico, The Killers —, todavia enquanto este dia não chegava sua vida prosseguia. Larry não desanimou de seu sonho — há sempre pedras no caminho —, e continuava a procurar uma maneira de tornar-se um descobridor de talentos, empresário, qualquer coisa que não fosse somente ficar atrás de um balcão revelando e batendo fotos. O engraçado de tudo é que, justamente o seu talento para fotografias e, que o faria realizar seu sonho de ser um descobridor de talentos. Larry brincando resolveu tirar algumas fotos da cunhada. E estas — obviamente — ficaram tão lindas que resolveu colocá-las no show room da Tarr Photographic Studios que ficava na Quinta Avenida, onde Barney Duhan — que trabalhava de boy para a Loews Inc. que era por sinal ligada a MGM — passava todos os dias. Duhan ficou de queixo caído com a fotografia. Espertinho ligou para o estúdio querendo o telefone da futura diva. Não que ele pudesse fazer algo por sua carreira, mas, iria dizer que sim para quem sabe, conseguir algo mais com a garota. No telefone disse: “Sou Barney Duhan, represento a MGM e, estamos interessados em uma de suas modelos para trabalhar em nossos estúdios. Poderia passar o telefone dela?”. A secretária de Larry — esperta que só — disse que “informações sobre seus clientes eram confidenciais”. De modo que, pôs fim aos sonhos de Barney — que acabou tornando-se um policial. Mas, contou tudo ao patrão que ficou entusiasmado. Ligou para Ava, desesperado: “Querida, querida, você não imagina o que aconteceu, a MGM está querendo você como uma das atrizes deles”. Gardner ainda sobre o efeito de ter sido renegada pela Bigband não deu muita importância. Todavia, oposto ocorreu com Larry que botou toda sua equipe para trabalhar: “Revelem tudo, todos os negativos, não deixem uma foto sequer sobrando nos arquivos!” Reunindo o material, rumou para filial de Nova York. Um teste foi marcado. A pequena de Grabtown fez uma cena. O problema era aquele triste sotaque — naqueles dias, as atrizes não podiam ter sotaque algum. O que fez o diretor então? Mandou o tape totalmente mudo. Após breve análise, enviam um telegrama pedindo o comparecimento da futura diva em Hollywood. Em companhia de sua irmã Bappie, partem. No dia em que assina o contrato para ser uma starlet (figurinista), sua querida mãe descobre ter câncer. E o pior, já não o que se fazer. Vivendo em Hollywood, a pequena Gardner tem que acordar as cinco da manhã, pegar três ônibus para chegar ao estúdio, receber a folha dizendo em que estúdio deverá estar e, passar por toda a série de maquilagem. As pessoas riam do seu sotaque — imitavam-no. Ora, ela era apenas uma caipira. Mas, não fazia mal, precisavam apenas da fotogenia dela. Tamanha fora às implicâncias — e depois de muitas, mas muitas lágrimas —, passa a freqüentar aulas de teoria vocal, locução e interpretação. Certa manhã, ela precisou fazer fotos com outra starlet numa fazenda fake. As outras garotas estavam apavoradas com os bichos. Mas, “a caipirazinha” não. E, o próprio diretor fotográfico ficou espantado quando Ava tirou leite de uma vaca. “Uma starlet que tira leite de vaca, isso é maravilhoso”. Disse. O trabalho de starlet fotográfica era intenso. Faziam mudanças e mudanças em seus cabelos. Ela nunca foi de reclamar. Mas, no dia em que resolveram que era preciso tirar suas sobrancelhas e refaze-las a lápis, a garota ficou furiosa. Fez uma briga tão grande, que mesmo o severo maquiador calou-se. No futuro, Lana Turner ao saber o que ocorrera com a amiga, riu muito: “Queria ter tido sua coragem” — disse. “Eles não deixaram um fio das minhas na época em que era starlet”.   O Primeiro Amor Eles se conheceram logo de cara no primeiro dia em que ela pisou na MGM. Milton Weiss — responsável por apresentá-la ao local —, levou-a no último estúdio, onde estava sendo gravado “Calouros da Broadway”. Tanto Ava quanto Bappie controlaram-se para não gritar, quando viram ali, a poucos metros, ninguém menos que Judy Garland cantando! Deus, não era no cinema, ela tava ali ao vivo, toda aquela voz, toda aquela presença de palco! Mas, os olhos de Gardner se desviaram de Judy quando alguém esbarrou nela. De costas parecia ser Carmem Miranda — famosa àquela altura —, mas, quando aquela “baixinha” voltou-se para pedir desculpas, era Mickey Rooney — o ator mais famoso dos Estados Unidos naquele momento. — Desculpe-me. Machuquei a senhorita? — Não... não... — Senhorita Gardner, este é Mickey Rooney. Mickey esta é Ava Gardner futura estrela da MGM. E assim, foi. Mickey apaixonou-se por Gardner, no mesmo instante. Conseguiu o telefone dela, ligando todo dia as vinte e duas horas. Ava — lembre-se, era uma menina do campo —, de modo que, sendo Rooney um cara famoso ou não, ela não sairia com ele, afinal era um desconhecido: “e uma garota não sai sozinha com um desconhecido”. Todos os dias, Bappie dava ao futuro cunhado uma desculpa diferente. Estava trabalhando, dormindo, fazendo sei lá o que. Só que houve certa noite que Gardner teve que atender o telefone. Era hora de por um fim aquilo: — Agora ouça Mickey, minha irmã Bappie está aqui e não posso deixá-la sozinha. Neste instante somente que ele percebeu que a menina era diferente do tipo de garota que ele estava acostumado a sair. — Quem sabe não a levamos junto, então? E foi assim. Bappie foi velinha por muito, muito tempo. Rooney — conforme biografia da própria atriz —, a respeitou como devia. Após um tempo, veio o pedido de casamento. Gardner sempre vinha com desculpas de que era jovem. Enfim, aceitou. A futura senhora Rooney conheceu sua sogra, deram-se bem. Depois, houve a reunião da família Gardner para conhecer o futuro membro. Nas memórias da atriz, fora aquele um dos momentos mais felizes da sua mãe, que adorava a casa cheia. Mickey sempre fora um ótimo comediante. Todos riram. Elizabeth os abençoou. Mas, havia um pequeno problema: o contrato de ambos os impedia de casar sem a autorização do todo poderoso Louis B. Mayer, dono da MGM. Louis não queria aquele casamento. O que, sua maior estrela, sua maior renda, o queridinho das garotas casando com uma... qual era mesmo o nome daquela garota? Uma tática de Mayer era chorar muito — ele tinha a mania de achar que todos seus funcionários eram filhos e ele o papai. E chorou muito mesmo, no intuito de convencer Rooney. Mas, conforme Ava, seu futuro esposo era um chorão melhor. De modo que, papai Mayer aceitou, mas, o casamento foi digamos, “às escondidas”. Ava esperava o casamento dos seus sonhos, conforme escreveu “queria um marido que chegasse em casa depois do trabalho, ao qual esperasse que eu tivesse feito a janta, lavado à roupa, que quisesse filhos, etc e tal”. Ela queria vivenciar um casamento tão perfeito quanto fora dos seus pais. Só que Mickey era viciado em jogos de azar, gostava de golfe e tinha uma “leve” queda à infidelidade. Foram tantas as brigas e infidelidades, que no dia 21 de maio de 1943 ela pediu o divórcio. Em sua biografia (Minha História, Editora L&PM), Gardner declara: “Embora as pessoas tenham especulado que ser casada com Mickey poderá ter me ajudado a conseguir minha primeira série de pontas nos filmes, a verdade nua e crua é que ser Mrs. Rooney não me empurrou para o estrelato. Mickey jamais tentou me transformar em atriz, nunca me ensinou nada e jamais conseguiu um emprego de atriz para mim”. Todavia, Rooney lhe apresentou grandes figuras do cinema tais como Lana Turner, Judy Garland, Ester Willians, Kathryn Grayson, Elizabeth Taylor e Peter Lawford — que por muitos anos foi seu grande amigo. Os Primeiros Trabalhos Na Grande Tela We Were Dacing (Tu És A Única, 1942), é um marco do cinema — não por suas qualidades —, mas, por ser o último filme de Norma Shearer — indicada cinco vezes ao Oscar — e, ser o primeiro filme a ter Ava realmente aparecendo por alguns segundos: enquanto caminha num saguão do hotel. No mesmo ano, ela interpreta uma secretária em um episódio da série Dr. Gillespie — estrelado por Lionel Barrymore. Barrymore há muito estava doente — ficava boa parte do dia sentado em uma cadeira de rodas — e, como Clark Gable, ia embora às cinco horas da tarde. Para Gardner, aquela seria sua grande chance, visto ter uma fala no filme. Diria sete palavras — suas primeiras palavras no cinema — a saber: “Dr. Gillespie, o próximo paciente já chegou”. A futura diva estava nervosa. Ora, teria de falar seu texto para ninguém, visto Lionel ter ido embora. Foi quando o mesmo surgiu diante de si em sua cadeira de rodas. Alguém disse então ao velho ator: “Sr. Barrymore, já passa das cinco. Creio que o senhor já deveria estar a caminho de casa”. Ele apenas respondeu: “E deixar esta jovem sem ninguém para olhar, ninguém para quem dar o seu texto? Claro que não. Isto não seria gentil”. Meses depois, ela faria outro episódio da série do Dr. Gillespie chamado Three Men in White. Neste Ava era uma beldade bêbada. O filme lhe gerou as primeiras críticas positivas. Conhece Bela Lugosi em 1943, durante as gravações de Ghosts On The Loose, que segundo a atriz fora um dos únicos filmes do início de carreira que tiveram algum impacto sobre ela. Ghosts na verdade é um filme horrível, uma comédia enfadonha que foi feita para ser exibido nas famosas duas sessões — você pagava para ver o filme principal e de brinde assistia um segundo. Só que o mesmo, marcaria e muito a vida de Gardner. Certa noite, em companhia da sua irmã Bappie, as duas caminhavam ao longo de um bairro de Los Angeles, local onde os cinemas somente apresentavam filmes tipo Z. De repente, Bappie fica paralisada e começa a gritar. Ava também. Em um enorme luminoso estava escrito: Ghosts On The Loose Com Ava Gardner A scarlet começava a engatinhar rumo ao sucesso. Por Ricardo Steil   Veja parte 2  
| 14173 ace
  Ficha Título Original: The Young One Ano/País/Gênero/Duração: 1960 / EUA MÉXICO / 95Min Direção: Luis Buñuel Produção: George P. Werker Roteiro: Hugo Butler, Luis Buñuel e Peter Matthiessen Fotografia: Gabriel Figueroa Música: Jesús Zarzosa Elenco: Zachary Scott ... Miller Bernie Hamilton ... Traver Key Meersman ... Evalyn Crahan Denton ... Jackson Claudio Brook ... Rev. Fleetwood     Sinopse   Um guarda-caça e a sua filha de 13 anos vivem numa ilha onde chega, fugido à polícia, um negro acusado de violação. Os confrontos entre os dois homens dão lugar a uma certa cumplicidade até à chegada de outro homem para prender o negro. A jovem, cuja sexualidade desperta durante o confronto, vai ajudar o negro a fugir.     Imagens  
| 1280 ace
  Título original: Monkey Business Ano/País/Gênero/Duração: 1952 / EUA / Comédia / 97min Produção: Sol C. Siegel Direção: Howard Hawks Roteiro: Ben Hecht e Charles Ledere Fotografia: Milton R. Krasner Música: Leigh Harline Elenco Cary Grant ... Dr. Barnaby Fulton Ginger Rogers ... Mrs. Edwina Fulton Charles Coburn Mr. Oliver Oxley Marilyn Monroe Miss Lois Laurel Hugh Marlowe Hank Entwhistle Henri Letondal Dr. Jerome Kitzel Robert Cornthwaite Dr. Zoldeck Larry Keating ... G.J. Culverly Douglas Spencer Dr. Brunner Esther Dale ... Mrs. Rhinelander George Winslow Little Indian Sinopse Dr. Barnaby (Grant) é um cientista que procura há anos uma forma para amenizar os efeitos da idade. Até que a macaca Esther consegue o feito que ele demorara tanto tempo tentando descobrir. O problema é que quando as pessoas tomam o elixir, tornam-se inconseqüentes como se fossem ainda crianças, cortando cabelos exóticos, usando roupas adolescentes e comprando carros de playboy. Prêmios Indicação ao Globo de Ouro de Melhor Atriz (Ginger Rogers)   Assista Online         Imagens     Vídeo  
| 6011 ace
  Título original: Der Blaue Engel Ano/País/Gênero/Duração: 1930 / Alemanha / 100min Direção: Josef Von Sternberg Produção: Erich Pommerr Roteiro: Josef Von Sternberg, Robert Liebmann, Karl Vollmoller Fotografia: Guther Rittau Música: Frederick Hollander Elenco Emil Jannings ... Prof. Immanuel Rath Marlene Dietrich Lola Lola Kurt Gerron ... Kiepert Rosa Valetti ... Guste Hans Albers ... Mazeppa Reinhold Bernt Eduard von Winterstein Hans Roth ... Rolf Müller ... Roland Varno ... Carl Balhaus ... Robert Klein-Lörk Charles Puffy ... Wilhelm Diegelmann Gerhard Bienert ... Sinopse Um homem honesto é arruinado por uma paixão por uma dançarina de boate (Dietrich), que o humilha constantemente. Em um dos momentos mais humilhantes, ele chega a ser coroado com chifres e vestido de palhaço. Curiosidades: - O filme tornou-se marca registrada de Marlene Dietrich, cantando com sua voz rouca “Falling in Love Again”. - O filme foi gravado em inglês e alemão.   Download: Este filme é de domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria.       Legendas   Imagens     Vídeo  
| 12786 ace
  Ano/País/Gênero/Duração: 1933 / EUA / 100 Direção: Merian Cooper / Ernest Schoedsack Produção: Merian Cooper, Ernest Schoedsack e David O. Selznick Roteiro: James Ashmore Creelman, Ruth Rose, Edgar Wallace Fotografia: Edward Linden, J. O. Taylor, Vernon L. Walker, Kenneth Peach Efeitos especiais: Willis OBrien Elenco Fay Wray ... Ann Darrow Robert Armstrong ... Carl Denham Bruce Cabot ... John Driscoll Frank Reicher ... Captain Englehorn Sam Hardy ... Charles Weston Noble Johnson ... Native Chief Steve Clemente ... Witch King James Flavin ... King Kong ... Sinopse Ann Darrow é membro de uma expedição à Ilha da Caveira, isolada e pré-histórica. Chegando lá, ela exerce um fascínio pelo gorila gigante Kong, que a ataca. O gorila é capturado e levado para Nova York. Tentando encontrar Ann, ele escapa e sobe até o prédio do Empire State, conseguindo chegar perto de sua amada. A polícia o persegue pelos ares até que a criatura seja morta. Curiosidades: - A cena do Empire State foi realizada em Stop motion (quadro a quadro dando a ilusão de movimento). - O Kong na verdade era um boneco de 46cm feito de metal, borracha, algodão e pelo de coelho.   ASSISTA ONLINE:       Imagens  
| 7489 ace
Título original: Arsenic and Old Lace Ano/País/Gênero/Duração: 1944 / EUA / Comédia / 118min Direção: Frank Capra Produção: Frank Capra, Jack L. Warner / Warner Bros Roteiro: Julius J. Epstein e Philip G. Epstein Fotografia: Sol Polito Música: Max Steiner Elenco Cary Grant ... Mortimer Brewster Priscilla Lane ... Elaine Harper Raymond Massey Jonathan Brewster Jack Carson ... O'Hara Edward Everett ... Mr. Witherspoon Peter Lorre ... Dr. Einstein James Gleason Lt. Rooney Josephine Hull Abby Brewster Jean Adair ... Martha Brewster John Alexander 'Teddy Roosevelt' Brewster Grant Mitchell Reverend Harper Edward McNamara Brophy Garry Owen ... Taxi Cab Driver John Ridgely ... Saunders Vaughan Glaser Judge Cullman Sinopse: Duas senhoras, Martha (Jean Adair) e Abby (Josephine Hull) vivem tranquilamente em uma casa próxima ao cemitério. Mas elas possuem um hábito no mínimo estranho: matar velhinhos que vivem solitariamente por acharem que com isso fazem uma caridade a eles. O sobrinho delas, Mortimer (Cary Grant), desconhece tais atos das tias, e tenta conseguir uma licença de casamento para se casar com Elaine (Priscila Lane). Para sumir com os corpos, as velhotas contam com a ajuda de Teddy, outro sobrinho, que, com problemas mentais, pensa sem Teddy Roosevelt leva-os para o porão. Ao chegar em casa, já casado, Mortimer acaba encontrando um corpo oculto dentro de uma arca. Ele suspeita de Teddy, mas sua tia, calmamente lhe explica que foi ela quem o matou, colocando veneno em seu vinho e explica suas razões. Martimer se vê em uma enorme confusão.   Curiosidades: Este filme foi baseado na peça de Joseph Kesselring. Toda a movimentação se passa em apenas 1 dia.   Assista Online       Download: Este filme é de domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria.       Legendas   Imagens    
| 9933 ace
  Título original: Silk Stockings Ano/País/Gênero/Duração: 1957 / EUA / Musical / 117min Direção: Rouben Mamoulian Produção: Arthur Freed Roteiro:  Abe Burrows, Leonard Gershe, George S. Kaufman, Melchior Lengyel, Leueen MacGrath, Leonard Spigelgass Fotografia: Robert J. Bronner Elenco Fred Astaire ...     Steve Canfield Cyd Charisse ...     Ninotchka Yoschenko Janis Paige    ...     Peggy Dayton Peter Lorre    ...     Brankov, Commisar George Tobias    ...     Vassili Markovitchn Jules Munshin    ...     Bibinski, Commisar Joseph Buloff    ...     Ivanov, Commisar Wim Sonneveld    Peter Ilyitch Boroff Sinopse Ninotchka (Cyd Charisse) é uma rígida representante do governo soviético que vai a Paris para trazer de volta a Rússia o compositor Peter (Wim Sonneveld), que acabaram ficando na cidade  por causa do produtor de cinema Steve (Fred Astaire). Ninotchka a princípio não gosta da cidade, mas acaba envolvida com Paris e com Steve. Curiosidades: Esta é uma refilmagem, desta vez musical, do filme estrelado por Greta Garbo  e adaptado de um show apresentado na Broadway em 1955. A trilha sonora foi comporta por Cole Porter. Prêmios Globo de Ouro – 1958   Imagens    
| 5288 ace
Título original: The Philadelphia Story Ano/País/Gênero/Duração: 1940 / EUA / Comédia / 112min Direção: George Cukor Produção: Joseph L. Mankiewicz Roteiro: Donald Ogden Stewart Fotografia: Joseph Ruttenberg Elenco Cary Grant ... C.K. Dexter Haven Katharine Hepburn Tracy Lord James Stewart ... Macaulay Connor Ruth Hussey ... Elizabeth Imbrie John Howard ... George Kittredge Roland Young ... Uncle Willie John Halliday ... Seth Lord Mary Nash ... Margaret Lord Virginia Weidler Dinah Lord Henry Daniell ... Sidney Kidd Lionel Pape ... Edward Rex Evans ... Thomas Sinopse Tracy (Hepburn) é uma mimada socialite que se prepara para suas segundas núpcias. Toda a Filadélfia está em polvorosa, e os jornais aguardam ansiosamente a festa na mansão da família. Mas ela tem que aturar seu ex-marido (Grant) e um jornalista disfarçado, por quem sente uma atração fulminante. A duvida de se ela realmente vai conseguir se casar é o mote do filme.   Curiosidades - Katherine Hepburn já tinha feito o mesmo papel na Broadway e foi ela quem comprou os direitos para fazer o filme. - Impressiona sobretudo a química entre Cary Grant e Katherine Hepburn, que fizeram par em diversos filmes. - O filme foi refilmado com Clark Gable, Frank Sinatra e Bing Crosby nos papéis principais. Prêmios: - Oscar: Melhor ator (James Stewart) e roteiro.   Assista Online         Download: Este filme é de domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria. Legendas Pesquisar este filme no SUBMARINO   Imagens  
| 9057 ace
  Nascida Hedwig Eva Maria Keisler, em Viena na Áustria,filha de pais judeus. Estudou ballet e piano antes dos 10 anos e adolescente já atuava em filmes alemães.Em 1933 ela estreou "Ecstasy", de Gustav Machaty. O filme checoslovaco realizado em Praga mostra uma jovem esposa sedenta pelo amor do marido. Closeups de seu rosto durante um suposto orgasmo, e sua corrida nua pela floresta deram notoriedade e, posteriormente, muita dor na cabeça da atriz. Seu marido, Friedrich Mandl, um fabricante de armas, não gostou de se casar com uma mulher com esse passado, e quis destruir o filme, comprando e destruindo boa parte das cópias. Controlava sua vida, e tentou manter Heddy sob controle, impedindo-a de seguir sua carreira. Para compensar, levava-a para encontrar-se com seus amigos e parceiros de negócios nazistas, e Heddy aprendeu muito sobre tecnologia militar. Em 1937 a atriz conseguiu fugir do marido (disfarçada de empregada doméstica) e foi para Paris, onde obteve um divórcio. Mudou-se para Londres, onde conheceu L. B. Mayer. Ele a contratou e sugeriu a mudança de nome para Hedy Lamarr, em homenagem a estrela Barbara La Marr, falecida em 1926 de tuberculose. Foi normalmente escalada para papéis de mulheres sedutoras, estreando na América com Argel (1938),além de Boom Town (1940),  White Cargo (1942), e Tortilla Flat (1942). Em 1941 atuou ao lado de duas estrelas americanas, Lana Turner e Judy Garland, no musical Ziegfeld Girl. Foram 18 filmes na em 9 anos. Seu maior sucesso foi Sansão e Dalila, de Cecil DeMille, mas após My Spy Favorite (1951), houve um declínio em sua carreira. Apareceu esporadicamenet em algumas películas.                         Durante a Segunda Guerra Mundial, a atriz criou um sofisticado aparelho de interferência em rádio para despistar radares nazistas e o patenteou em 1940, usando o seu verdadeiro nome, Hedwig Eva Maria Kiesler. Ela contou em sua autobiografia, que a idéia surgiu enquanto ela e o compositor George Antheil tocavam ao piano, e faziam um dueto. Daí a idéia de que duas pessoas poderiam conversar entre si mudando frequentemente o canal de comunicação. A idéia foi recusada pelo Departamento de Guerra norte americano, em 1941. Em agosto de 1942 foi patenteada pela dupla.  A versão inicial consistia na troca de 88 frequências e era feito para despistar radares, mas a idéia pareceu difícil de realizar na época. Só em 1962 a idéia da dupla seria concretizada e utilizada pelas tropas militares em Cuba. Em 1997 a atriz recebeu um prêmio por sua contribuição. Em 1965 chegou a ser presa por furto, em Los Angeles, mas as acusações foram deixadas de lado. Em 1991 voltou a ser presa sob a mesma alegação, e durante o interrogatório ela prometeu não mais repetir o gesto. Em sua autobiografia (Ecstasy and Me/1966), ela falou que enquanto fugia de seu primeiro marido, foi parar em um bordel e se escondeu em uma sala vazia. Enquanto seu marido a procurava, um homem entrou na sala e ela teve relações sexuais para se esconder de Friedrich. Outra história do livro foi que ela drogou sua empregada para roubar-lhe a roupa e assim conseguir fugir do marido. Mais tarde a atriz processou a editora, dizendo que muitas das histórias do livro foram inventadas pelo escritor Leo Guild. Hedy morreu em 19 de janeiro de 2000, e teve suas cinzas espalhadas na floresta Wienerwald. Hedy casou-se no total cinco vezes e e teve sua vida marcada também por alguns escândalos, mas sem dúvida alguma, não pode ser esquecida por sua contribuição com seu grande invento.O aparelho de frequência serviu de base para a teconologia de comuicação utilizada em telefones celulares, deu-lhe o honroso título de "mãe do telefone celular".
| 1018 ace
Título original: Laura Ano/País/Gênero/Duração: 1944 / EUA / Policial / 85min Direção: Otto Preminger Produção: Otto Preminger Roteiro: Jay Dratler, Samuel Hoffenstein e Elizabeth Reinhardt, Fotografia: Joseph LaShelle Música: David Raksin Elenco Gene Tierney ... Laura Hunt Dana Andrews ... Det. Lt. Mark McPherson Clifton Webb ... Waldo Lydecker Vincent Price ... Shelby Carpenter Judith Anderson ... Mrs. Ann Treadwell Aileen Pringle Sinopse: O detetive Mark McPherson (Dana Andrews) investiga o assassinato de Laura Hunt (Gene Tieney), diretora de uma agência de propaganda. Mas ele descobre que ela na verdade está viva e interroga algumas pessoas envolvidas com ela, como o jornalista Waldo Lydecker (Clifton Webb). Ela estava noiva de Shelby Capenter (Vincent Price), e enquanto investiga, o detetive também acaba se apaixonando por Laura, depois de ver seu rosto em um quadro. Curiosidades: Inicialmente, Rouben Mamoulian era o diretor, mas ele acabou sendo demitido e Otto Preminger (o produtor), assumiu. Este filme marcou a estréia de Clift Webb no cinema falado. Jennifer Jones foi cotada para o papel de Laura, mas ela não aceitou o papel. Prêmios Oscar de Melhor Fotografia Preto e Branco. Indicações aos Oscares de Melhor Diretor, Ator Coadjuvante (Clifton Webb), Roteiro e Direção de Arte. Assista Online Imagens
| 7587 ace
Título original: Some Like It Hot Ano/País/Gênero/Duração: 1959 / EUA / Comédia / 122min Direção: Billy Wilder Produção: Billy Wilder Roteiro: .A.L. Diamond e Billy Wilder Fotografia: Charles Lang Música: Adolph Deutsch Elenco Marilyn Monroe ... Sugar Kane Kowalczyk Tony Curtis ... Joe - 'Josephine' / Jack Lemmon ... Jerry - 'Daphne' George Raft ... Spats Colombo Pat O'Brien ... Det. Mulligan Joe E. Brown ... Osgood Fielding III Nehemiah Persoff ... Little Bonaparte Joan Shawlee ... Sweet Sue Billy Gray ... Sig Poliakoff George E. Stone ... Toothpick Charlie Dave Barry ... Beinstock Mike Mazurki ... Spats' henchman Harry Wilson ... Spats' henchman Beverly Wills ... Dolores Sinopse: Dois músicos desempregados buscam desesperados um novo emprego. Acabam testemunhando um massacre e começam a ser perseguidos por uma gangue. Para fugir da cidade e dos bandidos, começam a tocar, disfarçados de mulher, numa banda de garotas. Joe (Tony Curtis) acaba virando Josephine e Jerry (Jack Lemmon) se transforma em Daphne. Ao ver Sugar (Marilyn Monroe), a corista, Joe se apaixona perdidamente, resolvendo se passar por um milionário para conseguir conquistá-la. Curiosidades: Frank Sinatra foi cotado para o papel de Jerry e Mitzi Gaynor para o de Sugar. O filme seria rodado em cores, mas a maquiagem de Jack Lemmon, como mulher, não ficou esteticamente boa. Marilyn Monroe teve enormes dificuldades em finalizar algumas cenas, pois trocava as frases. Como por exemplo na cena em que diz “It's me, Sugar”, onde foram necessárias 47 tomadas. Outra foi quando ela precisava dizer a frase “Where's the bourbon”, que teve que ser refeita 59 vezes. Para que ela se lembrasse das falas, o diretor colava-as no cenário. Segundo Tony Curtis, beijar Marilyn Monroe seria o mesmo que beijar Adolph Hitler. Prêmios Oscar de Melhor Figurino – Preto e Branco. Indicações aos Oscares de Melhor Diretor, Ator (Jack Lemmon), Direção de Arte, Fotografia e Roteiro Adaptado. Globo de Ouro de Melhor Filme, Melhor Ator (Jack Lemmon) e Atriz (Marilyn Monroe). Assista Online Imagens
| 13494 ace
Título original: Gentlemen Prefer Blondes Ano/País/Gênero/Duração: 1953 / EUA / Comédia / 91min Direção: Howard Hawks Produção: Sol C. Siegel Roteiro:  Charles Lederer, , Anita Loos Fotografia: Harry J. Wild Elenco Jane Russell ...     Dorothy Shaw Marilyn Monroe ...     Lorelei Lee Charles Coburn    ...     Sir Francis 'Piggy' Beekman Elliott Reid    ...     Ernie Malone Tommy Noonan    ...     Gus Esmond George Winslow    ...     Henry Spofford III Marcel Dalio    ...     Magistrate Taylor Holmes    ...     Mr. Esmond Sr. Norma Varden    ...     Lady Beekman Howard Wendell    ...     Watson Steven Geray    ...     Hotel Manager Sinopse Duas belas dançarinas, uma loira, Lorelei (Marilyn Monroe) e uma morena, Dorothy (Jane Russell) embarcam em um cruzeiro pago pelo noivo de Lorelei. Mas o sogro desta contrata um detetive particular para flagra-la em infidelidade. Curiosidades: - Betty Grable estava cotada para o papel da loira, mas acabou sendo trocada por Marilyn. ASSISTA ONLINE Imagens      
| 8429 ace
Título original: East Of Eden Ano/País/Gênero/Duração: 1955 / EUA / Drama / 115min Direção: Elia Kazan Produção: Elia Kazan Roteiro: Paul Osborn Fotografia: Ted D. McCord Música: Leonard Rosenman Elenco Julie Harris ... Abra James Dean ... Caleb 'Cal' Trask Raymond Massey Adam Trask Burl Ives ... Sam the Sheriff Richard Davalos Aron Trask Jo Van Fleet ... Kate Albert Dekker ... Will Hamilton Lois Smith ... Anne Harold Gordon ... Gustav Albrecht Nick Dennis ... Rantani Sinopse Cal (James Dean) sai de sua cidade, Salinas, e descobre que sua mãe não morrera em seu parto, como lhe dissera seu pai, Adam (Raymond Massey), um homem correto e que criara os filhos conforme os preceitos bíblicos. Cal passa a acreditar que sua maldade foi passada por sua mãe, Kate (Jo Van Fleet), que vive em Monterrey e é cafetina em um bar. Ao contrário dele, seu irmão gêmeo Aron (Richard Davalos) é o preferido do pai, e está noivo da doce Abra (julie Harris). Cal tenta, de sua maneira, chamar sempre a atenção do pai, que lhe despreza ao passo que apóia o filho Aron, por acha-lo um homem justo e correto. Com a chegada da guerra, Adam, que investira erroneamente, perde toda sua colheita e Cal investe em feijões, que foi valorizado com a guerra. Cal oferece todo o dinheiro ganho ao seu pai, que mais uma vez o rejeita, causando no filho uma revolta que o leva a se vingar de seu irmão. Curiosidades: - O filme foi baseado nos últimos capítulos do romance A Leste do Eden, de John Steinbeck. - Este foi o único filme que James Dean viu estrear. Morto prematuramente aos 24 anos, não chegou a ver as estréias de seus dois filmes seguintes, que o alçaram a posição de astro. Prêmios Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante (Jo Van Fleet). Indicação ao Oscar de Melhor Ator (James Dean), Diretor (Elia Kazan), Roteiro. Globo de Ouro de Melhor Filme – Drama. Festival de Cannes – Melhor Filme. Assista Online Imagens
| 15422 ace
Título original: Rebel without a cause Ano/País/Gênero/Duração: 1955 / EUA / Drama / 111min Direção: Nicholas Ray Produção: David Weisbart Roteiro:  Stewart Stern Fotografia: Ernest Haller Música: Leonard Rosenman Elenco James Dean ...     Jim Stark Natalie Wood ...     Judy Sal Mineo ...     John 'Plato' Crawford Jim Backus    ...     Frank Stark Ann Doran    ...     Mrs. Carol Stark Corey Allen    ...     Buzz Gunderson William Hopper    pai de Judy Rochelle Hudson    mãe de Judy Dennis Hopper    Goon Edward Platt    ...     Ray Fremick Steffi Sidney    ...     Mil Marietta Canty    ...      Virginia Brissac    Mrs. Stark Beverly Long    ...     Helen Ian Wolfe    ...     Dr. Minton Sinopse Jim Stark (James Dean) é um jovem que tem dificuldades de relacionamento com colegas, fazendo com que sua família mude-se constantemente de cidade. Sua mãe autoritária e o pai submisso faz com que ele se sinta desamparado. Numa noite, após se embriagar, é levado para uma Instituição para jovens delinquentes onde conhece Plato (Sal Mineo), um jovem rico abandonado aos cuidados de uma babá e Judy (Natalie Wood), incompreendida pelos pais. No dia seguinte, Jim tentará se enturmar na nova escola, mas terá problemas com os jovens locais, sedentos de novidades e entretenimento, que o chamarão para brigas e sendo desafiado por Buzz (Corey Allen), namorado de Judy, para uma disputa de carros no desfiladeiro. O encontro culminará em um acidente fatal, que levará a turma de Buzz a perseguir Jim. Com isso, a amizade entre Plato, Jim e Judy se estreita. Curiosidades: Este foi o segundo dos três filmes que James Dean estrelou antes de morrer tragicamente em um acidente de carro. Além de James Dean, outros dois atores morreram de forma trágica: Natalie wood (afogada em circunstâncias misteriosas) e sal Mineo (assassinado em circunstâncias nunca explicadas). Tab Hunter e Jayne Mansfield foram cogitados para estarem no filme. Nas cenas de luta, James Dean e Corey usaram armas de verdade, o que chegou a causar um ferimento em Dean. As cenas da piscina da mansão onde os jovens se escondem foram filmadas na mesma locação de Crepúsculo dos Deuses. Natalie Wood teve um romance com Ray  Mineo, o diretor, durante as filmagens, o que levou à especulação quanto os testes para sua participação. O filme chegou a ser proibido em vários países, como Espanha e Inglaterra, por acreditarem no caráter rebelde e influenciador dos personagens. Boa parte das cenas foi filmada em preto e branco, e tiveram que ser refeitas em cinemascope colorido. Prêmios - Indicação ao Oscar de Melhor Ator (James Dean), Roteiro Original, Ator Coadjuvante (Sal Mineo). Imagens
| 8297 ace
Título original: Giant Ano/País/Gênero/Duração: 1956 / EUA / Drama Romance / 201min Direção: George Stevens Produção: Henry Ginsberg e George Stevens Roteiro:  Fred Guiol e Ivan Moffat Fotografia: William C. Mellor Música: Dimitri Tiomkin Elenco Elizabeth Taylor .... Leslie Lynnton Benedict Rock Hudson .... Jordan Benedict Jr. ('Bick') James Dean .... Jett Rink Carroll Baker .... Luz Benedict II Jane Withers .... Vashti Snythe Chill Wills .... tio Bawley Mercedes McCambridge .... Luz Benedict Dennis Hopper .... Jordan Benedict III ('Jordy') Sal Mineo .... Angel Obregón II Rod Taylor .... Sir David Karfrey Sinopse Bick Benedict (Rock Hudson), rancheiro texano, viaja para Maryland para comprar um cavalo, e acaba se apaixonando pela filha do dono da fazenda, Leslie (Elizabeth Taylor). Após o casamento, ele retorna para suas terras com a jovem esposa, onde apresenta-a a irmã, Luz (Mercedes McCambridge), solteirona e amarga, que não gosta da chegada da cunhada. No rancho, trabalha o jovem Jett Rink (James Dean), um peão pobre, que se interessa por Leslie e a leva para conhecer as famílias pobres do local. Com a morte de Luz, Jett recebe uma pequena parte de terra, que por sorte, possui petróleo, e se torna um dos homens mais ricos do local. Jett e Bick tornam-se rivais para toda a vida. Prêmios: Oscar de Melhor Diretor Indicações aos Oscares de Melhor Filme, Ator, Atriz Coadjuvante (Mercedes McCambridge), Direção de Arte a cores, Figurino, Edição, Trilha Sonora, Roteiro Adaptado. Curiosidades: Esse foi o último filme de James Dean, que morreu pouco tempo após as filmagens num acidente de carro. Alan Ladd foi cogitado para o papel de Jett Rink, recusando por problemas de saúde. Grace Kelly foi a primeira opção para ser Leslie. Imagens
| 8832 ace
Título original: Scarface Ano/País/Gênero/Duração: 1983 / EUA / Policial / 170min Direção: Brian de Palma Música: Giorgio Moroder Elenco Al Pacino ... Tony Montana Steven Bauer ... Manny Ribera Michelle Pfeiffer ... Elvira Hancock Mary Elizabeth Mastrantonio ... Gina Montana Robert Loggia ... Frank Lopez Miriam Colon ... Mama Montana F. Murray Abraham ... Omar Suarez Paul Shenar ... Alejandro Sosa Harris Yulin ... Mel Bernstein Ángel Salazar ... Chi Chi Arnaldo Santana ... Ernie Pepe Serna ... Angel Michael P. Moran ... Nick The Pig Al Israel ... Hector The Toad Dennis Holahan ... Jerry The Banker Sinopse: O filme mostra a ascensão e queda de Tony Montana (Al Pacino), que, de refugiado cubano buscando a cidadania americana, se transforma em um grande magnata das drogas em Miami. Ao lado de seu amigo (Steven Bauer), ele começa como atravessador, e posteriormente como chefe de toda uma cadeia de traficantes. Seu mundo começa a ruir quando sua esposa (Michele Pfeir) o abandona, e seu melhor amigo o trai, casando-se com sua irmã ( Mary Elizabeth Mastrantonio), por quem possui desejos quase incestuosos. Curiosidades: Refilmagem do clássico de Howard Hoghes, Scarface, A Vergonha de Uma Nação, de 1932. A palavra fuck é proferida no filme 182 vezes. A banda Blink 182 teria adotado este nome em homenagem ao filme. O filme marca a estréia em telas de Mary Elizabeth Mastrantonio. Chegou a ser censurado em alguns países, graças a violência e palavrões.   Prêmios: Indicações ao Globo de Ouro de Melhor Ator (Al Pacino), Ator Coadjuvante (steven Bauer) e Trilha Sonora. Indicação ao Framboesa de Ouro de Pior Diretor. Assista Online Imagens      
| 10841 ace
Ficha Título Original: O Homem Nu Ano/País/Gênero/Duração: 1968 / Brasil / Comédia / 118min Direção: Roberto Santos Produção: Cinematográfica Pelimex e Wallfilmes Roteiro: Fernando Sabino e Roberto Santos Fotografia: Hélio Silva Música: Rogerio Duprat Elenco: Paulo José .... Sílvio Proença Leila Diniz .... Mariana Esmeralda Barros .... Marialva Walter Forster .... Gibson Íris Bruzzi .... Marieta Oswaldo Loureiro .... Ludovico Irma Alvarez .... Alva Joana Fomm .... Heloísa Ana Maria Nabuco .... Magali     Sinopse   O filme narra as confusões causadas pelo professor de música folclórica Sílvio Proença que, acidentalmente, fica trancado pelo lado de fora do apartamento de uma amiga, completamente nu. A partir daí, o homem passa por uma série de situações inusitadas, fugindo de um lado para outro para se proteger de uma população totalmente escandalizada.    
| 962 ace
  Título original: Carlito's Way Ano/País/Gênero/Duração: 1993  / EUA / Policial / 144min Direção: Brian De Palma Produção:  Martin Bregman e Willi Bär Roteiro:    David Koepp Fotografia:  Stephen H. Burum Música:  Patrick Doyle   Elenco   Al Pacino ...     Carlito 'Charlie' Brigante Sean Penn    ...     David Kleinfeld Penelope Ann Miller    ...     Gail John Leguizamo    ...     Benny Blanco Ingrid Rogers    ...     Steffie Luis Guzmán    ...     Pachanga James Rebhorn    ...     Dist. Atty. Norwalk Joseph Siravo    ...     Vincent 'Vinnie' Taglialucci Viggo Mortensen    ...     Lalin Richard Foronjy    ...     Pete Amadesso Jorge Porcel    ...     Saso (Ron) Frank Minucci    ...     Tony Taglialucci Adrian Pasdar    ...     Frankie Taglialucci John Ortiz    ...     Guajiro Ángel Salazar    ...     Walberto   Sinopse Carlito (Al Pacino), um conhecido ex-gangster, sai da prisão prometendo a todos que não voltará ao mundo do crime. Para isso consegue dinheiro e compra uma parte de uma boate, cujos lucros farão com que ele realize o sonho de trabalhar em Bahamas, com carros. Mas quanto mais deseja se afastar, mais se vê envolvido em situações incriminadoras, entre brigas de gangues e fazendo inimigos. Curiosidades     - Brian de Palma queria filmar o clímax do filme no World Trade Center, mas devido ao ataque terrorista de 11 de setembro, a mesma acabou sendo realizada numa estação ferroviária. - O exterior do hospital em que Carlito aparece visitando seu advogado é o mesmo utilizado em O Poderoso Chefão, também estrelado por Al Pacino. - Adaptado do romance “After Hours”, de Edwin Torres. - A palavra "fuck" é dita um total de 139 vezes. Prêmios:   - Indicações ao Globo de Ouro de Melhor ator Coadjuvante (Sean Penn) e Atriz Coadjuvante (Penelope Ann Miller).   Imagens
| 3891 ace
Título original: Scent of a Woman Ano/País/Gênero/Duração: 1992 / EUA / Romance / 156min Direção: Martin Brest Produção: Martin Brest Roteiro: Bo Goldman Fotografia: Donald E. Thorin Música: Thomas Newman Elenco Al Pacino ... Coronel Frank Slade Chris O'Donnell ... Charlie Simms James Rebhorn ... Mr. Trask Gabrielle Anwar ... Donna Philip Seymour Hoffman ... George Willis, Jr. Richard Venture ... W.R. Slade Bradley Whitford ... Randy Rochelle Oliver ... Gretchen Margaret Eginton ... Gail Tom Riis Farrell ... Garry Nicholas Sadler ... Harry Havemeyer Todd Louiso ... Trent Potter Matt Smith ... Jimmy Jameson Gene Canfield ... Manny Frances Conroy ... Christine Downes   Sinopse   Frank Slade (Al Pacino) é um coronel aposentado e arrogante, que vive recluso desde que ficou cego. Quando sua sobrinha vai viajar, contrata o jovem Charles (Chris O'Donnell) para que ele possa cuidar do coronel. Charles busca juntar dinheiro para ir visitar os pais durante o natal. Frank, decide aproveitar-se da situação, e viajar acompanhado do garoto para Nova York, que acabará mudando a vida dos dois. Curiosidades: Remake do filme “Profumo di Donna”, de Dino Risi. Foram necessários quatro dias para realizar a sequência da dança de tango. O tango tocado é Por uma Cabeza, de Carlos Gardel. Al Pacino preparou-se para o papel de cego com a ajuda de uma escola para deficientes visuais. Em uma das cenas, Frank tropeça em uma lata de lixo e cai. Esta cena não estava no script e foi usada. Prêmios Oscar de Melhor Ator (Al Pacino). Indicações aos Oscares de Melhor Diretor, Filme e Roteiro Adaptado. Globo de Ouro de Melhor Filme, Ator (Al Pacino). Indicações ao Globo de Ouro de Melhor Ator Coadjuvante (Chris O'Donnell). Imagens
| 5849 ace
Título original: And Justice For All Ano/País/Gênero/Duração: 1979 / EUA / Drama / 114min Direção: Norman Jewison Produção: Norman Jewison e Patrick J. Palmer Roteiro: Valerie Curtin e Barry Levinson Fotografia: Victor J. Kemper Música: Dave Grusin Elenco Al Pacino ... Arthur Kirkland Jack Warden ... Judge Francis Rayford John Forsythe ... Judge Henry T. Fleming Lee Strasberg ... Sam Kirkland Jeffrey Tambor ... Jay Porter Christine Lahti ... Gail Packer Sam Levene ... Arnie Robert Christian ... Ralph Agee Thomas G. Waites ... Jeff McCullaugh Larry Bryggman ... Warren Fresnell Dominic Chianese ... Carl Travers Craig T. Nelson ... Frank Bowers Victor Arnold ... Leo Fasci Vincent Beck ... Officer Leary Michael Gorrin ... Elderly Man Sinopse Arthur Kirkland (Al Pacino) é um jovem e idealista advogado, busca cumprir suas obrigações licitamente, ao defender seus clientes. Arthur tem muitas desavenças com o juiz Flemming, que é inflexível e arbitrário. Para surpresa de Arthur e de todos, ele é designado a defender o juiz que é acusado de estupro. Como troca de favores, e por acreditar que Flemming pode ser inocente, Arthur irá defende-lo nos tribunais. Prêmios Indicações aos Oscares de Melhor Ator (Al Pacino) e Roteiro original. Indicação ao Globo de Ouro de Melhor Ator (Al Pacino). Assista Online Imagens
| 8609 ace
Título original:  Ladri di Biciclette Ano/País/Gênero/Duração: 1948 / Italia / Drama / 88min Direção: Vitorio de Sica Produção:  Giuseppe Amato e Vitorio de Sica Roteiro:    Luigi Bartolini e Cesare Zavattini Fotografia:  Carlo Montuori Música:  Alessandro Cicognini Elenco Lamberto Maggiorani     ...     Antonio Ricci Enzo Staiola    ...     Bruno Ricci Lianella Carell    ...     Maria Ricci Gino Saltamerenda    ...     Baiocco Vittorio Antonucci    ...     The Thief Giulio Chiari    ...     The Beggar Elena Altieri    ...     The Charitable Lady Carlo Jachino    ...     A Beggar Michele Sakara    ...     secretária Emma Druetti         Fausto Guerzoni    ...     Amateur Acto Sinopse Após a Segunda Guerra Mundial, com a Itália está destruída e o povo desesperado, Ricci (Lamberto Maggiorani), casado e com dois filhos, consegue finalmente encontrar um sub-emprego colando cartazes nas ruas.  Só que para permanecer no emprego, ele terá que ter uma bicicleta e conseugue, com muito sacrifício, penhorando bens,  consegue,  com sua esposa Maria (Lianella Carell).  Mas em seu primeiro dia de trabalho, sua bicicleta é roubada. Desesperados, Ricci e seu filho Bruno (Enzo Staiola), buscam recupera-la, para que possam ter uma vida melhor. Curiosidades: O filme faz parte do neo-realismo, movimento que focava nos problemas da guerra. Foram utilizados muitos atores amadores, devido a falta de verbas. Na cena em que Bruno apanha do pai, foi utilizado um recurso pouco usual para fazê-lo chorar, já que ele não conseguia: colocaram cigarros em seu bolso e o acusaram de roubo. O garoto, assustado, chorou e as câmeras captaram seu desespero. Prêmios Oscar de Melhor Filme Estrangeiro. Indicação ao Oscar de Melhor Argumento.   Assista Online Imagens
| 11955 ace
Roman Polanski O diretor polonês foi acusado de drogar e estuprar uma atriz de 13 anos, numa orgia na casa de Jack Nicholson, em Beverly Hills. Polanski teve que fugir dos Estados Unidos para escapar do processo. Até hoje ele é proibido de entrar no país, e recentemente teve a prisão domiciliar decretada. A vítima, hoje já uma senhora, diz que já o perdoou há muito tempo. Lana Turner Lana e Johnny Stompanato. Lana teve inúmeros amantes e aproveitou tudo o que a sua juventude e beleza puderam lhe arranjar. Mas já na meia idade, em 1958 envolveu-se num terrível escândalo, quando sua filha ainda menor, Cheryl Crane, matou a facadas o amante da mãe, Johnny Stompanato. Exploração sexual estava entre os motivos que motivou a garota a tal ato.   Errol Flynn Adorava garotinhas. Mas seu “esporte” tornou-se complicado quando duas garotas o acusaram de estupro, em 1942. Depois de um longo processo ele foi absolvido. Mas a fama ficou. Jane Fonda Participava de orgias, para agradar Roger Vadim. Depois de um livro lançado por Vadim, falando sobre tal fato, criou um ódio mortal pelo ex-marido e negou todas as suas afirmações. Jane Fonda é conhecida por ser uma feminista.   Rock Hudson Um dos maiores galãs de Hollywood, foi um dos primeiros a morrer por causa da AIDS. Sua biografia revelava aquilo que o publico não desconfiava: sua homossexualidade. Para tentar abafar o caso, os executivos arrumavam-lhe casamentos de mentira, e depois de sua morte, um ex amante entrou na justiça para conseguir alguns milhões de dólares, alegando que não tinha sido informado da doença do ator.   Cary Grant   Boatos sugeriam que ele teria um romance com Randolph Scott. Os dois moravam juntos e insistiam e não se casar. No final acabaram se casando com duas amigas. Para os mais chegados eles chegaram a assumir o romance, segundo algumas revistas de fofocas.
| 1447 ace
  As pessoas boas dormem muito melhor à noite do que as pessoas más. Claro, durante o dia as pessoas más se divertem muito mais. Mais do que em qualquer outra época, a humanidade está numa encruzilhada. Um caminho leva ao desespero absoluto. O outro, à total extinção. Vamos rezar para que tenhamos a sabedoria de saber escolher. Eu era muito jovem para ter um carro, então transava com as moças no banco de trás de minha bicicleta. Não é que eu tenha medo de morrer. É que eu não quero estar lá na hora que isso acontecer. Não despreze a masturbação - é fazer sexo com a pessoa que você mais ama. Não quero atingir a imortalidade com meu trabalho, mas sim não morrendo. Quando eu era pequeno, meus pais descobriram que eu tinha tendências masoquistas. Aí me passaram a me bater todo dia, para ver se eu parava com aquilo. O cérebro é o meu segundo órgão favorito. O homem explora o homem e por vezes é o contrário. Se Deus existe, por que Ele não me dá um sinal de Sua existência? Como por exemplo, abrir uma bela conta em meu nome num banco suíço? Não é só Deus que não existe, tente chamar o bombeiro nos finais de semana. Mais do que nunca na história, a humanidade está numa encruzilhada. Um caminho leva ao desespero e à absoluta falta de esperança. O outro, à total extinção. Vamos rezar para escolhermos corretamente. Eu caminhava pela floresta pensando em Cristo. Se ele era carpinteiro, quanto será que cobrava pelas prateleiras? E se tudo for uma ilusão e nada existe? Nesse caso, definitivamente eu paguei caro demais pelo meu carpete. Por que nossos dias são numerados e não, digamos, letrados? Meu único arrependimento da vida é o de não ser outra pessoa. Na maior parte do tempo eu não me divirto muito. O resto do tempo eu não me divirto nada. A vida se divide entre o asqueroso e o miserável. Minha forma de rir disto tudo é através da verdade. É a brincadeira mais divertida. Odeio a realidade, mas é o único lugar onde se pode comer um bom filé. 80% do sucesso vem de nos expormos.
| 17171 ace
“Eu sou uma mulher que é infiel a um milhão de homens.” “Amor? É o começo e o fim de uma mulher da educação.” “Nunca disse, "Eu quero ficar sozinha." Eu apenas disse, "Eu quero ser deixada em paz." Existe toda uma diferença.” “Qualquer pessoa que tenha um contínuo sorriso em seu rosto esconde uma tenacidade que é quase assustadora.” "A vida seria tão maravilhosa se nós soubéssemos o que fazer com ela.” “Cada um de nós vive a sua vida apenas uma vez, se formos honestos, viver uma vez é suficiente.” “Parece haver uma lei que rege todas as nossas ações, então eu nunca faço planos.” “Se você é abençoado, você é abençoado, não importa se você é casada ou solteira.” “Existem alguns que querem se casar, e outros que não. Nunca tive um impulso para ir para o altar. Eu sou uma pessoa difícil de conduzir.” "Há muitas coisas em seu coração que você nunca deve contar a ninguém. Seria baratear o seu íntimo sair espalhando-as por aí."
| 22784 ace
Título Original: Inside Daisy Clover Ano/País/Gênero/Duração: 1966 / EUA / Drama / 128min Direção: Robert Mulligan Produção: Alan J. Pakula Roteiro: Gavin Lambert, Gavin Lambert Fotografia: Charles Lang     Música: André Previn Elenco Natalie Wood ...     Daisy Clover Christopher Plummer ...     Raymond Swan Robert Redford ...     Wade Lewis / Lewis Wade Roddy McDowall ...     Walter Baines Ruth Gordon    ...     The Dealer - Mrs. Clover Katharine Bard    ...     Melora Swan Peter Helm    ...     Milton Hopwood Betty Harford    ...     Gloria Clover Goslett John Hale    ...     Harry Goslett Harold Gould    ...     Cop on Pier Ottola Nesmith    ...     Dolores Edna Holland    ...     Cynara Sinopse O grande sonho da adolescente Daisy (Natalie Wood) é se tornar uma grande atriz de cinema. Para conseguir isso, ela parte para fazer um teste com o produtor Raymond Swan (Christopher Plummer), que se encanta com ela. Ele resolve transformá-la em uma estrela, mas a garota é muito jovem, e tem que lidar com a sua nova vida de celebridade. Curiosidades - Elizabeth Hartman e Patty Duke  foram consideradas para o papel principal. Imagens
| 3034 ace
Tippi Hedren, em The Birds (1963)   Janet Leigh, Psycho (1960)   Julie Andres em Tornie Curtain (1966)   Eva Marie Saint, em North by Northwest (1959)   Doris Day em The Man Who Knew Too Much (1956)   Kim Novak em Vertigo (1958)   Grace Kelly em To Catch a Thief (1955) Marlene Dietrich em Strage Fright (1950)   Ingrid Bergman em Notorious (1946)  
| 6155 ace
Título original:   The Big Parade Ano/País/Gênero/Duração: 1925 / EUA / Guerra / 141min Direção: King Vidor Roteiro: Harry Behn, Joseph Farnham Elenco John Gilbert ...     James Apperson Renée Adorée ...     Melisande Hobart Bosworth    ...     Mr. Apperson Claire McDowell    ...     Mrs. Apperson Claire Adams    ...     Justyn Reed Robert Ober    ...     Harry Apperson Tom O'Brien    ...     Bull Karl Dane    ...     Slim Rosita Marstini    ...     mãe de Melisande Sinopse Jim (John Gilbert) se alista para a Primeira Guerra Mundial e passa por momentos tristes nas trincheiras, chegando a se apaixonar por uma aldeã.   Download: Este filme é de  domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria. Legendas     Imagens
| 7516 ace
Título original:   Guess Who's Coming to Dinner Ano/País/Gênero/Duração: 1967 / EUA / Comédia / 103min Direção: Stanley Kramer Produção:   Stanley Kramer Roteiro:  William Rose Fotografia:   Sam Leavitt Música:   Frank De Vol Elenco Spencer Tracy ...     Matt Drayton Sidney Poitier ...     Dr. John Wade Prentice Katharine Hepburn ...     Christina Drayton Katharine Houghton    ...     Joey Drayton Cecil Kellaway    ...     Monsignor Ryan Beah Richards    ...     Mrs. Prentice Roy Glenn    ...     Mr. Prentice Isabel Sanford    ...     Tillie Virginia Christine    ...     Hilary St. George Alexandra Hay    ...     Carhop Barbara Randolph    ...     Dorothy D'Urville Martin    ...     Frankie Tom Heaton    ...     Peter Grace Gaynor    ...     Judith Skip Martin    ...     Delivery Boy Sinopse Joanna Drayton (Katharine Houghton), filha de um dono de jornal de San Francisco, choca os pais ao levar seu  namorado negro em casa. O namorado, John Prentice (Sidney Poitier) é colocado pelos sogros Matt Drayton (Spencer Tracy) e Christina Drayton (Katherine Hepburn) em situações que o possam comprometer, porém não encontram nada que possam denegrir sua imagem de bom homem. O casal, que educou a filha para que a mesma não tivesse preconceito de classes ou raciais, contrariamente provam que eles próprios são preconceituosos. Curiosidades: Spencer Tracy estava já muito doente durante as filmagens. De fato, sua participação foi bancada por Katherine Hepburn, já que as Companhias de Seguro se negaram a lhe dar cobertura caso ele viesse a falecer. De fato, o ator morreu poucas semanas após o término das filmagens. ASSISTA ONLINE Imagens
| 7394 ace
Título original: Bringing up Baby Ano/País/Gênero/Duração: 1938 / EUA / Comédia / Direção: Howard Hawks Produção: Howard Hawks Roteiro: Dudley Nichols, Hagar Wilde Fotografia: Russell Metty Música: Roy Webb Elenco Katharine Hepburn ... Susan Vance Cary Grant ... Dr. David Huxley Charles Ruggles ... Maj. Horace Applegate Walter Catlett ... Constable Slocum Barry Fitzgerald ... Aloysius Gogarty May Robson ... Elizabeth Random Fritz Feld ... Dr. Fritz Lehman Leona Roberts ... Hannah Gogarty George Irving ... Alexander Peabody Tala Birell ... Mrs. Lehman Virginia Walker ... Alice Swallow John Kelly ... Elmer Sinopse David Huxley (Cary Grant) trabalha há quatro anos na montagem de um dinossauro, e fica feliz ao saber que finalmente encontrou a última parte que faltava: a clavícula intercostal. Sua noiva, Alice Swallow (Virginia Walker) lembra a ele do compromisso que o mesmo tem com o Dr. Alexander Peabody (George Irving). Alexander é advogado de Carleton Randon, que poderá doar US$ 1 milhão para o museu onde David trabalha. No campo de golfe, David conhece a espevitada e rica Susan Vance (Katherine Hepburn), que acaba metendo o rapaz em confusões, levando-o quase à loucura. Susan apaixona-se por David e finge ajudá-lo para ganhar tempo e fazer com que ele termine seu noivado.     ASSISTA ONLINE: Imagens
| 7734 ace
Título original: The Birds Ano/País/Gênero/Duração: 1963 / EUA / Suspense / 119min Direção: Alfred Hitchcock Produção: Alfred J. Hitchcock Productions Roteiro: Daphne Du Maurier, Evan Hunter Fotografia: Robert Burks Elenco Rod Taylor ... Mitch Brenner Jessica Tandy ... Lydia Brenner Suzanne Pleshette ... Annie Hayworth Tippi Hedren ... Melanie Daniels Veronica Cartwright ... Cathy Brenner Ethel Griffies ... Mrs. Bundy Charles McGraw ... Sebastian Sholes Ruth McDevitt ... Mrs. MacGruder Lonny Chapman ... Deke Carter Sinopse Melanie Daniel (Tippi Hedren) encontra Mitch Brenner (Rod Taylor) numa loja de pássaros e vai ao seu encontro em Bodega Bay, onde acaba sendo atacada por uma gaivota. Milhares de pássaros começam a invadir a cidade e a cometer inúmeros ataques aos moradores. Melanie e Mitch se veem em meio ao terror causado pelos animais que em fúria atacam e matam quem estiver pela frente. Curiosidades - Em 1994 fizeram uma espécie de continuação do filme, sem grande sucesso. - Tippi Hendren se acidentou levando um corte no rosto durante as filmagens. - Não há trilha sonora no filme. - A ausência de The End no final do filme foi proposital, pois Hithcock quis passar a impressão que o terror era sem fim. - Neste filme, ao contrário dos outros do diretor, não há um assassino, mas sim um fenômeno dos pássaros assassinos. ASSISTA ONLINE Imagens
| 8009 ace
    "Eu não teria chegado aonde cheguei se não fosse com a ajuda de Deus, pois eu sei que ele guia cada passo meu" "Cuidem bem dos vossos fãs e podem ter a certeza que eles cuidarão bem de vocês." [carece de fontes?] "O dinheiro existe para ser espalhado, quanto mais felicidade ajudar a criar, mais valor tem." [carece de fontes?] "Quando não se está apaixonado, não se está vivo." [carece de fontes?] "Tudo o que os jovens precisam é de esperança e do sentimento de que pertencem a algo. Se eu pudesse fazer ou dizer alguma coisa que desse a eles este sentimento, eu acredito ter contribuído em algo para o mundo" [carece de fontes?] "Sempre soube que deveria haver um propósito em minha vida. Senti sempre alguém me guiando. Quero dizer, deve haver uma razão. Por que eu fui escolhido? Entre milhares de pessoas, por que eu? Por que eu fui escolhido para ser Elvis Presley. Tem que ter uma razão." [carece de fontes?] "As pessoas acham que estou sozinho. Eu amo minha vida. Não desistiria dela por nada nem ninguém. Eu a consegui. É o que sempre quis". [carece de fontes?] "Eu era incompreendido até mesmo quando ainda era um menino em Tupelo" [carece de fontes?] "Apenas sou um cara que procura respostas" [carece de fontes?] "Como é que pode várias pessoas batizarem seus filhos de Elvis? Deve ter existido um Elvis e uma razão para este nome" [carece de fontes?] "Acho que agora eu sei qual é minha missão, levar alegria a vida de outras pessoas. As pessoas sofrem em todo lugar e a cada dia isso piora. Não sou um pregador, sou um cantor. É meu papel e eu adoro. Agradeço a Deus por ser o que sou. E quem sabe? Talvez exista algo mais para mim. Talvez Deus queira me usar para fazer grandes coisas. Sinto isso, espero que seja verdade" [carece de fontes?] "Acho que o único problema é que as pessoas não me compreendem" [carece de fontes?] "A imagem é uma coisa o ser humano é outra. É difícil manter uma imagem" [carece de fontes?] "Agora compreendo algo sobre mim mesmo. Tenho a força do céu e do inferno em mim. Preciso aprender a equilibrá-las porque são perigosas. Tenho que saber me controlar" [carece de fontes?]       "Fofocas são apenas palavras pequenas vindas de mentes pequenas." " Eu li gibis e me tornei o herói dos gibis, eu assisti filmes e me tornei o herói nos filmes. Assim, cada sonho que eu sonhei se tornou realidade centenas de vezes.Esses senhores aqui, são o tipo de pessoas que se importam. Eles são dedicados. Eles devem estar construindo o reino dos céus, aqui mesmo. Não é tão difícil de acreditar nisso. Eu gostaria de dizer que eu aprendi, muito cedo na vida, que sem uma música o dia nunca terminaria, sem uma música, o homem não tem amigos, sem uma música, a estrada nunca teria uma curva, sem uma música, então eu continuarei cantando a música."     - Recebendo o prêmio de 'Ten Outstanding Young Men of America' no dia 16 janeiro de 1971. " Eu não sou Rei. Cristo é o Rei. Eu sou apenas um cantor" [carece de fontes?] "Cara, tudo o que eu fazia era natural. Acho que se você tem uma mente suja vê sujeira nos outros". [carece de fontes?] "Meus pais sacrificaram toda a vida por mim. Nunca vou esquecer isso. Minha mãe era tão boa, e à noite quando fecho os olhos posso sentir a presença dela. E quando volto para casa, Graceland, sei que ela está lá. Posso sentir" [carece de fontes?] "Eu era apenas uma criança muito protegida e mimada por ser filho único" [carece de fontes?] "Coincidência é coisa que não existe. Há significado para tudo. Sempre soube que existe uma vida espiritual mas não da forma como as igrejas impõem, causando medo. Se os rapazes me ouvirem falando essas coisas vão achar que estou louco" [carece de fontes?] "Eu acho que é mais importante acreditar em Deus do que ir a Igreja" [carece de fontes?] "Deve haver alguma coisa em comum entre medicamentos e meditação, eles tem o mesmo efeito" [carece de fontes?] "A única coisa boa em ter dinheiro é que você não precisa se preocupar com ele. Se eu gastar tudo hoje amanhã ganho mais. Isso não importa. O que importa são as pessoas que temos a nossa volta" [carece de fontes?] "Eu acho que a coisa mais importante na vida de uma pessoa é felicidade. Não coisas materiais como carro, dinheiro, casa, você pode ter tudo. Se você não for feliz, o que você tem? Então eu acho que se eu puder apenas continuar fazendo a vida das pessoas agradável e fazer minha própria vida feliz, então e tudo o que eu poderia esperar da vida." [carece de fontes?] "Se você odeia um outro ser humano por causa de sua raça, esta odiando parte de você mesmo" [carece de fontes?] "Fofocas são apenas palavras pequenas vindas de mentes pequenas." [carece de fontes?] "Eu não quero acabar com o trabalho de ninguém, repórteres tem que escrever algo e se eles não tem nada real para escrever eles inventam." [carece de fontes?] "Eu fiz bons filmes nos anos 50. Sei que posso ser um bom ator, tudo o que eles tem quer fazer é me dar uma chance!" [carece de fontes?] "Todos em Hollywood tem medo de ser eles mesmos. Quando vim pra cá pela primeira vez fui a uma festa. Cara, todos agiam como se fossem meus melhores amigos. Sabe, todo lugar parece um set de filmagens e todos representam. Por isso que quando termino um filme caio fora logo. Volto pra Memphis, ao menos é verdadeiro. Sempre lembro das palavras de minha mãe Elvis não esqueça o lugar de onde veio. Quando for famoso, todos o amarão, todos vão querer algo, mas se fugir disso eles não te aborrecerão'. Juro por Deus, ninguém sabe como me sinto só, como me sinto vazio" [carece de fontes?] Fonte: Wikiquote
| 19308 ace
Título original:   Bride of Frankenstein Ano/País/Gênero/Duração: 1935 / EUA / Terror / 75min Direção:  James Whale Produção:   Carl Laemmle Jr. Roteiro:   William Hurlbut Fotografia:   John J. Mescall Música:   Franz Waxman Elenco Colin Clive (Dr. Henry Frankenstein) Boris Karloff (Monstro) Valerie Hobson (Elizabeth Frankenstein) Ernest Thesiger (Dr. Pretorius) Elsa Lanchester (Mary Shelley / Companheira do Monstro) Gavin Gordon (Lorde Byron) Douglas Walton (Percy Shelley) Una O'Connor (Minnie) Lucien Prival (Albert) O.P. Heggie (Hermit) Reginald Barlow (Hans) Mary Gordon (Esposa de Hans) Ted Billings (Ludwig) John Carradine Walter Brennan   Sinopse   A esposa do Dr. Frankenstein (Colin Clive) é sequestrada por um cientista, para, assim, convencê-lo a criar uma noiva para Frankenstein. O dr. havia desistido de novas experiências, mas devido ao sequestro retoma as atividades. O resultado é uma mulher (Elsa Lanchester), que fará companhia ao monstro criado por ele (Boris Karloff).   Curiosidades   Baseado na obra de Mary Wollstonecraft Shelley. Sequencia do filme rodado em 1931, Frankenstein. O Frankenstein criado por Mary era falante, mas no filme, este emite somente grunhidos.   ASSISTA ONLINE:   Imagens    
| 6062 ace
Título original:    Bonnie and Clyde Ano/País/Gênero/Duração: 1967 / EUA / Direção:   Arthur Penn Produção:    Warren Beatty Elenco Warren Beatty .... Clyde Barrow Faye Dunaway .... Bonnie Parker Michael J. Pollard .... C.W. Moss Gene Hackman .... Buck Barrow Estelle Parsons .... Blanche Denver Pyle .... Frank Hamer Dub Taylor .... Ivan Moss Evans Evans .... Velma Davis Gene Wilder .... Eugene Grizzard Sinopse O casal de bandidos mais famosos de toda a história, Bonnie Parker (Faye Dunaway) e Clyde Barrow (Warren Beatty) vive em constante perigo enquando invadem bancos e cometem assassinatos, no período da Grande Depressão americana. Ele, um ex-presidiário é solto por bom comportamento, e acaba conhecendo Bonnie quando vai roubar o carro da mãe dela. Sentindo-se atraída pelo jovem bandido, ela acaba acompanhando-o em seus assaltos a bancos. Curiosidades: O filme foi bastante influenciado pela nouvelle vague francesa. Causou polêmica, pois alguns acharam exagerada a glorificação de dois bandidos e também pela demonstração de violência nas telas. Pouco antes de ser mandada, a obra era considerada um fiasco e não se acreditava muito em seu sucesso. Mas o filme rendeu 70 milhões de dólares, tornando Warren Beatty um dos poderosos do cinema. Faye Dunaway foi lançada ao estrelato com este filme. 27º dentre os 100 maiores filmes de todos os tempos, segundo a American Film Institute. As filmagens aconteceram nos locais onde os verdadeiros Bonnie e Clyde estiveram. Jane Fonda foi cogitada para o papel de Bonnie, mas não aceitou por estar morando na França. Ann Margret, Carol Lynley e Sue Lyon também foram sondadas. François Truffaut foi convidado para dirigir, mas desistiu da produção. Gene Wilder estreou neste filme. Prêmios: Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante (Estelle Parsons) e Fotografia. Indicado aos Oscares de Melhor Filme, Diretor, Ator (Warren Beatty), Atriz (Faye Dunaway), Ator Coadjuvante (genne Hackman e Michael J. Pollard), Roteiro Original e Figurino. Indicado ao Globo de Ouro de Melhor Filme, Diretor, Ator (Warren Beatty), Atriz  (Faye Dunaway),  Ator Coadjuvante (Michael J. Pollard), Roteiro e  Revelação Masculina (Michael J. Pollard). Assista Online: Imagens
| 9821 ace
  Título Original: Butch Cassidy And The Sundance Kid Ano/País/Gênero/Duração: 1969 / EUA / Aventura / 111min Direção: George Roy Hill Produção: John Foreman Roteiro:  William Goldman Fotografia: Conrad L. Hall Música: Burt Bacarach Elenco Paul Newman ...     Butch Cassidy Robert Redford ...     The Sundance Kid Katharine Ross    ...     Etta Place Strother Martin    ...     Percy Garris Henry Jones    ...     Bike Salesman Jeff Corey    ...     Sheriff Bledsoe George Furth    ...     Woodcock Cloris Leachman    ...     Agnes Ted Cassidy    ...     Harvey Logan Kenneth Mars    ...     Marshal Donnelly Rhodes    ...     Macon Jody Gilbert    ...     Large Woman Train Passenger Timothy Scott    ...     News Carver Don Keefer    ...     Fireman Charles Dierkop    ...     Flat Nose Curry Sinopse Paul Newman e Robert Redford são  Butch Cassidy e Sundance Kid, uma das duplas de bandidos que fizeram história ao roubar bancos. Os dois comandam o bando do Buraco na Parede, e resolvem fugir para a Bolívia. Curiosidades - Steve McQueen foi cotado para o papel de Sundance Kid, mas não aceitou por não estar no topo dos créditos. Warren Beatty também foi cotado para o papel. Prêmios Oscar de Melhor Roteiro Original, Fotografia, Trilha sonora, Canção Original ("Raindrops Keep Fallin' on My Head). Indicações aos Oscares de Melhor Filme, Diretor e Som. Globo de Ouro de Melhor Trilha Sonora. Indicações ao Globo de Ouro de Melhor Filme, Canção Original e Roteiro. BAFTA de Melhor Filme, Diretor, Ator (Robert Redford), Atriz (Katherine Ross), Fotografia, Trilha Sonora, Roteiro, Edição. Imagens
| 7195 ace
Título Original: Captain Blood Ano/País/Gênero/Duração: 1935 / EUA / Aventura / 119min Direção: Michael Curtiz Produção: Harry Joe Brown, Gordon Hollingshead, Hal B. Wallis Roteiro:  Casey Robinson Fotografia: Ernest Haller, Hal Mohr Música: Erich Wolfgang Korngold Elenco Errol Flynn ...     Peter Blood Olivia de Havilland ...     Arabella Bishop Lionel Atwill    ...     Col. Bishop Basil Rathbone    ...     Levasseur Ross Alexander    ...     Jeremy Pitt Guy Kibbee    ...     Hagthorpe Henry Stephenson    ...     Lord Willoughby Robert Barrat    ...     Wolverstone Hobart Cavanaugh    ...     Dr. Bronson Donald Meek    ...     Dr. Whacker Jessie Ralph    ...     Mrs. Barlow Forrester Harvey    ...     Honesty Nuttall Frank McGlynn Sr.    ...     Rev. Ogle Holmes Herbert    ...     Capt. Gardner David Torrence    ...     Andrew Baynes Sinopse   Peter Blood (Errol Flynn) é um médico, na Ingralterra do século 17. Por socorrer um soldado, é julgado por traição ao Rei (Vernon Steele) e desterrado para a Jamaica. , onde é comprado como escravo por Arabella Bishop (Olivia de Havilland), indo trabalhar em sua plantação. Alguns privilégios lhe são concedidos, depois que ele trata o Governador. O local é atacado por piratas espanhóis, e Peter foge e se transforma em pirata, formando a famosa tripulação “Os piratas do Caribe”. Após a caída do rei James, Blood recebe como recompensa pela luta contra os espanhóis o posto de Governador da Jamaica.   Curiosidades: Baseado no livro de Rafael Sabatini.     Prêmios   - Indicado aos Oscares de Melhor Filme, Diretor, Roteiro, Trilha Sonora e Efeitos Especiais.   Download: Este filme é de  domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria.   Legenda   Imagens  
| 9722 ace
        Título Original: Captains Courageous Ano/País/Gênero/Duração: 1937 / EUA / Drama / 116min Direção: Victor Fleming Produção: Louis D. Lighton Roteiro: Marc Connelly, John Lee Marin e Dale Van Every Fotografia: Harold Rosson Música: Franz Waxman Elenco Spencer Tracy (Manuel) Freddie Bartholomew (Harvey) Lionel Barrymore (Disko) Melvyn Douglas (Sr. Cheyne) Charley Grapewin (Tio Salters) Mickey Rooney (Dan) John Carradine (Long Jack) Jack La Rue (Padre) Walter Kingsford (Dr. Finley) Donald Briggs (Tyler) Oscar O'Shea Sinopse Harvey (Freddie Bartholomew), um garoto rico, cai de um navio, mas é salvo por Manuel (Spencer Tracy), um marujo português. O relacionamento dos dois é complicado no início, pois o garoto, mal acostumado, quer impor suas opiniões acima das de todos, mas com o tempo ele aprende a respeitar. Curiosidades: Refilmagens: Marujo Intrépido (1977) e Marujo Intrépido (1996). Prêmios Oscar de Melhor Ator (Spencer Tracy). Indicações aos Oscares de Melhor Filme, Diretor e Edição. ASSISTA ONLINE Imagens
| 7990 ace
Título Original: Beverly Hills Cop Ano/País/Gênero/Duração: 1984 / EUA / Ação Comédia / 105min Direção: Martin Brest Produção: Jerry Bruckheimer e Don Simpson Roteiro:  Danilo Bach, Daniel Petrie Jr. Fotografia: Bruce Surtees Música: Harold Faltermeyera Elenco •    Eddie Murphy - Axel Foley •    Gilbert R Hill - Inspetor Douglas Todd •    James Russo - Mikey Tandino •    Judge Reinhold - Det. Billy Rosewood •    John Ashton - Sgt. John Taggart •    Lisa Eilbacher - Jenny Summers •    Ronny Cox - Tenente Andrew Bogomil •    Paul Reiser - Jeffrey •    Steven Berkoff - Victor Maitland •    Jonathan Banks - Zack •    Bronson Pinchot - Serge •    Stephen Elliott - Chefe de polícia de Beverly Hills •    Damon Wayans - Garçom que dá três bananas pra Axel Foley Sinopse Axel (Eddie Murphy) é um policial em Detroit, e decide ir atrás do assassino de seu melhor amigo, Mickey Tandino. Para isso ele se passa por um traficante, entrando no submundo das drogas, o que causa repúdio da polícia. Ele começa a investigar o caso em Los Angeles, mas não consegue o apoio da polícia, que não gosta de seus métodos de investigação. Curiosidades: - Mickey Rourke e Sylvester Stallone foram cogitados para o papel do policial Axel. - O filme teve duas continuações: Um Tira da Pesada 2 (1987) e Um Tira da Pesada 3 (1994). Prêmio: - Indicação ao Oscar  de Melhor Roteiro Original. - Indicações ao Globo de Ouro de Melhor Filme - Comédia/Musical e Melhor Ator - Comédia/Musical (Eddie Murphy). Imagens
| 3644 ace
  Título Original: Footloose Ano/País/Gênero/Duração: 1984 / EUA / Comédia Musical / 107min Direção: Herbert Ross Produção: Lewis J. Rachmil e Craig Zadan Roteiro:  Dean Pitchford Fotografia: Ric Waite Música: Miles Goodman, Kenny Loggins, Dean Pitchford e Tom Snow Elenco •    Kevin Bacon - Ren McCormick •    Lori Singer - Ariel Moore •    John Lithgow - Shaw Moore •    Dianne Wiest - Vi Moore •    Chris Penn - Willard •    Sarah Jessica Parker - Rusty •    Lee McCain - Ethel McCormick •    Jim Youngs - Chuck Cranston •    Elizabeth Gorcey - Wendy Jo •    John Laughlin - Woody •    Timothy Scott - Andy Beamis •    Arthur Rosenberg - Wes •    Lynne Marta - Lulu •    Douglas Dirkson - Burlington Cranston Sinopse Ren McCormick (Kevin Bacon) se muda para uma pequena cidade do interior, e começa a ter problemas com o pastor da cidade, que a domina e acha que a música é algo que degenera os jovens. Tudo isto porque seu filho adolescente acabou morrendo em um acidente. Ren interessa-se por Ariel Moore (Lore Singer), filha do pastor, e começa a ensina-la a dançar. Diante das proibições, o jovem se revolta e começa a difundir a dança na cidade.   Curiosidades - Orçamento de 8 milhões de dólares e faturamento de 80 milhões. Prêmios - Indicações ao Oscar de Melhor Canção (Footloose e Let’s Hear It for the Boy) - Indicação ao Globo de Ouro de Melhor Música (Footloose) Imagens
| 3255 ace
Título Original: The Goonies Ano/País/Gênero/Duração: 1985 / EUA / Aventura / 114min Direção: Richard Donner Produção: Steven Spielberg Roteiro:  Steven Spielberg, Chris Columbus Fotografia: Nick McLean Música: Dave Grusin Elenco •    Sean Astin - Mikey Walsh •    Josh Brolin - Brand Walsh •    Jeff Cohen - Lawrence 'Chunk' Cohen (Gordo) •    Corey Feldman - Clark 'Mouth' Devereaux (Bocão) •    Kerri Green - Andy Carmichael •    Martha Plimpton - Stef Steinbrenner •    Jonathan' Ke Huy Quan - Richard 'Data' Wang (Dado) •    John Matuszak - Lotney 'Sloth' Fratelli •    Robert Davi - Jake Fratelli •    Joe Pantoliano - Francis Fratelli •    Anne Ramsey - Mama Fratelli •    Lupe Ontiveros - Rosalita •    Mary Ellen Trainor - Harriet Walsh (Mãe do Mike e Brand) •    Keith Walker - Irving Walsh (Pai do Mike e Brand) •    Curtis Hanson - Elgin Perkins (Pai do Troy) •    Steve Antin - Troy Perkins Sinopse Mikey (Sean Astin) terá sua casa demolida dali há algumas semanas, e a única forma de permanecer no lugar com sua família seria ficando rico. Ele descobre o mapa de uma mina de ouro, escondida pelo famoso pirata Willy Caolho. Ele e seus amigos, que se intitulam Os Goonies, vão em busca do tesouro, e acabam sendo perseguidos por uma família de gansters Fratelli.   Curiosidades: -  Foram precisos 100 tomadas para a cena do sótão, quando as crianças descobrem o mapa. - Eram necessárias 5 horas diárias para fazer a maquiagem do personagem Sloth. Imagens
| 3341 ace
Título Original: Tootsie Ano/País/Gênero/Duração: 1982 / EUA / Comédia Direção: Sydney Pollack Produção: Sydney Pollack e Dick Richards Roteiro:  Murray Schisgal e Larry Gelbart Fotografia: Owen Roizman Música: Dave Grusin Elenco Dustin Hoffman .... Michael Dorsey / Dorothy Michaels Jessica Lange .... Julie Nichols Teri Garr .... Sandy Lester Dabney Coleman .... Ron Carlisle Charles Durning .... Les Nichols Bill Murray .... Jeff Slater Sydney Pollack .... George Fields George Gaynes .... John Van Horn Geena Davis .... April Page Doris Belack .... Rita Marshall Ellen Foley .... Jacqui Peter Gatto .... Rick Lynne Thigpen .... Jo Ronald L. Schwary .... Phil Weintraub Debra Mooney .... Sra. Mallory Sinopse: Michael Dorsey (Dustin Hoffman) passa por dificuldades ao não encontrar um emprego como ator. Além disso ele tem um gênio péssimo, e a única maneira que tem de conseguir uma vaga é travestindo-se de mulher. Transforma-se em Dorothy Michaels, Tootsie, uma atriz de meia idade, que acaba conseguindo sucesso em uma novela. Porém, ele acaba se apaixonando por Julie (Jessica Lange) uma atriz que trabalha ao seu lado. Curiosidades - Tootsie era o apelido de Dustin Hoffman quando este era criança, e ele sugeriu este nome para o personagem. - O filme traza estréia de Geena Davis. - As falas de Bill Murray foram totalmente improvisavas. - O ator Dustin Hoffman fazia a barba quatro vezes ao dia por causa da maquiagem. Prêmios - Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante (Jessica Lange) - Indicações aos Oscares de Melhor Filme, Diretor, Ator (Dustin Hoffman), Atriz Coadjuvante (Teri Garr), Fotografia, Edição, Canção Original (It Might be You), Som e Roteiro Original. - Globo de Ouro de Melhor Filme comédia, Ator (Dustin Hoffman), Atriz Coadjuvante (Jessica Lange). - Indicado ao Globo de Ouro de Melhor Diretor e Roteiro. Imagens
| 5035 ace
Título Original: Ferris Bueller's Day Off Ano/País/Gênero/Duração: 1986 / EUA / Comédia / 109min Direção: John Hughes Produção: John Hughes e Tom Jacobson Roteiro:  John Hughes Fotografia: Tak Fujimoto Música: Arthur Baker, Ira Newborn, John Robie e Yello Elenco Matthew Broderick .... Ferris Bueller Alan Ruck .... Cameron Frye Mia Sara .... Sloane Peterson Jeffrey Jones .... Ed Rooney, o diretor da escola Jennifer Grey .... Jeanie Bueller Cindy Pickett .... Katie Bueller Lyman Ward .... Tom Bueller Edie McClurg .... Grace Charlie Sheen .... rapaz na delegacia de polícia Ben Stein .... professor de economia Del Close .... professor de inglês Virginia Capers .... Florence Sparrow Richard Edson .... atendente da garagem Kristy Swanson .... Simone Adamley Sinopse Ferris Bueller (Matthew Broderick) está no último ano da escola, e decide aproveitar um dia de folga, fingindo estar doente. Engana os pais e passa a ser perseguido pela irmã Jeanie (Jennifer Grey) que tem inveja de seu sucesso entre os amigos e o diretor da escola, Ed Rooney (Jeffrey Jones). Para tal façanha, o jovem busca sua namorada (Sloane Peterson) na escola, com a ajuda de seu amigo hipocrondríaco Cameron Frye (Alan Ruck). Curiosidades - O filme conta com a participação do então desconhecido Charlie Sheen, fazendo uma ponta como um viciado. - A Ferrari utilizada não é uma verdadeira, e sim uma imitação, o que acabou gerando um processo para os produtores por uso indevido da marca. - Os atores Cindy Pickett e Lyman Ward, pais de Ferris no filme, se casaram na vida real, após o filme. - John Cusack foi sondado para o papel de Ferris Bueller. - O filme traz uma das cenas mais antológicas do cinema: a que Ferris canta Twist And Shout dois Beatles, seguido de uma multidão, enquanto seu pai escuta de um prédio próximo. - Bilheteria: 70 milhões de dólares. Prêmios - Indicação ao Globo de Ouro de Melhor Ator em comédia (Matthew Broderick). Imagens
| 3184 ace
Título Original: Superman Ano/País/Gênero/Duração: 1978 / EUA / Aventura / 127min Direção: Richard Donner Produção: Alexander Salkind e Pierre Spengler Roteiro:  Mario Puzo, David Newman , Leslie Newman , Robert Benton Fotografia: Geoffrey Unsworth Música: John Williams Elenco Christopher Reeve (Clark Kent / Superman) Marlon Brando (Jor-El) Gene Hackman (Lex Luthor) Ned Beatty (Ottis) Jackie Cooper (Perry White) Glenn Ford (Jonathan Kent) Margot Kidder (Lois Lane) Valerie Perrine (Eve Teschmacher) Maria Schell (Vond-Ah) Terence Stamp (General Zod) Phyllis Thaxter (Martha Kent) Susannah York (Lana) Jeff East (Jovem Clark Kent) Mark McClure (Jimmy Olsen) Sarah Douglas (Ursa) Lee Quigley (Kal-El bebê) Aaron Smolinski (Clark Kent bebê) Diane Sherry (Lana Lang) Sinopse O planeta Krypton irá se acabar, e para garantir que seu filho sobreviva, Jor-El (Marlon Brando) constrói uma máquina e o manda para outro planeta. Chegando à Terra, o garoto é adotado por um casal de fazendeiros, que passam a chama-lo de Clark Kent (Christopher Reeve). Crescendo, Clark passa a trabalhar como jornalista do Planeta Diário. Lá apaixona-se pela bela Lois Lane (Margot Kidder), enquanto tenta salva a humanidade dos vilões, principalmente de Lex Luthor (Gene Hackman). Curiosidades - Christopher Reeve era um ator desconhecido e foi escolhido depois de vários testes com mais de 200 atores, dentre eles Christopher Walken e Nick Nolte. Neil Diamond e Arnold Schwarzenegger. - Reeve se recusou a usar enchimentos para parecer mais forte do que era. Teve que fazer musculação para ficar mais forte. - Para o papel de Lois Lane foram testadas mais de 100 atrizes, dentre elas Anne Archer, Susan Blakely, Lesley Ann Warren, Deborah Raffin e Stockard Channing. - Marlon Brando recebeu 8 milhões de dólares para aparecer menos de 10 minutos no filme. Prêmios - Oscar de Efeitos Especiais. - Indicações aos Oscars de Melhor Som, Trilha Sonora e Edição. - Indicação ao Globo de Ouro de Melhor Trilha Sonora. Imagens
| 7064 ace
Título original: Dirty Dancing Ano/País/Gênero/Duração: 1987 / EUA / Musical / 100min Direção: Emile Ardolino Produção: Linda Gottlieb Roteiro:  Eleanor Bergstein Fotografia: Jeff Jur Música: John DeNicola, Donald Markowitz, John Morris e Franke Previte Elenco •    Patrick Swayze .... Johnny Castle •    Jennifer Grey .... Frances Houseman ("Baby") •    Jerry Orbach .... dr. Jake Houseman •    Cynthia Rhodes .... Penny Johnson •    Jack Weston .... Max Kellerman •    Jane Brucker .... Lisa Houseman •    Kelly Bishop .... Marjorie Houseman •    Lonny Price .... Neil Kellerman •    Max Cantor .... Robbie Gould •    Charles "Honi" Coles .... Tito Suarez •    Neal Jones .... Billy Kostech •    Wayne Knight .... Stan Sinopse Baby (Jennifer Grey) vai passar as férias com a família em um Resort. Lá, ela conhece o professor de dança local, Johnny (Patrick Swayze) e começa a ter aulas com ele. Quando a parceira de dança deste engravida de um dos garçons do Resort, Baby se oferece para substituir a moça. O pai dela não gosta da novidade, por considerar Johnny uma má companhia e por acreditar que o pai do filho de sua dançarina é ele. Curiosidades - She's Like the Wind foi escrita e cantada pelo ator Patrick Szayze. - Val Kilme e Billy Zane foram cotados para o personagem Johnny Castle. - Orçamento: 6 milhões de dólares. - Continuação: Dirty Dancing – Noites de Havana (2004) Prêmios - Oscar de Melhor Canção Original (I’ve Had) - Globo de Ouro de Melhor Canção Original (I’ve Had) - Indicado ao Globo de Ouro de Melhor Filme (Comédia musical), Melhor Ator (Patrick Swayze), Atriz (Jennifer Grey). Imagens
| 7729 ace
Título original: Saturday Night Fever Ano/País/Gênero/Duração: 1977 / EUA / Musical / 114min Direção: John Badham Produção: Milt Felsen e Robert Stigwood Roteiro:  Norman Wexler e Nik Cohn Fotografia: Ralf D. Bode Música: Barry Gibb, Maurice Gibb, Robin Gibb e David Shire Elenco •    John Travolta .... Tony Manero •    Karen Lynn Gorney .... Stephanie Mangano •    Barry Miller .... Bobby C. •    Joseph Cali .... Joey •    Paul Pape .... Double J. •    Donna Pescow .... Annette •    Bruce Ornstein .... Gus •    Julie Bovasso .... Flo Manero •    Martin Shakar .... Frank Manero Jr. •    Sam Coppola .... Dan Fusco •    Nina Hansen .... avó •    Lisa Peluso .... Linda Manero •    Denny Dillon .... Doreen •    Bert Michaels .... Pete Sinopse Tony Manero (John Travolta) vive em um dos mais famosos bairros dos Estados Unidos, Brooklin. E fica conhecido nos finais de semana como um dos melhores dançarinos na noite. De dia trabalha em uma loja de tintas. No meio de uma crise amorosa, começa a se preparar para um concurso de dança em uma discoteca. Curiosidades - A roupa de Tony inicialmente seria negra, mas foi mudada para branco, para um maior contraste com a escuridão da discoteca. - A namorada de John Travolta, Diana Hyland, morreu durante as filmagens e elas foram pausadas durante um tempo. Ela morreu em seus braços. - O nome da discoteca, 2001, foi inspirado no filme “2001, Uma odisséia no espaço”, de Stanley Kubrick. - O filme é considerado Cult. - Um ano após o lançamento, o filme já tinha alcançado um faturamento de 108 milhões de dólares e a trilha sonora vendido mais de 10 milhões de cópias. - O filme elevancou a carreira dos Bee Gees. - Baseado no artigo "Tribal Rites of the New Saturday Night", de Nick Conh. Prêmios - Indicado ao Oscar de Melhor Ator (John Travolta). - Indicado ao Globo de Ouro de Melhor Filme Comédia, Ator (John Travolta), Trilha Sonora e Melhor Canção  (How Deep Is Your Love?). Imagens
| 5935 ace
  Título original: Ghost Ano/País/Gênero/Duração: 1990 / EUA / Romance / 126min Direção: Jerry Zucker Produção: Lisa Weinstein Roteiro:  Bruce Joel Rubin Fotografia: Adam Greenberg Música: Maurice Jarre Elenco Patrick Swayze (Sam Wheat) Demi Moore (Molly Jensen) Whoopi Goldberg (Oda Mae Brown) Armelia McQueen (Irmã de Oda Mae Brown) Gail Boggs (Irmã de Oda Mae Brown) Tony Goldwyn (Carl Bruner) Susan Breslau (Susan) Vivian Bonnell (Ortisha) Bruce Jarchow (Lyle Furgeson) Martina Degnan (Rosie) Rick Aviles (Willie Lopez) Angelina Estrada (Rosa Santiago) Stanley Lawrence (Homem no elevador) Christopher J. Keene (Homem no elevador) Vincent Schiavelli Sinopse Sam Wheat (Patrick Swayze) e Molly Jensen (Demi Moore) estão muito apaixonados. Após voltarem de um espetáculo, são assaltados e Sam é morto. Mas, devido ao amor que sente por Molly, ele não consegue ir para o outro lado da vida, e ao descobrir que ela corre perigo ao lado de seu falso amigo, o fantasma decide ajuda-la. Para isso contará com a ajuda de uma falsa vidente, Oda Mae Brown (Whoopi Goldberg) para entrar em contato com sua esposa. Prêmios - Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante (Whoopi Goldberg) e Roteiro Original. - Indicado aos Oscares de Melhor Filme, Montagem e Trilha Sonora. - Globo de Ouro de Melhor Atriz Coadjuvante (Whoopi Goldbert). - Indicado ao Globo de Ouro de Melhor Filme - Comédia / Musical, Ator - Comédia / Musical (Patrick Swayze) e Atriz - Comédia / Musical (Demi Moore). Curiosidades - Molly Ringwald, Meg Ryan, Nicole Kidman foram algumas das atrizes testadas para o papel de Molly. - Bruce Willis recusou o papel de Sam. - Whoopi Goldberg foi uma indicação de Patrick Swayze para o papel da vidente. - Apesar de ser uma música antiga, “Unchained Melody” passou a ser conhecida mundialmente graças ao filme. Imagens
| 5232 ace
Título Original: Miss Sadie Thompson Ano/País/Gênero/Duração: 1953 / EUA / Drama Musical Romance / 91min Direção: Curtis Bernhardt Produção: Jerry Wald Roteiro: Harry Kleiner e W. Somerset Maugham Fotografia: Charles Lawton Jr. Música: George Duning Elenco Rita Hayworth ...     Sadie Thompson José Ferrer    ...     Alfred Davidson Aldo Ray    ...     Sgt. Phil O'Hara Russell Collins    ...     Dr. Robert MacPhail Diosa Costello    ...     Ameena Horn Harry Bellaver    ...     Joe Horn Wilton Graff    ...     Governor Peggy Converse    ...     Mrs. Margaret Davidson Henry Slate    ...     Pvt. Griggs Rudy Bond    ...     Pvt. Hodges Charles Bronson ...     Pvt. Edwards Frances Morris    ...     Mrs. MacPhail Peter Chong    ...     Chung John Grossett    ...     Preacher Sinopse Sadie vive em um posto militar da Samoa Americana. Tudo vai bem até a chegada de um padre que começa a investigar sua vida, deixando-a em apuros. Enquanto isso ela é cortejada por um homem bruto, porém de bom coração. ASSISTA ONLINE Imagens
| 4022 ace
Título original: The Blue Lagoon Ano/País/Gênero/Duração: 1980 / EUA / Romance / 105min Direção: Randal Kleiser Produção: Randal Kleiser Roteiro:  Douglas Day Stewart Fotografia: Néstor Almendros Música: Basil Poledouris   Elenco Brooke Shields … (Emmeline) Christopher Atkins … (Richard) Leo McKern … (Paddy Button) William Daniels … (Arthur Lestrange) Elva Josephson … (Jovem Emmeline) Glenn Kohan ... (Jovem Richard) Alan Hopgood ... (Capitão) Gus Mercurio ... (Oficial) Sinopse Após um naufrágio, o velho marinho Paddy Button (Leo McKern) consegue se salvar, juntamente com duas crianças e vivem em uma ilha que é habitada por nativos. Após a morte do velho, as crianças, tentam sobreviver. Ao entrar na idade adulta, Emmeline (Brooke Shields) e Richard (Christopher Atkins) começam a descobrir o amor livre e tem um filho juntos. Após ingerir um gruto, que o velho Button dizia ser proibido, os três adormecem em um barco. Curiosidades - Refilmagem do clássico A Lagoa Azul de 1949. Prêmios •    Indicação ao Oscar  de Melhor Fotografia. •    Indicação ao Globo de Ouro de Melhor Ator Revelação (Christopher Atkins). Imagens
| 4956 ace
  Título original: Stand by Me Ano/País/Gênero/Duração: 1986 / EUA / Aventura / 88min Direção: Rob Reiner Produção: Bruce A. Evans, Raynold Gideon e Andrew Scheinman Roteiro:  Raynold Gideon  e Bruce A. Evans Música: Thomas Del Ruth   Elenco Wil Wheaton     ...     Gordie Lachance River Phoenix    ...     Chris Chambers Corey Feldman    ...     Teddy Duchamp Jerry O'Connell    ...     Vern Tessio Kiefer Sutherland    ...     Ace Merrill Casey Siemaszko    ...     Billy Tessio Gary Riley    ...     Charlie Hogan Bradley Gregg    ...     Eyeball Chambers Jason Oliver    ...     Vince Desjardins Marshall Bell    ...     Mr. Lachance Frances Lee McCain    ...     Mrs. Lachance Bruce Kirby    ...     Mr. Quidacioluo   Sinopse Gordie Lachance (Wil Wheaton) recorda os acontecimentos do verão de 1959, quando ele vivia em Oregon e tinha doze anos. Naquele verão, ele e seus amigos começam uma busca pelo cadáver de um jovem desaparecido há alguns dias. A busca acaba resultando em um encontro com eles mesmos, mudando para sempre as suas vidas. Curiosidades: Baseado em um conto de Stephen King. Orçamento de oito milhões de dólares. Prêmios - Indicado ao Oscar de  Melhor Roteiro Adaptado. Indicações ao Globo de Ouro de Melhor Filme - Drama e Diretor. Imagens
| 2376 ace
  Título Original: The Adventures of Robin Hood Ano/País/Gênero/Duração: 1938 / EUA / Aventura / 102min Direção: Michael Curtiz, William Keighley Produção: Henry Blanke Roteiro:  Michael Curtiz, William Keighley Fotografia: Tony Gaudio e Sol Polito Música: Erich Wolfgang Korngold Elenco: Errol Flynn ... Robin Hood Olivia de Havilland ... Maid Marian Basil Rathbone ... Sir Guy of Gisbourne Claude Rains ... Prince John Patric Knowles ... Will Scarlett Eugene Pallette ... Friar Tuck Alan Hale ... Little John Melville Cooper ... High Sheriff of Nottingham Ian Hunter ... King Richard the Lion-Heart Una O'Connor ... Bess Herbert Mundin ... Much Montagu Love ... Bishop of the Black Canons Leonard Willey ... Sir Essex Robert Noble ... Sir Ralf Kenneth Hunter ... Sir Mortimer   Sinopse Ricardo Coração de Leão (Ian Hunter) é o Rei da Inglaterra, e acaba sendo sequestrado ao retornar das cruzzadas. Com isso, o príncipe John (Claude Rains) quer tomar seu trono. Robin de Locksley (Errol Flynn) por não concordar com as autoridades, que humilham os pobres deixando-os desamparados, passa a agir como um for a da lei para defende-los. Roubando dos ricos para dar aos pobres, torna-se uma lenda. Acaba se apaixonando por Marian (Olivia de Havilland), prometida pelo príncipe ao arrogante Sir Guy (Basil Rathbone).   Prêmios - Oscares de Melhor música, direção de arte e montagem. Download: Este filme é de  domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria.   Legenda     Imagens
| 14426 ace
  Título Original: Alfie Ano/País/Gênero/Duração: 1966 / Inglaterra / Comédia / 114min Direção: Lewis Gilbert Produção: John Gilbert, Lewis Gilbert Roteiro:  Bill Naughton Fotografia: Otto Heller Música: Sonny Rollins Elenco Michael Caine     ...     Alfie Elkins Shelley Winters ...     Ruby Millicent Martin    ...     Siddie Julia Foster    ...     Gilda Jane Asher    ...     Annie Shirley Anne Field    ...     Carla Vivien Merchant    ...     Lily Eleanor Bron    ...     The Doctor Denholm Elliott    ...     The Abortionist Alfie Bass    ...     Harry Clamacraft Graham Stark    ...     Humphrey Murray Melvin    ...     Nat Sydney Tafler    ...     Frank Sinopse Alfie (Michael Caine) mora em Londres, e é um conquistador de mulheres, que trata como artigos de uma coleção, usando-as e depois abandonando. Mas o tempo passa, e ele conhece Ruby (Shelley Winters), com quem tentará ter um relacionamento. Curiosidades - Segue continuação com “Alfie Darling”. - Baseado na peça de Bill Naughton, de mesmo nome. - Refilmado em 2004, tendo no papel principal Jude Law. Imagens  
| 4813 ace
  Título Original: The Apartment Ano/País/Gênero/Duração: 1960 / EUA / Comédia / 125min Direção: Billy Wilder Produção: I.A.L. Diamond, Doane Harrison, Billy Wilder Roteiro:  Billy Wilder, I.A.L. Diamond Fotografia: Joseph LaShelle Música: Adolph Deutsch Elenco Jack Lemmon ...     C.C. Baxter Shirley MacLaine ...     Fran Kubelik Fred MacMurray ...     Jeff D. Sheldrake Ray Walston    ...     Joe Dobisch Jack Kruschen    ...     Dr. Dreyfuss David Lewis    ...     Al Kirkeby Hope Holiday    ...     Mrs. Margie MacDougall Joan Shawlee    ...     Sylvia Naomi Stevens    ...     Mrs. Mildred Dreyfuss Johnny Seven    ...     Karl Matuschka Joyce Jameson    ...     The Blonde Willard Waterman    ...     Mr. Vanderhoff David White    ...     Mr. Eichelberger Edie Adams    ...     Miss Olsen Sinopse Bud Baxter (Jack Lemmon) trabalha numa Companhia de Seguros de Nova York, mora sozinho e acaba por descobrir uma forma inusitada de subir na carreira: emprestar o seu apartamento para seus patrões levarem suas amantes. Os problemas tem início quando ele se apaixona por uma dessas mulheres, Fran Kubelik (Shirley MacLaine). Imagens
| 5772 ace
Título Original: Around the World in Eighty Days Ano/País/Gênero/Duração: 1956 / EUA / Comédia Aventura / 170min Direção: Michael Anderson, Kevin McClory e Sidney Smith Produção: Michael Todd Roteiro:  John Farrow, S.J. Perelman e James Poe Fotografia: Lionel Lindon Música: Victor Young Elenco Cantinflas ...     Passepartout Finlay Currie    ...     Andrew Stuart Robert Morley    ...     Gauthier Ralph Ronald Squire    ...     Reform Club Member Basil Sydney    ...     Reform Club Member Noel Coward    ...     Hesketh-Baggott John Gielgud    ...     Fosdyke Trevor Howard    ...     Denis Fallentin Harcourt Williams    ...     Hinshaw David Niven ...     Phileas Fogg Martine Carol    ...     Tourist Fernandel    ...     French Coachman Charles Boyer ...     Monsieur Gasse Evelyn Keyes    ...     The Flirt Jose Greco and Troupe    ...     Flamenco Dancers Shirley MacLaine Sinopse No final do século XIX, Phileas Fogg (David Niven) um nobre inglês, recebe uma aposta milionária de rodar o mundo em 80 dias. Suas manias, como a de exigir pontualidade de todos, afasta os empregados, que não conseguem ficar muito tempo trabalhando ao seu lado. Consegue que Passepartour (Cantiflas) o siga, mesmo conhecendo a fama do patrão. Ele parte em sua viagem que tem como roteiros Espanha, Índia, Japão e Estados Unidos. Curiosidades - Refilmado em 2004. - Baseado na obra de Julio Verne. - O filme conta com participações especiais de Frank Sinatra, Buster Keaton e John Carradine. Prêmios - Oscar de Melhor Filme, Roteiro Adaptado, Montagem, Fotografia e Trilha Sonora. - Indicado ao Oscar de Melhor Diretor, Direção de Arte e Figurino. -  Globos de Ouro de Melhor Filme e Melhor Ator em Comédia/Musical (Cantinflas). - Cantinflas era nessa época o ator independente mais rico, e havia dúvidas se o produtor Mike Todd conseguiria contrata-lo. - Este foi o último filme produzido por Mike Todd, marido de Elizabeth Taylor na época. Ele morreu dois anos depois quando seu avião caiu. Imagens
| 16573 ace
Título Original: Bambi Ano/País/Gênero/Duração: 1942/ EUA / Animação / 70min Direção: David Hand Produção: Walt Disney Roteiro: Felix Salten, Larry Morey Fotografia: Max Morgan Música: Edward H. Plumb Sinopse Os animais da floresta tem um novo morador: Bambi, um filhote, recém nascido. Eles vão visita-lo e se engraçam com suas aventuras. O filhote cresce na floresta, rodeado de amigos e aprendendo a sobreviver. A paz de sua vida é interrompida quando um grupo de caçadores passa a persegui-los. Curiosidades - O filme levou seis anos para ser concluído. - Apesar de todo investimento, o desenho não obteve sucesso imediato, precisando de anos e relançamentos para obter retorno financeiro. - Baseado no livro de Felix Salten, que se inspirou após uma viagem que fez aos Alpes. - Dois cervos de verdade foram servidos de modelo para os animadores. Além deles, haviam rãs, borboletas, coelhos e bois, fazendo com que o estúdio mais ficasse parecido com um zoológico. - Os backgrounds foram produzidos por Tyrus Wong, um pintor de paisagens chinês. - Quinta animação lançada pela Walt Disney Pictures. Os anteriores foram Pinóquio (1940), Fantasia (1940), O Dragão Relutante (curta-metragem de 1941) e Dumbo (1941). - Algumas cenas foram reutilizadas da história de Pinóchio, como o incêndio da floresta. - Sequência lançada em 2006. Prêmios - Indicado ao Oscar de Melhor Trilha Sonora, Canção (Love is a Song) e Som. Imagens
| 7650 ace
Título Original: Fire Down Below Ano/País/Gênero/Duração: 1957 / EUA Inglaterra / Aventura Drama / 116min Direção: Robert Parrish Produção: Irving Allen e Albert R. Broccoli Roteiro: Irwin Shaw e Max Catto Fotografia: Desmond Dickinson Música: Arthur Benjamin     e Kenneth V. Jones     Elenco       Rita Hayworth ...     Irena Robert Mitchum ...     Felix Bowers Jack Lemmon ...     Tony Herbert Lom    ...     Harbor Master Bonar Colleano    ...     Lt. Sellars Bernard Lee    ...     Dr. Sam Blake Peter Illing    ...     Captain of the 'Ulysses' Edric Connor    ...     Jimmy Jean Anthony Newley    ...     Miguel Eric Pohlmann    ...     Hotel Owner Lionel Murton    ...     American Vivian Matalon    ...     Sailor Gordon Tanner    ...     Sailor Maurice Kaufmann    ...     Sailor Joan Miller    ...     Mrs. Canaday     Sinopse     Tony e Felix possuem um velho cargueiro, que eles utilizam para fazer biscates e levar imigrantes ilegais para o Caribe. A bela Irena (Rita Hayworth) chega um dia e deseja sair de uma ilha para outra. Mas os dois rapazes logo se apaixonam por ela e tentarão a todo custo se casar com ela para tentar salva-la da deportação.     Imagens
| 3589 ace
Título Original: La belle et la bête Ano/País/Gênero/Duração: 1946 / França / Fantasia / 96min Direção:  Jean Cocteau, René Clément Produção: André Paulvé Roteiro:  Jean Cocteau Fotografia: Henri Alekan Música: Georges Auric Elenco Jean Marais ... La Bête /The Prince/Avenant Josette Day ... Belle Mila Parély ... Félicie Nane Germon ... Adélaïde Michel Auclair ... Ludovic Raoul Marco ... The usurer Marcel André ... pai Sinopse Bela (Josette Day) é filha de um comerciante pobre, e tem duas irmãs que a maltratam, Felice (Mila Paréli) e Adelaide (Nane Germon), fazendo dela uma empregada. Até que um dia, o pai (Marcel André) se perde em uma floresta e vai parar em um castelo, de onde retira uma rosa para entregar a Bela. Surge o dono do castelo, a fera, que o condena a morte. A única forma dele escapar da morte, setencia a fera, seria dar a mão de uma das filhas a ele. Bela, sabendo disso, sacrifica-se pelo pai, mas ao chegar ao castelo descobre que a Fera não é tão má assim. Curiosidades: Baseado no clássico de Jean Cocteau. Transformada em versão animada pela Disney. Imagens
| 7865 ace
Título Original: Ben Hur Ano/País/Gênero/Duração: 1959 / EUA / Épico / 219min Direção:  William Wyler Produção:  Sam Zimbalist Roteiro:   Karl Tunberg Fotografia:  Robert Surtees Música: Miklós Rózca Elenco Charlton Heston ...     Judah Ben-Hur Jack Hawkins    ...     Quintus Arrius Haya Harareet    ...     Esther Stephen Boyd    ...     Messala Hugh Griffith    ...     Sheik Ilderim Martha Scott    ...     Miriam Cathy O'Donnell    ...     Tirzah Sam Jaffe    ...     Simonides Finlay Currie    ...     Balthasar / Narrator Frank Thring    ...     Pontius Pilate Terence Longdon    ...     Drusus George Relph    ...     Tiberius Caesar André Morell    ...     Sextus Sinopse Ben Hur (Charlton Heston) é um mercador e mora em Jerusalém. Messala (Stephen Boyd), seu amigo de infância se torna Oficial de uma das legiões romanas. A princípio, o que era festa se transforma em rixa, quando eles começam a divergir. Messala acaba condenando Ben Hur a ser escravo, mesmo sabendo da injustiça de tal ato. Ben Hur  começa sua empreitada ao se recuperar e se vingar daqueles que o fizeram sofrer. Prêmios Oscar de Melhor Filme, Diretor, Ator (Charlton Heston), Ator Coadjuvante (Hugh Griffith), Direção de Arte, Fotografia, Figurino, Efeitos Especiais, Edição, Trilha Sonora e Som. Indicação ao Oscar  de Melhor Roteiro Adaptado. Globo de Ouro de Melhor Filme Drama, Diretor e Ator Coadjuvante (Stephen Boyd). Curiosidades Burt Lancaster foi convidado para o papel de Ben-Hur, mas recusou por discordar da história, que, segundo ele, era muito moralista e violenta. Marlon Brando e Rock Hudson foram cogitados também para o papel de Ben-Hur, mas recusaram. O filme salvou a MGM da falência. No roteiro original, Messala e Ben-Hur teriam um relacionamento homossexual. Charlton Heston não sabia, mas stephen Boyd fazia o papel baseado nessas circunstâncias. Para que a água parecesse azul, foi utilizado um composto químico que a deixava azulada. Um dos figurantes caiu na água e saiu de lá completamente azul, sendo necessários vários dias para que sua pele voltasse a cor normal. Assim como Ben-Hur, Titanic e O senhor dos Anéis receberam 11 estatuetas cada. Outras adaptações de bem Hur foram feitas em 1907 e 1925. - A arena para a corrida custou um milhão de dólares. Foram utilizados na filmagem oito mil figurantes, 76 cavalos e cinco câmeras para captar tudo. Após as filmagens, os cenários foram todos destruídos. Imagens
| 7302 ace
Título original: Casablanca Ano/País/Gênero/Duração: 1942 / EUA / Drama / 108min Direção: Michael Curtiz Produção: Hal B. Wallis Roteiro: ulius J. Epstein, Philip G. Epstein e Howard Koch Música: M.K. Jerome, Jack Scholl e Max Steiner Elenco • Humphrey Bogart .... Richard Blane • Ingrid Bergman .... Ilsa Lund Laszlo • Paul Henreid .... Victor Laszlo • Claude Rains .... capitão Louis Renault • Conrad Veidt .... major Heinrich Strasser • Sydney Greenstreet .... Senor Ferrari • Peter Lorre .... Ugarte • Madeleine LeBeau .... Yvonne • Dooley Wilson .... Sam Sinopse Durante a Segunda Guerra Mundial, Casablanca, no Marrocos, é rota obrigatória para quem foge dos nazistas. É lá que Rick (Humphrey Bogart), dono de um dos bares mais famosos, reencontra sua antiga paixão, Ilsa (Ingrid Bergman). Ele tenta não se envolver com os problemas da política, já que seu bar é frequentado por os mais diversos tipos de clientes. E é esposa de Victor Laszlo (Paul Henreid), um lider tcheco, o que não impede de recordar com Rick os momentos que passaram juntos. Prêmios - Oscar de Melhor Filme, Diretor e Roteiro. - Indicado ao Oscar de Melhor Ator (Humphrey Bogart), Ator Coadjuvante (Claude Rains), Fotografia, Edição e Trilha Sonora. Curiosidades - Alguns dos diálogos mais famosos: Ilsa: Toque uma vez, Sam. Pelos bons velhos tempos. Sam: Eu não sei o que você quer dizer, Senhorita Ilsa. Ilsa: Toque, Sam. Toque "As Time Goes By". - Custo total da película: US$ 900 mil. - Casablanca foi toda reconstruída em estúdios. ASSISTA ONLINE Imagens
| 6738 ace
  Título original: Cat on a Hot Tin Roof Ano/País/Gênero/Duração: 1958 / EUA / Drama / 107min Direção: Richard Brooks Produção: Lawrence Weingarten Roteiro: Richard Brooks e James Poe Música: Charles Wolcott Elenco • Elizabeth Taylor .... Maggie Pollitt • Paul Newman .... Brick Pollitt • Burl Ives .... Big Daddy • Jack Carson .... Gooper • Judith Anderson .... Big Mama • Madeleine Sherwood .... Mae Sinopse Brick (Paul Newman) já foi jogador de futebol, mas se tornou alcoólatra e vive em crise matrimonial com Maggie (Elizabeth Taylor), a quem culpa por ter abandonado a carreira. Ele também tem problemas com o seu pai, Harvey (Burl Ives), que está gravemente enfermo. Durante a comemoração do aniversário de Harvey, em que a família se reúne, segredos são revelados causando choques em toda a família. Curiosidades - O filme foi baseado na peça teatral homônima de Tennessee Williams, ganhador do Prêmio Pulitzer de literatura. Ele não gostou da adaptação para o cinema. - Grace Kelly e Lana Turner foram cotadas para a personagem Maggie Pollitt. - Refilmado em 1984 para a TV Americana. - O marido de Elizabeth Taylor morreu durante as filmagens. Prêmios - Indicações ao Oscar de Melhor Filme, Diretor, Ator (Paul Newman), Atriz (Elizabeth Taylor), Roteiro Adaptado e Fotografia - Colorida. - Indicações ao Globo de Ouro de Melhor Filme - Drama e Diretor. ASSISTA ONLINE Imagens
| 9521 ace
Título Original: The Champ Ano/País/Gênero/Duração: 1931 / EUA / Drama / 87min Direção: King Vidor Produção: King Vidor Roteiro:  Frances Marion, Leonard Praskins, Wanda Tuchock Fotografia: Gordon Avil   Elenco   •    Wallace Beery .... Andy "Campeão" Purcell •    Jackie Cooper .... Dink •    Irene Rich .... Linda •    Roscoe Ates .... Sponge •    Edward Brophy .... Tim •    Hale Hamilton .... Tony •    Jesse Scott .... Jonah •    Marcia Mae Jones .... Mary Lou   Sinopse Andy Pucell (Wallace Beery), um ex-campeão de boxe, que vive com seu filho Dink (Jackie Cooper) e é alcoólatra. Os dois reencontram a mãe de Dink, Linda (Irene Rich), que os abandonou quando o garoto era recém-nascido. Ela agora se encontra em condições de cria-lo e o quer e volta. Andy se nega a entregar o filho, mas perde seu dinheiro numa corrida de cavalos e é preso em uma briga. Decide abrir mão dele, para seu bem.   Curiosidades   - Foi regravado em 1979 por Franco Zeffirelli. Prêmios   •    Oscar de melhor ator (Wallace Beery) e Trilha sonora original. •    Indicado ao Oscar de melhor Filme e Diretor.     Imagens
| 7611 ace
  Título Original: The Champ Ano/País/Gênero/Duração: 1979 / EUA / Drama / 121min Direção: Franco Zefirelli Produção: Dyson Lovell Roteiro:  Frances Marion, Walter Newman Fotografia: Fred J. Koenekamp Música: Dave Grusin   Elenco   Jon Voight     ...     Billy Faye Dunaway ...     Annie Rick Schroder    ...     T.J. (as Ricky Schroder) Jack Warden    ...     Jackie Arthur Hill    ...     Mike Strother Martin    ...     Riley Joan Blondell ...     Dolly Kenyon Mary Jo Catlett    ...     Josie Elisha Cook Jr.    ...     Georgie (as Elisha Cook) Stefan Gierasch    ...     Charlie Goodman Allan Miller    ...     Whitey Joe Tornatore    ...     Hesh Shirlee Kong    ...     Donna Mae Jeff Blum    ...     Jeffie Dana Elcar    ...     Hoffmaster   Sinopse   Billy Flynn (Jon Voight) já foi campeão de boxe, mas agora vive sua pior fase, viciado em alcool e jogos. Vive com seu filho T.J (Rich Schroder), que apesar de tudo, ama e compreende o pai. Os dois reencontram Annie (Faye Dunaway), mãe de T.J., que vivendo em melhores condições, quer levar o filho a morar com ela.   Curiosidades   - Refilmagem de The Champ, de 1931.   Prêmios   - Globo de Ouro de Melhor Ator Juvenil (Rich Schroder)   Imagens  
| 7336 ace
Título Original: Chariots of Fire Ano/País/Gênero/Duração: 1981 / Reino Unido / Drama / 123min Direção: Hugh Hudson Produção: James Crawford, Jake Eberts, Dodi Fayed e David Puttnam Roteiro:  Colin Welland Fotografia: David Watkin Música: Vangelis Elenco •    Ben Cross .... Harold Abrahams •    Ian Charleson .... Eric Liddell •    Ian Holm .... Sam Mussabini •    Alice Krige .... Sybil Gordon •    Nicholas Farrell .... Aubrey Montague •    Cheryl Campbell .... Jennie Liddell •    John Gielgud .... Master de Trinity •    Lindsay Anderson .... Master de Caius •    Nigel Havers .... Lord Andrew Lindsay •    Daniel Gerroll .... Henry Stallard •    Nigel Davenport .... Lord Birkenhead •    Brad Davis .... Jackson Scholz Sinopse Dois atletas ingleses, de crenças diferentes competem nas Olimpíadas. Harold Abrahams (Bem Cross), judeu, estuda em Cambridge e sente-se inferiorizado por causa de suas origens. Seu sonho é correr nas Olimpíadas. Eric Liddell (Ian Charleson), viveu um longo tempo na China com seu pai, que é um missionário escocês. De volta à sua terra natal, começa a alimentar seu sonho de também ser um campeão olímpico. Curiosidades - Destaque para a trilha sonora, imortalizada por Vangelis. Prêmios - Oscar de Melhor Filme, Roteiro Original, Figurino, Trilha Sonora. - Indicado ao Oscar de Melhor Diretor, Ator Coadjuvante (Ian Holm), Edição. - Palma de Ouro em Cannes: Melhor Ator Coadjuvante (Ian Holm). Imagens
| 3852 ace
Título Original: A Clockwork Orange Ano/País/Gênero/Duração: 1971 / Reino Unido / Ficção Científica Drama / 138min Direção: Stanley Kubrick Produção: Stanley Kubrick Roteiro: Anthony Burgess, Stanley Kubrick Fotografia: John Alcott Música: Wendy Carlos Elenco • Malcolm McDowell .... Alex • Patrick Magee ....... Sr. Alexander • Michael Bates ....... Chefe dos guardas • Warren Clarke ....... Dim • Adrienne Corri ...... Senhora Alexander • Carl Duering ........ Dr. Brodski • Paul Farrell ........ Morador de rua • Clive Francis ....... Lodger • Michael Glover ...... Diretor da prisão • Michael Tarn ........ Pete • James Marcus ........ George • Aubrey Morris ....... Deltoid • Godfrey Quigley ..... Capelão da prisão Sinopse Alex (Malcolm McDowell) é um líder de uma gangue de jovens delinquents chamados “druguis”, que amam música clássica, violência gratuita, estupros e drogas. Durante um assalto, é traído por um de seus companheiros e preso pela polícia, sofrendo um duro tratamento de reabilitação chamado tratamento Ludovico. Após algum tempo na prisão, ele retorna às ruas, incapaz de atos de violência e começa a sofrer com as suas vítimas. Curiosidades - Orçamento de apenas 2,2 milhões de dólares. - O filme é narrado em “nadsat”, idioma inventado que mescla russo, inglês e cockney. - Malcolm McDowell machucou os olhos na cena em que é submetido ao tratamento Ludovico, pois esta consistia em ficar com as córneas presas. Suas costelas também foram quebradas em uma das cenas de violência. - Kubrick proibiu a exibição no Reino Unido devido às críticas sobre a violência do filme. Este só foi exibido no país após sua morte. - Kubrick fez questão que Malcolm McDowell fizesse o papel principal, sinalizando, inclusive, que se ele não fosse, o filme jamais seria realizado. - Singing in the rain (Cantando na Chuva) era a única música que Malcolm McDowell sabia cantar inteira, e por isso foi utilizada na cena de estupro. - O filme chegou a ser proibido no Brasil por causa das cenas violentas e de estupro, sendo liberada com tarja preta. Oscar - Indicação ao Oscar de Melhor Filme, Diretor, Roteiro Adaptado e Edição. - Indicação ao Globo de Ouro de Melhor Filme Drama, Diretor e Ator (Malcolm McDowell). Imagens Assista Online
| 5433 ace
Título Original: Close Encounters of the Third Kind Ano/País/Gênero/Duração: 1977 / EUA / Drama Ficção Científica / 132min Direção: Steven Spielberg Produção: Clark L. Paylow, Julia Phillips e Michael Phillips Roteiro:  Steven Spielberg Fotografia: Vilmos Zsigmond Música: John Williams Elenco •    Richard Dreyfuss .... Roy Neary •    François Truffaut .... Claude Lacombe •    Teri Garr .... Ronnie Neary •    Melinda Dillon .... Gillian Guiler •    Bob Balaban .... David Laughlin •    Cary Guffey .... Barry Guiler Sinopse Roy Neary (Richard Dreyfuss), um eletricista tem sua vida virada ao avesso quando durante um atendimento de emergência verifica objetos voadores não identificados. Ele fica obcecado com a idéia, preocupando a sua família, quando vai até um local onde eles farão contato. Ele acaba conhecendo outras pessoas que, como ele, também aguardam a grande nave espacial. Curiosidades - Título provisório: Watch the Skies, que são as palavras finais do filme e também utilizadas no clássico The Thing from Another World, de 1951. - As nuvens foram feitas com uma mistura de tinta branca em tanques de sal e água. - O filme teve uma bilheteria de 300 milhões de dólares. - Steven McQueen, Dustin Hoffman e Gene Hackman foram cogitados para o papel de Roy Neary. - O filme terminaria com a música “When You Wish Upon a Star”, de Pinóquio, mas os produtores não conseguiram os direitos autorais para exibição. - Uma refinaria de petróleo foi a grande inspiração para a nave mãe. Prêmios - Oscar de Melhor Fotografia, Efeitos Sonoros. - Indicado ao Oscar de Melhor Diretor, Atriz (Melinda Dilon), Direção de Arte, Edição, Efeitos Especiais, Som e Trilha Sonora. - Indicado ao Globo de Ouro de Melhor Filme Drama, Diretor, Roteiro e Trilha Sonora.   Assista Online (dublado em português) zH2OlsCuOu0     Imagens
| 4388 ace
  Título Original: Darling Ano/País/Gênero/Duração: 1965 / EUA / Drama / 128min Direção: John Schlesinger Produção: Joseph Janni, Victor Lyndon, Joseph E. Levine Roteiro:  Frederic Raphael Fotografia: Kenneth Higgins Música: John Dankworth   Elenco   Laurence Harvey    ...     Miles Brand Dirk Bogarde ...     Robert Gold Julie Christie ...     Diana Scott José Luis de Villalonga    ...     Prince Cesare della Romita     Roland Curram    ...     Malcolm Basil Henson    ...     Alec Prosser-Jones Helen Lindsay    ...     Felicity Prosser-Jones Carlo Palmucci    ...     Curzio della Romita Dante Posani    ...     Gino Umberto Raho    ...     Palucci Marika Rivera    ...     Woman Alex Scott    ...     Sean Martin Ernest Walder    ...     Kurt Brian Wilde    ...     Willett Pauline Yates    ...     Estelle Gold   Sinopse   Diana Scott (Julie Christie) é uma modelo vivendo em Londres e tentando subir na carreira de qualquer maneira. Para isso passa a ter vários amantes poderosos, que acabam destruindo sua personalidade. Prêmios - Oscar de Melhor Atriz (Julie Christie), Figurino e Roteiro Original. - Indicado ao Oscar de Melhor Filme. - Vencedor do Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro. - Indicado ao Globo de Ouro de Melhor Atriz (Julie Christie) e Diretor. Imagens
| 5031 ace
Título Original: The Personal History, Adventures, Experience, & Observation of David Copperfield the Younger Ano/País/Gênero/Duração: 1935 / EUA / Drama / 125min Direção: George Cukor Produção: David O. Selznick Roteiro:  Hugh Walpole, Howard Estabrook e Lenora J. Coffee Fotografia: Oliver T. Marsh Música: Herbert Stothart Elenco •    Edna May Oliver … tia Betsey Trotwood •    Elizabeth Allan … sra. Copperfield •    Jessie Ralph … Peggotty •    Harry Beresford … Dr. Chillip •    Freddie Bartholomew … David adolescente •    Hugh Walpole … vigário •    Basil Rathbone … sr. Murdstone •    Herbert Mundin … Barkis •    John Buckler … Ham •    Fay Chaldecott … Emily criança •    Una O'Connor … sra. Gummidge •    Lionel Barrymore … Dan Peggotty •    Violet Kemble Cooper … Jane Murdstone •    Elsa Lanchester … Clickett •    Jean Cadell … sra. Micawber •   W.C. Fields … Micawber •    Lennox Pawle … sr. Dick •    Renee Gadd … Janet •    Roland Young … Uriah Heep •   Lewis Stone … sr. Wickfield •    Marilyn Knowlden … Agnes criança •    Frank Lawton … David adulto •    Madge Evans … Agnes •    Hugh Williams … Steerforth •   Maureen O’Sullivan … Dora •    Florine McKinney … Emily adulta •    Ivan F. Simpson … Littimer •    Mabel Colcord … Mary Ann Sinopse David Copperfield (Freddie Bartholomew) é um garoto que tem uma vida calma com sua mãe viúva. Ela decide se casar novamente, causando problemas ao filho. Para superar os abusos, ele se volta a escrita, se transformando em um brilhante escritor. Ele conta também com a ajuda de seu amigo e de sua tia. Curiosidades - David Holt foi inicialmente escalado, mas foi substituído em última hora por Freddie Bartholomew. - Charles Laughton iria fazer o papel de Wilkins Micawber, e chegou a realizar algumas cenas, mas foi cortado. Prêmios - Indicação ao Oscar de Melhor Filme, Edição, Assistente de Diretor. Oscar (1936)     Download: Este filme é de  domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria. Legendas Imagens
| 8301 ace
Título Original: Sai da Frente Ano/País/Gênero/Duração: 1952 / Brasil / Comédia / 80min Direção: Abílio Pereira de Almeida Produção: Cia Cinematográfica Vera Cruz Roteiro: Abílio Pereira de Almeida Fotografia: Nigel C. (Bob) Huke Música: Radamés Gnatalli   Elenco Amácio Mazzaropi ... Isidoro Colepicola Ludy Veloso ... Maria Leila Parisi A.C. Carvalho ... Eufrásio Nieta Junqueira ... Dona Gata   Sinopse Neste seu primeiro filme, Mazzaropi é Isidoro Colepícula, um humilde motorista proprietário de um caminhão caindo aos pedaços chamado Anastácio. Isidoro é contratado para levar uma mudança de São Paulo até Santos e parte com a caçamba exageradamente lotada de tralhas! Acompanhado por seu cachorro "Coroné" ele irá aprontar todas as confusões possíveis envolvendo funcionários públicos, policiais, motoristas, uma troupe de circo e quem mais aparecer no caminho. Curiosidades - Este foi o primeiro filme de Amacio Mazzaropi, que antes trabalhava na rádio e era artista de circo.   Imagens
| 3787 ace
Título Original: The Deer Hunter Ano/País/Gênero/Duração: 1978 / EUA / Drama Guerra / 183min Direção: Michael Cimino Produção: Joann Carelli, Michael Cimino, Michael Deeley, John Peverall, Marion Rosenberg, Barry Spikings Roteiro: Michael Cimino, Deric Washburn, Louis Garfinkle, Quinn K. Redeker Fotografia: Vilmos Zsigmond Música: Stanley Myers Elenco Robert De Niro ... Michael John Cazale ... Stan John Savage ... Steven Christopher Walken ... Nick Meryl Streep ... Linda George Dzundza ... John Chuck Aspegren ... Axel Shirley Stoler ... mãe de Steven Rutanya Alda ... Angela Pierre Segui ... Julien Mady Kaplan ... namorada de Axel Amy Wright ... Bridesmaid Mary Ann Haenel ... namorada de Stan Richard Kuss ... pai de Linda Sinopse Michael (Robert De Niro), Steve (John Savage), Nick (Christopher Walken) e Axel (Chuck Aspergren) são amigos e companheiros de trabalho em uma siderúrgica da Pennsylvania. O passatempo favorito deles é beber e a caça. Para Michael, a caça não é apenas uma diversão, mas um ritual, assim como o casamento. Eles irão para o Vietnã sabendo que suas vidas irão se transformar daí para a frente. Curiosidades - O filme é inspirado no livro Three Comrades de Erich Maria Remarque. - Filmado na região de Pittsburgh e Cleveland. - O título provisório era “The Man Who Came to Play” (O Homem que Veio para Jogar”. - John Cazale teve suas cenas adiantadas, pois estava com câncer em estado terminal. Ele morreu antes do término das filmagens. - Segundo Michael Cimino, Robert De Niro solicitou que fosse fornecida uma bala de verdade para utilizar na cena da roleta russa, e John Cazale concordou. Prêmios - Oscar de Melhor Filme, Diretor, Ator Coadjuvante (Christopher Walken), Som e Edição. - Indicado ao Oscar de Melhor Ator (Robert De Niro), Atriz Coadjuvante (Meryl Streep), Fotografia e Roteiro Original. - Globo de Ouro de Melhor Diretor. - Indicado ao Globo de Ouro de Melhor Filme Drama, Ator (Robert De Niro), Atriz Coadjuvante (Meryl Streep), Ator Coadjuvante (Christopher Walken) e Roteiro. Assista Online Imagens
| 8291 ace
Título Original: The Defiant Ones Ano/País/Gênero/Duração: 1958 / EUA / Suspense / 97min Direção: Stanley Kramer Produção: Stanley Kramer Roteiro:  Harold Jacob Smith e Nedrick Young Fotografia: Sam Leavitt Música: Ernest Gold Elenco Tony Curtis ...     John 'Joker' Jackson Sidney Poitier ...     Noah Cullen Theodore Bikel    ...     Sheriff Max Muller Charles McGraw    ...     Capt. Frank Gibbons Lon Chaney Jr.    ...     Big Sam King Donovan    ...     Solly Claude Akins    ...     Mack Lawrence Dobkin    ...     Editor Sinopse Joker (Tony Curtis) e Noah (Sidney Poitier) são prisioneiros que estão acorrentados um ao outro e precisam conviver entre eles para conseguirem escapar. Os dois aprendem a se respeitar e se transformam em grandes amigos. Curiosidades -    Elvis Presley e Marlon Brando foram cogitados para o papel de Joker. -    Sammy Davis Jr. foi cogitado para o papel de Noah. Imagens
| 9194 ace
  Título Original: The Four Horsemen of the Apocalypse Ano/País/Gênero/Duração: 1921 / EUA / Drama / 1934 Direção: Rex Ingram Produção: Kevin Brownlow Roteiro: June Mathis Fotografia: John F. Seitz Música: Carl Davis   Elenco Pomeroy Cannon ... Madariaga Josef Swickard ... Marcelo Desnoyers Bridgetta Clark ... Doña Luisa Rodolfo Valentino ... Julio Desnoyers Virginia Warwick ... Chichí Alan Hale ... Karl von Hartrott Mabel Van Buren ... Elena Stuart Holmes ... Otto von Hartrott John St. Polis ... Etienne Laurier Alice Terry ... Marguerite Laurier Mark Fenton ... Senator Lacour Derek Ghent ... René Lacour Nigel De Brulier ... Tchernoff Bowditch M. Turner ... Argensola Edward Connelly ... Lodgekeeper   Sinopse Marcel Desnoeyers (Josef Swickard) e Karl Hartrot (Alan Hale) são casados com duas irmãs argentinas, e tem visões diferenciadas sobre o mundo. Após a morte do pai das mulheres, Madariaga (Pomeroy Cannon), explode a guerra mundial e os homens vão para as trincheiras.   Curiosidades   - Baseado no livro de Vicente Blasco Ibanez. - Refilmagem em 1962, com Glenn Ford no papel principal. - Filme silencioso.   Assista Online       Download: Este filme é de domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria.   Imagens
| 15758 ace
  Eles 1. Humphrey Bogart (1899–1957) 2. Cary Grant (1904–1986) 3. James Stewart (1908–1997)   4. Marlon Brando (1924–2004)   5. Fred Astaire (1899–1987)   6. Henry Fonda (1905–1982)   7. Clark Gable (1901–1960)   8. James Cagney (1899–1986) 9. Spencer Tracy (1900–1967)   10. Charles Chaplin (1889–1977) 11. Gary Cooper (1901–1961) 12. Gregory Peck (1916–2003) 13. John Wayne (1907–1977) 14. Laurence Olivier (1907–1989) 15. Gene Kelly (1912–1986) 16. Orson Welles (1915–1985) 17. Kirk Douglas (1916) 18. James Dean (1931–1955) 19. Burt Lancaster (1913–1993) 20. Irmãos Marx (entre 1887 e 1901 – entre 1961 e 1979) 21. Buster Keaton (1895–1966) 22. Sidney Poitier (1927) 23. Robert Mitchum (1917–1997) 24. Edward G. Robinson (1893–1973) 25. William Holden (1918–1981) Elas 1. Katharine Hepburn (1907–2003)   2. Bette Davis (1908–1989)   3. Audrey Hepburn (1929–1993)   4. Ingrid Bergman (1915–1982)   5. Greta Garbo (1905–1990)   6. Marilyn Monroe (1926–1962)   7. Elizabeth Taylor (1932)   8. Judy Garland (1922–1969)   9. Marlene Dietrich (1901–1992)   10. Joan Crawford (1905–1977)   11. Barbara Stanwyck (1907–1990) 12. Claudette Colbert (1903–1996) 13. Grace Kelly (1929–1982) 14. Ginger Rogers (1911–1995) 15. Mae West (1893–1980) 16. Vivien Leigh (1913–1967) 17. Lillian Gish (1893–1993) 18. Shirley Temple (1928) 19. Rita Hayworth (1918–1987) 20. Lauren Bacall (1924) 21. Sophia Loren (1934) 22. Jean Harlow (1911–1937) 23. Carole Lombard (1908–1942) 24. Mary Pickford (1892–1979) 25. Ava Gardner (1922–1990) Lista do American Film Institute apresentado no dia 16 de junho de 1999 na CBS pela ex-atriz mirim Shirley Temple.
| 11408 ace
Título Original: Destry Rides Again Ano/País/Gênero/Duração: 1939 / EUA / Western / 94min Direção: George Marshall Produção: Islin Auster e Joe Pasternak Roteiro: Felix Jackson e Gertrude Purcell Fotografia: Hal Mohr Música: Frank Skinner Elenco Marlene Dietrich ... Frenchy James Stewart ... Tom Destry Jr. Mischa Auer ... Boris Charles Winninger ... Washington Dimsdale Brian Donlevy ... Kent Allen Jenkins ... Gyp Watson Warren Hymer ... Bugs Watson Irene Hervey ... Janice Tyndall Una Merkel ... Lily Belle Billy Gilbert ... Loupgerou Samuel S. Hinds ... Judge Slade Jack Carson ... Jack Tyndall Sinopse Um homem que controla uma pequena cidade, mata o xerife e elege um homem que julga maleável para substitui-lo. O que ele não imagina é que Tom Drestry (James Stewart) já tinha sido xerife, e começa a lutar contra os malfeitores. Frenchy (Marlene Dietrich) é a dona do Saloon, e diverte a todos cantando. Curiosidades - Foi o primeiro Western de James Stewart. - James Stewart e Marlene Dietrich tiveram um romance durante as filmagens. - A primeira versão deste filme foi em 1932, tendo Tom Mix no papel principal. - Outras versões: 1954, trazendo Audie Murphy e Thomas Mitchell. ASSISTA ONLINE: Imagens
| 8016 ace
Título Original: Doctor Zhivago Ano/País/Gênero/Duração: 1965 / EUA / Drama Épico / 201min Direção: David Lean Produção: David Lean e Carlo Ponti Roteiro:  Robert Bolt Fotografia: Freddie Young Música: Maurice Jarre Elenco •    Omar Sharif .... Yuri Jivago •    Julie Christie .... Lara •    Geraldine Chaplin .... Tonya •    Rod Steiger .... Victor Komarovsky •    Alec Guinness .... general Yevgraf Jivago •    Tom Courtenay .... Pasha Strelnikov •    Siobhan McKenna .... Anna •    Ralph Richardson .... Alexander Gromeko •    Jeffrey Rockland .... Sasha •    Tarek Sharif .... Yuri - jovem •    Bernard Kay .... bolchevique •    Klaus Kinski .... Kostoyed Amourski •    Rita Tushingham .... garota Sinopse Durante a Revolução Russa de 1917, surge a história de amor entre o jovem médico Yuri Jivago (Omar Sharif) e a enfermeira Lara (Julie Christie). Pobre, Larissa e sua mãe são sustentadas por Victor Komarovsky (Rod Steiger), um rico e mal caráter expoente da sociedade. Yuri ficara órfão durante a infância, sendo criado na Rússia. Na idade adulta, casa-se com Tonya (Geraldine Chaplin), mas é arrebatado por uma paixão por Lara, que traz uma história de sofrimento, já que havia sido estuprada por Victor. Curiosidades - Esta foi a única obra escrita por Pasternak. - O filme foi rodado na Espanha, recriando os cenários da Rússia. - A exibição do filme foi proibida na Rússia até 1994. - Omar Sharif pensava que iria ficar com o papel de Pasha, e ficou surpreso por ser convidado para fazer o papel título. - Marlon Brando foi cogitado para o papel de Victor Komarovsky. Prêmios - Oscar de Melhor Roteiro Adaptado, Direção de Arte, Fotografia, Figurino e Trilha Sonora. - Indicado ao Oscar de Melhor Filme, Diretor, Ator Coadjuvante (Tom Courtenay), Edição e Som. - Globo de Ouro de Melhor Filme Drama, Diretor, Ator (Omar Sharif), Roteiro e Trilha Sonora. - Indicação ao Oscar de Melhor Revelação Feminina (Geraldine Chaplin). Assista Online Imagens
| 7988 ace
  Título Original: La Dolce Vita Ano/País/Gênero/Duração: 1960 / Itália / Drama / 173min Direção: Federico Fellini Produção: Giuseppe Amato e Angelo Rizzoli Roteiro:  Federico Fellini, Ennio Flaiano, Tullio Pinelli e Brunello Rondi Fotografia: Otello Martelli Música: Nino Rota Elenco Marcello Mastroianni ... Marcello Rubini Anita Ekberg ... Sylvia Anouk Aimée ... Maddalena Yvonne Furneaux ... Emma Magali Noël ... Fanny Alain Cuny ... Steiner Annibale Ninchi ... Pai de Marcelo Walter Santesso ... Paparazzo Valeria Ciangottini ... Paola Riccardo Garrone ... Riccardo Ida Galli ... Debutante Audrey McDonald ... Jane Polidor ... Clown Alain Dijon ... Frankie Stout Enzo Cerusico ... fotógrafo   Sinopse Marcello Rubini (Marcello Mastroianni) trabalha em jornais sensacionalistas, mas sonha em ser levado a sério como jornalista. Conhece pessoas vazias e vive no mundo das celebridades.Numa noite,  quando Marcello volta para sua casa, encontra sua amante Emma (Yvonne Furneaux) desmaiada depois de uma overdose. Leva-a ao hospital e corre para o aeroporto, onde deverá cobrir a vinda de Sylvia Rank (Anita Ekberg), atriz. Ele a leva para os pontos turísticos de Roma, e fica fascinado com sua beleza.   Curiosidades - Dino De Laurentis abandonou o projeto por não conseguir Paul Newman para o papel principal. - Quando o ator Marcello Mastroianni morreu, centenas de italianos foram se banhar na fonte em que Anita Ekberg se banha no filme, em sua homenagem. - O filme celebrizou a figura do Paparazzi.   Prêmios   - Oscar de Melhor Figurino. - Indicado ao Oscar de Melhor Diretor, Roteiro Original e Direção de Arte.   ASSISTA ONLINE Imagens  
| 5615 ace
  Título Original: Dracula Ano/País/Gênero/Duração: 1931 / EUA / Terror / 75min Direção: Tod Browning Produção: E.M. Asher, Tod Browning e Carl Laemmle Jr. Roteiro: Hamilton Deane Fotografia: Karl Freund   Elenco • Bela Lugosi ...Conde Drácula • Helen Chandler...Mina Harker • David Manners...John Harker • Dwight Frye...Renfield • Edward Van Sloan...Abraham Van Helsing • Herbert Bunston...Doutor Jack Seward • Frances Dade...Lucy Weston • Joan Standing...Briggs • Charles K. Gerrard...Martin   Sinopse O advogado Renfield (Dwight Frye) vai até o castelo do Conde Drácula (Bela Lugosi), que fica na Transilvânia, com o intuito de finalizar o contrato de aluguel de uma propriedade do conde. Ele desconhece que o morador é na verdade um vampiro. Renfield é drogado e hipnotizado pelo conde, que o transforma em seu escravo. Drácula embarca para Londres, onde começa a atacar os moradores locais. Ele se aproxima da bela Mina Seward (Helen Chandler), que passa a agir de forma estranha, e ao ser examinada por médicos, estes chegam à conclusão que ela foi atacada por um vampiro. O irmão e o doutor vão atrás do vampiro para que ele não vitime outras pessoas.   Curiosidades - Refilmagem do original Nosferatu, de 1922. - Lon Chaney não pôde participar do filme devido ao câncer. - O filme não tem trilha sonora original. - Outros atores considerados para o papel do Conde Drácula foram Paul Muni, Chester Morris, Ian Keith, John Wray, Joseph Schildkraut, Arthur Edmund Carewe e William Courtney. - Sequencias: Dracula’s Daughter (1936), Son of Dracula (1943),House of Frankenstein (1944), House of Dracula (1948) e Abbott and Costello Meet Frankenstein (1948). - Baseado na obra de Bram Stoker. - O filme tinha uma sequencia na abertura que alertava para o conteúdo de terror. Em 1936 foi retirada e perdida. - Ao ser escalado para o papel, Bela Lugosi não falava a língua inglesa. Ele decorou as falas foneticamente. - Foi gravada também uma versão em espanhol, com atores diferentes. ASSISTA ONLINE       Download: Este filme é de domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria. Legendas   Imagens
| 12619 ace
Título Original: Dumbo Ano/País/Gênero/Duração: 1941 / EUA / Infantil / 63min Direção: Ben Sharpsteen Sinopse Dumbo é um filhote de elefante, que nasce com duas orelhas gigantescas. Daí o apelido. Ele se sente desprezado por todos, e conta apenas com a amizade sincera de um ratinho, o Timóteo. Mas com o tempo ele descobre que suas orelhas também tem um lado bom, e começa a rever seus traumas. Prêmios - Oscar de Melhor Trilha Sonora. - Indicado ao Oscar de Melhor Canção (Baby Mine). Imagens    
| 3701 ace
Título Original: E.T., The Extra-terrestrial Ano/País/Gênero/Duração: 1982 / EUA / Ficção Científica / 115min Direção: Steven Spielberg Produção: Steven Spielberg e Kathleen Kennedy Roteiro:  Melissa Mathison Fotografia: Allen Daviau Música: John Williams   Elenco Henry Thomas     ...     Elliott Dee Wallace    ...     Mary Robert MacNaughton    ...     Michael Drew Barrymore    ...     Gertie Peter Coyote    ...     Keys K.C. Martel    ...     Greg Sean Frye    ...     Steve C. Thomas Howell    ...     Tyler (as Tom Howell) David M. O'Dell    ...     Schoolboy (as David O'Dell) Richard Swingler    ...     Science Teacher Frank Toth    ...     Policeman Robert Barton    ...     Ultrasound Man Michael Darrell    ...     Van Man   Sinopse   Elliott (Henry Thomas) vive com sua mãe (Dee Wallace) e dois irmãos, o mais velho Michael (Robert MacNaughton) e a garotinha Gertie (Drew Barrymore). Certa noite ele escuta barulhos e vai ver o que está acontecendo na garagem. Lá ele encontra um extraterrestre. Após o susto inicial, os dois tornam-se amigos, e o grande desejo dele é encontrar uma maneira de manda-lo de volta ao seu mundo. Para isso ele contará com a ajuda de seus irmãos. Mas não é só ele quem está de olho no amigo, pois os agentes federais investigam o local em busca do invasor. Curiosidades - Carl Sandburg e Albert Einstein foram as inspirações para a face do pequeno ET. - Em 2002 o filme foi relançado em circuito, para comemorar os 20 anos da produção. - Este filme é considerado um dos melhores de ficção científica. - Harrison Ford fez uma pequena participação como o professor, mas suas partes foram cortadas por Spielberg, que as considerava dispensáveis. - O ganhador do Oscar de Melhor Filme por Gandhi, o diretor Richard Attenborough, reconheceu a superioridade de E.T. sobre o seu filme.     Prêmios - Oscar de Melhor Trilha Sonora, Efeitos Especiais, Efeitos Sonoros, Som. - Indicado ao Oscar de Melhor Filme, Diretor, Roteiro Original, Fotografia e Edição. - Globo de Ouro de Melhor Filme Drama e Trilha Sonora. - Indicação ao Globo de Ouro de Melhor Diretor, Roteiro e Revelação masculina (Henry Thomas).   Imagens  
| 5161 ace
  "Lá estava o meu nome iluminado. Eu disse `Deus, alguém cometeu um erro`. Mas lá estava, todo iluminado. E eu sentei e disse, `Lembre-se você não é uma estrela`. Porém, lá estava todo iluminado." "Eu não estou interessada em dinheiro. Eu só quero ser maravilhosa." "Ninguém nunca disse que eu era bonita quando pequena. Toda menina deveria ser chamada de bonita, mesmo se elas não são." "O corpo é para ser visto, não para ser coberto." "Eu tenho fantasias demais para ser uma dona de casa. Acredito que eu sou uma fantasia." "Uma atriz não é uma máquina, mas eles te tratam como se fosse. Uma máquina de fazer dinheiro" "Ser um símbolo sexual é muita responsabilidade, especialmente quando se está cansada, magoada e vulnerável." "Nunca gostei do nome Marilyn. Frequentemente desejei que devia ter permanecido com o nome Jean Monroe. Mas suponho que agora está tarde demais para fazer isso." "Apenas duas gotinhas de Chanel nº5." "...todo mundo está sempre pegando no seu pé. Todos querem uma parte sua. É como se eles tirassem pedaços de você. Acho que eles nem percebem, mas é 'faça isso, faça aquilo..' mas você quer ficar intacta - intacta e sobre dois pés." "Os homens que pensam que uma mulher com um passado amoroso diminui o seu amor por eles, geralmente são estúpidos e fracos. Uma mulher pode trazer um novo amor a cada homem que ama, desde que não existam muitos. " "Algumas pessoas têm sido cruéis. Se eu disser que eu quero crescer como uma atriz, eles olham para a minha figura. Se eu disser que gostaria de desenvolver, a aprender a minha embarcação, eles riem. De alguma forma eles não esperam-me para ser levada a sério sobre o meu trabalho". "Se eu interpretar uma garota estúpida, e perguntar questões estúpidas, então tenho que seguir isso. O que eu posso fazer para parecer inteligente?" "Fama é inconstante e eu sei disso. Tem as suas compensações, mas também tem suas desvantagens, e eu tenho experimentado as duas." "Com a fama, você sabe, você pode ler sobre você, alguém da idéias sobre você, mas o que é importante é como você se sente sobre si mesmo, de sobrevivência e de vida do dia a dia com o que surge. " "Mulheres comportadas raramente fizeram história" "Eu não entendo porque as pessoas não são um pouco mais generosas com os outros." "Quero envelhecer sem rugas ... Eu quero ter a coragem de ser leal à face que tenho feito. Às vezes eu penso que seria mais fácil evitar a velhice, morrer jovem, mas depois que você nunca completa a sua vida, pois não? Você nunca sabe totalmente." "Não, Monroe não faria assim" "Eu sempre digo um beijo na mão pode fazer você se sentir muito boa, mas uma tiara de diamantes dura para sempre." "Não importa o que eu seja, o fato é que o nome do filme é 'Os homens preferem as loiras', e eu sou a loira."
| 32891 ace
  Título Original: Duck Soup Ano/País/Gênero/Duração: 1933 / EUA / Comédia / 68min Direção: Leo McCarey Produção: Herman J. Mankiewicz Roteiro:  Bert Kalmar, Harry Ruby, Nat Perrin, Arthur Sheekman Fotografia: Henry Sharp Música: John Leipold   Elenco   Groucho Marx ... Rufus T. Firefly Harpo Marx ... Pinky Chico Marx ... Chicolini Zeppo Marx ... Lt. Bob Roland Margaret Dumont ... Mrs. Gloria Teasdale Raquel Torres ... Vera Marcal Louis Calhern ... Ambassador Trentino of Sylvania Edmund Breese ... Zander Leonid Kinskey ... Sylvanian Agitator Charles Middleton ... Prosecutor Edgar Kennedy ... Lemonade Vendor   Sinopse   A Freedonia, pequeno país fictício, está em crise e a beira de um colapso financeiro. A Sra Teadstale (Margaret Dumont) fará uma doação a T. Firefly (Grouxo Marx) caso ele seja eleito presidente e o anterior recuse o cargo. Mas o país vizinho envia espiões (Chico e Harpo Marx) para que obtenham informações.   Curiosidades   - Está na lista dos melhores filmes de todos os tempos da AFI.   Download: Este filme é de  domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria.     Legendas   Imagens
| 8056 ace
Título Original: Fantasia Ano/País/Gênero/Duração: 1940 / EUA / Infantil / 120min Direção: James Algar Sinopse Um dos marcos do cinema de animação, unindo imagem e música, este filme produzido por Walt Disney é dividido em oito segmentos: Tocata e Fuga em Ré Menor (de Johann Sebastian Bach), Suíte Quebra-Nozes (Tchaikovsky), Aprendiz de Feiticeiro (de Paul Dukas), Sagração da Primavera (Igor Stravinsky), Sinfonia Pastoral (Bethoven), Dança das Horas (Amilcare Ponchielli), Uma Noite no Monte Calvo(Modest Mussorgsky) e Ave Maria (Franz Schubert). Curiosidades - A idéia d Walt Disney era de que Fantasia fosse um filme em que seriam incluídas partes e partes e ele sempre sendo relançado. - O filme não teve a princípio uma boa receptividade dos críticos e espectadores, que o acharam demasiado longo e tedioso. - Fantasia só começou a dar lucros a partir dos anos 60, e posteriormente pela venda do VHS. - O filme conta com 8 segmentos animados, acompanhados do maestro Leopold Stokowski. Prêmios - Oscar Honorário pelo trabalho inovador realizado no filme. - Prêmio Especial do New York Film Critics Circle Awards. Assista Online Imagens
| 4768 ace
Título Original: The Godfather: Part III Ano/País/Gênero/Duração: 1990 / EUA / Drama / 172min Direção: Francis Ford Coppola Produção: Francis Ford Coppola Roteiro: Mario Puzo e Francis Ford Coppola Fotografia: Gordon Willis Música: Carmine Coppola Elenco: Al Pacino (Don Michael Corleone) Diane Keaton (Kay Adams) Talia Shire (Connie Corleone Rizzi) Andy Garcia (Vincent Vinnie Mancini) Eli Wallach (Don Altobello) Joe Mantegna (Joey Zaza) George Hamilton (B.J. Harrison) Sofia Coppola (Mary Corleone) Bridget Fonda (Grace Hamilton) Raf Vallone (Cardeal Lamberto) Franc DAmbrosio (Anthony Corleone) Donal Donnelly (Arcebispo Gilday) Richard Bright (Al Neri) Helmut Berger (Frederick Keinszig) Don Novello (Dominic Abbandando) John Savage (Andrew Hagan) Vittorio Duse (Don Tomasino) Sinopse Michael (Al Pacino) é agora um homem velho, cansado e arrependido da vida que teve. Ele tenta transformar seus negócios em legais, para que possa deixar para seus filhos e netos. Para isso faz doações à Igreja e consegue o título da Ordem de San Sebastian, dado somente aos maiores doadores. Sua filha, Mary (Sophia Coppola) é a presidenta honorária da Fundação Vito Corleone e entrega o cheque de 100 mil dólares. Michael recebe, durante a comemoração, a visita de Vinnie Mancini (Andy Garcia), filho de seu irmão Sonny, que deseja trabalhar para os Corleones, continuando assim os negócios da família. Sonny tem o jeito intempestuoso do pai, que foi assassinado. Mas as coisas não serão fáceis para Michael, que terá problemas novamente com as outras famílias da máfia, como a de Joey Zasa (Joe Mantegna) e também com a máfia que impera dentro da própria igreja. Curiosidades - Winona Ryder estava cotada para interpretar Mary Corleone, mas desistiu. - Robert Duvall só participaria da sequencia se lhe pagassem cinco milhões de dólares. O Estúdio não aceitou a oferta. - Alec Baldwin, Matt Dillon, Vincent Spano, Val Kilmer, Charlie Sheen, Billy Zane e Nicolas Cage foram testados para o papel de Vincent Mancini. Prêmios - Indicações ao Oscar de Melhor Filme, Diretor, Ator Coadjuvante (Andy Garcia), Canção ("Promise me you'll remember"), Montagem, Direção de Arte e Fotografia. - Indicações ao Globo de Ouro de Melhor Filme - Drama, Melhor Diretor, Ator em Drama (Al Pacino), Ator Coadjuvante (Andy Garcia), Trilha Sonora, Canção ("Promise me you'll remember") e Roteiro. Assista Online Imagens
| 8544 ace
Título Original: The Grapes of Wrath Ano/País/Gênero/Duração: 1940 / EUA / Drama / 128min Direção: John Ford Produção: Darryl F. Zanuck Roteiro:  John Steinbeck, Nunnally Johnson Fotografia: Greg Toland Elenco Henry Fonda .... Tom Joad Jane Darwell .... Ma Joad John Carradine .... Casy Charley Grapewin .... Avô Dorris Bowdon .... Rosasharn Russell Simpson .... Pa Joad O.Z. Whitehead .... Al John Qualen .... Muley Eddie Quillan .... Connie Zeffrie Tilbury .... Avó Frank Sully .... Noah Frank Darien .... Tio John Darryl Hickman .... Winfield Shirley Mills .... Ruth Joad Sinopse Durante a Grande Depressão de 1929, uma família de trabalhadores rurais luta para ter melhores condições de vida. Tom Joad (Henry Fonda) esteve preso por homicídio e após cumprir sua pena muda-se com a família de Oklahoma para a Califórnia, que dizem ser uma terra onde os empregos são melhores. Mas durante a viagem, eles verificam que a realidade é outra, e que o local para onde eles estão indo pode não ser tão bom quanto eles esperam. Curiosidades - Baseado no romance homônimo de John Steinback. - Foi refilmado em 1991, sob o título The Grapes os Wrath. Prêmios - Oscar de Melhor Diretor e Atriz Coadjuvante (Jane Darwell). - Indicação ao Oscar de Melhor Filme, Ator (Henry Fonda), Roteiro, Edição e Som. ASSISTA ONLINE Imagens
| 18826 ace
Título Original: Hamlet Ano/País/Gênero/Duração: 1948 / Inglaterra / Drama / 153min Direção: Laurence Olivier Produção: Reginald Beck, Anthony Bushell, Laurence Olivier e Herbert Smith Roteiro:  William Shakespeare, Laurence Olivier Fotografia: Desmond Dickinson Música: William Walton Elenco Laurence Olivier ...     Hamlet Jean Simmons ...     Ophelia Eileen Herlie    ...     Gertrude Basil Sydney    ...     Claudius Norman Wooland    ...     Horatio Felix Aylmer    ...     Polonius Terence Morgan    ...     Laertes Anthony Quayle    ...     Marcellus Esmond Knight    ...     Bernardo John Laurie    ...     Francisco Niall MacGinnis    ...     Sea Captain Harcourt Williams    ...     First Player Patrick Troughton    ...     Player King Tony Tarver    ...     Player Queen Peter Cushing    ...     Osric Sinopse Baseado no clássico de Shakespeare. Hamlet (Laurence Olivier) é um Príncipe dinamarquês que deseja vingar-se da morte de seu pai, após começar a ter visões do fantasma dele lhe dizendo que foi assassinado por seu irmão, o Rei Claudio (Basil Sydney). Curiosidades - Este foi o primeiro filme em que um diretor venceu o Oscar como melhor ator de seu filme. - Primeiro Oscar de Melhor Filme para um estrangeiro. Prêmios - Oscar de Melhor Ator (Laurence Olivier), Direção de Arte em Preto e Branco, Figurino e Melhor Filme. - Indicação ao Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante (Jean Simmons), Diretor (Laurence Olivier), Trilha Sonora Original (William Walton). Imagens
| 7546 ace
Título Original: A Hard Day's Night Ano/País/Gênero/Duração: 1964 / Inglaterra / Musical / Direção: Richard Lester Produção: Walter Shenson Roteiro:  Alun Owen Fotografia: Gilbert Taylor Música: John Lennon, George Martin e Paul McCartney Elenco John Lennon (John Lennon) Paul McCartney (Paul McCartney) Ringo Starr (Ringo Starr) George Harrison (George Harrison) Wilfrid Brambell (Avô de Paul) Norman Rossington (Norm) John Junkin (Shake) Victor Spinetti (Diretor de TV) Anna Quayle (Millie) Deryck Guyler (Inspetor da polícia) Phil Collins (Fã gritando) Sinopse Em 1964 a vida dos Beatles é agitada. Graças aos diversos shows e apresentações em programas de televisão, eles viajam de um lugar para o outro, correndo de suas fãs, enquanto os produtores tentam a todo custo mantê-los na linha. Mas não é fácil, pois volta e meia eles conseguem burlar os mais diversos empecilhos para se divertir. Curiosidades - Este foi o primeiro filme realizado pelos Beatles. - Junto com o filme foi lançado um disco com o mesmo título. - Foi durante as filmagens que George Harrison conheceu a modelo Pattie Boyd, com quem viria se casar dois anos depois. - O filme é considerado um semi-documentário sobre a beatlemania. - A cena de Ringo andando à beira do rio e chutando pedras foi feita para cobrir um buraco no roteiro, já que os outros Beatles estavam de ressaca naquele dia. Ringo falou no documentário The Beatles que ele realmente se sentia triste como parecia em tela. - Os Beatles brincam fazendo referência ao personagem do pai de Paul, dizendo que ele é “clean” (asseado). Esta é uma brincadeira feita com o ator Wilfrid Brambell, que faz o avô no filme, já que no filme “Steptoe and Son (1962) seu personagem era chamado de velho sujo. - Na cena em campo aberto, onde os Beatles corriam e brincavam, John Lennon não estava presente, sendo substituído por um dublê. - Foram utilizadas fãs reais nas cenas da estação de trem. - Canções do filme •    "A Hard Day's Night" •    "I Should Have Known Better" •    "Can't Buy Me Love" •    "If I Fell" •    "And I Love Her" •    "I'm Happy Just to Dance With You" •    "Ringo's Theme (This Boy)" •    "Tell Me Why" •    "Don't Bother Me" •    "I Wanna Be Your Man" •    "All My Loving" •    "She Loves You" Prêmios - Indicações ao Oscar: Melhor Roteiro Original e Trilha Sonora.   Assista Online Imagens
| 5502 ace
Título Original: Hell's Angels Ano/País/Gênero/Duração: 1930 / EUA / Guerra / 126min Direção: Howard Hughes Produção: Howard Hughes Roteiro: Harry Behn, Howard Estabrook, Joseph Moncure March, Marshall Neilan Fotografia: Tony Gaudio e Harry Perry Música: Hugo Riesenfeld Elenco Ben Lyon ... Monte Rutledge James Hall ... Roy Rutledge Jean Harlow ... Helen John Darrow ... Karl Armstedt Lucien Prival ... Baron Von Kranz Frank Clarke ... Lt. von Bruen Roy Wilson ... Baldy Maloney Douglas Gilmore ... Capt. Redfield Jane Winton ... Baroness Von Kranz Evelyn Hall ... Lady Randolph William B. Davidson ... Staff Major Wyndham Standing ... RFC squadron commander Lena Melana ... Gretchen, waitress Marian Marsh ... Girl selling kisses Carl von Haartman ... Zeppelin commander Ferdinand Schumann-Heink ... First Officer of zeppelin Stephen Carr ... Elliott Thomas Carr ... Pilot Sinopse Roy (James Hall) e Monte (Ben Lyon) são dois irmãos que se alistam no Royal Flying Corps no início da 1ª Guerra Mundial. Apesar de irmãos, são bem diferentes, pois ao passo que Monte é extremamente mulherengo e imaturo, Roy é um homem de responsabilidade e que tenta sempre proteger o irmão. Monte se oferece para uma missão arriscada, depois de ser chamado de irresponsável, e segue com seu irmão em uma missão arriscada de bombardeio. Curiosidades - Este foi o primeiro filme do milionário Howard Hughes. - Obteve a maior bilheteria no ano do lançamento. - Foram utilizados 137 pilotos nas filmagens aéreas. - Algumas cenas do filme são de combates reais.         Curiosidades
| 8746 ace
Título Original: Henry V 'The Chronicle History of King Henry the Fift with His Battell Fought at Agincourt in France' Ano/País/Gênero/Duração: 1944 / Inglaterra / Drama / 136min Direção: Laurence Olivier Produção: Bruce Sharman Roteiro:  William Shakespeare, Laurence Olivier, Alan Dent, Dallas Bower Fotografia: Robert Krasker Música: William Walton Elenco Leslie Banks     ...     Chorus Felix Aylmer    ...     Archbishop of Canterbury Robert Helpmann    ...     Bishop of Ely Vernon Greeves    ...     The English Herald Gerald Case    ...     Earl of Westmoreland Griffith Jones    ...     Earl of Salisbury Morland Graham    ...     Sir Thomas Erpingham Nicholas Hannen    ...     Duke of Exeter Michael Warre    ...     Duke of Gloucester Laurence Olivier ...     King Henry V of England Ralph Truman    ...     Mountjoy - The French Herald Ernest Thesiger    ...     Duke of Berri - French Ambassador Frederick Cooper    ...     Corporal Nym Roy Emerton    ...     Lieutenant Bardolph Robert Newton    ...     Ancient Pistol Sinopse O Rei Henrique (Laurence Olivier) parte para reivindicar a coroa francesa. Ao chegar em Agincourt encontra o exército francês, que tenta impedi-lo de passar. Ele os convence fazendo um discurso, e vence os inimigos, com um numero bem menor de soldados. Prêmios - Indicação ao Oscar de Melhor Filme e Ator (Laurence Olivier). Imagens
| 8015 ace
Título Original: Hud Ano/País/Gênero/Duração: 1963 / EUA / Faroeste / 112min Direção: Martin Ritt Produção: Martin Ritt, Irving Ravetch Roteiro:  Irving Ravetch, Harriet Frank Jr. Fotografia: James Wong Howe Música:  Elmer Bernstein Elenco Paul Newman .... Hud Bannon Patricia Neal .... Alma Brown Melvyn Douglas .... Homer Bannon Brandon De Wilde .... Lonnie Bannon Whit Bissell .... sr. Burris Crahan Denton .... Jesse John Ashley .... Hermy Val Avery .... Jose George Petrie .... Joe Scanlon Curt Conway .... Truman Peters Sinopse Hud Bannon (Paul Newman) vive na fazenda com seu pai Homer (Melvyn Douglas) e seu sobrinho Lon (Brandon De Wilde), que tem nele um ídolo. Hud gasta seu tempo saindo com mulheres casadas, bebendo e dirigindo inconsequentemente, brigando com seu pai e rompendo com valores da sociedade. A fazenda de seu pai está em vias de falência quando a febre aftosa ataca o gado. Hud sugere ao pai que repasse o gado doente, mas o pai o repreende por sua falta de princípios, dando vez a mais uma discussão entre pai e filho. Prêmios - Oscar de Melhor Ator Coadjuvante (Melvyn Douglas), Atriz (Patrícia Neal), Fotografia em Preto e Branco. - Indicação ao Oscar de Melhor Ator (Paul Newman), Direção de Arte, Diretor (Marin Ritt) e Roteiro Adaptado. - Indicado ao Globo de Ouro de Melhor Filme Drama, Ator Drama (Paul Newman), Diretor, Ator Coadjuvante (Melvyn Douglas) e Atriz Coadjuvante (Patrícia Neal). Curiosidades - Paul Newman trabalhou em um rancho do Texas para se preparar para o papel de Hud. - Baseado no livro “Horseman, Pass By”, de Larry McMurtry. - Um tempo depois deste filme, a atriz Patrícia Neal teve uma sucessão de derrames que a deixaram em coma por 21 dias. Ela se recuperou totalmente. Imagens
| 7095 ace
Título Original: The Hunchback of Notre Dame Ano/País/Gênero/Duração: 1939 / EUA / Drama / 115min Direção: William Dieterle Produção: Pandro S. Berman Roteiro: Sonya Levien Fotografia: Joseph H. August Música: Alfred Newman Elenco Charles Laughton ... Quasimodo Cedric Hardwicke ... Frollo Thomas Mitchell ... Clopin Maureen O'Hara ... Esmeralda Edmond O'Brien ... Gringoire Alan Marshal ... Phoebus Walter Hampden ... Archdeacon Harry Davenport ... King Louis XI Katharine Alexander ... Madame de Lys George Zucco ... Procurator Fritz Leiber ... Old Nobleman Etienne Girardot ... Doctor Helene Whitney ... Fleur de Lys Minna Gombell ... Queen of Beggars Arthur Hohl ... Olivier Sinopse Quasimodo (Charles Laughton) é o solitário sineiro da Catedral de Notre Dame, e perambula em Paris durante as noites. As pessoas tem medo dele, pois é corcunda e feio. O chefe de segurança do castelo se apaixona por Esmeralda (Maureen O’Hara), uma bela cigana e manda Quasimodo seqüestra-la. Os dois acabam sendo presos por Phoebus, um capitão. Ele é sentenciado injustamente e Esmeralda cuida do corcunda, preso na masmorra. Quasimodo se apaixona perdidamente por ela. E quando Esmeralda é acusada de assassinato e ele resolve protegê-la. Curiosidades - Esta é a versão mais fiel do clássico de Victor Hugo para o cinema. - A Disney fez uma versão animada do clássico. - A primeira versão do clássico foi ainda no cinema mudo, com Lon Chaney no papel principal, em 1923. - O filme marcou a estréia de Edmond O’Brien no cinema. - Charles Laughton insistiu para que Maureen O’Hara fizesse o papel de Esmeralda. - A maquiagem de Laughton durava duas horas. - Orçamento: Um milhão e oitocentos mil dólares. Prêmios - Indicação ao Oscar de Melhor Trilha Sonora e Arranjos.   Assista Online     Download: Este filme é de domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria. Legendas Imagens
| 19286 ace
Título Original: I’m No Angel Ano/País/Gênero/Duração: 1933 / EUA / Comédia / 88min Direção: Wesley Ruggles Produção: William LeBaron Roteiro: Mae West Fotografia: Leo Tover Música: Herman Hand, Howard Jackson, Rudolph G. Kopp Elenco Mae West ... Tira Cary Grant ... Jack Clayton Gregory Ratoff ... Benny Pinkowitz Edward Arnold ... Big Bill Barton Ralf Harolde ... Slick Wiley Kent Taylor ... Kirk Lawrence Gertrude Michael ... Alicia Hatton Russell Hopton ... 'Flea' Madigan Dorothy Peterson ... Thelma William B. Davidson ... Ernest Brown Gertrude Howard ... Beulah Thorndyke Libby Taylor ... Libby Sinopse Tira (Mae West) trabalha no circo como domadora de leões para disfarçar sua real atividade, que é a criminosa. Após um espetáculo, ela acaba chamando a atenção de Jack Clayton (Cary Grant), um homem rico, que começa um romance com ela. Curiosidades - O filme teve alguns problemas com os censores que chegaram a modificar algumas falas de Mae. Imagens
| 7684 ace
Título Original: Intolerance: Love's Struggle Throughout the Ages Ano/País/Gênero/Duração: 1916 / EUA / Drama / 163min Direção: D.W. Griffith Produção: D.W. Griffith Roteiro:  D.W. Griffith, Anita Loos, Hettie Grey Baker, Mary H. O'Connor , Walt Whitman Frank E. Woods, Tod Browning Fotografia: G.W. Bitzer Elenco Mae Marsh     ...     The Dear One (história moderna) Robert Harron    ...     The Boy (história moderna) F.A. Turner    ...     The Girl's Father (história moderna) Sam De Grasse    ...     Arthur Jenkins (história moderna) Vera Lewis    ...     Mary T. Jenkins (história moderna) Mary Alden    ...     Self-Styled Uplifter (história moderna) Eleanor Washington    ...     Self-Styled Uplifter (história moderna) Pearl Elmore    ...     Self-Styled Uplifter (história moderna) Lucille Browne    ...     Self-Styled Uplifter (história moderna) Julia Mackley    ...     Self-Styled Uplifter (história moderna) Miriam Cooper    ...     The Friendless One (história moderna) Walter Long    ...     The Musketeer of the Slums (história moderna) Tom Wilson    ...     The Kindly Policeman (história moderna) Ralph Lewis    ...     Governor (história moderna) Lloyd Ingraham    ...     Judge of the Court (história moderna) Sinopse Através de quatro histórias que são mostradas paralelamente, surge o problema da intolerância através dos tempos. Duas histórias falam sobre o amor entre dois jovens durante uma greve e durante a queda da Babilônia. A terceira história fala do massacre dos protestantes em Paris, em 1572. Na Judéia, com os hipócritas que condenam Jesus Cristo é a quarta. Curiosidades - É considerado um marco na história do cinema mundial. - Foram usados milhares de figurantes nas cenas da batalha da Babilônia. - D.W. Grifth produziu mais de 300 filmes e foi co-fundados da United Artists. - Foram cem mil dólares de orçamento. - O filme foi rodado em 16 semanas. - Apesar de falar em intolerância, o filme peca profundamente no quesito preconceito, pois é racista quando coloca os negros sempre como os vilões da história. Assista Online (filme silencioso) dfxYgDTp29s   Canal:http://www.youtube.com/user/CinemaClassico3 Download: Este filme é de  domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria. Legenda Imagens
| 15335 ace
Título Original: The Invisible Man Ano/País/Gênero/Duração: 1933 / EUA / Comédia Drama Terror / 71min Direção: James Whale Produção: Carl Laemmle Jr Roteiro: R.S. Sherriff Fotografia: Arthru Edeson Música: W. Franke Harling Elenco Claude Rains (Jack Griffin) Gloria Stuart (Flora Cranley) William Harrigan (Dr. Kemp) Henry Travers (Dr. Cranley) Una O'Connor (Jenny Hall) Forrester Harvey (Bill Hall) Holmes Herbert (Chefe de polícia) E.E. Clive (Jaffers) Dudley Digges (Chefe-detetive) Harry Stubbs (Inspetor Bird) Donald Stuart (Inspetor Lane) Sinopse Jack Griffin (Claude Rains) chega em uma pequena cidade para terminar suas pesquisas sobre uma fórmula que permite tornar algo invisível. Obcecado pelo sucesso e fama no meio científico, testa em si mesmo, tornando-se invisível. Ele começa a estudar um antídoto que o faça voltar ao normal. começa a se tornar uma ameaça à sociedade, quando decide se vingar de todos usando sua invisibilidade, causando pânico geral. Curiosidades - Boris Karloff foi cogitado para o papel do Homem Invisível. - O filme marcou a estréia de Claude Rains no cinema. - Claude Rains vestiu apenas roupas pretas de veludo para parecer invisível. - Refilmagem em 1975, com o mesmo título. - Sequencias: The Invisible Man Returns”(40), “The Invisible Woman” (40), “Invisible Agent” (42), “The Invisible Man’s Revenge” (44). Assista Online Download: Este filme é de domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria. Legendas Imagens
| 10177 ace
Título Original: It Happened One Night Ano/País/Gênero/Duração: 1934 / EUA / Comédia Romance / 100min Direção: Frank Capra Produção: Frank Capra e Harry Cohn Roteiro: Robert Riskin Fotografia: Joseph Walker Música: Howard Jackson e Louis Silvers Elenco Clark Gable (Peter Warren) Claudette Colbert (Ellie Andrews) Walter Connolly (Alexander Andrews) Roscoe Karns (Oscar Shapeley) Jameson Thomas (King Westley) Alan Hale (Danker) Arthur Hoyt (Zeke) Blanche Frederici (Esposa de Zeke) Charles C. Wilson (Joe Gordon) Sinopse Peter Warren (Clark Gable) é um jornalista que está desempregado e conhece Ellie (Claudette Colbert), uma mimada filha de um milionário (Walter Connolly). Ela o conhece quando foge para Nova York para encontrar o noivo. Peter entra num acordo com ela, dizendo que não falará nada do seu paradeiro para seu pai se ela lhe desse uma entrevista exclusiva. Os dois acabam se apaixonando e casando. Curiosidades O Oscar ganho por Clark Gable neste filme foi posto à venda em 1996. Steven Spielberg o comprou e doou para a Academia de Ciências Cinematográficas. Baseado na obra “Night Bus”, de Samuel Hopkins Adams. - Myrna Loy não aceitou a personagem Ellie Andrews por acreditar que o filme seria um fiasco. - Este foi o primeiro filme a ganhar 5 prêmios importantes no Oscar. - Clark Gable foi emprestado pela MGM para a Columbia, para fazer este filme. Foi um castigo pelas recusas de roteiro oferecidas a ele. Prêmios - Oscar de Melhor Filme, Diretor, Ator (Clark Gable), Atriz (Claudette Colbert) e Roteiro Adaptado. Assista Online Download: Este filme é de domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria. Legendas Imagens
| 9405 ace
Título Original: It's a Wonderful Life Ano/País/Gênero/Duração: 1946 / EUA / Romance Fantasia / 130min Direção: Frank Capra Produção: Frank Capra Roteiro: Philip Van Doren Stern, Frances Goodrich Fotografia: Joseph F. Biroc e Joseph Walker Música: Dimitri Tiomkin Elenco James Stewart ... George Bailey Donna Reed ... Mary Hatch Lionel Barrymore ... Mr. Potter Thomas Mitchell ... Uncle Billy Henry Travers ... Clarence Beulah Bondi ... Mrs. Bailey Frank Faylen ... Ernie Ward Bond ... Bert Gloria Grahame ... Violet H.B. Warner ... Mr. Gower Frank Albertson ... Sam Wainwright Todd Karns ... Harry Bailey Samuel S. Hinds ... Pa Bailey Mary Treen ... Cousin Tilly Virginia Patton ... Ruth Dakin Sinopse George Bailey (James Stewart) tinha o sonho de conhecer o mundo, mas nunca pode fazer isso por trabalhar como banqueiro, para ajudar a todos ao seu redor. Ele é uma boa pessoa, mas , deprimido, pensa em se matar na véspera de natal, mas acaba sendo salvo por um anjo. Clarence, o anjo, tenta lhe mostrar como seria o mundo sem sua presença. Curiosidades - James Stewart não aceitou o projeto do filme, pois tinha acabado de retornar da guerra. Lionel Barrymore o convenceu a pegar o papel. - A “neve” era uma mistura de sopa, água e um componente químico. Foram precisos 2 meses para construir os sets de filmagens, considerados um dos maiores já feitos até aquele momento. Prêmios Indicação ao Oscar de melhor filme, ator, diretor, montagem e som. Globo de Ouro de Melhor Diretor. Imagens
| 10586 ace
Título Original: Jaws Ano/País/Gênero/Duração: 1975 / EUA / Suspense Terror / 123min Direção: Steven Spielberg Produção: David Brown e Richard D. Zanuck Roteiro:  Carl Gottlieb Fotografia: Bill Butler Música: John Williams Elenco Roy Scheider     ...     Police Chief Martin Brody Robert Shaw    ...     Quint Richard Dreyfuss    ...     Matt Hooper Lorraine Gary    ...     Ellen Brody Murray Hamilton    ...     Mayor Larry Vaughn Carl Gottlieb    ...     Ben Meadows Jeffrey Kramer    ...     Deputy Leonard 'Lenny' Hendricks Susan Backlinie    ...     Christine 'Chrissie' Watkins Jonathan Filley    ...     Tom Cassidy Ted Grossman    ...     Estuary Victim Chris Rebello    ...     Michael Brody Jay Mello    ...     Sean Brody Lee Fierro    ...     Mrs. Kintner Jeffrey Voorhees    ...     Alex Kintner Craig Kingsbury    ...     Ben Gardner Sinopse Um grande tubarão começa a atormentar a vida dos moradores de amity. Ele se alimenta dos nadadores e turistas, enquanto o xerife e um pescador tentam caçar e matar o animal assassino. Curiosidades Foram usadas correntes amarradas nos atores, para que se desse a impressão que eles estavam realmente sendo puxados pelo animal. Baseado no livro de Peter Benchley, de mesmo nome. Continuações: Tubarão II (1978), Tubarão III (1983) e Tubarão - A Vingança (1987). Foram utilizados um tubarão mecânico e um de verdade. Prêmios Oscar de Melhor Som, Trilha Sonora e Edição. Indicação ao Oscar de Melhor Filme. Globo de Ouro de Melhor Trilha Sonora. Indicação ao Globo de Ouro de Melhor Filme Drama, Diretor e Roteiro. Imagens
| 4730 ace
Título Original: Little Women Ano/País/Gênero/Duração: 1933 / EUA / Drama / 117min Direção: George Cukor Produção: Merian C. Cooper e Kenneth Macgowan Roteiro: Louisa May Alcott, Sarah Y. Mason Fotografia: Henry W. Gerrard Música: Max Steiner Elenco Katherine Hepburn .... Josephine "Jo" March Joan Bennett .... Amy March Paul Lukas .... Prof. Fritz Bhaer Edna May Oliver .... Tia March Jean Parker .... Elizabeth "Beth" March Frances Dee .... Margaret "Mee" March Henry Stephenson .... Sr. Laurence Douglass Montgomery .... Theodore "Laurie" Laurence John Lodge .... John Brooke Spring Byington .... Marmee March Samuel S. Hinds .... Sr. March Mabel Colcord .... Hannah Marion Ballou .... Sra. Kirske Bonita Granville Sinopse No final do século 19, Jô, Meg, Amy e Beth são quatro irmãs que passam por dificuldades, juntamente com sua mãe, pois o pai está na guerra. Um rico vizinho interessa-se por Jo (Katherine Hepburn) que sonha em ser escritora, mas ela o rejeita e vai morar em Nova Iorque. Lá ela conhece um professor de alemão. O seu vizinho acaba se casando com uma de suas irmãs, e ela descobre que a mais nova está muito doente. Josephine retorna ao lar. Curiosidades - Adaptação da autobiografia de Louisa May Alcott. - Refilmagem em 1949. Download: Este filme é de domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria. Legendas Imagens
| 7961 ace
Título Original: The Magnificent Ambersons Ano/País/Gênero/Duração: 1942 / EUA / Drama / 88min Direção: Orson Welles, Fred Fleck, Robert Wise Produção: Orson Welles Roteiro:  Booth Tarkington, Orson Welles Fotografia: Stanley Cortez      Música: Bernard Herrmann e  Roy Webb Elenco Joseph Cotten     ...     Eugene Dolores Costello ...     Isabel Anne Baxter ...     Lucy Tim Holt    ...     George Agnes Moorehead ...     Fanny Ray Collins    ...     Jack Erskine Sanford    ...     Roger Bronson Richard Bennett    ...     Major Amberson Orson Welles    ...     Narrator Sinopse A família Amberson vive em Indianápolis, no finalzinho do século XIX e reluta em acompanhar as evoluções do mundo. Isabel (Dolores Costello) não quer se casar com Eugene (Joseph Cotten), um rapaz por quem está apaixonado, por causa dos preconceito social, e acaba se casando com outro, ao qual não ama. Após algum tempo, Eugene se torna um rico homem de negócios, e retorna à cidade com sua filha Lucy. Isabel está viúva, e o amor entre os dois reacende, apesar de George (Tim Holt) fazer de tudo para sabotá-lo. Curiosidades - Adaptação do romance Booth Tarkington. - Este filme estava quase terminado quando Orson Welles foi designado a ir para o Brasil para preparar um filme que estivesse de acordo com a Política da Boa Vizinhança com a América Latina. O documentário não chegou a ser finalizado. Por conta disso ele não pode fazer a montagem e finalização de Soberba. - Na ausência de Welles, cenas foram cortadas e outras refilmadas, e mudando drasticamente o final. - O filme original de Welles possuía 132 minutos, restando apenas 88 minutos depois das mudanças. - Os originais não utilizados foram queimados. - Tais alterações fizeram com que o filme fosse considerado um fracasso. - Após este filme, Orson Welles não conseguiu mais fazer um projeto que desse certo. ASSISTA ONLINE Imagens
| 7962 ace
Título Original: The Maltese Falcon Ano/País/Gênero/Duração: 1941 / EUA / Suspense / 100min Direção: John Huston Produção:  Henry Blanke e Hal B. Wallis Roteiro:   John Huston Fotografia:  Arthur Edeson Música: Adolph Deutsch Elenco •    Humphrey Bogart .... Sam Spade •    Mary Astor .... Brigid O'Shaughnessy •    Gladys George .... Iva Archer •    Peter Lorre .... Joel Cairo •    Barton MacLane .... Det. Lt. Dundy •    Lee Patrick .... Effie Perine •    Sydney Greenstreet .... Kasper Gutman •    Ward Bond .... detetive Tom Polhaus •    Jerome Cowan .... Miles Archer •    Elisha Cook Jr. .... Wilmer Cook •    James Burke .... Luke •    Murray Alper .... Frank Richman •    John Hamilton .... advogado Bryan Sinopse O detetive particular Sam Spade (Humphrey Bogart) está em seu escritório quando surge uma bela mulher, dizendo-se chamar Ruth Wonderly. Ela quer sua ajuda para que possam localizar Corinne, sua irmã mais nova que está sumida. Segundo a jovem, a irmã sumira após escrever-lhe uma carta na cidade de San Francisco, e ela crê que a garota foi seduzida por Floyd Thursby que a convenceu a fugir com ele para Nova York. O sócio de Sam, Miles Archer (Jerome Cowan) vai atrás de pistas sobre Corinne, mas acaba sendo morto. Sam vai em busca do assassino do colega, e interroga Ruth, que na verdade se chama Brigid O’Saughnessy (Mary Astor). Ela lhe confessa que está sendo perseguida pelo assassino de Miles. Sam descobre que os suspeitos, Joel Cairo (Peter Lorre), Kaspar Gutman (Sidney Greenstreet) e o capanga de Gutman, Wilmer (Elisha Cook Jr) estão em busca de uma relíquia conhecida como o Falcão Maltês. Curiosidades - Considerado por muitos como um dos principais filmes noir. - Adaptação para o cinema do romance de Dashiell Hammett. - Os direitos do romance foram comprados em 1930 pela Warner Brothers. - Filme de estréia de Sydney Greenstreet. - Estréia de John Huston na direção. - George Raft foi cogitado para o papel do detetive Sam Spade, mas desistiu por achar que o filme seria um fiasco. - Remake de O Falcão Maltês (1936) e Satan Met A Lady (1931). ASSISTA ONLINE Imagens
| 7724 ace
Título Original:  The Man Who Knew Too Much Ano/País/Gênero/Duração: 1956 / EUA / 120min Direção:  Alfred Hitchcock Produção:  Alfred Hitchcock Roteiro:  Charles Bennett, D.B. Wyndham-Lewis, John Michael Hayes Fotografia:  Robert Burks Música: Bernard Herrmann Elenco •    James Stewart .... Dr. Ben McKenna •    Doris Day .... Jo McKenna •    Brenda De Banzie .... Lucy Drayton •    Bernard Miles .... Edward Drayton •    Ralph Truman .... Buchanan •    Daniel Gélin .... Louis Bernard •    Mogens Wieth .... embaixador •    Alan Mowbray .... Val Parnell •    Hillary Brooke .... Jan Peterson •    Christopher Olsen .... Hank McKenna •    Reggie Nalder .... assassino •    Noel Willman .... Woburn •    Alix Talton .... Helen Parnell •    Yves Brainville .... Inspetor Sinopse No Marrocos, um espião inglês está perto de morrer, e conta para o seu doutor, o médico Ben McKenna (James Stewart) e sua esposa Jo (Doris Day) um sobre um plano de assassinato de um importante diplomata durante uma apresentação. Os conspiradores, para impedir que o médico conte a verdade para a polícia, seqüestram o filho deste, e o casal tem que correr perigo para recuperar o filho. Curiosidades - Aparição de Hitchcock no filme: de costas para a câmera, no mercado marroquino, antes do assassinato. - As cenas no Marrocos foram feitas durante o Ramadã, mês sagrado para os muçulmanos. - A sequencia di Akbert Hall dura 12 minutos initerruptos e sem um único diálogo. - Dóris Day não queria gravar a música “Que sera, sera”, por considera-la infantil demais. - Bernard Herrmann, que ficou responsável pela trilha sonora do filme, aparece numa ponta, como o regente da orquestra do Albert Hall. - Este faz parte dos chamados “5 filmes perdidos de Hitchcock”, pois o diretor comprou os direitos sobre eles e deixou-os para sua filha. Somente em 1984 o filme foi relançado no cinema. - Outros filmes do pacote: Festim Diabólico (1954), Janela Indiscreta (1954), Um Corpo Que Cai (1958) e O Terceiro Tiro (1955). - Refilmagem do mesmo título de 1934. ASSISTA ONLINE Imagens
| 8482 ace
Título Original: Marty Ano/País/Gênero/Duração: 1955 / EUA / Drama / 91 min Direção: Delbert Mann Produção: Harold Hecht Roteiro:  Paddy Chayefsky Fotografia: Joseph LaShelle Música: Roy Webb Elenco Ernest Borgnine (Marty Piletti) Betsy Blair (Clara Snyder) Esther Minciotti (Sra. Piletti) Augusta Ciolli (Tia Catherine) Joe Mantell (Angie) Karen Steele (Virginia) Jerry Paris (Tommy) James Bell (Sr. Snyder) Marvin Bryan (Herbie) Charles Cane (Lou) Sinopse Marty Piletti (Ernest Borgnine) vive no bairro do Bronx. Trabalhando em um açougue, não tem sorte com mulheres, apesar de sua mãe ficar insistindo para que ele busque uma. De tanto ela insistir, Marty sai numa noite para um baile, e acaba conhecendo Betsy Blair (Clara Snyder), uma garota que se sente como ele, rejeitada por todos. Os dois se unem, mas a insegurança pode abalar a relação deles. Curiosidades - Este foi o primeiro filme americano exibido em Moscou após a 2ª Guerra Mundial. - Orçamento de $ 350 mil. Prêmios - Oscar de Melhor Filme, Diretor, Ator (Ernest Borgnine) e Roteiro. - Indicação ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante (Joe Mantell), Atriz Coadjuvante (Betsy Blair), Direção de Arte - Preto e Branco e Fotografia - Preto e Branco. - Globo de Ouro de Melhor Ator - Drama (Ernest Borgnine). Imagens
| 3721 ace
Título Original: MASH Ano/País/Gênero/Duração: 1970 / EUA / Comédia Guerra / 116min Direção: Robert Altman Produção: Ingo Preminger Roteiro:  Ring Lardner Jr. Fotografia: Harold E. Stine Música: Johnny Mandel Elenco •    Donald Sutherland .... cap. Benjamin Franklin "Hawkeye" Pierce •    Elliott Gould .... cirurgião-chefe John Francis Xavier "Trapper John" McIntyre •    Tom Skerritt .... cap. Augustus Bedford "Duke" Forrest •    Sally Kellerman .... enfermeira-chefe Margaret "Lábios-Quentes" O'Houlihan •    Robert Duvall .... mj. Frank Burns •    Roger Bowen .... tte.-cel. Henry Braymore Blake •    Rene Auberjonois .... pe. John Patrick "Dago Red" Mulcahy •    David Arkin .... sgt. Vollmer •    Jo Ann Pflug .... tte. Maria Schneider •    Gary Burghoff .... cb. Walter "Radar" O'Reilly •    Fred Williamson .... cap. Oliver Harmon "Spearchucker" Jones •    Michael Murphy .... cap. Ezekiel Bradbury "Me Lay" Marston, IV •    Indus Arthur .... tte. Leslie •    Kim Atwood .... Ho-Jon •    Carl Gottlieb .... cap. "Ugly John" Black Sinopse Durante a guerra da Coréia, Duke (Tom Skerritt) e Hawkeye (Donald Sutherland) são médicos que conseguem encarar a missão de salvar vidas de forma irreverente. Curiosidades - MASH é a sigla de Mobile Army Surgical Hospital. - Antes de Robert Altman aceitar o projeto, MASH foi recusado por muitos diretores. Prêmios - Oscar de Melhor Roteiro Adaptado. - Indicação ao Oscar de Melhor Filme, Diretor, Atriz Coadjuvante (Sally Kellerman) e Edição. - Globo de Ouro de Melhor Comédia. - Indicação ao Globo de Ouro de Melhor Diretor, Ator em Comédia (Donald Sutherland e Elliott Gould), Atriz Coadjuvante (Sally Kellerman) e Roteiro. - Palma de Ouro em Cannes de Melhor Filme. Imagens
| 4679 ace
Título Original: Metropolis Ano/País/Gênero/Duração: 1927 / EUA / Ficção Cientifica / 140min Direção: Fritz Lang Produção: Erich Pommer Roteiro: Fritz Lang e Thea Von Harbou Fotografia: Karl Freund e Gunther Rittau Música: Gottfried Huppertz. Elenco Alfred Abel ... Joh Fredersen Gustav Fröhlich ... Freder Rudolf Klein-Rogge ... C. A. Rotwang Fritz Rasp ... The Thin Man Theodor Loos ... Josaphat Erwin Biswanger ... 11811 Heinrich George ... Grot Brigitte Helm ... Maria Sinopse Em 2026 o mundo está dividido em duas classes sociais. A elite vive na superfície, em enormes prédios e cercada de luxo que inclui carros voadores. Os operários que fazem tudo funcionar vivem no subsolo como escravos. Maria (Brigitte Helm), que vive no subsolo, prega a paz entre as classes sociais, em reuniões que mantém com a massa trabalhadora. Ela pede que eles tenham paciência, e que alguém surgirá para mediar as relações entre eles. Freder (Gustav Frohlich), filho de um dos homens mais ricos da metrópole, vê Maria e se apaixona por ela, descendo até o subsolo e vendo pela primeira vez a forma absurda como eles vivem. O pai de Freder prepara com um cientista, um andróide que pareça com Maria e se infiltre entre os trabalhadores, para que ela possa modificar seu discurso de paz. Curiosidades - Foram necessários mais de um ano e meio de filmagens para finalizar Metropolis. - O filme resultou numa prejuízo financeiro para a Universum Film. - O filme serviu de base para a produção de ficção científica que viria depois. - Orçamento de $ 400 mil. - Foram utilizados 620.000 metros de negativo, 1 milhão e 300 mil metros de película positiva, 750 actores secundários, 25.000 figurantes masculinos, 11.000 figurantes femininos, 1.000 carecas, 750 crianças, 100 negros, 25 chineses, 3.500 pares de sapatos, 75 cabeleiras postiças, 50 automóveis de modelo especial. - Uma das principais obras do impressionismo alemão, ao lado de Fausto (Murnau). - O filme se passa exatamente 100 anos após sua criação (1926). - O cientista que vive na zona intermediária é uma alusão a Albert Einstein. - Alusão à Torre de Babel, com homens que querem tocar o céu e recebem o castigo de Deus.   Imagens
| 18093 ace
Título Original: A Streetcar Named Desire Ano/País/Gênero/Duração: 1951 / EUA / 125min Direção: Elia Kazan Produção: Charles K. Feldman Roteiro: Oscar Saul Fotografia: Harry Stradling Jr. Música: Alex North Elenco • Vivien Leigh ... Blanche DuBois • Marlon Brando ... Stanley Kowalski • Kim Hunter ... Stella Kowalski • Karl Malden ... Harold 'Mitch' Mitchell • Rudy Bond ... Steve • Nick Dennis ... Pablo Gonzales • Peg Hillias ... Eunice • Wright King ... colecionador • Richard Garrick ... médico • Ann Dere ... a matrona • Edna Thomas ... a mexicana • Mickey Kuhn ... alfaiate Sinopse Blanche DuBois (Vivien Leigh) muda-se para a casa de sua irmã Stella (Kim Hunter) e o cunhado Stanley (Marlon Brando). É uma mulher frágil, e que possui um passado de sofrimentos, que oculta sob histórias fantasiosas sobre um homem que a ama. A convivência com o cunhado Stanley a abala moral e espiritualmente, fazendo com que ela tenha um ataque e nervos. Stanley, um homem rude, que não respeita nem mesmo a esposa a julga ser uma mentirosa. Ele descobre que ela não deixou o trabalho como professora por causa da doença de nervos, e sim porque se envolveu com um rapaz de 17 anos, fazendo com que seu marido se suicidasse, e passa a atormenta-la por causa disso. Um dos amigos de Stanley, Mitch (Karl Malden) se interessa por Blanche, e Stanley lhe conta a verdade sobre a cunhada, fazendo com que ele se afaste. Curiosidades - Na peça, o marido de Blanche se suicidava por ter um caso homossexual, fato abortado na versão cinematográfica, e só recentemente adicionada com uma cena excluída. - Jéssica Tandy fazia o papel de Blanche na Broadway, mas não foi aprovada para a versão cinematográfica. - Olivia de Havilland foi cogitada para o papel de Blanche, mas recusou o papel. - A única que não interpretou o respectivo papel na Broadway foi Vivien Leigh, escolhida por questões de bilheteria para interpreta-lo no cinema. - Os Simpsons fizeram uma versão para o filme, chamado "A Streetcar Named Marge" na 4ª temporada. - Desejo é o nome do bonde que Blanche pega para chegar à casa de sua irmã. - A primeira montagem da pela foi em 1947. - Vivien Leigh chegou a interpretar a peça em Londres, ao lado de seu marido Laurence Olivier. - Título paralelo: Uma Rua Chamada Pecado. - MarlonBrando ganhou o papel de Tennesse no teatro ao ir pessoamente em sua casa fazer o teste. Prêmios - Oscar de Melhor Atriz (Vivien Leigh), Atriz Coadjuvante (Kim Hunter), Ator Coadjuvante (Karl Malden) e Direção de Arte. - Indicação ao Oscar de Melhor Filme, Diretor, Ator (Marlon Brando), Fotografia em Preto e Branco, Figurino em Preto e Branco, Trilha Sonora, Som e Melhor Roteiro. - Globo de Ouro de Melhor Atriz Coadjuvante (Kim Hunter). Imagens
| 30163 ace
Título Original: Viva Zapata! Ano/País/Gênero/Duração: 1952 / EUA / Drama / 113min Direção: Elia Kazan Produção: Darryl F. Zanuck Roteiro:  John Steinbeck Fotografia: Joseph MacDonald Música: Alex North Elenco Marlon Brando ...     Emiliano Zapata Jean Peters    ...     Josefa Zapata Anthony Quinn ...     Eufemio Zapata Joseph Wiseman    ...     Fernando Aguirre Arnold Moss    ...     Don Nacio Alan Reed    ...     Pancho Villa Margo    ...     Soldadera Harold Gordon    ...     Francisco Indalecio Madero Lou Gilbert    ...     Pablo Frank Silvera    ...     Victoriano Huerta Florenz Ames    ...     Señor Espejo Richard Garrick    ...     Old General Fay Roope    ...     President Porfirio Diaz Mildred Dunnock    ...     Señora Espejo Sinopse 1909 no México. Um grupo de lavradores procura o presidente, dizendo que as suas terras foram roubadas por grandes proprietários de terras, deixando para eles apenas terras improdutivas. Como não obtém resultados, tornam-se guerrilheiros liderados por Zapata (Marlon Brando). Ele era apenas um lavrador, que tornara-se treinador de cavalos após perder as terras. O filme conta a história do líder Emiliano Zapata, que foi reconhecido como líder do movimento. Curiosidades - Durante todo o período das filmagens, Marlon Brando e Anthony Quinn não se deram bem. Na verdade, o diretor Elia Kazan espalhou boatos de ambos os lados, para que eles ficassem assim e interpretassem melhor seus devidos papéis. - Anthony Quinn não gostou de Marlon Brando ter sido escolhido para interpretar Zapata, pois acreditava que ele, com sua aparência latina, teria mais condições de interpreta-lo. - Tyrone Power foi a primeira opção par ao papel de Zapata. - Filme de estréia de Henry Silva e Frank DeKova. Prêmios - Oscar de Melhor Ator Coadjuvante (Anthony Quinn). - Indicação para o Oscar de Melhor Ator (Marlon Brando), Roteiro, Direção de Arte e Trilha Sonora. Imagens
| 7841 ace
Título Original: Desirée Ano/País/Gênero/Duração: 1954 / EUA / Drama / 119min Direção: Henry Koster Produção: Julian Blaustein Roteiro:  Annemarie Selinko e Daniel Taradash Fotografia: Milton R. Krasner Música: Alex North     Elenco     Marlon Brando ...     Napoleon Bonaparte Jean Simmons ...     Desiree Clary Merle Oberon ...     Empress Josephine Michael Rennie    ...     Jean-Baptiste Bernadotte Cameron Mitchell    ...     Joseph Bonaparte Elizabeth Sellars    ...     Julie Charlotte Austin    ...     Paulette Bonaparte Cathleen Nesbitt    ...     Mme. Bonaparte Evelyn Varden    ...     Marie Isobel Elsom    ...     Mme. Clary John Hoyt    ...     Talleyrand Alan Napier    ...     Despreaux   Sinopse   Napoleão (Marlon Brando) apaixona-se pela jovem Desiree (Jean Simmons) e deseja se casar com ela. Mas a carreira dele os separa e eles seguem por caminhos diferentes. Ele se torna o maior líder francês e casa-se com Josephine (Mele Oberon) por conveniência. Ela se casa com Bernadotte (Michael Rennie), general de Napoleão. Bernadotte torna-se o herdeiro do rei da Suécia e Desiree poderá se tornar a Rainha da Suécia, e, portanto, seus inimigos.     Curiosidades     - O nariz de Marlon Brando no filme foi modificado com maquiagem. - Audrey Hepburn foi cogitada para o papel de Desiree.       Imagens  
| 14440 ace
Título Original: The Wild One Ano/País/Gênero/Duração: 1953 / EUA / Drama / 79min Direção: László Benedek Produção: Stanley Kramer Roteiro:  John Paxton e Frank Rooney Fotografia: Hal Mohr Música: Leith Stevens Elenco •    Marlon Brando...Johnny Strabler/narrador •    Mary Murphy...Kathie Bleeker •    Robert Keith...Chefe Harry Bleeker •    Lee Marvin...Chino •    Jay C. Flippen...Xerife Stew Singer •    Peggy Maley...Mildred •    Hugh Sanders...Charlie Thomas •    Ray Teal...Tio Frank Bleeker •    Richard Farnsworth Sinopse Johnny Strabler (Marlon Brando) é o líder de uma gangue de motociclistas conhecida como Black Rebels Motorcycle Club. Eles vivem perigosamente, enfrentando os perigos e arriscando suas vidas inconsequentemente. O grupo chega à Wrightsville, uma pequena cidade, e após causar arruaças tomando o troféu de um vencedor de corridas, seguem para outra cidade, invadindo uma cafeteria. Johnny conhece Kathie Bleeker (Mary Murphy), filha do chefe da polícia, e que trabalha na cafeteria. Ele decide ir embora, mas seu grupo começa mais uma briga, desta vez com um grupo de rivais liderados por Chino (Lee Marvin). Curiosidades - Baseado no conto The Cyclists’ Raid de Frank Rooney, publicado em 1951 na revista Harper. - O filme chegou a ser proibido no Reino Unido por mais de 40 anos. - A moto utilizada por Brando no filme pertencia ao ator. - O nome da banda The Beatles foi inspirada no nome da gangue.   Assista Online (legendado) 4XsBX_FrSdo Imagens
| 9787 ace
Título Original: Little Miss Broadway Ano/País/Gênero/Duração: 1938 / Drama Musical / 70min Direção: Irving Cummings Produção: Darryl F. Zanuck Roteiro: Harry Tugend e Jack Yellen Fotografia: Arthur C. Miller Música: Louis Silvers Elenco Shirley Temple ...     Betsy Brown Shea George Murphy ...     Roger Wendling, Sarah's nephew Jimmy Durante ...     Jimmy Clayton, Jazz Bandits bandleader Phyllis Brooks    ...     Barbara Shea Edna May Oliver    ...     Sarah Wendling, owner, Hotel Variety George Barbier    ...     Fiske, attorney Edward Ellis    ...     William J. 'Pop' Shea, manager, Hotel Variety Jane Darwell    ...     Miss Hutchins, orphanage matron El Brendel    ...     Ole Donald Meek    ...     Willoughby Wendling Patricia Wilder    ...     Flossie, switchboard operator, Hotel Variety Claude Gillingwater    ...     Judge George Brasno    ...     Himself Olive Brasno    ...     Herself Charles Williams    ...     Mike Brody Sinopse Betsy (Shirley Temple) é uma órfã talentosa que passa a ficar sob os cuidados de seu tio Pop (Edward Ellis), gerente de uma casa teatral. Em pouco tempo a garota se transforma na queridinha da clientela, incluindo o maestro Jimmy Clayton (Jimmy Durante). Mas a proprietária do edifício, Sarah Roger ( não está gostando nada da situação. Download: Este filme é de  domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria. Sem Legendas   Imagens
| 3174 ace
Título Original: Guys and Dolls Ano/País/Gênero/Duração: 1956 / EUA / Musical / 156min Direção: Joseph L. Mankiewicz Produção: Samuel Goldwyn Roteiro:  Damon Runyon, Abe Burrows, Jo Swerling,Joseph L. Mankiewicz, Ben Hecht Fotografia: Harry Stradling Música: Frank Loesser Elenco Marlon Brando ...     Sky Masterson Jean Simmons ...     Sergeant Sarah Brown Frank Sinatra ...     Nathan Detroit Vivian Blaine    ...     Miss Adelaide Robert Keith    ...     Lt. Brannigan Stubby Kaye    ...     Nicely-Nicely Johnson B.S. Pully    ...     Big Jule Johnny Silver    ...     Benny Southstreet Sheldon Leonard    ...     Harry the Horse Danny Dayton    ...     Rusty Charlie George E. Stone    ...     Society Max Regis Toomey    ...     Arvide Abernathy Kathryn Givney    ...     General Cartwright Veda Ann Borg    ...     Laverne Mary Alan Hokanson    ...     Agatha Sinopse Nathan Detroit (Frank Sinatra) vive de jogos e está sob pressão. Ele precisa organizar um jogo para a polícia, mas é seguido de perto pelo tentente Brannigan (Robert Keith).  Ele consegue um acordo para realizar o jogo na Biltmore, desde que pague $ 1000 antecipadamente. Além disso, sua noiva, Adelaide (Vivien Blaine), uma cantora, o pressiona, depois de 14 anos de noivado. Ela quer que ele saia do ramos dos jogos e que deixe de realizar apostas ilegais, mas esta é a única coisa em que ele é realmente bom. Para conseguir o dinheiro, Nathan procura Sky Masterson (Marlon Brando), um velho conhecido seu, e um jogador disposto a apostar praticamente tudo. Nathan propõe a ele uma aposta de que ele não consegue levar em sua viagem a Havana uma garota indicada por ele. A aposta vale  $ 1000 dólares e Sky topa. A garota indicada é Sarah Brown (Jean Simmons), uma fanática religiosa. Sky ganha a aposta, mas acaba se apaixonando por Sarah, que, indignada, pede que não a procure mais. O dinheiro vai para Nathan. Curiosidades - Samuel Goldwyn obteve os direitos do roteiro por $ 1 milhão de dólares, preço recorde na época. - O orçamento foi de $ 4 milhões de dólares. - A peça esteve em cartaz de 1950 a 1953, num total de 1200 apresentações. - Na peça original estavam os atores Robert Alda, Isabel Bigley, Sam Levene e Vivian Blaine. - Foi preciso realizar várias tomadas para finalizar os números musicais de Marlon Brando. - Marilyn Monroe foi cogitada para interpretar Adelaide, mas o diretor Joseph L. Mankiewicz recusou-se a trabalhar novamente com ela. Os dois trabalharam juntos em All About Eve. - Betty Grable e Judy Holliday também foram cogitadas para o papel. - Frank Sinatra contestou a participação de Marlon Brando no projeto. - Gene Kelly foi cogitado para o papel de Sky, mas a MGM não o quis emprestar. - As roupas de Sky Materson foram baseadas nas de Bat Masterson. Imagens
| 6036 ace
Título Original: The Teahouse of the August Moon Ano/País/Gênero/Duração: 1956 / EUA / Comédia / 123min Direção: David Mann Produção: Jack Cummings Roteiro:  John Patrick Fotografia: John Alton Elenco Marlon Brando (Sakini) Glenn Ford (Capitão Fisby) Machiko Kyô (Lotus Blossom) Eddie Albert (Capitão McLean) Paul Ford (Coronel Wainwright Purdy III) Jun Negami (Sr. Seiko) Nijiko Kiyokawa (Srta. Higa Jiga) Harry Morgan (Sargento Gregovich) Mitsuko Sawamura Sinopse Após a 2ª Guerra Mundial, em 1946, Fisby (Glenn Ford) um capitão americano, é enviado para o vilarejo de Okinawa no Japão, para ensinar o modo de vida americano à população local e reabilita-los. Para isto, deve construir uma escola. Os habitantes mostram a ele as suas tradições, tentando convence-lo de que o melhor a fazer é construir uma Casa de Chá. Sakini (Marlon Brando) é um morador local, que o acompanha como intérprete. Curiosidades - Filmado na ilha de Okinawa (sul do Japão). - O ator Louis Calhern interpretava o Cororel Wainweight, mas faleceu após um mês de filmagens, sendo substituído por Paul Ford. Imagens
| 13404 ace
Título Original: Sayonara Ano/País/Gênero/Duração: 1957 / EUA / Drama Romance / 147min Direção: Joshua Logan Produção: William Goetz Roteiro: Paul Osborn Fotografia: Ellsworth Fredericks Música: Franz Waxman Elenco • Marlon Brando .... major Lloyd Gruver • Patricia Owens .... Eileen Webster • Red Buttons .... Joe Kelly • Miiko Taka .... Hana-ogi • Ricardo Montalban .... Nakamura • Martha Scott .... sra. Webster • Miyoshi Umeki .... Katsumi • James Garner .... capitão Bailey • Kent Smith .... general Webster • Douglass Watson .... coronel Crawford • Reiko Kuba .... Fumiko-San • Soo Yong .... Teruko-san Sinopse Lloyd Gruver (Marlon Brando) é um veterano da Guerra da Coréia,que vive no Japão, fazendo oposição a casamentos entre americanos e japonesas. Mas Gruver acaba conhecendo uma mulher japonesa, que irá lhe por em conflito com suas convicções. Curiosidades - Rock Hudson e William Holden foram cogitados para o papel de Lloyd Gruver. - O sotaque sulista do major Gruver foi feito por insistência de Marlon Brando. - O filme faz parte de um projeto americano de mostrar simpatia ao povo japonês, que após a 2ª guerra mundial tornou-se um aliado. Prêmios - Oscar de Melhor Ator Coadjuvante (Red Buttons), Atriz Coadjuvante (Miyoshi Umeki), Direção de Arte e Som. - Indicado ao Oscar de Melhor Ator (Marlon Brando), Fotografia, Diretor, Edição, Roteiro Adaptado, Imagem. ASSISTA ONLINE Imagens
| 8085 ace
Título Original: One-Eyed Jacks Ano/País/Gênero/Duração: 1961 / EUA / Faroeste / 141min Direção: Marlon Brando Produção: Frank P. Rosenberg Roteiro:  Guy Trosper e Calder Willingham Fotografia: Charles Lang Música: Hugo Friedhofer Elenco Marlon Brando ...     Rio Karl Malden    ...     Sheriff Dad Longworth Katy Jurado    ...     Maria Longworth Pina Pellicer    ...     Louisa Ben Johnson    ...     Bob Amory Slim Pickens    ...     Deputy Lon Dedrick Larry Duran    ...     Chico Modesto Sam Gilman    ...     Harvey Johnson Timothy Carey    ...     Howard Tetley Miriam Colon    ...     Redhead Elisha Cook Jr.    ...     Carvey Sinopse Dad Longworth (Karl Marlden) e Kid Rio (Marlon Brando) são assaltantes de banco. Após um assalto no México, Dad trai o amigo, ficando com todo o ouro e deixando que ele vá preso. Após anos na prisão, Rio consegue escapar e vai em busca do ex-comparsa. Mas o que ele não conta, é que Dad se tornou xerife na Califórnia. Curiosidades - Único filme dirigido por Marlon Brando. - Stanley Kubrick iria assumir a direção antes de Brando. - Devido a sua inexperiência, Marlon chegou a utilizar mais rolos de película do que o normalmente utilizado. - No final, Brando entregou o filme com mais de 5 horas de duração. Prêmios - Indicação ao Oscar de Melhor Fotografia. Imagens
| 8032 ace
Título Original: Mutiny on the Bounty Ano/País/Gênero/Duração: 1962 / EUA / Drama / 179min Direção: Lewis Milestone Produção: Aaron Rosenberg Roteiro:  Charles Lederer Fotografia: Robert Surtees Música: Bronislau Kaper Elenco Marlon Brando ...     1st Lt. Fletcher Christian Trevor Howard    ...     Captain William Bligh Richard Harris    ...     Seaman John Mills Hugh Griffith    ...     Alexander Smith Richard Haydn    ...     William Brown Tarita    ...     Maimiti Percy Herbert    ...     Captain Matthew Quintal Duncan Lamont    ...     John Williams Gordon Jackson    ...     Seaman Edward Birkett Chips Rafferty    ...     Michael Byrne Noel Purcell    ...     Seaman William McCoy Ashley Cowan    ...     Samuel Mack Eddie Byrne    ...     John Fryer Frank Silvera    ...     Minarii Tim Seely    ...     Midshipman Edward 'Ned' Young Sinopse O capitao William Bligh (Trevor Howard) tem métodos que não são aceitos pela tripulação. Durante uma viagem de Portsmouth para o Taiti, a tripulação se revolta contra ele, o que acaba ocasionando um grande motim. Curiosidades - Título em Portugal: Revolta na Bounty. - Baseado no livro homônimo de Charles Nordhoff e James Norman Hall. - Foi o último filme realizado por Lewis Milestone. - Este mesmo navio foi utilizado em As Aventuras na Ilha do Tesouro (1990). - Refilmagens: O Grande Motim (1935) e Rebelião em Alto Mar (1984). - Orçamento: $ 19 milhões de dólares. Prêmios - Indicações ao Oscar de Melhor Filme, Edição, Fotografia - Colorida, Direção de Arte - Colorida, Canção Original ("Love Song from Mutiny on the Bounty), Efeitos Especiais e Trilha Sonora Original. - Indicação ao Globo de Ouro de Melhor Filme - Drama. Imagens
| 8511 ace
Título Original: Bedtime Story Ano/País/Gênero/Duração: 1964 / EUA / Comédia / 99min Direção: Ralph Levy Produção: Stanley Shapiro Roteiro:  Stanley Shapiro e Paul Henning Fotografia: Clifford Stine Música: Hans J. Salter Elenco: Marlon Brando ....  Freddy Benson David Niven ....  Lawrence Jameson Shirley Jones ....  Janet Walker Dody Goodman ....  Fanny Eubank Aram Stephan ....  Andre Parley Baer ....  Col. Williams Sinopse: Benson (Marlon Brando) é uma espécie de Casanova, que despreza as mulheres e inventa todo tipo de truque para leva-las a cama e depois deixa-la. Jameson (David Niven) adora combinar sexo e dinheiro. Ele se apresenta sempre como um príncipe exilado, a fim de conquistar mais mulheres. Os dois resolvem se unir, para arrecadarem cada vez mais. Curiosidades - Primeiro papel humorístico de Marlon Brando. - Refilmado como Os Safados, em 1988. Imagens
| 9570 ace
Título Original: Morituri Ano/País/Gênero/Duração: 1965 / EUA / Guerra / 1965 Direção: Bernhard Wicki Produção: Aaron Rosenberg Roteiro:  Daniel Taradash Fotografia: Conrad L. Hall Música: Jerry Goldsmith Elenco Marlon Brando .... Robert Crain / Hans Kyle Yul Brynner .... Capitão Rolf Mueller Janet Margolin .... Esther Levy / Goddard Trevor Howard .... Coronel Statter Martin Benrath .... Kruse Hans Christian Blech .... Donkeyman Wally Cox .... Dr. Ambash Max Haufler .... Branner Rainer Penkert .... Milkereit William Redfield .... Baldwin Oscar Beregi Jr. .... Almirante Wendel Sinopse Durante a 2ª Guerra Mundial, Hans Kyle (Marlon Brando) é um desertor alemão forçado a se fazer passar por um Oficial da SS da Gestapo chamado Robert Crain. A missão consiste em desarmar as bombas de um navio alemão, preparado para explodir em caso de abordagem. Dentro dele há prisioneiros de guerra, dentre eles, a jovem Esther (Janet Margolin). O capitão do navio é Mueller (Yul Brynner). Prêmios - Recebeu 2 indicações ao Oscar, nas categorias de Melhor Fotografia - Preto e Branco e Melhor Figurino - Preto e Branco. Imagens
| 7621 ace
Título Original: The Chase Ano/País/Gênero/Duração: 1966 / EUA / Drama / 133min Direção: Arthur Penn Produção: Sam Spiegel Roteiro:  Lillian Hellman e Horton Foote Fotografia: Joseph LaShelle Música: John Barry Elenco Marlon Brando ...     Sheriff Calder Jane Fonda ...     Anna Reeves Robert Redford ...     Charlie 'Bubber' Reeves E.G. Marshall    ...     Val Rogers Angie Dickinson    ...     Ruby Calder Janice Rule    ...     Emily Stewart Miriam Hopkins ...     Mrs. Reeves Martha Hyer    ...     Mary Fuller Richard Bradford    ...     Damon Fuller Robert Duvall    ...     Edwin Stewart James Fox    ...     Jason 'Jake' Rogers Diana Hyland    ...     Elizabeth Rogers Henry Hull    ...     Briggs Jocelyn Brando    ...     Mrs. Briggs Katherine Walsh    ...     Verna Dee Sinopse Nos anos 60, o jovem Charlie Reeves (Robert Redford) foge da cadeia e retorna para a sua terra, sendo rejeitado pela comunidade do Texas. Todos começam a persegui-lo, querendo fazer justiça com as próprias mãos. O xerife (Marlon Brando) resolve tomar as rédeas da situação, mas é impedido de cumprir a lei pelos cidadãos. Curiosidades - Marlon Brando insistiu em fazer a cena em que aparece com o rosto arrebentado. - Título em Portugal: Perseguição Impiedosa. Imagens
| 7612 ace
Título Original: The Appaloosa Ano/País/Gênero/Duração: 1966 / EUA / Faroeste / 98min Direção: Sidney J. Furie Produção: Alan Miller Roteiro:  James Bridges e Roland Kibbee Fotografia: Russell Metty Música: Frank Skinner Elenco: Argentina Brunetti (Yaqui woman) Alex Montoya (Squint Eye) Larry D. Mann (Padre) Emilio Fernández (Emilio Fernandez) Rafael Campos (Paco) Marlon Brando (Matt Fletcher) Frank Silvera (Ramos) Anjanette Comer (Trini) Miriam Colon (Ana) John Saxon (Chuy Medina) Sinopse Matt Fletcher (Marlon Brando), um forasteiro, chega na pequena cidade Ojo Preto, fronteiriça com o México. Ele está de passagem, para visitar amigos, comprar um casa e ter uma vida tranqüila. Mas seus problemas começam quando se desentende com o líder de um bando chamado Chuy Medina (John Saxon). Medina rouba o cavalo Apalusa de Matt, deixando-o amarrado em uma árvore. Matt escapa e vai em busca do seu cavalo. Imagens
| 7361 ace
Título Original: Reflections in a Golden Eye Ano/País/Gênero/Duração: 1967 / EUA / Drama / 109min Direção: John Huston Produção: John Huston e Ray Stark Roteiro:  Gladys Hill e Chapman Mortimer Fotografia: Aldo Tonti Música: Toshirô Mayuzumi Elenco Elizabeth Taylor ...     Leonora Penderton Marlon Brando ...     Maj. Weldon Penderton Brian Keith    ...     Lt. Col. Morris Langdon Julie Harris ...     Alison Langdon Zorro David    ...     Anacleto Gordon Mitchell    ...     Stables Sergeant Irvin Dugan    ...     Capt. Murray Weincheck Fay Sparks    ...     Susie Robert Forster    ...     Pvt. L.G. Williams Sinopse Após a 2ª Guerra Mundial, Weldon Penderton (Marlon Brando) é um major em decadência. Seus problemas no trabalho influenciam em sua vida matrimonial e ele encontra-se em crise de identidade. Para piorar sua situação, um recruta está apaixonado por sua esposa Leonora (Elizabeth Taylor). Imagens
| 7571 ace
Sim, o cinema brasileiro tem história!      O grande resgate do cinema brasileiro ocorreu no início da década de 90, com as leis de incentivos fiscais. Foi nesse período que começaram a ressurgir bons filmes como Carlota Joaquina, Princesa do Brasil (1995), de Carla Camutari, Cidade de Deus (2002), Carandiru (2003), Central do Brasil, Carandiru (2003), Tropa de Elite  (2007), Meu Nome não é Johnny e o estrondoso sucesso da série comercial E Se Fosse Você. Mas antes disso o cinema nacional há tempos estava sem moral alguma. Estagnado. O mercado exigia cada vez mais filmes norte americanos, as salas de exibição não destinavam lugar para nossos filmes e o público estava cada vez mais distante das produções notoriamente defasadas com relação ao cinema produzido em outros países. Fácil era ouvir o jargão: “Pagar para ver filme nacional? Nunca.” Sim, o cinema brasileiro tem história!      O grande resgate do cinema brasileiro ocorreu no início da década de 90, com as leis de incentivos fiscais. Foi nesse período que começaram a ressurgir bons filmes como Carlota Joaquina, Princesa do Brasil (1995), de Carla Camutari, Cidade de Deus (2002), Carandiru (2003), Central do Brasil, Carandiru (2003), Tropa de Elite  (2007), Meu Nome não é Johnny e o estrondoso sucesso da série comercial E Se Fosse Você. Mas antes disso o cinema nacional há tempos estava sem moral alguma. Estagnado. O mercado exigia cada vez mais filmes norte americanos, as salas de exibição não destinavam lugar para nossos filmes e o público estava cada vez mais distante das produções notoriamente defasadas com relação ao cinema produzido em outros países. Fácil era ouvir o jargão: “Pagar para ver filme nacional? Nunca.” Mas o cinema brasileiro tem história sim. O primeiro cinema inaugurado aqui foi na Rua do Ouvidor, no Rio de Janeiro, com a exibição de gala de um filme que exibia algumas cenas do Rio de Janeiro, dentre elas a baía da Guanabara. Mas há registros de que em 1902 já havia pelo menos um cinema, o “Cine –Phone” em São Paulo, onde eram exibidos filmes não nacionais.     A partir de 1907, com o aumento do fornecimento de energia no país, abrem-se dezenas de salas no Rio e em São Paulo. Os filmes estrangeiros então quase que dominam todo o espaço, mas começam a surgir obras essencialmente brasileiras. Alguns filmes traziam músicos populares, que dublavam sua própria voz assim que o filme era exibido, dando início aos curtas “filmes cantantes” que traziam óperas e revistas musicais. Ou seja, cinema propriamente mudo não existia, já que havia sempre o acompanhamento, seja instrumental ou cantados. Os cantores postavam-se atrás da tela para garantir a magia.      A partir daí vários gêneros foram surgindo, como dramas históricos, histórias do nosso carnaval e comédias. Mas como a entrada e aceitação dos filmes estrangeiros sempre foi maior que o cinema brasileiro (sim, desde aquela época), o nosso cinema acabava sendo feito mais por encomenda, com manifestações isoladas (ninguém queria se arriscar em algo que provavelmente não seria visto mesmo). Houve um boom de filmes que exploravam a história recente do país, como "Os Estranguladores" (1906), "O Crime da mala" (1908) e "Noivado de Sangue (1909). Todos infelizmente perdidos.     A partir de 1915 nossa literatura passou a ser o assunto principal dos filmes: Iracema, Inocência, O Guarani. Surgiam as primeiras revistas de cinema, como a “Selecta”, “Para Todos” e “Cinearte”, divulgando suas estrelas, muitas das quais os filmes nem tinham passado por aqui. Não era raro ver em nossas terrinhas garotas ao estilo Clara Bow ou imitando trejeitos de Gloria Swanson. O Brasil passou a criar suas próprias estrelas, espécies de filiais, que lindamente se apresentavam como a Greta Garbo ou a Clara Bow nacional. Carmen      Até que surgiu uma portuguezinha criada no Brasil e chamada Carmen. Não a Miranda, mas a Carmen Santos. As notícias davam conta que ela além de atriz era também produtora, diretora, realizadora. Só havia um grande problema: de que? Ninguém via os resultados de seus projetos. Ou eles não passavam de especulação, eram roubados, incendiados ou rodados sem filme na máquina. Como explicar que ela, mesmo assim tenha se tornado uma grande estrela? Simples, através das revistas.     Nosso primeiro filme com cenas sonorizadas foi “Acabaram-se os Otários” (1929), de Luiz de Barros. O país vivia um momento em que o rádio era o grande sucesso. E muitos desses teatros de revistas foram levados às telas, com roteiro vazio e com o único intuito de mostrar suas músicas.     Com a década de 30, chegava a época dos grandes estúdios. O primeiro foi a Cinédia de Adhemar Gonzaga (que viajara para os Estados Unidos para aprender mais sobre as técnicas de produção dos filmes falados). Surgiram filmes como Lábios sem beijos (1930) de Humberto Mauro e Mulher (1931) de Otávio Gabus Mendes. Houve um aumento de custos, que se refletem no fechamento de pequenas salas exibidoras e aumentando a dependência com relação aos Estados Unidos, que detinham as melhores técnicas e equipamentos. O grande realizador foi o americano Wallace Downey, que uniu-se a Adhemar Gonzaga e trouxe uma série retratando o nosso carnaval em “Coisas Nossas” (1931),  A voz do carnaval (1933)   e “Alô, alô Brasil”, que trouxe a primeira participação de Carmen Miranda no cinema, além de cantores do rádio de sucesso como Almirante, Alzirinha Camargo, Francisco Alves, Mario Reis, Aurora Miranda, dentre outros. A imprensa, de início, foi totalmente contra os “talkies”, que consideravam uma afronta à essência do cinema, que agora ficava mais parecido com o teatro. Surgem outros estúdios como a Brasil Vita Filmes de Carmen Santos e, posteriormente, a Atlântica.     Com a Atlântida o cinema tornou-se mais popular ainda, unindo música, rádio e comédia, ficando famosa pelas chanchadas e filmes baratos, e tendo como estrelas Dercy Gonçalves, Zé Trindade, Grande Otelo, Anselmo Duarte, José Lewgoy e Oscarito. Vieram filmes como “Banana da Terra” (1938), seguido das frutas “Laranja-da-China” (1939) e “Abacaxi Azul (1944). “Aviso aos Navegantes” (1950) e “Carnaval Atlântida” (1952). A chanchada reinou absoluta durante o período que vai da década de 30 a 50.     No final da década de 40 surgiu a Vera Cruz, de Franco Zampari e Assis Chateaubriant, que almejava criar produções que competissem como o cinema Hollywoodiano. O cangaceiro (1953), de Lima Barreto, chegou a fazer sucesso lá fora. Outros sucessos da Companhia foram “Tico-Tico no fubá” (1951) de Adolfo Celi.     Mazzaropi foi um dos grandes sucessos da Vera Cruz. Radialista e artista de circo, foi o responsável pela criação do matuto Jeca Tatu, baseado na obra de Monteiro Lobato. Sua caricatura do homem simples do interior porém esperto deu início a uma série de filmes como Sai da Frente” (1951), “Chico Fumaça” (1956) dentre outros, e fez tanto sucesso que abriu a Pam Filmes (Produções Amácio Mazzaropi), sua própria empresa, onde interpretou, dirigiu, produziu e distribuiu seus filmes. O Cinema Novo      A década de 60, o surgimento do “Cinema novo” trouxe status para o nosso cinema nacional, com filmes marcantes como “O Pagador de Promessas” de Anselmo Duarte, que foi premiado com a Palma de Ouro do Festival de Cannes. O grande lema era “uma câmera na mão e uma idéia na cabeça”, e lá vinham nossos cineastas mostrando nosso lado mais obscuro, como a pobreza e os problemas sociais que podem ser visto em filmes como “Deus e o Diabo na Terra do Sol” e “Terra em Transe”, de Glauber Rocha. Um dos grandes nomes deste período foi Nelson Pereira dos Santos. Outros filmes de destaque foram “Barravento”, “Os Cafajestes” (1961) e “Vidas Secas” (1964).     Infelizmente com a chegada da década de 70 a crise nas artes atingiram o cinema, que já não podia abordar questões sociais e tão somente passou a registrar filmes de consumo fácil: as chamadas pornochanchadas. Larga escala de filmes pífios começaram a ser produzidos, e foi aí que surgiu a idéia de que filme nacional não valia o ingresso, que só começou a redesenhar-se com qualidade a partir de meados da década de 90, com o ressurgimento do nosso cinema.
| 58658 ace
Título Original: The Nutty Professor Ano/País/Gênero/Duração: 1963 / EUA / Comédia / 107min Direção: Jerry Lewis Produção: Ernest D. Glucksman Roteiro: Bill Richmond e Jerry Lewis Fotografia: W. Wallace Kelley Música: Walter Scharf Elenco Jerry Lewis ... Professor Julius Kelp / Buddy Love / Baby Kelp Stella Stevens ... Stella Purdy Del Moore ... Dr. Hamius R. Warfield Kathleen Freeman ... Millie Lemmon Med Flory ... Football Player Norman Alden ... Football Player Howard Morris ... Mr. Elmer Kelp Elvia Allman ... Edwina Kelp Milton Frome ... Dr. M. Sheppard Leevee Sinopse O atrapalhado professor Julius (Jerry Lewis) apaixona-se por uma de suas alunas, mas, desengonçado como é, não consegue conquista-la. Usando sua inteligência, e após ser humilhado por alguns alunos, cria uma fórmula química que o transforma em um homem atraente. Torna-se então Buddy Love, um homem atrativo e inteligente. Ele consegue chamar a atenção de sua amada, Stella Purdy (Stella Stevens), mas as confusões começam quando a fórmula repentinamente se acaba. Curiosidades - Refilmagem em 1996, com Eddie Murphy no papel principal e produzido pelo próprio Jerry Lewis. - Variante de "O Médico e o Monstro" (Dr. Jekyll and Mr. Hyde). - Jerry Lewis se inspirou em seu colega Dean Martin para fazer a caracterização de Buddy Love. Assista Online Imagens
| 11339 ace
Título Original: Last Tango In Paris Ano/País/Gênero/Duração: 1972 / EUA – Itália / Drama / 129min Direção: Bernardo Bertolucci Produção: Alberto Grimaldi Roteiro:  Bernardo Bertolucci Fotografia: Vittorio Storaro Música: Gato Barbieri Elenco Marlon Brando ...     Paul Maria Schneider    ...     Jeanne Maria Michi    ...     mãe de Rosa Giovanna Galletti    ...     Prostituta Gitt Magrini    ...     Mãe de  Jeanne Catherine Allégret    ...     Catherine Luce Marquand    ...     Olympia Marie-Hélène Breillat    ...     Monique Catherine Breillat    ...     Mouchette Sinopse Paul (Marlon Brando) é um americano de meia idade, e é dono de um hotel em Paris. Ele mudou-se para o país para tentar se recuperar da perda de sua esposa, que se suicidara. Ele conhece Jeanne (Maria Schneider), uma mulher francesa de 20 anos, noiva, com quem um tórrido romance baseado apenas em sexo. Curiosidades - O filme foi liberado no Brasil apenas em 1979, devido ao teor altamente erótico de suas cenas, com sodomia e flagelação. - Causou escândalo em todo o mundo, sendo proibido em diversos países. Prêmios - Indicado ao Oscar de Melhor Ator (Marlon Brando) e Diretor. Imagens
| 9977 ace
Título Original: Mildred Pierce Ano/País/Gênero/Duração: 1945 / EUA / Drama / 111min Direção: Michael Curtiz Produção: Jerry Wald Roteiro: Ranald MacDougall Fotografia: Ernest Haller Música: Max Steiner Elenco Joan Crawford ... Mildred Pierce Beragon Jack Carson ... Wally Fay Zachary Scott ... Monte Beragon Eve Arden ... Ida Corwin Ann Blyth ... Veda Pierce Forrester Bruce Bennett ... Albert ('Bert') Pierce Lee Patrick ... Mrs. Maggie Biederhof Moroni Olsen ... Inspector Peterson Veda Ann Borg ... Miriam Ellis Jo Ann Marlowe ... Kay Pierce Sinopse Mildred Pierce (Joan Crawford) torna-se suspeita de ter assassinado o marido, o boa via Monte Beagon (Zachary Scott). Em flashback, começa a relembrar os momentos em que passou ao seu lado e ao lado das filhas. Empresária, passou por muitas dificuldades para criar suas filhas e o casamento estava em crise pelo marido estar desempregado. Curiosidades - Baseado no romance de mesmo título, de James M. Cain. - Bette Davis e Rosalind Russell foram cogitadas para o papel de Mildred, mas recusaram. - Barbara Stanwyck disputou com Joan Crawford o papel de Mildred. - Shirley Temple foi cotada para participar do filme. - A casa de praia utilizada no filme pertencia ao diretor Michael Curtiz. Prêmios - Oscar e Melhor Atriz (Joan Crawford). - Indicado ao Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante (Even Arden e Ann Blynth), Fotografia, Filme e Roteiro Adaptado. Assista Online Imagens
| 8567 ace
Título Original: Mutiny on the Bounty Ano/País/Gênero/Duração: 1935 / EUA / Aventura / 132min Direção: Frank Lloyd Produção: Irving Thalberg Roteiro: Talbot Jennings, Jules Furthman e Carey Wilson Fotografia: Arthur Edeson Música: Herbert Stothart Elenco Charles Laughton ... Bligh Clark Gable ... Christian Franchot Tone ... Byam Herbert Mundin ... Smith Eddie Quillan ... Ellison Dudley Digges ... Bacchus Donald Crisp ... Burkitt Henry Stephenson ... Sir Joseph Banks Francis Lister ... Captain Nelson Spring Byington ... Mrs. Byam Movita ... Tehani Mamo Clark ... Maimiti (as Mamo) Byron Russell ... Quintal Percy Waram ... Coleman David Torrence ... Lord Hood Sinopse Em 1787, durante uma viagem ao Taiti, um grupo de tripulantes, liderados por Roger Byam (Franchot Tone) e Fletcher Christian (Clark Gable) reagem à maneira tirana como o capitão dirige-o. Eles reagem com um grande motim. Curiosidades: - Baseado no motim ocorrido em Bounty em 1788. - Clark Gable abriu mão de seu bigode para o filme, pois na época em que se passa a história, não era permitido bigodes pela marinha inglesa. - Wallace Beery foi cogitado para o papel de Bligh, mas recusou por não gostar de Clark Gable. - Cary Grant foi cogitado para o personagem Roger Byam, mas a Paramount não o liberou. - Ocorreu durante as filmagens um acidente que ocasionou a morte de um assistente de câmera, quando um dos barcos virou em cima dele. - 3 atores concorreram ao prêmio de Oscar de Melhor Ator pelo filme. - Refilmagens: O Grande Motim (1962) e Rebelião em Alto-Mar (1984). - Orçamento: $ 1,95 milhões de dólares. - Inspirado no romance de Charles Nordhoff e James Norman Hall. Prêmios - Oscar de Melhor Filme. - Indicação ao Oscar de Melhor Diretor, Ator (Clark Gable, Franchot Tone e Charles Laughton), Edição, Trilha Sonora e Roteiro. ASSISTA ONLINE: Imagens
| 9747 ace
Título Original: My Little Chickadee Ano/País/Gênero/Duração: 1940 / EUA / Comédia / 83min Direção: Edward F. Cline Produção: Lester Cowan Roteiro:  Mae West e W.C. Fields Fotografia: Joseph A. Valentine Música: Frank Skinner Elenco Mae West ...     Flower Belle Lee W.C. Fields ...     Cuthbert J. Twillie Joseph Calleia    ...     Jeff Badger Dick Foran    ...     Wayne Carter Ruth Donnelly    ...     Aunt Lou Margaret Hamilton ...     Mrs. Gideon Donald Meek    ...     Amos Budge Fuzzy Knight    ...     Cousin Zeb Willard Robertson    ...     Uncle John George Moran    ...     Milton, Twillie's Indian confederate Jackie Searl    ...     Schoolboy (as Jack Searl) Fay Adler    ...     Mrs. 'Pygmy' Allen Gene Austin    ...     Saloon musician Russell Hall    ...     Candy Otto Heimel    ...     Coco Sinopse Flower Belle Lee (Mae West), uma cantora de Chicago, sai de sua cidade para visitar familiares no Oeste. Durante a viagem de trem, ela conhece Cuthbert J. Twillie (W.C. Fields), que se torna o xerife de uma cidade. Os dois se casam, e Belle fica responsável por cuidar do colégio da pequena cidade. Download: Este filme é de  domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria. Legendas   Imagens
| 5653 ace
Título Original: My Man Godfrey Ano/País/Gênero/Duração: 1936 / EUA / Comedia Romance / 94min Direção: Gregory La Cava Produção: Gregory La Cava Roteiro:  Morrie Ryskind Fotografia: Ted Tetzlaff Música: Charles Previn e Rudy Schrager Elenco William Powell ...     Godfrey Carole Lombard ...     Irene Bullock Alice Brady ...     Angelica Bullock Gail Patrick    ...     Cornelia Bullock Eugene Pallette    ...     Alexander Bullock Jean Dixon    ...     Molly Alan Mowbray    ...     Tommy Gray Mischa Auer    ...     Carlo Pat Flaherty    ...     Mike Flaherty Robert Light    ...     Faithful George Sinopse Godfrey (William Powell) está pobre e mora debaixo de uma ponte. Convidado por uma dama para ser seu mordomo, acaba descobrindo que a família é repleta de pessoas complicadas e loucas. Das moradoras da casa, uma apaixona-se por ele e outra faz de tudo para que seja demitido. ASSISTA ONLINE:   Imagens
| 8163 ace
Título Original: Animal House Ano/País/Gênero/Duração: 1978 / EUA / Comédia / 109min Direção: John Landis Produção: Ivan Reitman Roteiro:  Harold Ramis, Douglas Kenney, Chris Miller Fotografia: Charles Correll Música: Elmer Bernstein Elenco Tom Hulce    ...     Larry Kroger Stephen Furst    ...     Kent Dorfman Mark Metcalf    ...     Doug Neidermeyer Mary Louise Weller    ...     Mandy Pepperidge Martha Smith    ...     Babs Jansen James Daughton    ...     Greg Marmalard Kevin Bacon    ...     Chip Diller John Belushi    ...     John Blutarsky Douglas Kenney    ...     Stork Chris Miller    ...     Hardbar Bruce Bonnheim    ...     B.B. Karen Allen    ...     Katy James Widdoes    ...     Robert Hoover Tim Matheson    ...     Eric Stratton Peter Riegert    ...     Donald Schoenstein Sinopse Bluto (John Belush), Otter (Tim Matheson), Pinto (Tom Hulce) e Flounder (Stephen Furst) são jovens que estudam em uma faculdade e tem um comportamento extravagante. O grupo se envolve em brigas constantes com outras fraternidades, causando confusões em meio a festas e bebedeiras. Curiosidades - Estréia de Tom Hulce e Kevin Bacon. - Foi o primeiro filme a abordar as picárdias universitárias. Imagens
| 7358 ace
Título Original: A Date With Judy Ano/País/Gênero/Duração: 1948 / EUA / Musical / 113min Direção: Richard Thorpe, Harold F. Kress Produção: Joe Pasternak Roteiro: Dorothy Kingsley Fotografia: Robert Surtees Música: George Stoll Elenco Wallace Beery…Melvin R. Foster Jane Powell…Judy Foster Elizabeth Taylor…Carol Pringle Carmen Miranda…Rosita Cochellas Xavier Cugat…Ele mesmo Robert Stack…Stephen Andrews Scotty Beckett…Ogden "Oogie" Pringle Selena Royle…Senhora Foster Leon Ames…Lucien T. Pringle Lloyd Corrigan…"Pop" Sam Scully Sinopse Judy Foster (Jane Powell) é uma jovem americana comum. Estuda, sai com os amigos e apaixona-se pelo rapaz mais lindo, Stephen Andrews (Robert Stack. Sua amiga Carol (Liz Taylor) é arrogante apaixona-se pelo mesmo rapaz. Mas as coisas começam a complicar quando Judy desconfia que o pai está tendo um romance extraconjugal com a professora de dança Rosita (Carmen Miranda). Curiosidades - Baseado em um show de rádio. Imagens
| 8771 ace
Título Original: The Night of the Hunter Ano/País/Gênero/Duração: 1955 / EUA / Drama / 93min Direção:  Charles Laugthon Produção: Paul Gregory Roteiro:   Davis Grubb, James Agee, Charles Laughton Fotografia: Stanley Cortez Música:Walter Schumann Elenco Robert Mitchum ... Harry Powell Shelley Winters ... Willa Harper Lillian Gish ... Rachel Cooper James Gleason ... Birdie Steptoe Evelyn Varden ... Icey Spoon Peter Graves ... Ben Harper Don Beddoe ... Walt Spoon Billy Chapin ... John Harper Sally Jane Bruce ... Pearl Harper Gloria Castillo ... Ruby Sinopse Harry Powell (Robert Mitchum) é um Reverendo que tem o dom da palavra de Deus, utilizando-se dela  para dar golpes e conquistar pessoas, tirando proveito delas. Willa Harper (Shelley Winters), viúva, é a sua nova vítima, já que ele descobre que seu marido morto por enforcamento, deixou uma pequena fortuna. Curiosidades - Este foi o único filme dirigido por Charles Laughton, famoso ator das décadas de 20 e 40. - O filme foi um grande fracasso de crítica. - Influências do expressionismo alemão e do noir. - O filme é uma crítica ao fanatismo religioso. - Baseado no romance de Davis Grubb. Assista Online Imagens
| 7677 ace
Título Original: North by Northwest Ano/País/Gênero/Duração: 1959 / EUA / Aventura Suspense / 136min Direção: Alfred Hithcock Produção: Alfred Hithcock Roteiro:   Ernest Lehman Fotografia: Robert Burks Música:Bernard Herrmann, Harold Adamson, Nacio Herb Brown, Jimmy McHugh Elenco •    Cary Grant .... Roger O. Thornhill •    Eva Marie Saint .... Eve Kendall •    James Mason .... Phillip Vandamm •    Jessie Royce Landis .... Clara Thornhill •    Leo G. Carroll .... o professor •    Josephine Hutchinson .... Mrs. Townsend •    Philip Ober .... Lester Townsend •    Martin Landau .... Leonard Sinopse Roger O. Thornhill (Cary Grant) é um publicitário de sucesso, mas acaba sendo confundido com um agente do governo chamado George Kaplan. Com isso é perseguido por espiões e sendo perseguido tanto pelo governo dos Estados Unidos e pelos espiões, tendo o azar de se envolver em um assassinato. Curiosidades - O filme traz a famosa cena em que Cary Grant é perseguido por um avião próximo ao Monte Rushmore. - Considerado um dos 100 melhores filmes de todos os tempos, pelo American Film Institute. - Fonte de inspiração para filmes como 007 e outros de espionagem. - A aparição de Alfred Hithcock é no início do filme, correndo para pegar um ônibus. - A cena do avião foi copiado no filme de James Bond, Moscow contra 007, mas desta vez com um helicóptero. Prêmios - Indicação ao Oscar de Melhor Roteiro, Direção de Arte e Edição. ASSISTA ONLINE Imagens
| 7610 ace
Título Original: The Postman Always Rings Twice Ano/País/Gênero/Duração: 1946 / EUA / Suspense Drama / 113min Direção: Tay Garnett Produção: Carey Wilson Roteiro:  Harry Ruskin, Niven Busch Fotografia: Sidney Wagner Música: George Bassman Elenco •    Lana Turner .... Cora Smith •    John Garfield .... Frank Chambers •    Cecil Kellaway .... Nick Smith •    Hume Cronyn .... Arthur Keats •    Leon Ames .... Kyle Sackett •    Audrey Totter .... Madge Gorland •    Alan Reed .... Ezra Liam Kennedy •    Jeff York .... Blair Sinopse Arthur Keats (Cecil Kellaway) chega em um restaurante chamado Twin Oaks na Califórnia. Contratado como frentista, lá conhece a bela Cora Smith (Lana Turner) e fica fascinado com sua beleza. Cora é casada com Nick (Cecil Kellaway), mas o casamento está em ruínas. Arthur e Cora se apaixonam-se e ela o convence a matar seu marido, para que possam viver juntos. Curiosidades - Baseado no romance de James M. Cain. - Refilmagem de Paixão Perigosa (1939) e Obsessão (1942). - Este foi o papel que Lana Turner mais gostou de fazer. ASSISTA ONLINE Imagens
| 7964 ace
Título Original: Pride and Prejudice Ano/País/Gênero/Duração: 1940 / EUA / Comédia Drama Romance / 117min Direção: Robert Z. Leonard Produção: Hunt Stromberg Roteiro: Aldous Huxley Fotografia: Karl Freund Música: Herbert Stothart Elenco Greer Carson (Elizabeth Bennet) Laurence Olivier (Sr. Darcy) Mary Boland (Sra. Bennet) Edna May Oliver (Lady Catherine de Bourgh) Maureen O'Sullivan (Jane Bennet) Ann Rutherford (Lydia Bennet) Frieda Inescort (Caroline Bingley) Edmund Gwenn (Sr. Bennet) Bruce Lester (Charles Bingley) Edward Ashley (George Wickham) Melville Cooper (Sr. Collins) E.E. Clive (Sir. William Lucas) Sinopse No interior da Inglaterra vive a família Bennet. O casal tem cinco filhas, como são pobres, não tem condições de oferecer um dote. A Sra. Bennet (Mary Boland) quer conseguir um bom casamento para as filhas, e vê surgir uma boa oportunidade quando Mr. Bingley (Bruce Lester), um homem rico, se muda para a casa vizinha. O amigo deste, o Sr. Darcy (Laurence Olivier) também é rico. Jane (Maureen O’Sullivan) e Lizzy (Greer Garson) se envergonham pela atitude de sua mãe e de suas irmãs mais novas, sempre em busca de um homem rico. Curiosidades - Adaptação do livro homônimo de Jane Austen. - Foram utilizadas no filme, as roupas do filme E o Vento Levou, que havia sido lançado no ano anterior. - Clark Gable foi cogitado para o papel de Darcy. - Vivien Leigh recusou o papel de Elizabeth Bennett, deixando o camino aberto para Greer Garson. Prêmios - Oscar de Melhor Direção de Arte. ASSISTA ONLINE: Imagens
| 11630 ace
Título Original: Psycho Ano/País/Gênero/Duração: 1960 / EUA / Suspense / 109min Direção: Alfred Hitchcock Produção: Alfred Hitchcock Roteiro:  Robert Bloch, Joseph Stefano Fotografia: John L. Russell Música:Bernard Herrmann Elenco Anthony Perkins ...     Norman Bates Vera Miles ...     Lila Crane John Gavin ...     Sam Loomis Martin Balsam    ...     Milton Arbogast John McIntire    ...     Deputy Sheriff Al Chambers Simon Oakland    ...     Dr. Fred Richmond Vaughn Taylor    ...     George Lowery Frank Albertson    ...     Tom Cassidy Lurene Tuttle    ...     Mrs. Chambers Patricia Hitchcock    ...     Caroline John Anderson    ...     California Charlie Mort Mills    ...     Highway Patrol Officer Janet Leigh ...     Marion Crane Sinopse Marion (Janet Leigh), uma secretária de imobiliária. Ela rouba uma quantia do seu chefe para que possa aproveitar com seu amante. Ela foge e tem que passar a noite em um motel que pertence a Norman Bates (Anthony Perkins), um homem que guarda um corpo no sótão. O que ela não sabe, é que o local guarda segredos. Curiosidades - Considerado o melhor thriller de todos os tempos pelo AFI (American Film Institute). - Baseado no livro de Robert Bloch. - O filme traz a famosa cena do assassinato no chuveiro. - O sangue utilizado na cena do chuveiro era na verdade calda de chocolate. - O barulho das facadas foram feitas com a faca sendo encravadas em melões. - Pela primeira vez na história do cinema foi utilizado um vaso sanitário. - Orçamento de $ 800.000 dólares. - Faturamento de $ 40 milhões de dólares. - Hitchcock optou por filmar em preto e branco por achar que as cenas de violência fotografariam melhor assim. - Refilmagem em 1998, dirigida por Gus Van sant. - Para preservar o segredo do filme, não era permitido entrar no cinema após ter dado início à sessão. - A canção do compositor Bernard Hermann está entre as mais marcantes do cinema. - Janet Leigh escreveu um livro sobre os bastidores do filme, entitulado “Behind the Scenes of Psycho”. - Foi feita uma continuação da história com Psicose II, lançado em 1980 e dirigido por Richard Franklin. Do elenco original foram utilizados Anthony Perkins e Vera Miles. - Anthony Perkins dirigiu Psicose III em 1986. - Norman Bates foi inspirado em um assassino real, que viveu na década de 50 e ficou conhecido como assassino canibal. O assassino também inspirou os personagens dos filmes “O Massacre da Serra Elétrica” (1973) e “O Silêncio dos Inocentes” (1991). Prêmios - Indicação ao Oscar de Melhor Diretor, Atriz Coadjuvante (Janet Leigh), Fotografia e Direção de Arte. - Globo de Ouro de Melhor Atriz Coadjuvante (Janet Leigh). Assista Online Imagens
| 9300 ace
Título Original: The Public Enemy Ano/País/Gênero/Duração: 1931 / EUA / Ação Drama Policial / 83min Direção: William A. Wellman Produção: Darryl F. Zanuck Roteiro:  Kubec Glasmon, John Bright, Harvey F. Thew Fotografia: Devereaux Jennings Música:Edward M. McDermott Elenco James Cagney ...     Tom Powers Jean Harlow ...     Gwen Allen Edward Woods    ...     Matt Doyle Joan Blondell ...     Mamie Donald Cook    ...     Mike Powers Leslie Fenton    ...     Nails Nathan Beryl Mercer    ...     Ma Powers Robert Emmett O'Connor    ...     Paddy Ryan Murray Kinnell    ...     Putty Nose Sinopse Tom Powers (James Cagney) e Matt Doyle (Edward Woods) são amigos que crescem numa região pobre da cidade de Chicago. Roubam e jogam para se divertir. Os objetos roubados são repassados para Putty Nose (Murray Kinnell). Ao passo que eles vão crescendo, vão recebendo maiores responsabilidades de Putty, que lhes fornece armas e dicas para se darem bem no mundo do crime. Os dois conseguem vencer na vida vendendo bebidas alcoólicas. Curiosidades - A  Production Code Administration, que fiscalizava os efeitos morais dos filmes de Hollywood, não aprovava o modo simpático de retratar os gangsters. - Edward Woods foi inicialmente  contratado para o papel de Tom Powers e James Cagney para ser Matt Doyle. Durante os ensaios, o diretor percebeu que os dois precisariam trocar de papéis. - A cena do grapefruit foi encenada como uma brincadeira, sem intenção de ser utilizada no filme, mas o diretor Wellman gostou tanto do resultado que resolveu manter no filme. - James Cagney se inspirou-se no gangster Dean O'Bannion. - Louise Brooks foi cogitada para o papel de Gwen Allen. - Foram utilizadas armas de verdade em algumas cenas. Um especialista de armas ficava a alguma distância. - Considerado pelo AFI (American Film Institute) o número 8 na lista de melhores filmes de gangsters. Download: Este filme é de  domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria.   Legendas Imagens
| 8325 ace
Título Original: Queen Christina Ano/País/Gênero/Duração: 1933 / EUA / Drama / 97min Direção: Rouben Mamoulian Produção: Walter Wanger Roteiro: H.M. Harwood e Salka Viertel Fotografia: William H. Daniels Música: Herbert Stothart Elenco: Greta Garbo .... Rainha Christina John Gilbert .... Antonio Ian Keith .... Magnus Lewis Stone .... Oxenstierna Elizabeth Young .... Condessa Ebba Sparre C. Aubrey Smith .... Aage Reginald Owen .... Charles Sinopse: Christina (Greta Garbo) é a rainha da Suécia. Se transveste de homem para viajar pelo país. Durante uma dessas viagens, conhece o homem que a fará abdicar do trono por amor:o embaixador da Espanha, Antonio (John Gilbert). Curiosidades - Greta Garbo inicialmente solicitou que Laurence Olivier fosse seu par no filme. Mas os dois não tinham nenhuma química, e Olivier foi dispensado do papel. - Para a tomada final na proa do navio, o diretor teve problemas com a câmera utilizada no close, que acabava mostrando todos os defeitos no rosto da atriz Garbo. Para resolver o problema, ele colocou um filtro de vidro na frente da lente, suavizando o resultado final. - A cena em que Christina relembra os momentos que passou com seu amante foi meticulosamente coreografada. Assista Online Download: Este filme é de domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria.   Legendas Imagens
| 8771 ace
Título Original: Rebecca Ano/País/Gênero/Duração: 1940 / EUA / Suspense / 130min Direção: Alfred Hitchcock Produção: David O. Selznick Roteiro: Robert E. Sherwood / Joan Harrison Fotografia: George Barnes Música: Franz Waxman Elenco • Laurence Olivier .... George Fortescu Maximilian de Winter • Joan Fontaine .... a segunda esposa de Winter • George Sanders .... Jack Favell • Judith Anderson .... sra. Danvers • Nigel Bruce .... major Giles Lacy • Reginald Denny .... Frank Crawley • C. Aubrey Smith .... coronel Julyan • Gladys Cooper .... Beatrice Lacy • Florence Bates .... sra. Edythe Van Hopper • Melville Cooper .... coronel • Leo G. Carroll .... dr. Baker Sinopse Uma jovem de nome desconhecido é casa com um homem viúvo e muito rico. Ela é assombrada pela primeira esposa do marido, a qual todos amam e veneram. Ao morar na mansão, ela começa a descobrir detalhes da vida do marido, que ela desconhecia. Curiosidades - Este foi o primeiro filme dirigido por Hitchcock nos Estados Unidos. - Único filme do diretor a ganhar o Oscar de Melhor Filme. - Roteiro baseado no romance de Daphne Du Maurier. - Mais de 20 atrizes foram testadas para o papel da esposa do sr. Winter, dentre elaas Vivien Leigh, Anne Baxter. - Laurence Olivier tratava mal Joan Fontaine nos estúdios. Ele gostaria que sua esposa na época, Vivien Leigh, ficasse com o papel. - Este foi o primeiro filme de Joan Fontaine. Prêmios - Oscar de Melhor Filme e Melhor Fotografia em preto-e-branco. - Indicação ao Oscar de Melhor Diretor, ator (Laurence Olivier), Atriz (Joan Fontaine), Atriz Coadjuvante (Judith Anderson), Roteiro, Direção de Arte, Efeitos Especiais, Edição e Trilha Sonora. Assista Online (legendado) Download: Este filme é de domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria.   Legendas   Imagens
| 11009 ace
Título Original: Red Dust Ano/País/Gênero/Duração: 1932 / EUA / Drama Romance / 83min Direção: Victor Fleming Produção: Victor Fleming Roteiro:  Adrian, Arthur Edeson, Harold Rosson, John Lee Mahin, Wilson Collison Fotografia: Harold Rosson Elenco Mary Astor (Barbara Willis) Jean Harlow (Vantine) Donald Crisp (Guidon) Willie Fung (Hoy) Clark Gable (Dennis Carson) Forrester Harvey (Limey) Tully Marshall (McQuarg) Gene Raymond (Gary Willis) Sinopse Dennis (Clark Gable) é um dono de um seringal de látex na Indochina. Envolvido com Vantine (Jean Harlow), uma ex-prostituta, vê chegar Barbara Willis (Mary Astor), uma dama casada com um de seus empregados, Gary (Gene Raymond). Dennis se apaixona por Barbara, mas Vantine estará no páreo por seu amor, formando um triângulo amoroso. Curiosidades - Refilmagem em 1953 com o título de Mogambo. Clark Gable voltaria no mesmo papel, desta vez tendo como parceiras Ava Gardner e Grace Kelly. - Refilmagem em 1940 sob o título Congo Maisie. - O marido de Jean Harlow cometeu suicídio quando ela estava fazendo este filme. - Greta Garbo foi cogitada para o papel de Vantine, mas não aceitou o convite. ASSISTA ONLINE: Imagens
| 8246 ace
Título Original: The Red Shoes Ano/País/Gênero/Duração: 1948 / EUA / Musical Drama / 133min Direção: Emeric Pressburger e Michael Powell Produção: Michael Powell, Emeric Pressburger Roteiro:  Emeric Pressburger, Hans Christian Andersen, Keith Winter, Michael Powell Fotografia: Jack Cardiff Música: Brian Easdale Elenco Anton Walbrook (Boris Lermontov) Eric Berry (Dimitri) Austin Trevor (Professor Palmer) Bill Shine (Colega) Julia Lang (A Balletomane) Gordon Littmann (Ike) Jean Short (Terry) Esmond Knight (Livy) Ludmilla Tchérina (Boronskaja) Léonide Massine (Ljubov) Robert Helpmann (Ivan Boleslawsky) Moira Shearer (Victoria Page) Marius Goring (Julian Craster) Irene Browne (Lady Neston) Sinopse As dançarinas se devotam à dança e se esforçam ao máximo para conseguirem a glória. Victoria Page (Moira Shearer) é uma delas. Ela faz sucesso em um espetáculo, e promete ser uma grande bailarina, quando se apaixona por Julian Craster (Marius Goring ), um compositor. Seu empresário, Boris Lermontov (Anton Walbrook) não gosta do envolvimento dos dois e ela fica entre a carrreira e o amor. Curiosidades - Adaptação da obra de Hans Christian Andersen. - Considerado o melhor filme sobre balé já realizado. - Os exteriores foram gravados no Covent Garden de Londres, em Monte Carlo e na Ópera de Paris. ASSISTA ONLINE Imagens
| 8138 ace
Título Original: Rocky Ano/País/Gênero/Duração: 1976 / EUA / Drama / 119min Direção: John G. Avildsen Roteiro: Sylvester Stallone Fotografia: James Crabe Música: : Bill Conti Elenco Sylvester Stallone .... Rocky Balboa Talia Shire .... Adrianna "Adrian" Pennino Burt Young .... Paulie Carl Weathers .... Apollo Creed Burgess Meredith .... Mickey Goldmill Thayer David .... Jergens Joe Spinell .... Gazzo Jimmy Gambina .... Mike Bill Baldwin .... Fight Announcer Al Silvani .... Cut Man George Memmoli .... Ice Rink Attendant Jodi Letizia .... Marie Diana Lewis .... TV Commentator George O'Hanlon .... TV Commentator Larry Carroll .... TV Interviewer Sinopse Rocky Balboa (Sylvester Stallone) é um pugilista sem sucesso, que vive na Filadélfia. Passa necessidade, devendo a todos, e para sobreviver faz pequenas lutas. Apesar de tudo é bem humorado, e sonha em ser um grande lutador. Ele terá uma oportunidade quando recebe a proposta de uma luta com o campeão dos pesos pesados, Apollo Creed (Carl Weathers). Após um árduo treinamento, ele está preparado para a luta. Curiosidades - A música tema (Gonna Fly Now) ficou no topo da parada por uma semana. - Orçamento de $ 1,1 milhão de dólares. - Bilhetera de $ 117,23 milhões de dólares nos EUA. - Stallone fez o roteiro pensando nele mesmo para o papel principal. - Os produtores chegaram a oferecer $ 150 mil dólares para que Stallone aprovasse o ator Ryan O’Neal no papel principal de Rocky. - Primeiro de uma série de seis filmes sobre o personagem Rocky Balboa. Os outros filmes: Rocky 2 - A Revanche (1979), Rocky 3 - O Desafio Supremo (1982), Rocky 4 (1985), Rocky 5 (1990) e Rocky Balboa (2006). - O filme foi baseado na luta entre o desconhecido Chuck Wepner e Muhammad Ali, campeão de Ohio. - Stallone escreveu o roteiro em apenas 3 dias. - Considerado o 4º dentre os 100 Filmes mais inspirados de todos os tempos pelo AFI (American Film Institute). - Foram necessários apenas 28 dias de filmagens. Prêmios - Oscar de Melhor Filme, Diretor e Edição. - Indicação ao Oscar de Melhor Ator (Sylvester Stallone), Atriz (Tália Shire), Ator Coadjuvante (Burt Young e Burgess Meredith), Roteiro Original, Som e Canção Original (Gonna Fly Now). - Globo de Ouro de Melhor Filme Drama. - Indicação ao Globo de Ouro de Melhor Diretor, Ator Drama (Sylvester Stalone), Atriz Drama (Tália Shire), Roteiro e Trilha Sonora. Imagens
| 3623 ace
Título Original: Safety Last! Ano/País/Gênero/Duração: 1923 / EUA / Comédia / 73min Direção: Fred C. Newmeyer, Sam Taylor Produção: Jeffrey Vance, Suzanne Lloyd Hayes . Roteiro: Hal Roach, Sam Taylor, Tim Whelan Fotografia: Walter Lundin Elenco Harold Lloyd ... homem Mildred Davis ... garota Bill Strother ... Westcott Clarke ... Sinopse Um homem (Harold Lloyd) sai de sua cidade em busca de uma vida melhor na cidade grande somente para agradar sua namorada (Mildred Davis). Lá ele começa a trabalhar com balconista em uma loja de departamentos. Para ganhar 1000 dólares, ele organiza um concurso para escalar o alto de um edifício, mas acaba correndo perigo de vida. Curiosidades - Lloyd dispensou dublês na cena em que escala o prédio. - Considerada uma das melhores comédias do cinema mudo. - Foi construído um falso paredão em cima do terraço do prédio e colocado um colchão para aliviar a queda, caso esta ocorresse. - Lloyd teve a idéia de fazer o filme quando viu o Bill Stronher escalando um edifício e andando de bicicleta em pleno ar. - As cenas à distância foram feitas de Bill Stronher. - Lloyd usou luvas na cena em que escala o prédio, para ocultar a falta de dois dedos, que ele tinha perdido em um filme anterior. - Último filme de Anna Townsend. - Está na lista das 50 maiores comédias de todos os tempos. Download: Este filme é de domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria. Legendas     Imagens
| 15131 ace
Título Original: San Francisco Ano/País/Gênero/Duração: 1936/ EUA / Drama / 115min Direção: W.S. Van Dyke Produção: John Emerson, Bernard H. Hyman, W.S. Van Dyke Roteiro:  Robert E. Hopkins, Anita Loos Fotografia: Oliver T. Marsh Música: Herbert Stothart Elenco Clark Gable ...     Blackie Norton Jeanette MacDonald ...     Mary Blake Spencer Tracy ...     Father Mullin Jack Holt    ...     Jack Burley Jessie Ralph    ...     Mrs. Burley Ted Healy    ...     Mat Shirley Ross    ...     Trixie Margaret Irving    ...     Della Bailey Harold Huber    ...     'Babe' Edgar Kennedy    ...     Sheriff Al Shean    ...     Professor William Ricciardi    ...     Signor Baldini Kenneth Harlan    ...     'Chick' Roger Imhof    ...     'Alaska' Charles Judels    ...     Tony Sinopse Mary Blake (Jeanette MacDonald) é uma cantora que procura emprego no Sallon de Blackie Norton (Clark Gable). Jack Burley (Jack Holt) e Baldini (William Ricciadi) ficam logo impressionados com sua beleza e também com sua voz. Convidam-na a fazer parte da ópera do teatro Tivoli. À principio ela fica em dúvida se aceita, mas depois acaba aceitando, deixando Blackie magoado, pois ele já havia se apaixonado por ela. Blackie a pede em casamento, mas ela é aconselhada pelo Padre Tim (Spencer Tracy) a não aceitar o pedido. Um grande terremoto abalará a vida de todos em San Francisco. Curiosidades - Um dos maiores sucessos da década de 30. - Spencer Tracy também fez um padre no filme “Boys Town” (1938). - D. W. Griffith dirigiu algumas cenas sem ter sido creditado. - Erich von Stroheim ajudou no roteiro do filme, sem ter sido creditado. - Filme de estréia de Robert J. Wilke. - O filme retrata o grande terremoto ocorrido em San Francisco. - Um dos vestidos de ópera de Mary foram usados pela fada Glinda em “O Mágico de Oz”. - A música "Would You", que fez sua estréia neste filme, é talvez mais conhecida por sua aparição no filme Singin 'in the Rain (1952) - é a canção Lina Lamont "tenta" cantar e acaba por massacrar. - O vestido que  Jeanette MacDonald usa ao cantar "Would You" foi utilizado por Judy Garland em For Me and My Gal (1942). - Jeanette e Clark Gable não se deram bem durante as filmagens. - Clark Gable odiou a cena final. Prêmios - Oscar de Melhor Som. Download: Este filme é de  domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria.   Legendas Imagens
| 8038 ace
Título Original: The Searchers Ano/País/Gênero/Duração: 1956 / EUA / Drama Faroeste / 119min Direção: John Ford Produção: C. V. Whitney Roteiro:  Alan Le May, Frank S. Nugent Fotografia: Winton C. Hoch Música: Stan Jones, Max Steiner Elenco : John Wayne ... Ethan Edwards Jeffrey Hunter ... Martin Pawley Vera Miles ... Laurie Jorgensen Ward Bond ... Rev. Capt. Samuel Johnston Clayton Natalie Wood ... Debbie Edwards Sinopse Ethan Edwards (John Wayne) é um ex-soldado Confederado, e após retornar à sua casa, descobre que sua família foi exterminada. Ele quer se vingar dos índios que massacraram sua família (irmão, cunhada, sobrinhos) e que seqüestraram sua sobrinha. Para isso ele segue com um sobrinho em uma caçada até encontrar seus inimigos. Curiosidades - Baseado na obra de Alan Le May. - Esta foi a 13ª parceria de John Wayne com John Ford. - Grande conflito racial encontrado no filme, entre brancos e índios. - Um dos primeiros filmes a exibir o marking of na TV. - É considerado o 13º Melhor Filme de Todos os Filmes pela Entertainment Weekly. -  Natalie Wood ainda era um estudante quando este filme estava sendo feito, e em várias ocasiões, tanto John Wayne e Jeffrey Hunter tinham que buscá-la na escola nos dias de filmagem. - Robert Mitchum e Rock Hudson foram cogitados para o filme. - Robert Wagner foi testado para o papel de Martin.   Imagens
| 7926 ace
Título Original: Seven Brides for Seven Brothers Ano/País/Gênero/Duração: 1954 / EUA / Musical / 102min Direção: Stanley Donen Produção: Jack Cummings Roteiro:  Albert Hackett, Frances Goodrich, Dorothy Kingsley Fotografia: George Folsey Música: Gene de Paul Elenco Howard Keel ... Adam Pontipee Jeff Richards ... Benjamin Pontipee Russ Tamblyn ... Gideon Pontipee Tommy Rall ... Frankincense (Frank) Pontipee Marc Platt ... Daniel (Dan) Pontipee Matt Mattox ... Caleb Pontipee Jacques d'Amboise ... Ephraim Pontipee Jane Powell ... Milly Pontipee Julie Newmar ... Dorcas Gailen Nancy Kilgas ... Alice Elcott Betty Carr ... Sarah Kine Virginia Gibson ... Liza Ruta Lee ... Ruth Jebson Norma Doggett ... Martha Ian Wolfe ... Sinopse Adam (Howard Kell), um caipirão de Oregon, volta para sua fazenda, onde mora com seis irmãos, com uma esposa (Jane Powell). Milly se assusta com os modos dos cunhados e decide transforma-los em homens educados. Os jovens Benjamin, Caleb, Daniel, Ephraim, Frank e Gideon decidem também ir para a cidade para conseguirem noivas para eles. Eles acabam raptando jovens moças já comprometidas, para que possam se casar com elas. Curiosidades -    6º musical de Stanley Donen. -    Coreografado por Michael Kidd. -    Versão musical do conto “O Rapto das Sabinas”, de Stephen Vincent Benet. -    Matt Mattox foi dublado por Bill Lee. -    O filme foi rodado em widescreen e normal. -    Michael Kidd inicialmente recusou o projeto, pois queria descansar após um espetáculo na Broadway. -    Os ensaios duraram 3 semanas. -    Filmado em apenas 48 dias. -    Apenas quatro dos irmãos estam bailarinos. Prêmios - Oscar de Melhor Trilha Sonora. - Indicação ao Oscar de Melhor Filme, Roteiro, Fotografia e Edição. Imagens
| 23015 ace
Título Original: The Seven Year Itch Ano/País/Gênero/Duração: 1955 / EUA / Comédia / 105min Direção: Billy Wilder Produção: Charles K. Feldman, Billy Wilder Roteiro:  Billy Wilder, George Axelrod Fotografia: Milton R. Krasner Música: Alfred Newman Elenco •    Marilyn Monroe .... a garota •    Tom Ewell .... Richard Sherman •    Evelyn Keyes .... Helen Sherman •    Sonny Tufts .... Tom MacKenzie •    Robert Strauss as Kruhulik •    Oscar Homolka .... Dr. Brubaker •    Marguerite Chapman .... Miss Morris •    Donald MacBride .... Mr. Brady •    Victor Moore .... the Plumber •    Carolyn Jones .... Miss Finch •    Doro Merande .... garçonete no restaurante vegetariano Sinopse Assim como todos os homens, Richard Sherman (Tom Ewell) fica sozinho durante o verão, quando sua esposa viaja. Ele tenta aproveitar sua solteirice da melhor maneira, embora sinta-se preso à sua esposa. Coincidentemente, uma nova vizinha chega ao seu prédio. Ele ficará atraído pela jovem modelo e a chama para tomar um drink em sua casa. Curiosidades - Baseado na peça de George Axelrod, que foi levada à Broadway em 1952 e trazia a atriz Vanessa Brown no papel que agora pertencia a Marilyn. - A cena de Marilyn com as saias voando sobre o metrô tornou-se o maior ícone do cinema de todos os tempos. - As fotos promocionais foram feitas durante a madrugada na Rua LExington, em Nova York, causando alvoroço nas ruas. - Foram feitos 40 takes da cena do metrô. - Walter Matthau foi testado para o filme, mas a Century Fox não o aceitou. - O casamento de Marilyn Monroe com Joe DiMaggio terminou por causa do filme. - A calcinha utilizada na cena do metrô (branca), teve que ser reforçada para não mostrar nenhum detalhe íntimo da atriz. - Marilyn Monroe tinha dificuldades de decorar suas falas e também se atrasava constantemente. - Gary Cooper foi considerado para o papel de Richard. - Foi cogitado um remake do filme na década de 80, trazendo Al Pacino e Melanie Griffith nos papéis principais. O projeto foi engavetado. - George Cukor era a escolha original para dirigir o filme, mas rejeitou o projeto. - Último filme de Donald MacBride e Victor Moore.. - O filme estreou no dia 1 de junho de 1955, aniversário de Marilyn Monroe. ASSISTA ONLINE Imagens
| 8175 ace
Título Original: Shane Ano/País/Gênero/Duração: 1953 / EUA / Faroeste / 118min Direção: George Stevens Produção: George Stevens Roteiro:  Jack Schaefer, A.B. Guthrie Jr. Fotografia: Loyal Griggs Música: Victor Young, William H. Monk Elenco •    Alan Ladd .... Shane •    Jean Arthur .... Marian •    Van Heflin .... Joe Starret •    Brandon De Wilde .... Joey •    Jack Palance .... Jack Wilson •    Elisha Cook Jr. .... Frank 'Stonewall' Torrey •    Ben Johnson .... Chris Calloway •    Edgar Buchanan .... Fred Lewis •    Emile Meyer .... Rufus Ryker Sinopse Shane (Alan Ladd), um homem misterioso, conhece a família Starrett, que sonha em trabalhar para eles próprios. Mesmo sem saber o passado de Shane, eles o convidam para trabalhar. O pequeno filho dos donos passa a idolatrá-lo ao passo que Rufus Ryker (Emile Meyer) tenta tomar as terras de Starret e contrata um pistoleiro (Jack Palance) para ameaça-los constantemente. Shane, que já fora um pistoleiro, passa a defender a família. Curiosidades - O pequeno ator Brandon De Wilde, de apenas 11 anos, roubou a cena e foi indicado ao Oscar de melhor ator coadjuvante. - Adaptação do romance de Jack Schaefer. - 45º lugar na lista de 2007 dos 100 melhores da AFI. - A história é baseada em fatos reais, conhecido como a Guerra do Condado e Johnson, no Wyoming. - As filmagens foram realizadas na regiam do Wyoming, trazendo imagens das montanhas Grand Teton, Big Bear Lake, Floresta Nacional de San Bernardino, Rancho Iverson e Chatsworth. - Montgomery Clift foi cogitado para o papel de Shane. - William Holden foi cogitado para o papel de Jos Starrett. - Katharine Hepburn foi cogitada para o papel de Marian, que acabou ficando para Jean Arthur. Prêmios - Oscar de Melhor Fotografia colorida. - Indicado ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante (Brando De Wilde e Jack Palance), Diretor, Filme e Roteiro. Imagens
| 8237 ace
Título Original: Det Sjunde Inseglet Ano/País/Gênero/Duração: 1956 / Suécia / Drama / 100 min Direção: Ingmar Bergman Produção: Allan Ekelund Roteiro:  Ingmar Bergman Fotografia: Gunnar Fischer Música: Erik Nordgren Elenco Max Von Sydow (Antonius Block) Gunnar Björnstrand (Jöns) Bengt Ekerot (Morte) Nils Poppe (Jof) Bibi Andersson (Mia) Inga Gill (Lisa) Maud Hansson (Bruxa) Inga Landgré (Esposa de Antonius Block) Gunnel Lindblom (Garota) Bertil Anderberg (Raval) Anders Ek (Monge) Gunnar Olsson (Pintor da igreja) Erik Strandmark (Jonas Skat) Åke Fridell Sinopse Antonius Block (Max Von Sydow), um cavaleiro, retorna das Cruzadas, mas o que encontra em sua terra na Suécia é apenas caos e peste negra. Ele tem fé em Deus, mas se sente terrivelmente desesperado com o que vê pela frente. Ao encontrar a morte (Bengt Ekerot), ele tenta de todas as maneiras sobreviver, convidando-o, para ganhar tempo, a jogar com ele um jogo de xadrez. Dependendo do resultado, Antonius morreria ou não. A morte aceita o desafio. Curiosidades - O sétimo selo é uma referência ao capítlo 8 do Livro das Revelações: "Quando o Cordeiro abriu o sétimo selo, houve silêncio no céu cerca de meia hora. Então vi os sete anjos que se acham em pé diante de Deus, e lhes foram dadas sete trombetas. Veio outro anjo e ficou de pé junto ao altar, com um incensário de ouro, e foi-lhe dado muito incenso para oferecê-lo com as orações de todos os santos sobre o altar de ouro que se acha diante do trono; e da mão do anjo subiu à presença de Deus o fumo do incenso, com as orações dos santos. E o anjo tomou o incensário, encheu-o do fogo do altar e o atirou à terra. E houve trovões, vozes, relâmpagos e terremoto. Então os sete anjos que tinham as sete trombetas prepararam-se para tocar." (Apocalipse 8, 1-6) Assista Online     Imagens
| 8613 ace
Título Original: She Wore a Yellow Ribbon Ano/País/Gênero/Duração: 1949 / EUA / Faroeste / 103min Direção: John Ford Produção: Argosy Pictures Roteiro:  Frank S. Nugent, Laurence Stallings Fotografia: Winton C. Hoch e Charles P. Boyle Música: Richard Hageman Elenco: John Wayne (Capt. Nathan Cutting Brittles) Joanne Dru (Olivia Dandridge) Harry Carey Jr. (2nd Lt. Ross Penell) Victor McLaglen (Top Sgt. Quincannon) George O'Brien (Major Mac Allshard, Commanding Officer Fort Starke) Arthur Shields (Dr. O'Laughlin) Mildred Natwick (Abby Allshard aka Old Iron Pants) John Agar (Lt. Flint Cohill) Mickey Simpson (Cpl. Wagner (blacksmith)) Fred Graham (Sgt. Hench) Ray Hyke (Trooper McCarthy) Ben (I) Johnson (Sgt. Tyree) Noble Johnson (Chief Red Shirt) Billy Jones (Courier) Fred Kennedy (Badger) Fred Libby (Cpl. Krumrein) Cliff Lyons (Trooper Cliff) Frank McGrath (Bugler/Indian) Post Park (Officer) Jack Pennick (Sergeant Major) Francis Ford (Connelly, Fort Stark Suttlers Barman) Paul Fix (Gun-runner) Michael Dugan (Sgt. Hochbauer) Chief Sky Eagle (Chief Sky Eagle) Sinopse Nathan Brittles (John Wayne) é um capitão está em vias de se retirar do serviço da Cavalaria Americana. Recusando-se a se aposentar sem cumprir com as obrigações com a tribo local, sai uma última vez em patrulha contra os indígenas, que haviam matado colegas seus. Curiosidades - Este é o segundo filme da trilogia sobre cavalaria americana. Os outros são ''Forte Apache'' e ''Rio Grande''. - John Wayne interpretou o personagem de 60 anos com apenas 42, tendo que pintar os cabelos e carregar na maquiagem. - Orçamento de $ 1,6 milhão. Prêmios - Oscar de Melhor Fotografia - Colorida. Imagens
| 7676 ace
Título Original: Show Boat Ano/País/Gênero/Duração: 1936 / EUA / Musical / 110min Direção: James Whale Produção: Carl Laemmle Jr. Roteiro:  Oscar Hammerstein II Fotografia: John J. Mescall Música: Robert Russell Bennett Elenco •    Irene Dunne .... Magnolia Hawks •    Allan Jones .... Gaylord Ravenal •    Charles Winninger .... Cap'n Andy Hawks •    Paul Robeson .... Joe •    Helen Morgan .... Julie LaVerne •    Helen Westley .... Parthenia "Parthy" Hawks •    Queenie Smith .... Ellie May Chipley •    Sammy White .... Frank Schultz •    Donald Cook .... Steve Baker •    Hattie McDaniel .... Queenie •    Francis X. Mahoney .... Rubber Face Smith •    Marilyn Knowlden .... Kim (criança) •    Sunnie O'Dea .... Kim (aos 16) •    Arthur Hohl .... Pete Sinopse Magnólia (Irene Dunne) faz parte de uma família de artistas que vive em um barco, o “Cotton Blossom”. Com ele a família cruza o Rio Mississipi fazendo apresentações. Após sua amiga Julie (Helen Morgan) sair do barco, Magnólia a substitui como a artista principal da companhia. Conhece Gaylord (Allan Jones), por quem se apaixona e tem uma filha. O casal muda-se para Chicago, vivendo das apostas do marido. Após um longo período vivendo de jogos, Gaylord abandona a esposa, deixando-a sozinha para criar a filha. Magnólia reencontra sua amiga Julie e as duas se ajudarão a superar os problemas e voltar aos palcos. Curiosidades - Baseado no romance de Edna Ferber, publicado em 1926. - O musical estreou na Broadway. - Outra versão realizada em 1951 e dirigida por George Sidney. - O filme stá na 24ª posição na lista dos 25 maiores musicais americanos de todos os tempos, da AFI. Download: Este filme é de  domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria. Legendas Pesquisar este filme no SUBMARINO Imagens
| 8040 ace
Título Original: Sons of the Desert Ano/País/Gênero/Duração: 1933 / EUA / Comédia / 68min Direção: William A. Seiter      Produção: Hal Roach Roteiro:  Frank Craven Fotografia: Kenneth Peach Música: William Axt, George M. Cohan, Marvin Hatley, Leroy Shield Elenco •   Stan Laurel … Stanley •    Oliver Hardy … Oliver •    Charley Chase … Charley •    Mae Busch … Mrs. Hardy •    Dorothy Christy … Mrs. Laurel •    Lucien Littlefield ... The Veterinarian Sinopse Oliver (Oliver Hardy) deseja participar da Convenção Anual dos Filhos do Deserto, e para que isso aconteça, se passa por um homem doente, que precisa fazer uma viagem para o Havaí. Ele e seu amigo Stanley (Stan Laurel) mentem às esposas, dizendo que vão fazer um tratamento médico durante a viagem. Após um tempo descobrem que o navio onde eles disseram que estariam, afundou. Os dois ficam em pânico, se escondendo quando suas esposas aparecem em busca de notícias sobre sobreviventes. O que eles temiam acontece, quando suas esposas lêem em um jornal notícias sobre a convenção e veem uma foto dos dois na reunião. Curiosidades - Considerada por muitos a melhor comédia da dupla Stanley e Oliver (O Gordo e o Magro). -  Orginalmente Patsy Kelly faria a esposa de Stan Laurel, mas ela não pode assumir a personagem por estar emprestada à MGM. Download: Este filme é de  domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria. Legendas Pesquisar este filme no SUBMARINO Imagens
| 8454 ace
Título Original: The Sound of Music Ano/País/Gênero/Duração: 1965 / EUA / Musical / 174min Direção: Robert Wise Produção: Robert Wise Roteiro: Howard Lindsay, Russel Crouse Fotografia: Ted D. McCord Música: Irwin Kostal e Richard Rodgers Elenco Julie Andrews .... Maria von Trapp Christopher Plummer .... Capitão Georg von Trapp Eleanor Parker .... Baronesa Elsa Schraeder Richard Haydn .... Max Detweiler Peggy Wood .... Madre Abadessa Charmian Carr .... Liesl von Trapp Nicholas Hammond .... Friedrich von Trapp Heather Menzies .... Louisa von Trapp Duane Chase .... Kurt von Trapp Angela Cartwright .... Brigitta von Trapp Debbie Turner .... Marta von Trapp Kym Karath .... Gretl von Trapp Anna Lee .... Irmã Margaretta Portia Nelson .... Irmã Berthe Ben Wright .... Herr Zeller Daniel Truhitte .... Rolfe Norma Varden .... Frau Schmidt Marni Nixon .... Irmã Sophia Gilchrist Stuart .... Franz Evadne Baker .... Irmã Bernice Doris Lloyd .... Baronesa Ebberfeld Sinopse Maria (Julie Andrews) é uma noviça desobediente que é incubida de cuidar das sete crianças do sério e viúvo capitão Von Trapp (Christopher Plummer). No início as crianças aprontam para que ela, assim como as outras babás, saia de casa, mas com um tempo desenvolvem um laço de amizade. Aos poucos, Maria também vai derretendo também o coração do capitão. Os dois se apaixonam e se casam, passando a constituir uma família de cantores, durante o período do nazismo. Curiosidades - O musical The Sound of Music foi apresentado originalmente na Broadway. - Inspirada na história real da família de cantores Von Trapp, da Áustria. - O filme foi rodado em Slzburgo (Áustria) e na Baviera (Alemanha). - Incialmente, o filme seria dirigido por William Wyler. - Yul Brynner foi cogitado para o papel de Von Trapp. - O primeiro número, em que Julie Andrews dança e canta The Sound Of Music foi o último a ser rodado. - a frente e os fundos da casa do capitão, são de duas residências diferentes. - 4º colocado na lista do AFI dos 25 melhores musicais de todos os tempos. - O filme ficou mais de três anos em cartaz nos cinemas dos Estados Unidos. - O filme salvou os cofres da 20th Century Fox, que andava no prejuízo desde o lançamento de Cleópatra. Prêmios - Oscar de Melhor Filme, Diretor, Montagem, Som e Trilha Sonora. - Indicado ao Oscar de Melhor Atriz (Julie Andrews), Atriz Coadjuvante (Peggy Wood), Fotografia, Direção de Arte e Figurino. - Globo de Ouro de Melhor Filme Comédia e Melhor Atriz comédia (Julie Andrews). - Indicação ao Globo de Ouro de Melhor Diretor e Atriz Coadjuvante (Peggy Wood). Assista Online Imagens
| 9450 ace
Título Original: Mary Poppins Ano/País/Gênero/Duração: 1964 / EUA / Musical / 139min Direção: Robert Stevenson Produção: Walt Disney Roteiro: Bill Walsh, Don DaGradi Fotografia: Edward Colman Música: Richard M. Sherman e Robert B. Sherman Elenco • Julie Andrews .... Mary Poppins • Dick Van Dyke .... Bert / sr. Dawes Sr. • David Tomlinson .... George W. Banks • Glynis Johns .... Winifred Banks • Hermione Baddeley .... Ellen • Reta Shaw .... sra. Brill • Karen Dotrice .... Jane Banks • Matthew Garber .... Michael Banks • Elsa Lanchester .... Katie Nanna • Arthur Treacher .... guarda Jones • Reginald Owen .... almirante Boom • Ed Wynn .... tio Albert • Jane Darwell .... mulher dos pássaros • Arthur Malet .... sr. Dawes Jr. Sinopse Mary Popins (Julie Andrews) é escolhida para ser babá dos filhos de George Banks (David Tomlinson), um banqueiro muito rico e frio. As crianças são problemáticas, fazendo com que várias babás desistam do emprego. Mas Mary Poppins é diferente, e com seus poderes mágicos, fará com que a família finalmente consiga ser feliz. Curiosidades - Julie Andrews foi escolhida diretamente por Walt Disney para interpretar a babá. - As filmagens foram adiadas até que Julie, que estava grávida, tivese seu bebê. - O filme foi rodado inteirmante nos estúdios Disney. - Foi a última aparição da atriz Jane Darwell. - A Sra. Banks e Mary Poppins não conversam durante todo o filme. - Único filme a ser produzido pessoalmente por Walt Disney a concorrer ao Oscar. - Supercalifragilisticexpialidocious: palavra usada pela babá quando não tinha o que falar. - 6ª Colocação na lista AFI dos 25 Melhores Musicais Americanos. Prêmios - Oscar de Melhor Atriz (Julie Andrews), Efeitos Especiais, Edição, Canção Original, Trilha Sonora. - Indicação ao Oscar de Melhor Direção de arte colorido, Fotografia colorida, Figurino, Diretor, Filme, Som e Roteiro Adaptado. - Globo de Ouro de Melhor Atriz Musical (Julie Andrews). - Indicação ao Globo de Ouro de Melhor Filme Musical, Ator Musical e Trilha Sonora original. Assista Online Imagens
| 7097 ace
Título Original: Stagecoach Ano/País/Gênero/Duração: 1939 / EUA / Faroeste / 96min Direção: John Ford Produção: John Ford Roteiro: Dudley Nichols Fotografia: Bert Glennon Música: Louis Gruenberg, Richard Hageman, Franke Harling, John Leipold Elenco Claire Trevor ... Dallas John Wayne ... Ringo Kid Andy Devine ... Buck John Carradine ... Hatfield Thomas Mitchell ... Doc Boone Louise Platt ... Lucy Mallory George Bancroft ... Curley Donald Meek ... Peacock Berton Churchill ... Gatewood Tim Holt ... Lieutenant Tom Tyler ... Luke Plummer Sinopse Índios apaches atacam uma caravana com diversos tipos de pessoas (prostituta, médico, trapaceiro, banqueiro) que está em viagem pelo Velho Oeste. Com o perigo, cada um demonstra as peculiaridades de sua personalidade. Curiosidades - Refilmagens em 1966 e 1986. - Orson Welles viu este filme 40 vezes enquanto filmava Cidadão Kane. Prêmios - Oscar de Melhor Ator Coadjuvante (Thomas Mitchell), Trilha Sonora Adaptada. - Indicações ao Oscar de Melhor Filme, Direção, Fotografia, Direção de Arte, Edição. Download: Este filme é de domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria.   Legendas Imagens
| 12883 ace
  Título Original: The Sting Ano/País/Gênero/Duração: 1973 / EUA / Drama 129min Direção: George Roy Hill Produção: Tony Bill, Julia Phillips E Michael Phillips Roteiro:  David W. Maurer E David S. Ward Fotografia: Robert Surtees Música: Scott Joplin     Elenco     Paul Newman (Henry Gondorff / Sr. Shaw) Robert Redford (Johnny Hooker / Kelly) Robert Shaw (Doyle Lonnegan) Charles Durning (Tenente William Snyder) Ray Walston (J.J. Singleton) Eileen Brenann (Billie) Harold Gould (Kid Twist) John Heffernan (Eddie Niles) Dana Elcar (Agente Especial Polk) Jack Kehoe (Joe Erie / Erie Kid) Dimitra Arliss (Loretta) Robert Earl Jones (Luther Coleman)     Sinopse   Na década de 30, Johnny Hooker (Robert Redford) é um jovem vigarista, que sobrevive de pequenos golpes. Ele aprendeu as as manhas com Luther (Robert Earl Jones), um dos mais respeitáveis do submundo do crime e que ele considera um mestre. Eles planejam um golpe, armando para cima de Doyle Loningan (Robert Shaw), um banqueiro. Levam 11 mil dólares do seu banco. Doyle não deixará passar em branco isso, e, após o roubo, começa uma caçada atrás dos bandidos. Luther é morto e Hooker passa a ser chantageado pela polícia. Hooker procura Henry Gondorf (Paul Newman), um golpista aposentado, para que ele lhe ajude a resolver seus problemas.     Curiosidades     - Robert Shaw anda desta maneira graças a um tornozelo quebrado logo no início das filmagens. Ele acabou adaptando seu modo de andar ao do personagem. - Jack Nicholson foi cogitado para o papel de Johnny Hooker. - Robert Redford só foi assistir ao filme em 2004.     Prêmios     - Oscar de Melhor Filme, Diretor, Direção de Arte, Figurino, Edição, Trilha Sonora e Roteiro Original. - Indicado ao Oscar de Melhor Ator (Robert Redford), Fotografia e Som. - Recebeu uma indicação ao Globo de Ouro, na categoria de Melhor Roteiro.       Imagens
| 8718 ace
Título Original: La Strada Ano/País/Gênero/Duração: 1954 / Itália / Drama / 104min Direção: Federico Fellini Produção: Dino De Laurentiis, Carlo Ponti Roteiro: Federico Fellini, Tullio Pinelli Fotografia: Otello Martelli Música: Nino Rota Elenco Anthony Quinn .... Zampanò Giulietta Masina .... Gelsomina Richard Basehart .... Il 'Matto'-The 'Fool' Aldo Silvani .... Il Signor Giraffa-Mr Giraffe Marcella Rovere .... La Vedova-The Widow Livia Venturini .... La Suorina-The Sister SINOPSE Sinopse Gelsomina (Giulietta Masina) é comprada de sua mãe por um artista de rua chamado Zampanó (Anthony Quinn),um homem rude. Dotada de pouca inteligência, ela torna-se sua ajudante, passando por uma relação conturbada. Prêmios - Oscar de Melhor Filme Estrangeiro. - Indicação ao Oscar de Melhor Roteiro original. ASSISTA ONLINE Imagens
| 5355 ace
Título Original: Strangers on a Train Ano/País/Gênero/Duração: 1951 / EUA / Suspense / 101min Direção: Alfred Hitchcock Produção: Alfred Hitchcock Roteiro:  Raymond Chandler, Czenzi Ormonde, Whitfield Cook Fotografia: Robert Burks Música: Dimitri Tiomkin Elenco Farley Granger .... Guy Haines Ruth Roman .... Anne Morton Robert Walker .... Bruno Antony Leo G. Carroll .... Senador Morton Patricia Hitchcock .... Barbara Morton Kasey Rogers .... Miriam Joyce Haines Marion Lorne .... Sra. Antony Jonathan Hale .... Sr. Antony Howard St. John .... Capitão Turley John Brown .... Prof. Collins Norma Varden .... Sra. Cunningham Robert Geist .... Leslie Hennessy Alfred Hitchcock .... Homem entrando no trem Sinopse Bruno Anthony (Robert Walker) tem problemas com o pai, e é psicopata. Ele conhece em um trem Guy Haines (Farley Granger), um tenista em fase de divórcio e com uma amante. Os dois fazem um pacto sinistro: enquanto Bruno mataria a esposa de Guy, este mataria o pai de Bruno. O tenista acha que se trata de uma brincadeira, mas Bruno leva a sério, cumprindo sua parte no trato. Ele agora aguarda que o colega cumpra a sua parte também. Curiosidades - Hitchcock comprou os direitos da história secretamente, desembolsando apenas $ 7.500 dólares pela transação. - A participação do diretor ocorreu nos primeiros 5 minutos, no trem, quase se chocando com um dos personagens. Imagens
| 7954 ace
Título Original: Suspicion Ano/País/Gênero/Duração: 1941 / EUA / Suspense / 99min Direção: Alfred Hitchcock Produção: Alfred Hitchcock Roteiro:  Anthony Berkeley, Samson Raphaelson, Joan Harrison, Alma Reville Fotografia: Harry Stradling Sr. Música: Franz Waxman Elenco Joan Fontaine ... Lina McLaidlaw Aysgarth Cary Grant ... Johnnie Aysgarth Cedric Hardwicke ... General McLaidlaw Nigel Bruce ... Gordon Cochrane 'Beaky' Thwaite Dame May Whitty ... Mrs. Martha McLaidlaw Isabel Jeans ... Mrs. Newsham Heather Angel ... Ethel (Maid) Auriol Lee ... Isobel Sedbusk Reginald Sheffield ... Reggie Wetherby Leo G. Carroll ... Captain George Melbeck Sinopse Johnny Aysgarth (Cary Grant) casa-se com a tímida Lina Mclaidlaw (Joan Fontaine).ele é um playboy que oculta que vive de apostas. Após o matrimônio a esposa passa a suspeitar do marido, depois que um amigo dele é morto. Descobre que está grávida e passa a temer também por sua vida. Curiosidades - Hitchcock não gostou de ter mudado o final do filme. Segundo o original, o final era bem mais pessimista, com a morte da esposa. - Os produtores não aprovavam Cary Grant com a imagem de assassino, obrigando o diretor a mudar a sequencia final. - Hitchcock adoeceu durante as filmagens, e estas foram suspensas durante várias semanas. O mal estar gerado nos estúdios graças às mudanças no filme foi tão grande que o diretor cogitou desistir do projeto. - Na cena em que Cary Grant sobe as escadas com o copo de leite, foi colocado uma pequena luz no copo, para dar efeito de iluminação. - A aparição de Hitchcock é aos 45 minutos, colocando uma carta nos correios. - O cão utilizado no filme é o mesmo que aparece em “Os Pássaros”. Prêmios - Oscar de Melhor Atriz (Joan Fontaine). - Indicação ao Oscar de Melhor Filme e Trilha Sonora. ASSISTA ONLINE Imagens
| 5799 ace
Título Original: Swing Time Ano/País/Gênero/Duração: 1936 / EUA / Comédia Musical / 103min Direção: George Stevens Produção: Pandro S. Berman Roteiro:  Erwin S. Gelsey, Howard Lindsay, Allan Scott Fotografia: David Abel Música: Jerome Kern Elenco Fred Astaire ...     Lucky Garnett Ginger Rogers ...     Penny Carroll Victor Moore    ...     Pop Cardetti Helen Broderick    ...     Mabel Anderson Eric Blore    ...     Gordon Betty Furness    ...     Margaret Watson Georges Metaxa    ...     Ricky Romero Sinopse Lucky Garnett (Fred Astaire) é um dançarino e jogador. Ele está noivo e precisa conseguir dinheiro para o casamento. Mais precisamente $ 25.000 dólares, apostado com o juiz, que lhe informa que eles só poderão se casar com o dinheiro em mãos. Para isto viaja para Nova York, onde acaba se envolvendo com a professora de dança Penny (Ginger Rogers), que sonha em melhorar de vida com sua arte. Curiosidades - Foram necessárias mais de 350 horas de ensaios para as sequencias de dança. - Números musicais de destaque: "Waltz in Swing Time", "A Fine Romance", "Never Gonna Dance" e "Pick Yourself Up. - Foram precisos 47 tomadas na sequencia “Never Gonna Dance”. - Dos filmes que fez com Astaire, este era o preferido de Ginger. - 90° lugar na lista dos melhores filmes de todos os tempos, feitas pela AFI. - 6º filme da dupla Astaire e Rogers. Prêmios - Oscar de Melhor Canção Original (The Way You Look Tonight). - Indicado ao Oscar de Melhor Direção de Dança. Download: Este filme é de  domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria.   Legendas Imagens
| 9803 ace
Título Original: Tarzan, the Ape Man Ano/País/Gênero/Duração: 1932 / EUA / Aventura / 99min Direção: W.S. Van Dyke Produção: Irving Thalberg e Bernard H. Hyman Roteiro: Cyril Hume Fotografia: Clyde De Vinna e Harold Rosson Elenco: Tarzan - Johnny Weissmuller Harry Holt - Neil Hamilton Jane Parker - Maureen O'Sullivan James Parker - C. Aubrey Smith Mrs. Cutten - Doris Lloyd Beamish - Forrester Harvey Riano - Ivory Williams Sinopse James Parker (C. Aubrey Smith) e Harry Holt (Neil Hamilton) estão numa expedição na África, onde buscam um cemitério de elefantes de onde retirarão marfim. Jane (Maureen O'Sullivan), filha do líder, junta-se ao grupo e Harry se apaixona por ela. Depois de uma emboscada por conta de nativos, Jane, é seqüestrada por um homem estranho, Tarzan (Johnny Weissmuller), que a leva para sua morada em cima de uma árvore. Aos poucos eles vão se apaixonando. Jane decide ficar ao lado de Tarzan, formando uma nova família. Curiosidades - Este foi o primeiro filme da série MGM sobre o homem das selvas. - Johnny Weissmuller foi campeão olímpico de natação antes de se aventurar nas telas. - Adaptação da obra de Edgar Rice Burroughs, que deu início a uma série de filmes. - Clarc Gable, Joel McCrea, Johnny Mack Brown e Herman Brix foram testados para o papel. - O filme foi rodado em cinco meses no lago Toluca, nos arredores de Hollywood. Download: Este filme é de domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria.   Legendas Imagens
| 17806 ace
Título Original: Tarzan and His Mate Ano/País/Gênero/Duração: 1934 / Aventura / EUA/ 104min Direção: Cedric Gibbons, Jack Conway Produção: Bernard H. Hyman Roteiro: James Kevin McGuinness Fotografia: Charles G. Clarke, Clyde De Vinna Música: William Axt, Paul Marquardt, George Richelavie, Fritz Stahlberg Elenco Johnny Weissmuller ... Tarzan Maureen O’Sullivan ... Jane Parker Neil Hamilton ... Harry Holt Paul Cavanagh ... Martin Arlington Forrester Harvey ... Beamish Nathan Curry ... Saidi Everett Brown ... Bearer Ray Corrigan ... Gorilla Yola d'Avril ... Madame Feronde Paul Porcasi ... Monsieur Feronde Desmond Roberts ... Henry Van Ness William Stack ... Tom Pierce Sinopse Harry Holt (Neil Hamilton), o ex-noivo de Jane (Maureen O’Sullivan), retorna à África, juntamente com um contrabandista de marfim, para conseguir marfim e se vingar de Tarzan, que tomou-lhe a noiva. Após vários dias enfrentando perigos, ele reencontra Jane, que fica feliz em lhe ver. Ele tenta lhe convencer a voltar para a civilização, mostrando-lhe artigos que trouxe da Europa, como perfumes, roupas, maquiagem, mas ela prefere ficar ao lado de Tarzan (Johnny Weissmuller). Curiosidades - O filme marca a estréia de Cedric Gibbons na MGM. - Foram utilizados elefantes africanos nas cenas, por serem mais fáceis de manusear. - Betty Roth, esposa do supervisor de animais Louis Roth foi dublê de O’Sullivan em algumas cenas. - Na cena em que Tarzan e Jane nadam nus, O’Sullivan não aparece, e sim Josephine McKim, nadadora. Além disso a cena foi feita de três maneiras: com Jane vestida com duas peças, com uma e totalmente nua. Todas as três versões foram tiradas do filme pela Legião de Decência. - Recentemente as cenas de nu foram descobertas nos cofres da MGM. - O traje de Jane, que era feito com dois pedaços de pano foi substituído por uma peça única, pois mostrava muito o corpo da atriz. Download: Este filme é de domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria.   Legendas Imagens
| 14303 ace
Título Original: Tarzan Escapes Ano/País/Gênero/Duração: 1936 / EUA / Aventura / 89min Direção: Richard Thorpe Produção: Sam Zimbalist Roteiro: Cyril Hume Fotografia: Leonard Smith Música: William Axt, Sol Levy Elenco Johnny Weissmuller ... Tarzan Maureen O’Sullivan ... Jane Parker John Buckler ... Captain Fry Benita Hume ... Rita William Henry ... Eric Herbert Mundin ... Rawlins E.E. Clive ... Masters Darby Jones ... Bomba Sinopse Parentes de Jane (Maureen O'Sullivan ) retornam à África e tentam induzi-la a voltar para a civilização. ao salvar o grupo de selvagens, Tarzan (Johnny Weissmuller) é perseguido e capturado por um caçador ingles que quer expo-lo como uma atração da África. O Homem das selvas consegue fugir com a ajuda dos animais e salva Jane de seus primos, que retornam à civilização sem conseguir leva-la. Curiosidades - Algumas cenas violentas foram cortadas do filme, causando buracos no roteiro e deixando-o um pouco confuso. - Devido à censura, os trajes de Tarzan e Jane foram aumentados. - O diretor James C. McKay foi substituído no meio das filmagens. Download: Este filme é de domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria.   Legendas Imagens
| 18829 ace
Título Original: Tarzan Finds a Son Ano/País/Gênero/Duração: 1939 /EUA / Aventura / 82min Direção: Richard Thorpe Produção: Sam Zimbalist Roteiro:  Cyril Hume Fotografia: Leonard Smith Música: William Axt, Sol Levy Elenco Johnny Weissmuller... Tarzan Maureen O’Sullivan ... Jane Parker Johnny Sheffield ... Boy Ian Hunter ... Sr. Austin Lancing Henry Stephenson ... Sir Thomas Lancing Frieda Inescort ... Sra. Lancing Henry Wilcoxon ... Sr. 'Sandee' Sande Laraine Day ... Sra. Richard Lancing Morton Lowry ... Sr. Richard Lancing Gavin Muir ... Pilot Sinopse Os chimpanzés encontram um bebê no meio de destroços de um avião que ia para a cidade do Cabo e caiu na selva. Chita leva o bebê e o mostra a Tarzan (Johnny Weissmuller) e Jane (Maureen O'Sullivan), que ao saberem que ele é um órfão,  adotam-no como filho. Dão-lhe o nome de Boy (Johnny Sheffield ). Após cinco anos, uma expedição é mandada para investigar se há sobreviventes da tragédia, pois somente com isso poderão receber a fortuna deixada pelo casal morto. Curiosidades - As cenas aquáticas foram realizadas na Flórida. - Pelo roteiro original, Jane morreria neste filme, mas teve que ser alterado devido ao apelo popular que não queria que ela morresse. - O garoto teve que ser adotado, pois o código da época não permitia que um casal que vivesse sem ser casados tivessem filhos. - No livro, Tarzan é que era o herdeiro Greystoke. - Quarto filme da série estrelada por Johnny Weissmuller e Maureen O'Sullivan. - John Sheffield tinha 8 anos durante as filmagens. Ele foi escolhido por Johnny Weissmuller, após diversos testes com centenas de candidatos. Weissmuller também o ensinou a nadar para o filme. Download: Este filme é de  domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria.   Legendas Imagens
| 19131 ace
Título Original: Tarzan's Secret Treasure Ano/País/Gênero/Duração: 1941 / EUA / Aventura / 81min Direção: Richard Thorpe Produção: B.P. Fineman Roteiro:  Myles Connolly, Paul Gangelin, Edgar Rice Burroughs Fotografia: Clyde De Vinna Música: David Snell Elenco Johnny Weissmuller...     Tarzan Maureen O’Sullivan ...     Jane Parker Johnny Sheffield    ...     Boy Reginald Owen    ...     Professor Elliott Barry Fitzgerald    ...     O'Doul Tom Conway    ...     Medford Philip Dorn    ...     Vandermeer Cordell Hickman    ...     Tumbo Sinopse O professor Elliot (Reginald Owen) consegue salvar Boy (Johnny Sheffield) de perigo. Em uma das  suas explorações pela selva, Boy encontra ouro no fundo de um rio, e acaba revelando para os exploradores. Tarzan descobre os reais motivos da expedição e se desentende com o grupo, levando um tiro, enquanto Jane e Boy são levados como reféns. Curiosidades - Devido à morte de Irving Thalmberg, e conseqüente corte no orçamento, sequencias de outros filmes antigos foram usadas. Imagens
| 8041 ace
Título Original: Tarzan`s New York Adventure Ano/País/Gênero/Duração: 1942 / EUA / Aventura / 70min Direção: Richard Thorpe Produção: Frederick Stephani Roteiro:  William R. Lipman e Myles Connolly Fotografia: Sidney Wagner Música: David Snell, Sol Levy Elenco Johnny Weissmuller ... Tarzan Maureen O’Sullivan ... Jane Parker Johnny Sheffield ... Boy Virginia Grey ... Connie Beach Charles Bickford ... Buck Rand Paul Kelly ... Jimmie Shields, Pilot Chill Wills ... Manchester Montford Cy Kendall ... Col. Ralph Sergeant Russell Hicks ... Judge Abbotson Howard C. Hickman ... Blake Norton Charles Lane ... Gould Beaton Miles Mander ... Portmaster Wade Boteler ... First Police Sergeant Bill Cartledge ... Messenger with Cablegram Hobart Cavanaugh ... Hotel Desk Clerk Sinopse Buck Rand (Charles Bickford), um dono de circo, seqüestra Boy (Johnny Sheffield) para que ele sirva de atração em seu circo. Tarzan (Johnny Weissmuller) e Jane (Maureen O'Sullivan) o segue até Nova York, onde irão lutar pela custódia do garoto. Mas Tarzan, não acostumado com a civilização, não entende esses métodos, e acaba agredindo pessoas e sendo preso. Depois que escapa ele resgata Boy do circo. Curiosidades - Ao invés da tradicional selva, o cenário deste filme é a cidade de Nova York. - Último filme de Maureen O’Sullivan como Jane. - Johnny Weissmuller estava cada vez mais gordo nas telas. Além disso Tarzan fala mais neste filme e está mais terno do que nos outros filmes. - Este foi o primeiro filme exibido gratuitamente para os militares no exterior. Uma cópia de 16mm foi enviado para a Islândia e mostrado em 10 de maio de 1942. Imagens
| 10610 ace
Título Original: Tarzan Triumphs Ano/País/Gênero/Duração: 1943 / EUA / Aventura / 70min Direção: William Thiele Produção: Sol Lesser Roteiro:  Roy Chanslor e Carroll Young Fotografia: Harry J. Wild Música: Paul Sawtell Elenco Johnny Weissmuller... Tarzan Johnny Sheffield ... Boy Frances Gifford ... Zandra Stanley Ridges ... Colonel Von Reichart Sig Ruman ... Sergeant Philip Van Zandt ... Captain Bausch Rex Williams ... Lt. Reinhardt Schmidt Pedro de Cordoba ... Oman Sven Hugo Borg ... Heinz Stanley Brown ... Achmet George Lynn ... Nazi Pilot Manuel París ... Pallandria Man Otto Reichow ... Grüber Wilhelm von Brincken ... General Hoffman William Yetter Sr. ... Nazi Guard Sinopse Tarzan (Johnny Weissmuller) e seu filho Boy (Johnny Sheffield) conseguem resgatar um piloto nazista que caiu na selva. Ele faz parte de uma força alemã que visa extrair minerais na selva para utilizá-los na guerra. Tarzan vai intervir para destruir os planos de invasão. Curiosidades - Primeiro filme de Tarzan na RKO, após o desinteresse da MGM em continuar a série. - Maureen O’Sullivan não quis mais interpretar Jane. - A qualidade do filme é visivelmente menor do que os anteriores, filmados nos estúdios MGM. - Johnny Weissmuller estava fora de forma. - Originalmente intitulado no Brasil como Tarzan, o Vingador.   Imagens
| 7809 ace
Título Original: Tarzan's Desert Mystery Ano/País/Gênero/Duração: 1943 / EUA / Aventura / 70min Direção: Wilhelm Thiele Produção: Sol Lesser - Kurt Neumann Roteiro:  Edgar Rice Burroughs - Edward T. Lowe Jr. - Carroll Young Fotografia: Russell Harlan e Harry J. Wild Música: Paul Sawtell Elenco Johnny Weissmuller ... Tarzan Nancy Kelly ... Connie Bryce Johnny Sheffield ... Boy Otto Kruger ... Paul Hendrix Joe Sawyer ... Karl Straeder Lloyd Corrigan ... Sheik Abdul El Khim Robert Lowery ... Prince Selim Frank Puglia ... Magistrate Philip Van Zandt ... Kushmet Bobby Barber ... Turban Vendor John Berkes ... Charlie Dice ... Jaynar Frank Faylen ... Achmed George J. Lewis ... Ali Baba Hassan Nestor Paiva ... Prison Guard Sinopse Jane envia uma carta para Tarzan (Johnny Weissmuller). Ela está trabalhando como enfermeira nas tropas inglesas. Para ajuda-la, Tarzan vai, juntamente com seu filho Boy (Johnny Sheffield) e sua macaca Chita, em busca de ervas naturais para que Jane possa fazer um soro. Ele passará por diversas aventuras para conseguir seu intuito.
| 7793 ace
Título Original: Tarzan And The Amazons Ano/País/Gênero/Duração: 1945 / EUA / Aventura / 76min Direção: Kurt Neumann Produção: Sol Lesser, Kurt Meunann Roteiro:  John Jacoby Fotografia: Archie Stout Elenco Johnny Weissmuller ...     Tarzan Brenda Joyce    ...     Jane Johnny Sheffield    ...     Boy Henry Stephenson    ...     Sir Guy Henderson Maria Ouspenskaya    ...     Amazon Queen Barton MacLane    ...     Ballister Donald Douglas    ...     Anders Steven Geray    ...     Brenner J.M. Kerrigan    ...     Splivens Shirley O'Hara    ...     Athena Sinopse Boy (Johnny Sheffield) está estudando emu ma escola na Inglaterra. Enquanto isso, um bispo tenta forçar uma jovem a casar-se com um contrabandista de pérolas. Mas Tarzan (Johnny Weissmuller) e Jane (Brenda Joyce) irão ajudar a garota a fugir e encontrar seu grande amor. Imagens
| 7465 ace
  Título Original: Tarzan and the Leopard Woman Ano/País/Gênero/Duração: 1946 / EUA /Aventura / 72min Direção: Kurt Neumann Produção: Sol Lesser e Kurt Neumann Roteiro:  Carroll Young Fotografia: Karl Struss Música: Paul Sawtell   Elenco   Johnny Weissmuller ...     Tarzan Brenda Joyce    ...     Jane Johnny Sheffield    ...     Boy Acquanetta    ...     Lea Edgar Barrier    ...     Dr. Ameer Lazar Dennis Hoey    ...     Commissioner Tommy Cook    ...     Kimba Anthony Caruso    ...     Mongo   Sinopse   Tarzan (Johnny Weissmuller)), juntamente com Jane (Brenda Joyce) e Boy (Johnny Sheffield) enfrentam uma tribo inimiga que é chefiada por um fanático religioso e por Lea (Aqcquanetta), uma sacerdotiza do deus Leopardo. Eles impõem a morte e o medo a todos que tentam chegar perto deles quando matam todos os seus inimigos, oferecendo seus órgãos ao seu deus.       Imagens  
| 7352 ace
Título Original: Tarzan and the Huntress Ano/País/Gênero/Duração: 1947 / EUA / Aventura / 72min Direção: Kurt Neumann Produção: Sol Lesser e Kurt Neumann Roteiro:  Jerry Gruskin Fotografia: Archie Stout Música: Paul Sawtell Elenco Johnny Weissmuller ...     Tarzan Brenda Joyce    ...     Jane Johnny Sheffield    ...     Boy Patricia Morison    ...     Tanya Rawlins Barton MacLane    ...     Paul Weir John Warburton    ...     Carl Marley Charles Trowbridge    ...     King Farrod Ted Hecht    ...     Prince Ozira Wallace Scott    ...     'Smitty' Smithers Sinopse Após a 2ª guerra mundial, uma expedição de caçadores tenta capturar casais de animais perto da área de proteção de Tarzan (Johnny Weissmuller). O sobrinho do rei permitirá que os caçadores capturem os animais que desejarem, em troca de dinheiro e da morte de seu tio, fazendo com que ele se torne o novo rei. Tarzan descobre a falcatrua e tentará impedir, num grande confronto. Imagens
| 7485 ace
Título Original: Tarzan And The Mermaids Ano/País/Gênero/Duração: 1948 / EUA / Aventura / 68min Direção: Robert Florey Produção: Sol Lesser Roteiro:  Carroll Young Fotografia: Jack Draper Música: Dimitri Tiomkin Elenco Johnny Weissmuller ...     Tarzan Brenda Joyce    ...     Jane George Zucco    ...     Palanth Andrea Palma    ...     Luana Fernando Wagner    ...     Varga Edward Ashley    ...     Commissioner John Laurenz    ...     Benji Gustavo Rojo    ...     Tiko, Mara's Fiancé Matthew Boulton    ...     British Inspector-General Linda Christian    ...     Mara Sinopse Tarzan (Johnny Weissmuller) e Jane (Brenda Joyce) estão longe de casa tentando ajudar uma jovem que mora em uma civilização dominada por um falso sacerdote que impõe a todos castigos severos. Curiosidades - Algumas locações foram feitas no México. - 12º filme com Johnny Wessmuller no papel de Tarzan, e também seu último. - O dublê de Johnny Weissmuller, Angel Garcia, morreu durante a realização do mergulho no mar em Acapulco, no México. Imagens
| 9297 ace
Título Original: Tarzan's Magic Fountain Ano/País/Gênero/Duração: 1949 / EUA / Aventura / 73min Direção: Lee Sholem Produção: Sol Lesser Roteiro:  Edgar Rice, Burroughs, Harry ChandleeCurt Siodmak Fotografia: Karl Struss Música: Alex Laszlo Elenco •    Lex Barker...Tarzan •    Brenda Joyce...Jane •    Albert Dekker...Senhor Trask •    Evelyn Ankers...Glória James Jessup •    Charles Drake...Senhor Dodd •    Alan Napier...Douglas Jessup •    Ted Hecht...Pasco •    Henry Brandon...Siko Sinopse Tarzan (Lex Barker) e Jane (Brenda Joyce) estão em um vale no meio das montanhas, que é paradisíaco mas repleto de mistérios. Eles vão parar lá depois que Chita encontra nos destroços de um avião, um diário de uma pilota britânica desaparecida há mais de 20 anos. Tarzan envia-o para a Inglaterra e vai para o Vale Azul, onde habita uma tribo que bebe a água da juventude, e onde ele encontra a pilota desaparecida. Curiosidades - Primeiro filme de cinco, estrelado por Lex Barker como Tarzan. - O filme traz a participação do primeiro Tarzan do cinema, o ator Elmo Lincoln. - Último filme de Brenda Joyce como Jane. - Único filme de Brenda Joyce com Lex Barker. - Foram testados mais de 1000 atores para substituir Johnny Weissmuller no papel de Tarzan. - Leo Barker raspou o tórax cabeludo par ao filme. Imagens
| 16407 ace
Título Original: Terms of Endearment Ano/País/Gênero/Duração: 1983 / EUA / Drama / 132min Direção: James L. Brooks Produção: James L. Brooks Roteiro:  James L. Brooks Fotografia: Andrzej Bartkowiak Música: Michael Gore Elenco •    Shirley MacLaine .... Aurora Greenway •    Debra Winger .... Emma Greenway Horton •    Jack Nicholson .... Garrett Breedlove •    Danny DeVito .... Vernon Dahlart •    Jeff Daniels .... Flap Horton •    John Lithgow .... Sam Burns •    Lisa Hart Carroll .... Patsy Clark •    Betty King .... Rosie Dunlop Sinopse Aurora (Shirley MacLaine) vive um relacionamento difícil com sua filha Emma (Debra Winger) quando esta cresce. Indo contra os conselhos da mãe, Emma casa-se com Flap Horton (Jeff Daniels), se mudando para Huston para se afastar de Aurora. Com o tempo, Emma descobre que é traída por seu marido, vingando-se dele com um caso com um colega. O relacionamento de mãe e filha irá mudar quando Emma descobre que tem câncer. Curiosidades - Jennifer Jones interpretaria Aurora, pois ela possuía os direitos de adaptação. - Sissy Spacek foi escalada para interpretar Emma, mas acabou desistindo. - Burt Reynolds, Paul Newman, Harrison Ford foram cogitados para o personagem Garret. Prêmios - Oscar de Melhor Filme, Roteiro Adaptado, Direção, Melhor Atriz (Shirley MacLaine), Ator Coadjuvante (Jack Nicholson). - Indicação ao Oscar de de Melhor Ator Coadjuvante  (John Lithgow), Atriz  (Debra Winger), Direção de Arte, Edição, Trilha Sonora e Efeitos Sonoros. - Globo de Ouro de Melhor Filme Drama, Roteiro, Atriz Drama (Shirley MacLaine), Ator Coadjuvante (Jack Nicholson). - Indicado ao Oscar de Melhor Direção e Atriz-Drama  (Debra Winger). Imagens
| 7903 ace
Título Original: The Third Man Ano/País/Gênero/Duração: 1949 / Inglaterra / Suspense / 104min Direção: Carol Reed Produção: Carol Reed, Alexander Korda e David O. Selznick Roteiro:  Graham Greene Fotografia: Robert Krasker Música: Anton Karas Elenco Joseph Cotten (Holly Martins) Alida Valli(Anna Schmidt) Orson Welles (Harry Lime) Trevor Howard (Major Calloway) Bernard Lee (Sargento Paine) Ernst Deutsch (Barão Kurtz) Siegfried Breuer (Popescu) Erich Ponto (Dr. Winkel) Wilfrid Hyde-White (Crabbin) Sinopse Holly Martins (Joseph Cotten), um escritor americano sem sucesso, após a 2ª Guerra, chega em Viena em busca de um trabalho oferecido por seu amigo. Lá descobre Harry Lime (Orson Welles) fora morto atropelado, em circunstâncias misteriosas. A partir daí ele começa a investigar o caso e acaba se envolvendo com Ana Schimdt (Alida Valli), ex-namorada do amigo. Curiosidades - Considerado uma das obras primas do cinema noir. - Primeiro filme a abordar ASSISTA ONLINE Download: Este filme é de  domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria.   Legendas   Imagens
| 8380 ace
Título Original: Stowaway Ano/País/Gênero/Duração: 1936 / EUA / Musical Aventura Família / 87min Direção: William A. Seiter Produção: Buddy G. DeSylva Roteiro: William M. Conselman e Samuel G. Engel Fotografia: Arthur C. Miller Música: Louis Silvers Elenco Shirley Temple ...     Barbara 'Ching-Ching' Stewart Robert Young ...     Tommy Randall Alice Faye ...     Susan Parker Eugene Pallette    ...     The Colonel Helen Westley    ...     Mrs. Hope Arthur Treacher    ...     Atkins Allan Lane    ...     Richard Hope J. Edward Bromberg    ...     Judge J.D. Booth Astrid Allwyn    ...     Kay Swift Robert Greig    ...     Captain of SS Victoria Jayne Regan    ...     Dora Day Julius Tannen    ...     Jenkins, First Mate Willie Fung    ...     Chang, Boatman Philip Ahn    ...     Sun Lo Paul McVey    ...     Second Mate Sinopse Chin-Ching se perde em Xangai e faz amizade com playboy americano Tommy Randall. Ela dorme em seu carro, que acaba em um navio a caminho da América.  Susan Parker, também a bordo do navio, casa com Randall para dar a Chin-Ching uma família. Download:   Este filme é de  domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria.   Sem Legendas Imagens
| 3850 ace
Título Original: To Catch a Thief Ano/País/Gênero/Duração: 1955 / EUA / Suspense Romance / 106min Direção: Alfred Hitchcock Produção: Alfred Hitchcock Roteiro: John Michael Hayes Fotografia: Robert Burks Música: Lyn Murray Elenco • Cary Grant .... John Robie • Grace Kelly .... Frances Stevens • Jessie Royce Landis .... Jessie Stevens • John Williams .... H. H. Hughson • Charles Vanel .... Bertani • Brigitte Auber .... Danielle Foussard • Jean Martinelli .... Foussard • Georgette Anys .... Germaine Sinopse John Robie (Cary Grant) é conhecido como “Gato”, famoso ladrão de jóias. Ele é suspeito de ter cometido vários roubos na Riviera Francesa, apesar de ser inocente neste caso. Para escapar da prisão, ele parte em busca do verdadeiro culpado, conhecendo France Stevens (Grace Kelly), que usa as jóias de família para atrair o ladrão. Curiosidades - Baseado no livro homônimo de David Dodge. - A aparição de Hitchcock é aos 10 minutos, sentado em um ônibus ao lado de Cary Grant. - Um dos filmes mais românticos de Hitchcock. Prêmios - Oscar de Melhor Fotografia em Cores. - Indicação ao Oscar de Melhor Figurino e Direção de Arte. ASSISTA ONLINE
| 6311 ace
Título Original: To Kill a Mockingbird Ano/País/Gênero/Duração: 1962 / EUA / Drama Policial / 129min Direção: Robert Mulligan Produção: Alan J. Pakula Roteiro:  Horton Foote Fotografia: Russell Harlan Música: Mack David, Elmer Bernstein Elenco Gregory Peck    ...     Atticus Finch John Megna    ...     Charles Baker 'Dill' Harris Frank Overton    ...     Sheriff Heck Tate Rosemary Murphy    ...     Maudie Atkinson Ruth White    ...     Mrs. Dubose Brock Peters    ...     Tom Robinson Estelle Evans    ...     Calpurnia Paul Fix    ...     Judge Taylor Collin Wilcox Paxton    ...     Mayella Violet Ewell James Anderson    ...     Robert E. Lee 'Bob' Ewell Alice Ghostley    ...     Aunt Stephanie Crawford Robert Duvall    ...     Arthur 'Boo' Radley William Windom    ...     Mr. Gilmer, Prosecutor Crahan Denton    ...     Walter Cunningham Sr. Richard Hale    ...     Nathan Radley Sinopse   Advogado viúvo(Gregory Peck), que cuida de dois filhos, é contratado para defender Tom (Brock Peters), um homem negro que foi injustamente acusado de estupro contra uma jovem branca. Curiosidades - Baseado no livro de Harper Lee, prêmio Pulitzer de literatura. - O personagem Dill é baseado em Truman Capote, foi amigo de infância da escritora Harper Lee. - Considerado o 25° na lista dos melhores filmes de tribunal já realizados, segundo a AFI. Prêmios - Oscar de Melhor Ator (Gregory Peck), Roteiro Adaptado, Direção de Arte. - Indicação ao Oscar de Melhor Filme, Direção, Fotografia, Trilha Sonora e Atriz Coadjuvante (Mary Badham). - Globo de Ouro de Melhor Ator Drama (Gregory Peck), Trilha Sonora, Melhor Filme promovendo a compreensão internacional. - Indicação ao Globo de Ouro de Melhor Filme Drama.   Imagens        
| 7800 ace
Título Original: Topper Ano/País/Gênero/Duração: 1938 / EUA / Comédia / 97min Direção: Norman Z. McLeod Produção: Milton H. Bren Roteiro: Jack Jevne Fotografia: Norbert Brodine Música: Marvin Hatley Elenco Constance Bennett ... Marion Kerby Cary Grant ... George Kerby Roland Young ... Cosmo Topper Billie Burke ... Mrs. Clara Topper Alan Mowbray ... Wilkins Eugene Pallette ... Casey Arthur Lake ... Elevator Boy Hedda Hopper ... Mrs. Grace Stuyvesant Virginia Sale ... Miss Johnson Theodore von Eltz ... Hotel Manager J. Farrell MacDonald ... Policeman Elaine Shepard ... Secretary Doodles Weaver ... Rustic Si Jenks ... Rustic Lana Turner Sinopse George (Cary Grant) e Marion (Constance Bennett) morrem em um acidente automobilístico, e retornam como fantsmas, para tentar mudar o estilo de vida de seu amigo, Cosmo Topper (Roland Young), dono de um banco. Curiosidades - WC Fields e Jean Harlow foram cogitados para os papeis principais. - Primeiro filme a ser colorizado em 1985. - Foi um dos primeiros filmes em que Cary Grant trabalhou de forma independente. Prêmios - Indicado ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante (Roland Young), Som e Gravação. Download: Este filme é de domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria.   Legendas Imagens
| 7703 ace
Título Original: True Grit Ano/País/Gênero/Duração: 1969 / EUA / Faroeste / 133min Direção: Henry Hathaway Produção: Hal B. Wallis Roteiro:  Marguerite Roberts Fotografia: Lucien Ballard Música: Elmer Bernstein Elenco John Wayne .... Xerife Reuben J. "Rooster" Cogburn Glen Campbell .... Sargento LaBoef Kim Darby .... Mattie Ross Jeremy Slate .... Emmett Quincy Robert Duvall .... "Lucky" Ned Pepper Dennis Hopper .... Moon Garrett Alfred Ryder .... Goudy Strother Martin .... Coronel G. Stonehill Jeff Corey .... Tom Cheney Ron Soble .... Capitão Boots Finch John Fiedler .... J. Noble Daggett James Westerfield .... Juiz Isaac Parker Donald Woods .... Barlow Sinopse Mattie Roos (Kim Darby), contrata o xerife Reuben (John Wayne) para que ele encontre o assassino de seu pai. Como parte do plano, exige que ela esteja presente na perseguição, para verificar que foi cumprido o acordo. Curiosidades - Único filme em que John Wayne conseguiu um Oscar. - John Wayne dispensou dublês nas cenas mais perigosas. Prêmios - Oscar de Melhor Ator para John Wayne. - Indicação ao Oscar de Melhor Música, e som.     Imagens
| 14639 ace
Título Original: 2 Angry Men Ano/País/Gênero/Duração: 1957 / EUA / Drama / 96min Direção: Sidney Lumet Produção: Henry Fonda, Reginald Rose Roteiro: Reginald Rose Fotografia: Boris Kaufman Música: Kenyon Hopkins Elenco Henry Fonda (Jurado) Lee J. Cobb (Jurado) Ed Begley (Jurado) E.G. Marshall (Jurado) Jack Warden (Jurado) Martin Balsam (Jurado) John Fiedler (Jurado) Jack Klugman (Jurado) Ed Binns (Jurado) Joseph Sweeney (Jurado) George Voskovec (Jurado) Robert Webber (Jurado) Sinopse No tribunal, doze jurados julgam se um homem é ou não culpado de matar seu pai. Caso seja condenado, ele será condenado à morte. Dos doze, onze tem certeza de sua culpa, enquanto um deles está indeciso quanto a sua inocência. Ele decide analisar o caso e enfrenta seus colegas, que querem logo acabar com o julgamento. Curiosidades - O filme se passa quase todo dentro de uma única locação, uma sala de tribunal. - Não há mulheres no elenco. - Os jurados são identificados pelo número e não por seus nomes. Prêmios - Indicado ao Oscar de Melhor Diretor, Filme e Roteiro Adaptado. - Indicação ao Globo de Ouro de Melhor Filme Drama, Ator Drama (Henry Fonda), Diretor e Ator Coadjuvante (Lee J. Cobb). Imagens
| 9919 ace
Título Original: La Ciociara Ano/País/Gênero/Duração: 1960 / França e Itália / Drama Guerra / 100min Direção: Vittorio De Sica Produção: Carlo Ponti Roteiro:  Cesare Zavattini, Vittorio de Sica Fotografia: Gábor Pogány Música: Armando Trovajoli Elenco   Sophia Loren ... Cesira Jean-Paul Belmondo ... Michele Di Libero Eleonora Brown ... Rosetta Carlo Ninchi ... Filippo, il padre di Michele Andrea Checchi ... Un fascista Pupella Maggio ... Una contadina Emma Baron ... Maria Bruna Cealti ... Una sfollata Antonella Della Porta ... La madre impazzita Mario Frera Franco Balducci ... Il tedesco nel pagliaio Luciana Cortellesi Curt Lowens Tony Calio Remo Galavotti Sinopse Durante a 2ª Guerra Mundial, Cesira (Sophia Loren), uma mulher viúva, decide fugir com a filha adolescente para sua terra natal, deixando tudo o que lhe pertence com um amigo. Ela procura abrigo em uma igreja abandonada e as duas são atacadas por soldados inimigos. Curiosidades - Baseado na novela de Alberto Moravia. Prêmios - Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro. Imagens
| 6324 ace
Título Original: West Side Story Ano/País/Gênero/Duração: 1961 / EUA / Drama/Musical/Romance / 151min Direção: Jerome Robbins, Robert Wise Produção: Robert Wise Roteiro:  Jerome Robbins, Arthur Laurents, Ernest Lehman Fotografia: Daniel L. Fapp Música: Leonard Bernstein e Saul Chaplin Elenco •    Natalie Wood .... Maria •    Richard Beymer .... Tony •    Russ Tamblyn .... Riff •    Rita Moreno  .... Anita •    George Chakiris .... Bernardo •    Simon Oakland .... tenente Schrank •    Ned Glass .... médico •    William Bramley .... oficial Krupke •    Tucker Smith .... Ice •    Tony Mordente .... Action •    David Winters .... A-Rab •    Eliot Feld .... Baby John •    Carole D'Andrea .... Velma •    Jay Norman .... Pepe •    Tommy Abbott .... Gee-Tar Sinopse Duas gangues de jovens de Nova York estão em briga. O primeiro grupo, conhecido como Jets, se acham os donos do lugar por estarem lá há mais tempo. Os Sharks, vindos de Porto Rico, tentam tomar o lugar deles. Até que Tony (Richard Beymer), que já foi um Jet, apaixona-se por Maria (Natalie Wood), irmã de um dos líderes do grupo dos Shark. Curiosidades - Versão moderna e musical do romance Romeu e Julieta, de William Shakespeare. - A única cena diurna do filme é a inicial. Também é a única cena feita em externas. - Audrey Hepburn foi cogitada para o papel de Maria, mas não pode aceitar por estar grávida. - Os atores foram dublados. Rita Moreno foi a única que utilizou sua própria voz. - Natalie Wood não gostou do resultado de sua dublagem por Marni Nixon. - Devido às várias tomadas de cenas, o filme estourou todos os orçamentos. Jerome Robbins acabou sendo demitido por seu perfeccionismo. - Elvis Presley foi cogitado para o papel de Tony. - Os direitos da peça custaram $ 375 mil dólares. - Richard Beymer foi dublado por Jimmy Bryant. - Pela primeira vez no Oscar, o prêmio de Melhor Diretor foi dividido por dois diretores do mesmo filme. Prêmios - Oscar de Melhor Filme, Diretor, Ator Coadjuvante (George Chakiris), Atriz Coadjuvante (Rita Moreno), Direção de Arte, Fotografia colorida, Figurino, Edição, Som e Trilha Sonora. - Indicado ao Oscar de Melhor Roteiro Adaptado. - Globo de Ouro de Melhor Filme Musical, Ator Coadjuvante (George Chakiris) e Atriz Coadjuvante (Rita Moreno).   Imagens        
| 9364 ace
Título Original: Splendor in the Grass Ano/País/Gênero/Duração: 1961 / EUA / Drama Romance / 124min Direção: Elia Kazan Produção: Elia Kazan Roteiro:  William Inge Fotografia: Boris Kaufman Música: David Amram Elenco •    Natalie Wood .... Wilma Dean 'Deanie' Loomis •    Warren Beatty .... Bud Stamper •    Pat Hingle .... Ace Stamper •    Audrey Christie .... sra. Loomis •    Barbara Loden .... Ginny Stamper •    Zohra Lampert .... Angelina •    Fred Stewart .... Del Loomis •    Joanna Roos .... sra. Stamper •    John McGovern ....Doc Smiley •    Jan Norris .... Juanita Howard •    Martine Bartlett .... srta. Metcalf •    Sandy Dennis .... Kay Sinopse Durante a década de 20, Bud “Warren Beatty” e Deanie (Natalie Wood) são jovens estudantes que vivem no Kansas. Os dois estão apaixonados, mas sofrem por causa da repressão sexual que impera em sua época. Curiosidades - Jane Fonda e Lee Remick foram cogitadas para o papel de Deanie. - Dennis Hopper foi cogitado para o papel de Bud. Prêmios - Oscar de Melhor Roteiro Original. - Indicado ao Oscar de Melhor Atriz (Natalie Wood). - Indicado ao Globo de Ouro de Melhor Filme Drama, Ator (Warren Beatty) e Atriz Drama (Natalie Wood). Assista Online
| 10315 ace
Título Original: The Way We Were Ano/País/Gênero/Duração: 1973 / EUA / Drama Romance / 118min Direção: Sydney Pollack Produção: Ray Stark Roteiro:  Arthur Laurents, David Rayfiel Fotografia: Harry Stradling Jr. Música: Marvin Hamlish Elenco Barbra Streisand .... Katie Morosky Robert Redford .... Hubbell Gardner Bradford Dillman .... J.J. Lois Chiles .... Carol Ann Patrick O'Neal .... George Bissinger Viveca Lindfors .... Paula Allyn Ann McLerie .... Rhea Edwards Murray Hamilton .... Brooks Carpenter Herb Edelman .... Bill Verso Diana Ewing .... Vicki Bissinger Sally Kirkland .... Pony Dunbar Marcia Mae Jones .... Peggy Vanderbilt James Woods .... Frankie McVeigh Don Keefer .... Ator Sinopse Katie Morosky (Barbra Streisand) é uma militante que conhece e se apaixona por Hubbell (Robert Redford), rico e de família protestante, vivendo uma grande paixão, apesar de serem muito diferentes. Os dois acabam se distanciando. Ele segue na carreira de escritor e ela trabalha em uma rádio. Reencontram-se algum tempo depois, e a atração retorna. Curiosidades - Primeiro filme de James Woods.   Imagens      
| 8106 ace
Título Original: Woman of the Year Ano/País/Gênero/Duração: 1942 / EUA / Comédia Romance / 114min Direção: George Stevens Produção: Joseph L. Mankiewicz Roteiro: : Ring Lardner Jr., Michael Kanin Fotografia: Joseph Ruttenberg Música: Franz Waxman Elenco Spencer Tracy ... Sam Craig Katharine Hepburn ... Tess Harding Fay Bainter ... Ellen Whitcomb Reginald Owen ... Clayton Minor Watson ... William J. Harding William Bendix ... 'Pinkie' Peters Gladys Blake ... Flo Peters Dan Tobin ... Gerald Howe Roscoe Karns ... Phil Whittaker William Tannen ... Ellis Ludwig Stössel ... Dr. Lubbeck Sara Haden ... Matron Edith Evanson ... Alma George Kezas ... Chris Sinopse Tess (Katherine Hepburn) trabalha ao lado de Sam (Spencer Tracy) no jornal, mas os dois nutrem uma antipatia mútua. De uma hora para outra os dois se apaixonam e acabam se casando. Tess, feminista, ganha o prêmio de Mulher do Ano, dando início a uma crise no casamento por Sam se sentir preterido e esquecido. ASSISTA ONLINE Curiosidades - Primeiro dos nove filmes estrelados por Katherine Hepburn e Spencer Tracy. - O filme foi transformado em um espetáculo da Broadway durante a década de 90, trazendo Lauren Bacall no papel principal. Prêmios - Oscar de Melhor Roteiro Original. - Indicado ao Oscar de Melhor Atriz (Katharine Hepburn).
| 5968 ace
Título Original: Pat And Mike Ano/País/Gênero/Duração: 1952 / EUA/ Comédia Romance / 95min Direção: George Cukor Produção: Lawrence Weingarten Roteiro: Ruth Gordon e Garson Kanin Fotografia: William H. Daniels Música: David Raksin Elenco Spencer Tracy ... Mike Conovan Katharine Hepburn ... Patricia 'Pat' Pemberton Aldo Ray ... Davie Hucko William Ching ... Collier Weld Sammy White ... Barney Grau George Mathews ... Sylvester 'Spec' Cauley Sinopse Pat (Katharine Hepburn) é uma treinadora da faculdade, que participa de alguns torneios esportivos e consegue bons resultados, exceto quando seu noivo Collier (William Ching) está por perto. Ela sempre fica nervosa com sua presença. Participando de um torneio de golfe, acaba conhecendo Mike Conovan (Spencer Tracy), que acredita que pode ganhar dinheiro com Pat. Ela o procura algum tempo depois, e ele passa a treina-la. Após a convivência, os dois acabam se envolvendo. Pat começa a ganhar alguns torneios, mas a chegada de seu noivo ameaça mais uma vez sua atuação. Curiosidades - Filme de estréia de Chuck Connors. Prêmios - Indicado ao Oscar de Melhor Roteiro. - Indicado ao Globo de Ouro de Melhor Atriz Comédia e Ator Promissor (Aldo Ray). Assista Online
| 8128 ace
Título Original: The Women Ano/País/Gênero/Duração: 1939 / EUA / Comedia Drama / 133min Direção: George Cukor Produção: Hunt Stromberg Roteiro: Clare Boothe Luce, Anita Loos Fotografia: Oliver T. Marsh e Joseph Ruttenberg Música: David Snell e Edward Ward Elenco Norma Shearer ... Mrs. Stephen Haines (Mary) Joan Crawford ... Crystal Allen Rosalind Russell ... Mrs. Howard Fowler (Sylvia) Mary Boland ... The Countess De Lave Paulette Goddard ... Miriam Aarons Phyllis Povah ... Mrs. Phelps Potter Joan Fontaine ... Mrs. John Day Virginia Weidler ... Little Mary Lucile Watson ... Mrs. Morehead Marjorie Main ... Lucy Virginia Grey ... Pat Ruth Hussey ... Miss Watts Muriel Hutchison ... Jane Hedda Hopper ... Dolly Dupuyster Florence Nash ... Nancy Blake Joan Fontaine Aileen Pringle Sinopse Mary (Norma Shearer) é uma esposa dedicada e descobre que seu marido está tendo um caso com outra mulher, Crystal Allen (Joan Crawford). Sylvia (Rosalind Russell) é invejosa e vive no dilema de casar-se para logo se divorciar. Mary fica em dúvida se continua casada, ignorando o caso ou se peça a separação. Ela acaba conhecendo Crystal, e descobre que o marido além de tudo paga-lhe as contas. Curiosidades - A peça de Clare Boothe Luce estreou na Broadway em 1937 com grande sucesso. - O filme é composto apenas por mulheres, embora os homens sejam bastante citados. Até os animais utilizados eram do sexo feminino. - Orçamento de $ 1.688.000 dólares. - Durante uma das cenas, Paulette Goddard levou mordidas de verdade de Rosalind Russell. - Greta Garbo e Myrna Loy foram as únicas estrelas da MGM que não atuaram neste filme. - Filme de estréia de Butterfly McQueen. - Refilmagem em 2008. ASSISTA ONLINE: Imagens
| 7818 ace
Título Original: Wuthering Heighs Ano/País/Gênero/Duração: 1939 / EUA / Drama / 164min Direção: William Wyler Produção: Samuel Goldwyn Roteiro: Charles MacArthur e Ben Hecht Fotografia: Gregg Toland Música: Alfred Newman Elenco: • Merle Oberon (Cathy Linton) • Laurence Olivier (Heathcliff) • David Niven (Edgar Linton) • Flora Robson (Ellen Dean) • Donald Crisp (Dr. Kenneth) • Geraldine Fitzgerald (Isabella Linton) • Hugh Williams (Hindley) • Leo G. Carroll (Joseph Earnshaw) • Miles Mander (Sr. Lockwood) • Cecil Kellaway (Earnshaw) • Cecil Humphreys (Juiz Linton) Sinopse Sr. Lockwood (Miles Mander) é o novo morador da Fazenda Thrush Cross, na área rural da Inglaterra, e começa a ouvir a história de vida de Heathcliff (Laurence Olivier). Heathcliff foi humilhado por seu irmão de criação e acaba se tornando um homem vingativo. Heathcliff ainda é apaixonado por Cathy (Merle Oberon), irmã de seu inimigo e casada com Edgar (David Niven). Curiosidades - Primeira de 4 adaptações do livro de Emily Bronte para o cinema. ASSISTA ONLINE Imagens
| 21528 ace
Título Original: Yankee Doodle Dandy Ano/País/Gênero/Duração: 1942 / EUA / Musical Biografico / 126min Direção: Michael Curtiz Produção: William Cagney, Hal B. Wallis, Jack L. Warner Roteiro:  Robert Buckner, Edmund Joseph Fotografia: James Wong Howe Música: Ray Heindorf, Heinz Roemheld Elenco James Cagney .... George M. Cohan Joan Leslie .... Mary Cohan Walter Huston .... Jerry Cohan Richard Whorf .... Sam Harris Irene Manning .... Fay Templeton George Tobias .... Dietz Rosemary DeCamp .... Nellie Cohan Jeanne Cagney .... Josie Cohan Frances Langford .... Singer George Barbier .... Erlanger S.Z. Sakall .... Schwab Walter Catlett .... Manager Douglas Croft .... George M. Cohan, aos 13 Eddie Foy Jr. .... Eddie Foy Minor Watson .... Albee Sinopse O filme mostra a trajetória do cantor e dançarino da Broadway, George Cohan (James Cagney), em mai sde 50 anos de palco, que o levou a ser homenageado pelo presidente Franklin Roosevelt. Curiosidades - James Cagney recebeu seu único Oscar com este filme. Prêmios - Oscar de Melhor Ator (James Cagney), Som e Música. - Indicado ao Oscar de Melhor Diretor, Edição, História Original, Filme e Ator Coadjuvante (Walter Huston). - Ocupa a 18ª posição na lista dos maiores musicais americanos da AFI.   Imagens    
| 7796 ace
Título Original: You Can't Take It with You Ano/País/Gênero/Duração: 1938 / EUA / Comédia Romance / 126min Direção: Frank Capra Produção: Frank Capra Roteiro: George S. Kaufman, Moss Hart Fotografia: Joseph Walker Música: Dimitri Tiomkin, Mischa Bakaleinikoff, Ben Oakland Elenco Jean Arthur .... Alice Sycamore Lionel Barrymore .... Martin Vanderhof James Stewart .... Tony Kirby Edward Arnold .... Anthony P. Kirby Mischa Auer .... Kolenkhov Ann Miller .... Essie Carmichael Spring Byington .... Penny Sycamore Samuel S. Hinds .... Paul Sycamore Donald Meek .... Poppins H.B. Warner .... Ramsey Halliwell Hobbes .... DePinna Dub Taylor .... Ed Carmichael Mary Forbes .... Sra. Anthony P. Kirby Lilian Yarbo .... Rheba Eddie Anderson .... Donald Clarence Wilson .... John Blakely Ann Doran .... Maggie O'Neill Sinopse Tony Kirby (James Stewart), rico empresário e Alice Sycamore (Jean Arthur), sua secretária e noiva trabalham juntos e estão para se casar. A confusão começa quando Tony resolve apresentar a noiva para seu pai, Anthony Kirby (Edward Arnold), que descobre que o pai da noiva tem um pequeno terreno que é de seu interesse, mas ele não o quer vender. Começa uma disputa entre as famílias para a compra do terreno. Curiosidades - Inspirado na peça de Karfman & Hart. - A maior parte da ação se passa em uma sala. Prêmios - Melhor Diretor e Filme. - Indicação ao Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante (Spring Byington), Fotografia, Edição, Som e Roteiro. Assista Online Imagens
| 9649 ace
  Ficha Título Original: Carmen Jones Ano/País/Gênero/Duração: 1954 / EUA / Musical / 105min Direção: Otto Preminger Produção: Otto Preminger Roteiro: Harry Kleiner Fotografia: Sam Leavitt Elenco: Carmen Jones — Dorothy Dandridge, dublada por Marilyn Horne Joe — Harry Belafonte, dublado por LeVern Hutcherson Husky Miller — Joe Adams, dublado por Marvin Hayes Cindy Lou — Olga James Frankie — Pearl Bailey Mert — Diahann Carroll Sargento Brown — Brock Peters A avó de Carmen — Madame Sul-Te-Wan     Sinopse   ma ardente e sexy criatura cativa Joe, um soldado atraente, que está longe de sua amada. Após uma briga fatal com seu sargento, Joe deserta seu regimento com sua excitante 'femme fatale'. Porém, logo Carmen se cansa dele e se une a um lutador peso-pesado, disparando a trágica vingança de Joe. Assista Online         Imagens  
| 182 ace
Título Original: Mujeres al borde de un ataque de nervios Ano/País/Gênero/Duração: 1988 / Espanha / Comédia / 90min Direção: Pedro Almodóvar Produção: Pedro Almodóvar Roteiro:  Pedro Almodóvar Fotografia: José Luis Alcaine Música: Bernardo Bonezzi Elenco •    Carmen Maura .... Pepa •    Antonio Banderas .... Carlos •    Julieta Serrano .... Lucía •    Rossy de Palma .... Marisa •    María Barranco .... Candela •    Kiti Manver .... Paulina Morales •    Guillermo Montesinos .... taxista •    Chus Lampreave .... testemunha de Jeová •    Eduardo Calvo .... pai de Lucía •    Loles León .... secretária •    Ángel de Andrés López .... policial •    Fernando Guillén .... Iván •    Juan Lombardero .... alemão •    José Antonio Navarro .... policial •    Ana Leza .... Ana Sinopse Pepa Marcos (Carmen Maura) é uma atriz que foi abandonada pelo amante Ivan (Fernando Guillen) grávida. Desesperada atrás dele, tenta entrar em contato, mas acaba recebendo a visita de Candela (María Barranco), sua amiga que está apaixonada por um terrorista xiita e temerosa em ser presa. Pepa encontra Carlos (Antonio Banderas), o filho de Ivan, que está com sua noiva Marisa (Rossy de Palma). Pepa prepara um sonífero para Ivan, mas Marisa acaba tomando-o. a confusao começa quando Pepa tenta salvar Ivan de Lucia (Julieta Serrano), mulher de Ivan, que deseja assassina-lo. Curiosidades - Primeiro filme de Almodovar a ser indicado ao Oscar. - Victoria Abril foi cogitada para o papel de Candela. Prêmios - Indicado ao Oscar de Melhor Filme estrangeiro. - Indicado ao Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro. Imagens
| 7461 ace
Título Original: À Bout de Souffle Ano/País/Gênero/Duração: 1959 / França / Policial / Direção: Jean-Luc Godard Produção: Georges de Beauregard Roteiro:  Jean-Luc Godard Fotografia: Raoul Coutard Música: Martial Solal Elenco •   Jean Seberg .... Patricia Franchini •    Jean-Paul Belmondo .... Michel Poiccard •    Daniel Boulanger .... inspetor Vital •    Jean-Pierre Melville .... Parvulesco •    Henri-Jacques Huet .... Antonio Berrutti •    Van Doude .... jornalista •    Claude Mansard .... Claudius Mansard •    Richard Balducci .... Tolmatchoff •    Roger Hanin .... Cal Zombach •    Jean-Luc Godard .... informante •    Liliane Robin .... Minouche •    Liliane David .... Liliane Sinopse Michel Poiccard (Jean-Paul Belmondo) parte para Paris, após um roubo de carro em Marselha. Perseguido por um policial, acaba matando-o e procura Patrícia Franchisi (Jean Seberg), uma estudante americana, para que ela o esconda. Em troca, ele lhe informa que ela irá com ele para a Itália. Os jornais noticiam o crime de Michel, e ele segue cometendo pequenos delitos, piorando sua situação. Curiosidades - Primeiro longa metragem de Jean-Luc Godard. - As filmagens foram realizadas em menos de quatro semanas. - O filme foi conduzido sem um roteiro concluído, utilizando-se de improvisação. Algumas cenas foram escritas pela manhã e rodadas à tarde. - Refilmagem em 1983 com o título de “A Força do Amor”, com Richard Gere no papel principal. - Orçamento de $ 90 mil. - A história foi baseada numa notícia de jornal, por François Truffaut.       ASSISTA ONLINE Imagens
| 8360 ace
Título Original: Vertigo Ano/País/Gênero/Duração: 1958 / EUA / Suspense / 128min Direção: Alfred Hitchcock Produção: Alfred Hitchcock Roteiro:  Samuel A. Taylor e Alec Coppel Fotografia: Robert Burkssinopse Elenco James Stewart .... detetive John Ferguson (Scottie) Kim Novak .... Madeleine Elster / Judy Barton Barbara Bel Geddes .... Marjorie Wood (Midge) Tom Helmore .... Gavin Elster Henry Jones .... coronel Raymond Bailey .... médico de Scottie Ellen Corby .... gerente do McKittrick Hotel Konstantin Shayne .... Pop Leibel Lee Patrick .... proprietário do carro Sinopse Em San Francisco, John Ferguson (James Stewart) é um detetive que sofre vertigens quando está em algum lugar alto. Ele é contratado por Gavin Elster (Tom Helmore) para que ele vigie sua esposa Madeleine Elster (Kim Novak), uma potencial suicida. Curiosidades - Vera Miles foi cogitada para o papel de Madeleine, mas devido à sua gravidez, foi dispensada. - A aparição de Hitchcock é aos 11 minutos, caminhando no estaleiro. - No filme foi criado o efeito de vertigem, largamente utilizado após este filme. - A estilista Edith Head foi responsável pelo figurino de Kim Novak neste filme. - Baseado no livro “D’Entre Lês Morts”, de Pierre Boileau e Thomas Narcejac. - Este filme esteve inacessível ao público durante cinco anos, após a compra por Hitchcock dos direitos dele. Assista Online Imagens
| 7810 ace
Título Original: Dimples Ano/País/Gênero/Duração: 1936 / EUA / Musical / 79min Direção: William A. Seiter Produção: Nunnally Johnson Roteiro: Arthur Sheekman e Nat Perrin Fotografia: Bert Glennon Música: R.H. Bassett Elenco Shirley Temple ...     Dimples Appleby Frank Morgan ...     Prof. Eustace Appleby Robert Kent    ...     Allen Drew Helen Westley    ...     Mrs. Caroline Drew Stepin Fetchit    ...     Cicero Astrid Allwyn    ...     Cleo Marsh Brook Byron    ...     Betty Loring Hall Johnson Choir    ...     Choir Berton Churchill    ...     Colonel Loring Paul Stanton    ...     Mr. St. Clair Julius Tannen    ...     Hawkins John Carradine    ...     Richards Billy McClain    ...     Rufus Jack Clifford    ...     Uncle Tom Betty Jean Hainey    ...     Topsy Sinopse Dimples (Shirley Temple) é uma garotinha talentosa, que distrai as pessoas com um show de canto e dança, enquanto seu pai aproveita para roubá-las. Mas uma socialite se interessa por ela, e quer adotá-la e transformá-la em um sucesso em uma peça da Broadway. Download: Este filme é de  domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria.   Legendas (só em inglês)   Imagens
| 3616 ace
    Título Original: His Girl Friday Ano/País/Gênero/Duração: 1940 / EUA / Romance / 92min Direção: Howard Hawks Produção: Howard Hawks Roteiro:  Charles Lederer, Ben Hecht Fotografia: Joseph Walker Música: Sidney Cutner e Felix Mills   Elenco   Cary Grant .... Walter Burns Rosalind Russell .... Hildegaard 'Hildy' Johnson Ralph Bellamy .... Bruce Baldwin Gene Lockhart .... Sheriff Peter B. 'Pinky' Hartwell Porter Hall .... Murphy, reporter Ernest Truex .... Roy V. Bensinger, Tribune reporter Cliff Edwards .... Endicott, reporter Clarence Kolb .... Fred, the Mayor Roscoe Karns .... McCue, reporter Frank Jenks .... Wilson, reporter Regis Toomey .... Sanders, reporter Abner Biberman .... Louis, small-time hood Frank Orth .... Duffy, Morning Post copy editor Helen Mack .... Molly Malloy John Qualen .... Earl Williams   Sinopse     Walter Burns (Cary Grant) é um editor de um jornal de Chicago que tenta reconquistar o amor de sua ex-esposa, Hildy Johnson (Rosalind Russel). Para isso ele a escala para fazer uma matéria antes que ela abandone a carreira e se case novamente, com outro homem.   Curiosidades     - Baseado na peça de Bem Hecht e Charles MacArthur. - Refilmada nos anos 70 por Billy Wilder, trazendo o título original da peça “A Primeira Página”.   Assista Online (legendado)     Download: Este filme é de  domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria. Legendas       Imagens
| 9866 ace
Título Original: Romeo and Juliet Ano/País/Gênero/Duração: 1968 / Itália / Drama Romance / 113min Direção: Franco Zeffirelli Produção: John Brabourne e Anthony Havelock-Allan Roteiro: Franco Brusati / Masolino D'Amico / Franco Zeffirelli Fotografia: Pasqualino De Santis Música: Nino Rota Elenco Leonard Whiting .... Romeu Olivia Hussey .... Julieta John McEnery .... Mercutio Milo O'Shea .... Frei Laurence Pat Heywood .... Aia Robert Stephens .... Príncipe Michael York .... Tybalt Bruce Robinson .... Benvolio Paul Hardwick .... Lorde Capuleto Natasha Perry .... Lady Capuleto Antonio Pierfederici .... Lorde Montague Esmeralda Ruspoli .... Lady Montague Laurence Olivier .... Prólogo e epílogo - voz Sinopse Romeu (Leonard Whiting), um jovem romântico e que vive em Verona, apaixona-se e é correspondido, por Julieta (Olivia Hussey). Porém, os dois pertencem a duas famílias inimigas de Verona, e o amor deles chegará a consequencias trágicas. Curiosidades - Baseado na famosa peça de William Shakespeare. - O filme foi considerado ousado para os padrões da época, por mostrar o ator Leonard Whiting nu (de costas). - As cenas foram realizadas em Toscana, Gubbio e Pienza, na Itália. - Foram escolhidos dois atores adolescentes para interpretarem os jovens amantes. Prêmios - Oscar de Melhor Fotografia e Figurino. - Indicado ao Oscar de Melhor Filme e Diretor. - Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiiro em língua inglesa e Revelação Masculina (Leonard Whiting) e Revelação Feminina (Olivia Hussey). - Indicado ao Globo de Ouro de Melhor Diretor e Trilha sonora. Assista Online Imagens
| 13570 ace
Título Original: The Taming of the Shrew Ano/País/Gênero/Duração: 1967 / Itália EUA / 122min Direção: Franco Zeffirelli Produção: Richard McWhorter Roteiro:  William Shakespeare, Franco Zeffirelli, Suso Cecchi d'Amico, Paul Dehn Fotografia: Oswald Morris Música: Nino Rota Elenco Elizabeth Taylor .... Catarina Richard Burton .... Petrúquio Cyril Cusack .... Grumio Michael Hordern .... Baptista Alfred Lynch .... Tranio Alan Webb .... Gremio Ken Parry .... Tailor Anthony Gardner .... Haberdasher Natasha Pyne .... Bianca Michael York .... Lucentio Sinopse Bianca (Natasha Pyne) está apaixonada por Lucentio (Michael York), mas só poderá se casar com ele se sua irmã mais velha, Catarina (Elizabeth Taylor) casar-se antes. O problema é que Catarina é conhecida por seu péssimo humorr. O jovem Petrúcio (Richard Burton), atraído pelo grande dote oferecido pelo pai desta, resolve se aventurar neste casamento e tentar domar o gênio de Catarina. Curiosidades - Baseado na peça de William Shakespeare. - Sophia Loren e Marcello Mastroianni eram as primeiras opções para os papéis principais. - O filme foi co-produzido por Richard Burton e Elizbeth Taylor. - Antes deste filme, Elizabeth Taylor nunca tinha interpretado uma obra shakespeareana. - A participação de Elizabeth Taylor e Richard Burton no filme esteve abalada devido ao insucesso anterior da dupla, o filme Cleópatra, que esvaziou os cofres da companhia. - Em seus diários, Franco Zeffirelli disse que esse foi o filme mais divertido que ele fez. - Refilmagem de filme de 1929, trazendoo casal Mary Pickford e Douglas Fairbanks nos papéis principais. Prêmios - Indicado ao Oscar de Melhor Figurino e Direção de Arte. - Indicado ao Globo de Ouro de Melhor Filme Comédia e Ator Comédia (Richard Burton). Imagens
| 15778 ace
Título Original: The Lost Weekend Ano/País/Gênero/Duração: 1945 / EUA / Drama / 101min Direção: Billy Wilder Produção: Charles Brackett Roteiro: Billy Wilder, Charles Brackett Fotografia: John F. Seitz Música:Miklós Rózsa Elenco Ray Milland .... Don Birnam Jane Wyman .... Helen St. James Phillip Terry .... Nick Bernam Howard Da Silva .... Nat Doris Dowling .... Gloria Frank Faylen .... Bim Mary .... Sra. Deveridge Anita Sharp-Bolster .... Sra. Foley Lillian Fontaine .... Sra. St. James Lewis L. Russell .... Charles St. James Sinopse Don Birnham (Ray Milland), um desconhecido escritor, sofre com o alcoolismo e será ajudado por sua namorada Helen (Jane Wyman) e por seu irmão Nick (Pjilip Terry) para que pare de beber. Para isso eles organizam uma viagem durante um fim de semana. Mas antes disso, Don padecerá, sem dinheiro para sustentar seu vício, tendo que se humilhar para consegui-lo. Curiosidades - Algumas partes do filme foram feitas em Manhattan. - Considerado o melhor filme já feito sobre alcoolismo. - Baseado no livro de Charles R. Jackson. - Segundo Billy Wilder, foi oferecido pelas indústrias de bebidas à Paramount cinco milhões de dólares para que o filme não fosse realizado. - Ray Milland se internou no Bellevue Hospital para fazer laboratório. Prêmios - Oscar de Melhor Filme, Direção, Ator (Ray Milland) e Roteiro Original. - Indicado ao Oscar de Melhor Fotografia em preto e branco, Trilha Sonora e Edição. - Globo de Ouro de Melhor Filme Drama, Diretor e Ator de drama (Ray Milland). Assista Online Imagens
| 6280 ace
Título Original: Sabrina Ano/País/Gênero/Duração: 1954 / EUA / Romance / 113min Direção: Billy Wilder Produção: Billy Wilder Roteiro: Billy Wilder Fotografia: Charles Lang Música:Friedrich Hollaender Elenco Humphrey Bogart .... Linus Larrabee Audrey Hepburn .... Sabrina Fairchild William Holden .... David Larrabee Walter Hampden .... Oliver Larrabee John Williams .... Thomas Fairchild Martha Hyer .... Elizabeth Tyson Joan Vohs .... Gretchen Van Horn Marcel Dalio .... Baron St. Fontanel Marcel Hillaire .... o professor Sinopse Eles são irmãos, mas enquanto Linus (Humphrey Bogart) é um empresário de sucesso, David (William Holden) vive como um playboy. David começa a mudar quando se apaixona por Sabrina (Audrey Hepburn), a filha do motorista, retorna de uma viagem a Paris. Para piorar a situação, Linus também se apaixona pela garota, quando tentar impedir que os dois se casem. Curiosidades - Roteiro baseado na peça de Samuel A. Taylor. - Humphrey Bogart substituiu Cary Grant, que estava selecionado para o personagem de Linus. Recebeu $ 300 mil por sua participação. - Audrey Hepburn e Humphrey Bogart não se deram bem durante as filmagens, fazendo com que ela quase fosse substituída por Lauren Bacall. - Refilmagem em 1995. - A maior parte do figurino de Audrey foi feito por Givenchy. Foi a primeira vez que ela trabalhou com ele, que se tornou seu estilista favorito. - Este foi um dos quatro filmes em que Audrey Hepburn fez par com homens com idade de ser seu pai. - O título original seria Sabrina Fair, mas foi modificado para não ter comparação com as histórias da revista Vanity Fair. - Audrey Hepburn e William Holden se apaixonaram durante as filmagens, mas ela terminou o romance por ele não poder ter filhos. - Givennchy achava que estava fornecendo o guarda roupas para Katharine Hepburn, já que nunca tinha ouvido falar em Audrey. - Último filme de Billy Wilder para a Paramount. A peça Sabrina teve 318 apresentações no teatro da Broadway. Prêmios - Oscar de Melhor Figurino preto e branco. - Indicação ao Oscar de Melhor Atriz (Audrey Hepburnn), Fotografia em preto e branco, Diretor, Roteiro e Direção de Arte preto e branco. - Globo de Ouro de Melhor Roteiro. Assista Online Imagens
| 11386 ace
Título Original: War and Peace Ano/País/Gênero/Duração: 1956 / EUA Itália  / Drama Guerra / 208min Direção: King Vidor Produção: Dino De Laurentis, Carlo Ponti Roteiro:  Bridget Boland / Robert Westerby / King Vidor / Mario Camerini / Ennio De Concini / Ivo Perilli / Gian Gaspare Napolitano / Mario Soldati Fotografia: Jack Cardiff Música: Nino Rota Elenco Audrey Hepburn .... Natasha Rostov Henry Fonda .... Pierre Bezukhov Mel Ferrer .... príncipe Andrei Bolkonsky Vittorio Gassman .... Anatole Herbert Lom .... Napoleão Oskar Homolka .... general Kutuzov Anita Ekberg .... Helene Helmut Dantine .... Dolokhov Tullio Carminati .... príncipe Vasili Kuragine Barry Jones .... conde Rostov Sinopse Natasha (Audrey Hepburn) pertence à família Rostov, aristocratas do início do século 19. Ela é apaixonada por Pierre Bezukhov (Henry Fonda), mas ele acaba se casando, sem amor, com sua prima Helene (Anita Ekberg ). Mas logo ele é traído por Helene, e depois abandonado após um duelo. Natasha acaba conhecendo o príncipe Andrei Bolkonsky (Mel Ferrer), por quem se sente atraída. Para afastar o casal, o pai de Andrei faz com que ele viaje para uma missão diplomática. Demora mais algum tempo até que ela reencontre Pierre. Curiosidades - Audrey Hepburn recebu $ 300 mil para fazer o filme. - Mel Ferrer e Audrey Hepburn estavam casados à época do filme. - Baseado no romance de Leon Tolstoy. Prêmios - Indicado ao Oscar de Melhor Diretor, Figurino e Fotografia. - Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro. - Indicado ao Globo de Ouro de Melhor Filme Drama, Atriz Drama (Audrey Hepburn), Diretor e Ator Coadjuvante (Oskar Homolka). Imagens
| 10564 ace
Título Original: Funny Face Ano/País/Gênero/Duração: 1957 / EUA / Comédia / 103min Direção: Stanley Donen Produção: Adolph Deutsch Roteiro:  Leonard Gershe Fotografia: Ray June Música:George Gershwin Elenco Audrey Hepburn ...     Jo Stockton Fred Astaire ...     Dick Avery Kay Thompson    ...     Maggie Prescott Michel Auclair    ...     Prof. Emile Flostre Robert Flemyng    ...     Paul Duval Dovima    ...     Marion Suzy Parker    ...     Specialty Dancer Sunny Hartnett    ...     Specialty Dancer Jean Del Val    ...     Hairdresser Virginia Gibson    ...     Babs Sue England    ...     Laura Ruta Lee    ...     Lettie Alex Gerry    ...     Dovitch Iphigenie Castiglioni    ...     Armande Sinopse Dick Avery (Fred Astaire) é um fotógrafo famoso no mundo da moda. Pressionado por Maggie Prescott (Kay Thompson), ele acaba descobrindo uma jovem modelo numa balconista de uma livraria, Jô Stockton (Audrey Hepburn), levando-a para Paris para fotografar uma nova coleção. Fotógrafo e modelo acabam se apaixonando. Curiosidades - Quarto filme protagonizado por Audrey Hepburn. - O personagem Dick Avery é baseado em Richard Avedon, um dos maiores fotógrafos da história. - Cyd Charisse foi cotada para o filme. - Enquanto filmava Cinderela em Paris, Audrey também fazia o filme Um Amor na Tarde. - Orçamento de $ 3 milhões de dólares. Prêmios - Indicação ao Oscar de Melhor Roteiro Original, Fotografia, Figurino e Direção de Artes. Imagens
| 8053 ace
Título Original: Love in the Afternoon Ano/País/Gênero/Duração: 1957 / EUA / Comédia Romance / 130min Direção: Billy Wilder Produção:  Billy Wilder Roteiro:   I.A.L. Diamond e Billy Wilder, baseado em livro de Claude Anet Fotografia:  William C. Mellor Música: Franz Waxman Elenco •    Gary Cooper .... Frank Flannagan •    Audrey Hepburn .... Ariane Chavasse •    Maurice Chevalier .... Claude Chavasse •    John McGiver .... Monsieur X •    Van Doude .... Michel •    Lise Bourdin .... Madame X •    Olga Valéry .... hóspede do hotel com cachorro Sinopse Ariane (Audrey Hepburn) é a filha de Claude Chavasse (Maurice Chevalier), um detetive particular. Em uma de suas investigações, o pai dela descobre a traição de uma esposa, e seu marido está disposto a se vingar do amante, assassinando-o. Ariane corre ao encontro do amante para avisa-lo do perigo que corre, e acaba se apaixonando por ele. Curiosidades - Alguns críticos não gostaram da diferença de idade entre a personagem de Audrey Hepburn e Gary Cooper (28 anos). - O final original do filme mostraria os dois amantes partindo juntos em um trem, mas teve que ser mudado devido a interferência da Legião de Decência da Igreja Católica. - Cary Grant foi convidado a fazer o filme, mas recusou devido a diferença de idade entre ele e Audrey Hepburn. - Yul Brynner foi considerado para o papel de Frank Flannagan. - Filme de estréia de John McGiver. ASSISTA ONLINE Imagens
| 8534 ace
Título Original: The Nun's Story Ano/País/Gênero/Duração: 1959 / EUA / Drama / 149min Direção:  Fred Zinnemann Produção: Henry Blanke Roteiro:   Robert Anderson Fotografia: Franz Planer Música:Franz Waxman Elenco •    Audrey Hepburn...Gabrielle Van der Mal / Irmã Luc •    Peter Finch...Doutor Fortunati •    Edith Evans...Madre-Superiora Emmanuel •    Peggy Ashcroft...Irmã Mathilde •    Dean Jagger...Doutor Van der Mal •    Mildred Dunnock...Irmã Margharita •    Barbara O'Neil...Irmã Didyma Sinopse Em 1930, Gabrielle (Audrey Hepburn) se transforma na Irmã Luc, quando entra para um convento na Bélgica. Desejando trabalhar como enfermeira no Congo Belga, sente dificuldades ao encarar a rotina bastante rígida das religiosas e as dificuldades locais. Durante a guerra, ela retorna à Bélgica e fica dividida com relação à posição da Igreja e suas próprias convicções. Curiosidades - Baseado em fatos reais do livro de Kathyn Hulme. Prêmios - Indicado ao Oscar de Melhor Atriz (Audrey Hepburn), Fotografia Colorida, Diretor, Edição, Trilha Musical, Filme, Som e Roteiro Adaptado. - Indicado ao Globo de Ouro de Melhor Filme Drama, Direção, Filme a promover o entendimento internacional, Atriz Drama (Audrey Hepburn) e Atriz Coadjuvante (Edith Evans) Imagens
| 7933 ace
Título Original: The Unforgiven Ano/País/Gênero/Duração: 1960 / EUA / Faroeste / 121min Direção: John Huston Produção: James Hill Roteiro:  Ben Maddow Fotografia: Franz Planer Música: Dimitri Tiomkin Elenco •    Burt Lancaster … Ben Zachary •    Audrey Hepburn … Rachel Zachary •    Audie Murphy … Cash Zachary •    John Saxon … Johnny Portugal •    Charles Bickford … Zeb Rawlins •   Lillian Gish … Mattilda Zachary •    Albert Salmi … Charlie Rawlins •    Joseph Wiseman … Abe Kelsey •    June Walker … Hagar Rawlins •    Kipp Hamilton … Georgia Rawlins •    Arnold Merritt … Jude Rawlins •    Doug McClure … Andy Zachary •    Carlos Rivas … Pássaro Perdido Sinopse Rachel Zachary (Audrey Hepburn) é uma índia criada pelos brancos, e se torna alvo de uma disputa quando seu segredo é revelado. Os índios a querem de volta, e os sem lei querem mata-la. Ben Zachary (Burt Lancaster) vai em sua defesa para salva-la. Curiosidades - Audie Murphy quase morre afogado durante as filmagens, enquanto aproveitava as horas vagas para caçar patos. - Audrey Hepburn perdeu o bebê depois de cair de um cavalo durante as filmagens. Durante o período em que esteve fora, foi usada uma dublê. Imagens
| 7826 ace
Título Original: Breakfast at Tiffany's Ano/País/Gênero/Duração: 1961 / EUA / Comédia Romance / 115min Direção: Blake Edwards Produção: Martin Jurow e Richard Shepherd Roteiro: Truman Capote, George Axelrod Fotografia: Franz Planer e Philip H. Lathrop Música: Henry Mancini Elenco • Audrey Hepburn .... Holly Golightly • George Peppard .... Paul "Fred" Varjak • Patricia Neal .... Tooley (sra. Failenson) • Buddy Ebsen .... Doc Golightly • Martin Balsam .... O. J. Berman • José Luis de Villalonga .... José da Silva Pereira • John McGiver .... vendedor da Tiffany's • Alan Reed .... Sally Tomato • Dorothy Whitney .... Mag Wildwood • Beverly Powers .... stripper • Stanley Adams .... Rusty Trawler • Claude Stroud .... Sid Arbuck • Mickey Rooney .... sr. Yunioshi Sinopse Holly (Audrey Hepburn) tem uma história de vida curiosa: casou-se com apenas 14 anos e acabou fugindo do marido para tentar a vida em Hollywood. Já em Nova York, divide seu tempo procurando um marido rico e como garota de programa, servindo também a um mafioso que está preso. Ela conhece Paul Varjak (George Peppard), um jovem escritor, com quem acaba se envolvendo. Curiosidades - Orçamento de $ 2,5 milhões de dólares. - Truman Capote escreveu a personagem de Holly para Marilyn Monroe, e não gostou da escolha de Audrey Hepburn para este papel. - A bissexualidade de Holly, presente no livro, foi totalmente ocultada no filme. - O escritor, no livro, era homossexual e não tinha nenhuma amante que lhe sustentasse. - Moonriver foi escrita especialmente para Audrey Hepburn. - Para as filmagens, a famosa loja Tiffany’s abriu as portas pela primeira vez num dia de domingo. - Audrey ficou muito nervosa, pois na cena em que olha a vitrine da Tiffany’s havia muitas pessoas observando. - A cena em que pega o gato molhado na chuva foi para Audrey a cena mais detestável que ela já fez em toda a sua vida. - Kim Novak foi cotada para o papel de Holly Golightly. - Steve McQueen foi cotado para o papel de Paul. - Audrey recebeu $ 750 mil dólares por sua participação no filme. - O diretor arrependeu-se de ter oferecido o papel de chinês a Mickey Rooney. Prêmios - Oscar de Melhor Trilha Sonora Comédia, Canção original (Moon River). - Indicado ao Oscar de Melhor Atriz (Audrey Hepburn), Roteiro Adaptado, Direção de Arte. - Indicado ao Globo de Ouro de Melhor Filme Comédia e Atriz Comédia (Audrey Hepburn). Assista Online Imagens
| 9754 ace
Título Original: Paris - When It Sizzles Ano/País/Gênero/Duração: 1964 / EUA / Comédia Romance / 110min Direção: Richard Quine Produção: George Axelrod e Richard Quine Roteiro:  George Axelrod Fotografia: Charles Lang Música: Nelson Riddle Elenco •    William Holden .... Richard Benson / Rick •    Audrey Hepburn .... Gabrielle Simpson / Gaby •    Noel Coward .... Alexander Meyerheim •    Tony Curtis .... Philippe •    Grégoire Aslan .... policial Gilet •    Raymond Bussières .... François (gângster nº 1) •    Christian Duvaleix .... maitre d'hotel •    Mel Ferrer .... sr. Hyde •    Marlene Dietrich •    Michel Thomass •    Dominique Boschero •    Evi Marandi Sinopse Richard Benson (William Holden) é um escritor que tem preguiça de trabalhar, preferindo se entregar aos prazeres da vida como a bebida. Contratado por Alexander Meyerheim (Noel Coward) para escrever um roteiro entitulado “A Moça que Roubou a Torre Eiffell”, acaba contratando Gabrielle (Audrey Hepburn), uma secretária para que ela escreva o roteiro para ele. Curiosidades - Segundo filme da dupla Audrey Hepburn e William Holden. O primeiro foi Sabrina. - Mel Ferrer faz uma pequena participação no final do filme. - Apenas dois dias após o término das filmagens, Audrey já estava filmando Charada. - Este foi o filme que Audrey Hepburn mais gostou de fazer. Imagens
| 7765 ace
Título Original: How to Steal a Million Ano/País/Gênero/Duração: 1966 / EUA / Comédia / 123min Direção: William Wyler Produção: Fred Kohlmar Roteiro:  Harry Kurnitz Fotografia: Charles Lang Música: John Williams Elenco •    Audrey Hepburn ..... Nicole Bonnet •   Peter O'Toole ..... Simon Dermott •    Hugh Griffith ..... Charles Bonnet •    Charles Boyer ..... Charles De Solnay •    Eli Wallach ..... Davis Leland Sinopse Nicole (Audrey Hepburn) é uma jovem francesa filha de Charles (Hugh Griffith), que tem uma forma de se divertir um pouco perigosa: falsifica obras de arte, imitando artistas famosos e fingindo ser um colecionador. Uma de suas peças será exposta em um museu da cidade, e Nicole teme que com a fama repentina, a fraude do pai possa ser  descoberta. Ela convence um ladrão a roubar a obra do pai, apesar do grande esquema de segurança do museu. Curiosidades - Rodado em Paris. Imagens
| 7686 ace
Título Original: Robin and Marian Ano/País/Gênero/Duração: 1976 / EUA / Aventura Romance / 106min Direção: Richard Lester Produção: Denis O'Dell Roteiro: James Goldman Fotografia: David Watkin Música: John Barry Elenco: Sean Connery ... Robin Hood Audrey Hepburn ... Lady Marian Robert Shaw ... Sheriff of Nottingham Richard Harris ... Richard the Lionheart Nicol Williamson ... Little John Denholm Elliott ... Will Scarlett Kenneth Haigh ... Sir Ranulf Ronnie Barker ... Friar Tuck Ian Holm ... King John Bill Maynard ... Mercadier Esmond Knight ... Old Defender Veronica Quilligan ... Sister Mary Peter Butterworth ... Surgeon John Barrett ... Jack Kenneth Cranham ... Jack's Apprentice Sinopse Robin (Sean Connery) ficou conhecido por sua luta em defesa dos pobres. Após a morte do rei Richard (Richard Harris), morto por acidente, um novo rei assume: John (Ian Holm), o louco. Ele ordena que a população seja retirada de suas terras, atiçando a ira de Robin, que irá novamente defende-la. Antes, Robin retira Marian (Audrey Hepburn) do convento onde ela estivera oculta durante vários anos, e a paixão entre os dois recomeça. Começa o combate final. Curiosidades - Albert Finney foi cogitado para o papel de Robin. - Primeiro filme de Audrey após nove anos afastada das telas. - Lindsay Anderson foi convidado a dirigir o projeto. - Sean Connery foi o ator mais velho a interpretar Robin. Imagens
| 5904 ace
Título Original: Othello Ano/País/Gênero/Duração: 1952 / EUA / Drama / 90min Direção: Orson Welles Produção: Julien Derode Roteiro:  Jean Sacha e Orson Welles Fotografia: Anchise Brizzi,  George Fanto  Alberto Fusi, Aldo Graziati, Oberdan Troiani   Música: Alberto Barberis e Angelo Francesco Lavagnino Elenco Orson Welles    ...     Othello Micheál MacLiammóir    ...     Iago Robert Coote    ...     Roderigo Suzanne Cloutier    ...     Desdemona Hilton Edwards    ...     Brabantio Nicholas Bruce    ...     Lodovico Michael Laurence    ...     Michael Cassio Fay Compton    ...     Emilia Doris Dowling    ...     Bianca Sinopse Othelo (Orson Welles) casa-se com a linda Desdemona (Suzanne Cloutier), mas, influenciado pelo malvado Iago (Micheál MacLiammóir), logo começa a duvidar da fidelidade de sua esposa. Curiosidades - Filmado em Veneza, Marrocos, Toscana e Roma. - Orson Welles começou a rodar o filme sem garantia de orçamento. Tanto que após o dinheiro acabar, ele se virou como pôde para terminar as filmagens. - Foram precisos quatro anos para finalizar o filme. - A cena em que Rodrigo é assassinado em um banho turco foi feito assim porque as roupas não estavam prontas. - Apesar de ter ganho a Palma de Ouro em Cannes, o filme foi sumariamente ignorado nos Estados Unidos. Imagens
| 7965 ace
Título Original: MacBeth Ano/País/Gênero/Duração: 1948 / EUA / Drama / 89min Direção: Orson Welles Produção: Orson Welles Roteiro: Orson Welles Fotografia: John L. Russell Música: Jacques Ibert Elenco Orson Welles ... Macbeth Jeanette Nolan ... Lady Macbeth Dan O'Herlihy ... Macduff Roddy McDowall ... Malcolm Edgar Barrier ... Banquo Alan Napier ... A Holy Father Erskine Sanford ... Duncan John Dierkes ... Ross Keene Curtis ... Lennox Peggy Webber ... Lady Macduff / The Three Lionel Braham ... Siward Archie Heugly ... Young Siward Jerry Farber ... Fleance Christopher Welles ... Macduff Child Morgan Farley ... Doctor Sinopse Marcbeth (Orson Welles) escuta de três feiticeiras a profecia de que será o Rei da Escócia. Sua esposa, Lady MacBeth (Jeanette Nolan) o incita a cometer atos sangrentos e traiçoeiros que lhe garantirão a posição de rei. Curiosidades - Primeiro filme de Welles baseado em Shakespeare. - Uma das bruxas foi feita por um homem, Brainerd Duffield. - A versão original tinha 107 minutos e era falado em escocês. - O filme foi realizado em 21 dias com um orçamento de $ 700.000 dólares. - O diálogo foi todo pré-gravado. Os atores faziam mímicas de suas falas. - Orson queria Vivien Leigh para o papel de Lady MacBeth, mas o marido desta, Laurence Olivier, não permitiu. - Filme de estréia de Jeanette Nolan. Imagens
| 7877 ace
Título Original: Il Gattopardo Ano/País/Gênero/Duração: 1963 / França Italia / Drama / 183min Direção: Luchino Visconti Produção: Goffredo Lombardo Roteiro:  Luchino Visconti, Suso Cecchi D´Amico, Pasquale Festa Campanile Fotografia: Giuseppe Rotunno Música: Nino Rota Elenco Burt Lancaster ...     Prince Don Fabrizio Salina Claudia Cardinale ...     Angelica Sedara Alain Delon ...     Tancredi Falconeri Paolo Stoppa    ...     Don Calogero Sedara Rina Morelli    ...     Princess Maria Stella Salina Romolo Valli    ...     Father Pirrone Terence Hill    ...     Count Cavriaghi Pierre Clémenti    ...     Francesco Paolo Lucilla Morlacchi    ...     Concetta Giuliano Gemma    ...     Garibaldi's General Ida Galli    ...     Carolina Ottavia Piccolo    ...     Caterina Carlo Valenzano    ...     Paolo Brook Fuller    ...     Little Prince Anna Maria Bottini    ...     Mademoiselle Dombreuil Sinopse Em 1890, num período conturbado da história da Itália, Dom Frabrizio Saline (Burt Lancaster), um aristocrata, refugia-se com a família em Donnafugata, tentando manter o mesmo modo de vida que sempre teve. Seu sobrinho Tancredi (Alain Delon) integra-se ao grupo de Garibaldi. Curiosidades - Adaptação do romance de Giuseppe Tomasi di Lampedusa. Imagens
| 7797 ace
Título Original: Fahrenheit 451 Ano/País/Gênero/Duração: 1966 / Reino Unido / Ficção Cientifica / 112min Direção: François Truffaut Produção: Lewis M. Allen Roteiro:  Guião Jean-Louis Richard e François Truffaut Fotografia: Nicolas Roeg Música: Bernard Herrman Elenco •    Oskar Werner .... Guy Montag •    Julie Christie .... Clarisse / Linda Montag •    Cyril Cusack .... capitão •    Anton Diffring .... Fabian / Headmistress •    Jeremy Spenser .... homem com a maçã •    Bee Duffell •    Alex Scott •    Noel Davis Sinopse Em um futuro muito próximo, o governo totalitário condena qualquer material impresso, colocando a literatura como algo que traz a infelicidade. Quem for pego lendo algo é condenado à prisão. Montag (Oskar Werner), um dos bombeiros que tem por obrigação queimar os livros, questiona tal posição ao ver uma mulher preferir ser queimada ao ver sua biblioteca destruída. Curiosidades - Baseado no romance de Ray Bradbury. - Os créditos do filme não são escritos, mas lidos. - Dentre as obras queimadas em uma das cenas está Fahrenheit 451 e a revista Cahiers du Cinéma. - Fahrenheit 451 é uma referência à temperatura utilizada para a queima do papel. - Único filme em inglês de Truffaut. Assista Online (legendado) AhyVz0tLCQk   Canal: http://www.youtube.com/user/cinemaclassico4 Imagens
| 6382 ace
Título Original: Morocco Ano/País/Gênero/Duração: 1930 / EUA / Drama Romance / 92min Direção: Josef von Sternberg Produção: Hector Turnbull Roteiro:  Jules Furthman Fotografia: Lee Garmes Música: Karl Hajos Elenco Gary Cooper ...     Légionnaire Tom Brown Marlene Dietrich ...     Mademoiselle Amy Jolly Adolphe Menjou ...     Monsieur La Bessiere Ullrich Haupt    ...     Adjutant Caesar Eve Southern    ...     Madame Caesar Francis McDonald    ...     A Sergeant Paul Porcasi    ...     Lo Tinto, Nightclub Owner Sinopse Amy Jolly (Marlene Dietrich), uma cantora de cabaré, quer uma nova vida, e vai para Marrocos para tentar esquecer seu passado. Lá ela conhece o rico Monsieur La Bessiere (Adolphe Menjou), que lhe oferece ajuda no novo país e também Tom Brown (Gary Cooper), um soldado da legião de combatentes. O público rejeita sua apresentação, mas ela começa a conquista-lo aos poucos enquanto se envolve com Tom e La Bessiere. Curiosidades - Marlene Dietrich sugeriu a cena em que beija outra mulher. Por pouco não foi proibida pelos censores, graças à flor entregue por sua personagem ao homem. - Marlene Dietrich ainda estava aprendendo inglês na época das filmagens. Sua falas foram passadas foneticamente. ASSISTA ONLINE Imagens
| 8084 ace
Título Original: Blonde Venus Ano/País/Gênero/Duração: 1932 / EUA / 99min Direção: Josef von Sternberg Produção: Josef von Sternberg Roteiro: Josef Von Sternberg, Jules Furthman, S.K. Lauren Fotografia: W. Franke Harling, John Leipold, Paul Marquardt, Oscar Potoker Música: Bert Glennon Elenco Cary Grant - Nick Townsend Dickie Moore - Johnny Faraday Gene Morgan - Ben Smith Herbert Marshall- Edward 'Ned' Faraday Marlene Dietrich - Helen Faraday, aka Helen Jones Morgan Wallace - Dr. Pierce Rita La Roy - Taxi Belle Hooper Robert Emmett O'Connor - Dan O'Connor Sidney Toler - Det. Wilson Sinopse Helen (Marlene Dietrich) já brilhou nos clubes noturnos, mas agora está casada com um cientista, Edward Farady (Herbert Marshall), diagnosticado com um envenenamento. Ele precisa conseguir dinheiro para encontrar a cura, que está na Europa. Para isto, Helen volta a se apresentar nos palcos como a “Vênus lira”, tornando-se novamente grande sucesso. Ela acaba se apaixonando por um político, Nick (Cary Grant), que lhe oferece ajuda financeira. Helen envolve-se com Nick, e fica dividida entre seu marido e filho, a carreira e Nick. Curiosidades - Segundo Cary Grant, Von Sternberg sugeriu que seu cabelo fosse repartido para o lado oposto, e a partir dali ele o utilizou para o resto de sua carreira. Assista Online Download: Este filme é de domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria.   Legendas em vários idiomas Imagens
| 8856 ace
Título Original: New York, New York Ano/País/Gênero/Duração: 1977 / EUA / Drama Musical / 155min Direção: Martin Scorsese Produção: Robert Chartoff Roteiro:  Earl Mac Rauch e Mardik Martin Fotografia: László Kovács Música: William Saracino Elenco Liza Minelli .... Francine Evans Robert De Niro .... Jimmy Doyle / Sr. Powell Lionel Stander .... Tony Harwell Barry Primus .... Paul Wilson Mary Kay Place .... Bernice Bennett / Conrad Georgie Auld .... Frankie Harte George Memmoli .... Nicky Murray Moston .... Horace Morris Lenny Gaines .... Artie Kirks Clarence Clemons .... Cecil Powell Kathi McGinnis .... Ellen Flannery Adam David Winkler .... Jimmy Doyle Jr. Dick Miller .... Dono do Palm Club Sinopse Jimmy Doyle (Robert De Niro) toca saxofone, e conhece a jovem cantora Francine Evans (Liza Minelli). Ele logo se apaixona por ela, e tenta conquista-la de todas as maneiras, chamando-a a trabalhar com ele na orquestra de Frankie Harte (Georgie Auld). Apesar do mal gênio de Jimmy, os dois acabam se casando, e Francine começa a fazer mais sucesso que ele. Jimmy sente-se mal com os constantes fracassos ao passo que sua esposa cresce na carreira, e o relacionamento fica abalado. Os dois acabam se separando, e a vida de cada um toma um rumo diferente. Curiosidades - O filme foi um fracasso de bilheteria. - Martin Scorsese passava por problemas de depressão na época das filmagens. - Orçamento de $ 14 milhões e arrecadamento de apenas $ 13 milhões de dólares. - O filme foi uma homenagem aos grandes musicais da Hollywood clássica. - O fracasso das telas fez com que a United Artists cortasse parte do filme, reduzindo-o para 136 minutos. As cenas cortadas só foram unidas novamente após 1981. - Dentre as cenas cortadas estava o número musical “Happy Endings”. - A música New York, New York acabou fazendo sucesso também na voz de Frank Sinatra. - Liza Minelli ainda apresenta esta música em todas as suas apresentações ao vivo. - Versão do filme “A Star Is Born”, protagonizado em 1955 pela mãe de Liza Minelli, Judy Garland. Imagens
| 6628 ace
Título Original: Goodfellas Ano/País/Gênero/Duração: 1990 / EUA / Drama Policial / 145min Direção: Martin Scorsese Produção: Irwin Winkler Roteiro:  Nicholas Pileggi, Martin Scorsese Fotografia: Michael Ballhaus Música: Pete Towshend Elenco •    Ray Liotta .... Henry Hill •    Robert De Niro .... Jimmy Conway •    Joe Pesci .... Tommy DeVito •    Lorraine Bracco .... Karen Hill •    Paul Sorvino .... Paul Cicero •    Samuel L. Jackson .... Stacks Edwards Sinopse Henry Hill (Ray Liotta) é uma americano de descendência italiana, que acaba se envolvendo com a máfia. Ele próprio conta sua saga, desde a infância, quando se tornou um aprendiz do crime, até a idade adulta, quando já era uma mafioso. Curiosidades - Adaptação do livro “Wiseguy”, de Nicholas Pileggi. - Scorsese utiliza-se neste filme da imagem congelada, enquanto é narrada a cena, técnica utilizada a partir daí em filmes posteriores. - O título do filme seria o mesmo do livro, “wiseguy”. - Baseado na história real de Henry Hill. Prêmios - Oscar de Melhor Ator Coadjuvante (Joe Pesci). - Indicado ao Oscar de Melhor Filme, Diretor, Roteiro Adaptado, Atriz Coadjuvante (Lorraine Bracco) e Edição. - Indicações ao Globo de Ouro de Melhor Filme em Drama, Diretor, Roteiro, Ator Coadjuvante (Joe Pesci) e Atriz Coadjuvante (Lorraine Bracco). - Ganhou o Leão de Prata, no Festival de Veneza. - A mãe e o pai de Martin Scorsese fazem uma participação no filme. Imagens
| 5108 ace
Título Original: Vidas Secas Ano/País/Gênero/Duração: 1963 / Brasil / Drama / 103min Direção: Nelson Pereira dos Santos Produção: Luiz Carlos Barreto, Herbert Richers e Danilo Trelles Roteiro:  Nelson Pereira dos Santos, Graciliano Ramos Fotografia: Luiz Carlos Barreto  e José Rosa Música:Leonardo Alencar Elenco Átila Iório     ...     Fabiano Maria Ribeiro    ...     Sinhá Vitória Orlando Macedo    ...     Soldado Amarelo Joffre Soares    ...     Fazendeiro (Farmer) Gilvan Lima    ...     Menino (Gilvan) Genivaldo Lima    ...     Menino (Genivaldo) Sinopse A família de Fabiano (Átila Iório) vive com sua familia composta da mulher, dois filhos e o cão Baleia em condições de miséria. Eles resolvem sair de suas terras em busca de melhor vida. Curiosidades - Baseado na obra de Graciliano Ramos. Assista Online o5SIY1nWc8k Canal: http://www.youtube.com/user/leovardoricardo Imagens
| 6217 ace
Título Original: Johnny Guitar Ano/País/Gênero/Duração: 1954 / EUA / Faroeste / 110min Direção: Nicholas Ray Produção: Herbert J. Yates Roteiro:  Philip Yordan Fotografia: Harry Stradling Sr. Música:Victor Young   Elenco       Joan Crawford ... Vienna Sterling Hayden ... Johnny 'Guitar' Logan Mercedes McCambridge ... Emma Small Scott Brady ... Dancin' Kid Ward Bond ... John McIvers Ben Cooper ... Turkey Ralston Ernest Borgnine ... Bart Lonergan John Carradine ... Old Tom Royal Dano ... Corey Frank Ferguson ... Marshal Williams Paul Fix ... Eddie Rhys Williams ... Mr. Andrews Ian MacDonald ... Pete     Sinopse   Vienna (Joan Crawford) é a dona de um saloon de uma cidadezinha . Sem esperanças de melhoras, vê uma oportunidade com a possibilidade da ferrovia que irá passar próximo ao seu saloon. Ela ainda tem que enfrentar os problemas com o xerife local e Emma Small (Mercedes McCambridge), uma fazendeira inimiga sua, que quer vê-la longe da cidade. Do seu lado está Johnny Guitar (Sterling Hayden), um pistoleiro com quem ela já se envolvera.     Curiosidades   - Baseado no romance de Roy Chanslor. - Último filme produzido pelo processe Trucolor. - Joan Crawford querria Claire Trevor no papel de Emma Small. - Mercedes McCambridge e Joan Crawford não se deram bem durante as filmagens. Joan chegou uma vez,, num ato de fúria, a atirar as roupas de Mercedes fora. - Pedro Almodovar faz uma homenagem ao filme em sua película Mulheres à Beira de um Ataque de Nervos. - O filme está na lista dos 100 melhores filmes segundo a Chicaco Reader's. - O filme foi adaptado para os palcos em 2004. - Em uma das cenas em que os cavalos andavam perto da cachoeira, tiveram que equipa-los com visseiras, para que eles não se assustassem com a água. - Joan Crawford insistiu que seus close-ups fossem realizados somente em estúdios, onde a iluminação seria rigidamente controlada.       Imagens
| 5641 ace
Título Original: Fallen Angel Ano/País/Gênero/Duração: 1945 / EUA / Policial Noir / 98min Direção: Otto Preminger Produção: Otto Preminger Roteiro:  Marty Holland e Harry Kleiner Fotografia: Joseph LaShelle Música: David Raksin Elenco: Alice Faye .... June Mills Dana Andrews .... Eric Stanton Linda Darnell .... Stella Charles Bickford .... Mark Judd Anne Revere .... Clara Mills Bruce Cabot .... Dave Atkins John Carradine .... Professor Madley Percy Kilbride .... Pop Olin Howland .... Joe Ellis Wally Wales .... Gus Johnson, Police Officer Mira McKinney .... Mrs. Judd Broderick O'Farrell .... Policeman Jimmy Conlin .... Walton Hotel Clerk Leila McIntyre .... Bank Clerk Garry Owen .... Waiter Sinopse Eric Stanton (Dana Andrews) passa por dificuldades financeiras, e acaba sendo jogado para fora do ônibus por não ter como paga-lo. Descendo em uma cidade interiorana, começa a frequentar um bar e acaba se apaixonando pela garçonete Stella  (Linda Darnell). Stella não se interessa por ele, por causa de sua condição social. Eric decide melhorar de vida e se casa com June Mills (Alice Faye), uma mulher rica, de quem pretende se divorciar tão logo possa. Tudo começa a sair dos eixos  quando Stella é assassinada e Eric torna-se o principal suspeito. Curiosidades - Baseado na história de Marty Holland. - Alice Faye se aborreceu com diversos cortes feitos em suas cenas e acabou se afastando do cinema durante alguns anos. - Locações em Orange, na Califórnia. - Linda Darnell passou uma semana trabalhando como garçonete em um restaurante, para se preparar para o papel. ASSISTA ONLINE Imagens
| 3950 ace
Título Original: Witness for the Prosecution Ano/País/Gênero/Duração: 1957 / EUA / Drama / 116min Direção: Billy Wilder Produção: Arthur Hornblow Jr. Roteiro:  Billy Wilder, Harry Kurnitz Fotografia: Russell Harlan Música: Matty Malneck Elenco Tyrone Power .... Leonard Vole Marlene Dietrich .... Christine Vole Charles Laughton .... Sir Wilfrid Robarts Elsa Lanchester .... Miss Plimsoll John Williams .... Borgan-Moore Henry Daniell .... Mayhew Ian Wolfe .... Carter Torin Thatcher .... Sr. Myers Norma Varden .... Sra. French Una O'Connor .... Janet McKenzie Francis Compton .... Juiz Philip Tonge .... Inspetor Hearne Ruta Lee .... Diana Sinopse Uma viúva é encontrada morta, e  Leonard Vole (Tyrone Power), seu amante, é acusado do assassinato. A única chance dele escapar é contando com a ajuda da própria esposa, Christine Vole (Marlene Dietrich). Sir. Wilfrid Roberts (Charles Laughton) é um dos mais conhecidos e aclamados criminalistas da região. Conhecido por pegar casos que todos recusam e vencê-los, recebe a incumbência de pegar um caso quase perdido. Curiosidades - Baseado em um conto de Agatha Christie. - Charles Laughton e Elsa Lanchester eram casados na vida real, na época das filmagens. - Todos os que entravam na sala de filmagem eram obrigados a assinar um termo em que prometiam não dizer o desfecho da história. - Marlene Dietrich estava certa de que receberia uma indicação ao Oscar por sua participação no filme. - Só o cenário do tribunal custou $ 75 mil dólares - Este foi o último filme de Tyrone Power que morreu logo em seguida. - Vários atores foram cogitados para o papel de Leonard, incluindo ene Kelly, Kirk Douglas, Glenn Ford, Jack Lemmon, e até Roger Moore. Prêmios - Indicado ao Oscar de Melhor Ator (Charles Laughton), Atriz Coadjuvante (Elsa LAnchester), Diretor, Edição, Imagem e Som. Imagens
| 8286 ace
Título Original: Eine Deutsche Volkssage Ano/País/Gênero/Duração: 1926 / Alemanha / Drama Terror / 116min Direção: F.W. Murnau Produção: Erich Pommer Roteiro:  Hans Kyser Fotografia: Carl Hoffmann Elenco Gösta Ekman .... Fausto Emil Jannings .... Mefisto Camilla Horn .... Gretchen Frida Richard .... Mãe de Gretchen William Dieterle .... Valentin: irmão de Gretchen Yvette Guilbert .... Marthe Schwerdtlein: tia de Gretchen Eric Barclay .... Duque de Parma Hanna Ralph .... Duquesa de Parma Werner Fuetterer .... Arcanjo Sinopse Fausto (Gösta Ekman) é um velho alquimista que testemunha a cidade sendo tomada pela peste negra. Diante da morte dos demais, começa a pensar em sua própria, envocando Mefistófeles (Emil Janings) para que lhe dê a vida eterna e a juventude. Ele a consegue em troca de sua alma. O rumo das coisas começa a mudar quando ele se apaixona por uma jovem. Curiosidades - Baseada na peça de Goethe. - O primeiro filme sobre Fausto foi realizado em 1904. - O filme foi ignorado pela crítica e público à época do seu lançamento.   Imagens
| 17491 ace
Título Original: El Cid Ano/País/Gênero/Duração: 1961 / EUA / Drama / 184min Direção: Anthony Mann Produção: Samuel Bronston Roteiro:  Philip Yordan e Fredric M. Frank Fotografia: Robert Krasker Música: Miklós Rózsa Elenco Charlton Heston ...     El Cid Sophia Loren ...     Jimena Raf Vallone    ...     Count Ordóñez Geneviève Page    ...     Princess Urraca John Fraser    ...     Prince Alfonso Gary Raymond    ...     Prince Sancho Hurd Hatfield    ...     Arias Massimo Serato    ...     Fanez Frank Thring    ...     Al Kadir Michael Hordern    ...     Don Diego Andrew Cruickshank    ...     Count Gormaz Douglas Wilmer    ...     Moutamin Tullio Carminati    ...     Priest Ralph Truman    ...     King Ferdinand Sinopse Rodrigo Diaz de Biva, mais conhecido como El Cid (Charlton Heston), lendário herói espanhol tenta celebrar a paz com os membros da realeza, promovendo a unificação da Espanha. É chamado para comandar uma resistência contra os mouros. Curiosidades - Locações nos castelos de Belmonte e Peñiscola na Espanha. - Este é um dos filmes preferidos de Martin Scorsese. Prêmios - Indicação ao Oscar de Melhor Direção de Arte, Musica. Imagens
| 8191 ace
Título Original: Pretty Baby Ano/País/Gênero/Duração: 1978 / EUA / Drama / 109min Direção: Louis Malle Produção: Louis Malle Roteiro:  Louis Malle e Polly Platt Fotografia: Sven Nykvist Música: Ferdinand Morton Elenco •    Brooke Shields .... Violet •    Keith Carradine .... Bellocq •    Susan Sarandon .... Hattie •    Frances Faye .... Nell •    Antonio Fargas .... Professor •    Matthew Anton .... Red Top •    Diana Scarwid .... Frieda •    Barbara Steele .... Josephine •    Seret Scott .... Flora •    Cheryl Markowitz .... Gussie •    Susan Manskey .... Fanny Sinopse Violet (Brooke Shields) vive com a mãe, Hattie (Susan Sarandon) em um bordel. Hattie é uma das prostitutas locais, e enquanto cresce, Violet cuida de seu irmão menor e se prepara para seguir os mesmos passos da mãe. Aos 12 anos sua virgindade é leiloada, ao passo que sua mãe se casa e a abandona no bordel. Um fotógrafo se aproxima de Violet e lhe pede em casamento. Curiosidades - A nudez de Brooke Shields, aos 11 anos, causou enorme polêmica. - Primeiro filme americano de Luois Malle. Prêmios - Recebeu uma indicação na categoria de melhor canção original. Imagens
| 7583 ace
Título Original: Endless Love Ano/País/Gênero/Duração: 1981 / EUA / Romance / 116min Direção: Franco Zeffirelli Produção: Dyson Lovell Roteiro: Judith Rascoe Fotografia: David Watkin Música: Lionel Richie e Jonathan Tunick Elenco Brooke Shields .... Jade Martin Hewitt .... David Axelrod Shirley Knight .... Ann Don Murray .... Hugh Richard Keley .... Arthur Beatrice Straight .... Rose James Spader .... Keith Ian Ziering .... Sammy Robert Moore .... Dr. Miller Penelope Milford .... Ingrid Jan Miner .... Sra. Switzer Salem Ludwig .... Sr. Switzer Leon B. Stevens .... Judge Vida Wright .... Sonia Jeff Marcus .... Leonard Patrick Taylor .... Bob Clark Jamie Bernstein .... Susan Tom Cruise .... Billy Jeffrey B. Versalle .... Stuart Jami Gertz .... Patty Robert Altman Sinopse David (Martin Hewitt) e Jade (Brooke Shields) são dois adolescentes que se apaixonam e vivem um grande romance. Com a paixão cada vez maior, os dois iniciam-se na vida sexual ainda cedo, sendo flagrados pela mãe de Jade, Ann (Shirley Knight), que acaba aceitando a situação naturalmente. Mas Hugh (Don Murray), pai de Jade, vê problemas nessa relação tão intensa vivida pelos adolescentes, e cujo resultado será desastroso. ASSISTA ONLINE Imagens
| 5847 ace
Título Original: Going My Way Ano/País/Gênero/Duração: 1944 / EUA / Comédia Drama / 130min Direção: Leo McCarey Produção: Leo McCarey Roteiro:  Frank Butler, Frank Cavett Fotografia: Lionel Lindon Elenco •    Bing Crosby .... padre Chuck O'Malley •    Barry Fitzgerald .... padre Fitzgibbon •    Frank McHugh ..., padre Timothy O'Dowd •    James Brown .... Ted Haines Jr. •    Gene Lockhart .... Ted Haines Sr. •    Jean Heather .... Carol James •    Porter Hall .... sr. Belknap •    Fortunio Bonanova .... Tomaso Bozanni •    Eily Malyon .... sra. Carmody •    Risë Stevens .... Genevieve Linden Sinopse O padre Chuck O'Malley (Bing Crosby) assume seu novo posto em uma paróquia. Tudo parece estar bem, com o padre se impressionando com os locais, até que a igreja é incendiada. Prêmios - Oscar de Melhor  Filme, Diretor, Canção original, Ator (Bing Crosby), Ator Coadjuvante (Barry Fitzgerald), Roteiro e História original. - Indicação ao Oscar de Melhor Ator (Barry Fitzgerald), Fotografia preto e branco e Montagem. - Globo de Ouro de Melhor Diretor, Filme Dramma e Ator Coadjuvante (Barry Fitzgerald). Imagens
| 5869 ace
Título Original: The Bells of St. Mary's Ano/País/Gênero/Duração: 1945 / EUA / Comédia Drama / 126min Direção: Leo McCarey Produção: Leo McCarey Roteiro:  Dudley Nichols Fotografia: George Barnes Música: Robert Emmett Dolan Elenco Bing Crosby .... Father Chuck O'Malley Ingrid Bergman .... Sister Mary Benedict Henry Travers .... Horace P. Bogardus William Gargan .... Joe Gallagher, Patsy's father Ruth Donnelly .... Sister Michael Joan Carroll .... Patricia 'Patsy' Gallagher Martha Sleeper .... Mrs. Gallagher, Patsy's mother Rhys Williams .... Dr. McKay Richard Tyler .... Eddie Breen Una O'Connor .... Mrs. Breen Sinopse O padre Chuck O'Malley (Bing Crosby) está em sua paróquia e acaba se desentendendo com a Irmã Mary Benedict (Ingrid Bergman) com relação à escola paroquial. Tudo piora quando umm empresário decide demolir o lugar. Curiosidades - Seqüência de O Bom pastor. Prêmios - Oscar de Melhor Efeito Sonoro. - Indicação ao Oscar de Melhor Filme, Direção, Edição, Trilha Sonora, Canção, Ator (Bing Crosby) e Atriz (Ingrid Bergman). - Globo de Ouro de Melhor Atriz (Ingrid Berman). Imagens
| 8122 ace
Título Original: An Affair to Remember Ano/País/Gênero/Duração: 1957 / EUA / Drama Romance / 119min Direção: Leo McCarey Produção: Leo McCarey, Jerry Wald Roteiro: Delmer Daves , Donald Ogden Stewart Fotografia: Milton Krasner Música: Harry Warren, Hugo Friedhofer Elenco Cary Grant ... Nickie Ferrante Deborah Kerr ... Terry McKay Richard Denning ... Kenneth Bradley Neva Patterson ... Lois Clark Cathleen Nesbitt ... Grandmother Janou Robert Q. Lewis ... O Próprio - Announcer Charles Watts ... Ned Hathaway Fortunio Bonanova ... Courbet Sinopse Nickie (Cary Grant), um playboy rico e Terry McKay (Deborah Kerr) , uma ex-cantora, se conhecem durante uma viagem no transatlântico e começam um romance. O problema é que eles estão já envolvidos com outras pessoas, e combinam se encontrar no Empire State Building. Um acidente impedirá o encontro dos dois. Curiosidades - Refilmagem de Duas Vidas, de 1939. - Ingrid Bergman foi cogitada para o papel principal. - Deborah Kerr foi duplada por Marni Nixon cantando. - Refilmado como Love Affair – Segredos do coração (1994). ASSISTA ONLINE Imagens
| 8136 ace
Título Original: Love Affair Ano/País/Gênero/Duração: 1939 / EUA / Romance / 88min Direção: Leo McCarey Produção: Leo McCarey Roteiro: Leo McCarey, Delmer Daves, Donald Ogden Stewart Fotografia: Rudolph Maté Música: Buddy DeSylva, Harold Arlen, Roy Webb Elenco Irene Dunne ... Terry Charles Boyer... Michel Maria Ouspenskaya ... Grandmother Lee Bowman ... Kenneth Bradley Astrid Allwyn ... Lois Clarke Maurice Moscovitch ... Maurice Cobert Sinopse Terry (Irene Dunne), uma mulher inteligente e Michel (Charles Boyer), um playboy, se conhecem durante um cruzeiro e logo se apaixonam apesar de suas diferenças. Mas os dois já estão comprometidos com outras pessoas e combinam de se encontrar dali há algum tempo, depois que já tiverem terminado tudo com seus respectivos pares. A história de amor deles será interrompida por problemas ocorridos durante o tempo em que estiveram separados. Curiosidades - Refilmado 20 anos mais tarde, com produção do mesmo diretor e o título “Tarde Demais para Esquecer). - Champanhe rosa virou moda nos restaurantes, devido o filme. - Este é o filme favorito de Irene Dunne e Charles Boyer. Prêmios - Indicação ao Oscar de Melhor Imagem, Atriz (Irenne Dunne), Atriz Coadjuvante, Roteiro, Som e Direção de Arte. Assista Online (legendado) Download: Este filme é de domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria. Legendas
| 10445 ace
Título Original: Captain January Ano/País/Gênero/Duração: 1936 / EUA / Comédia Musical Família / 77min Direção: David Butler Produção: Buddy G. DeSylva Roteiro: Sam Hellman e Gladys Lehman Fotografia: John F. Seitz Música: Cyril J. Mockridge Elenco Shirley Temple ...     Star Guy Kibbee    ...     Captain January Slim Summerville    ...     Captain Nazro Buddy Ebsen ...     Paul Roberts Sara Haden    ...     Agatha Morgan Jane Darwell    ...     Eliza Croft June Lang    ...     Mary Marshall Jerry Tucker    ...     Cyril Morgan Nella Walker    ...     Mrs. John Mason George Irving    ...     John Mason Jim Farley    ...     Deputy Sheriff Si Jenks    ...     Old Sailor Sinopse A pequena Star (Shirley Temple) de 4 anos vive no pequeno vilarejo pesqueiro, acompanhada do Capitão January (Guy Kibbee) que a salvou de um naufrágio quando ela era ainda bebê. Com seu jeitinho meigo a garota encanta a todos. A sua alegria é ameaçada quando um fiscal quer levá-la para longe do capitão, mandando-a para um orfanato. Download: Este filme é de  domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria. Sem Legendas   Imagens
| 5274 ace
Título Original: Camille Ano/País/Gênero/Duração: 1921 / EUA / Drama / 70min Direção: Ray C. Smallwood Roteiro: June Mathis Fotografia: Rudolph J. Bergquist Música: Peter Vantine Elenco Alla Nazimova ... Marguerite Gautier Rodolfo Valentino ... Armand Duval Rex Cherryman ... Gaston Rieux Arthur Hoyt ... Count de Varville Zeffie Tilbury ... Prudence Patsy Ruth Miller ... Nichette Elinor Oliver ... Nanine, Marguerite's Maid William Orlamond ... Monsieur Duval, Armand's Father Consuelo Flowerton ... Olympe Sinopse Versão silenciosa da história de Marguerite Gautier (Alla Nazimova), uma famosa cortesã que vive no luxo. Até que conhece Armand Duval (Rodolfo Valentino), com quem vive uma grande paixão. O pai de Armand pede a Marguerite que deixe seu filho, por causa da honra de sua família, já que sua filha não se casará se Armand continuar seu romance com uma mulher de má fama. Marguerite abandona Armand e, já doente, segue para Paris, onde encontrará seu antigo amor mais uma vez. Curiosidades - Alla Nazimova pediu para que fossem cortadas algumas cenas de Rodolfo Valentino, para que ele não lhe roubasse a cena. - O cenário foi feito por Natasha Rambova, que se tornaria a segunda esposa de Valentino. - Baseado na historia de Alexandre Dumas. - Cenário baseado na art deco. - A peça original estreou em Paris em 1852. A primeira produção na Broadway veio no ano seguinte. Imagens  
| 6214 ace
Título Original: C'era una Volta il West Ano/País/Gênero/Duração: 1968 / EUA / Drama Faroeste / 165min Direção: Sergio Leone Produção: Fulvio Morsella Roteiro:  Dario Argento, Bernardo Bertolucci, Sergio Leone, Sergio Donati, Mickey Knox Fotografia: Tonino Delli Colli Música: Ennio Morricone Elenco •    Charles Bronson ... "Gaita" •    Henry Fonda .... Frank •    Jason Robards .... Cheyenne •    Claudia Cardinale .... Jill McBain •    Gabrielle Ferzetti .... Morton •    Frank Wolff .... Brett McBain Sinopse Jill (Claudia Cardinale), uma ex-prostituta, está agora casada com Brent McBain (Frank Wolff), que tem um pequeno pedaço de terra. Viúvo e pai de três crianças, choca-se ao chegar em casa e vê uma chacina realizada em sua família. Começa uma briga pelas terras, já que o local será perfeito para a passagem de uma ferrovia. Os culpados foram integrantes de uma gangue de Cheyenne (Jason Robards). Mas ele contará com Gaita (Charles Bronson) para lhe ajudar. Curiosidades - Clint Eastwood, Lee van Cleef e Eli Wallach foram cogitados para este filme. - O filme não teve grande sucesso comercial na época do lançamento. - 20 minutos do filme original foram cortados para deixa-lo mais acessível ao público. - Filmagens externas realizadas em Monument Valley, nos EUA e no deserto de Almeria, na Espanha. Filmagens internas em Roma. - Leone foi obrigado a fazer este filme para conseguir financiamento para outro. - Leone ficou em dúvida se valia a pena colocar uma mulher como protagonista do filme, já que ele nunca tivera essa experiência. Imagens
| 7825 ace
Título Original: Once Upon a Time in America Ano/País/Gênero/Duração: 1984 / EUA / Drama Policial / 229min Direção: Sergio Leone Produção: Arnon Milchan Roteiro:  Harry Grey, Leonardo Benvenuti Fotografia: Tonino Delli Colli Música: Ennio Morricone Elenco Robert De Niro ...     David 'Noodles' Aaronson James Woods    ...     Maximilian 'Max' Bercovicz Elizabeth McGovern    ...     Deborah Gelly Tuesday Weld    ...     Carol Treat Williams    ...     James Conway O'Donnell James Hayden    ...     Patrick 'Patsy' Goldberg Joe Pesci    ...     Frankie Minoldi Larry Rapp    ...     'Fat' Moe Gelly Danny Aiello    ...     Police Chief Vincent Aiello William Forsythe    ...     Philip 'Cockeye' Stein Burt Young    ...     Joe Darlanne Fluegel    ...     Eve Dutch Miller    ...     Van Linden Robert Harper    ...     Sharkey Richard Bright    ...     Chicken Joe Sinopse David Aaronson (Robert De Niro) e Maximillian Bercouicz (James Woods) são dois amigos judeus, crescendo juntos enquanto cometem as primeiras infrações nas ruas do Lower East Side em Nova York. Com o poder, os dois amigos acabam se tornando rivais e se reencontrando após 35 anos.   Imagens
| 5160 ace
Título Original: Oliver Twist Ano/País/Gênero/Duração: 1948 / EUA / 116min Direção: David Lean Produção: Ronald Neame Roteiro:  David Lean, Stanley Haynes Fotografia: Guy Green Música: Arnold Bax Elenco Robert Newton     ...     Bill Sikes Alec Guinness    ...     Fagin Kay Walsh    ...     Nancy Francis L. Sullivan    ...     Mr. Bumble Henry Stephenson    ...     Mr. Brownlow Mary Clare    ...     Mrs. Corney Anthony Newley    ...     Artful Dodger Josephine Stuart    ...     Oliver's Mother Ralph Truman    ...     Monks Kathleen Harrison    ...     Mrs. Sowerberry Gibb McLaughlin    ...     Mr. Sowerberry Amy Veness    ...     Mrs. Bedwin Frederick Lloyd    ...     Dr. Grimwig John Howard Davies    ...     Oliver Twist Henry Edwards    ...     Police Official Sinopse Oliver Twist (John Howard Davies) passa sua infância em uma casa de correção, já qua mãe morrera de parto. Os anos passam e Oliver continua sendo maltratado pelo Sr. Bumble (Francis L. Sullivan), o porteiro da casa. Aos nove anos, após uma discussão, ele foge do local, sendo apanhado nas ruas por Artful Dodger (Anthony Newley), que lhe leva a um local para ele ser treinado para roubar carteiras. Oliver agora tentará sobreviver nas ruas. Curiosidades - O papel de Fagin foi considerado anti-semita por alguns. - Robert Donat fez teste para o papel de Sikes. - Baseado na história de Charles Dickens. Imagens
| 6918 ace
Título Original: Lolita Ano/País/Gênero/Duração: 1962 / EUA / Drama / 152min Direção: Stanley Kubrick Produção: James B. Harris Roteiro: Vladimir Nabokov / Stanley Kubrick / James B. Harris Fotografia: Oswald Morris Música: Nelson Riddle Elenco James Mason ... Prof. Humbert Humbert Shelley Winters ... Charlotte Haze Sue Lyon ... Lolita Gary Cockrell ... Richard T. Schiller Jerry Stovin ... John Farlow Diana Decker ... Jean Farlow Lois Maxwell ... Nurse Mary Lore Cec Linder ... Dr. Keegee Bill Greene ... George Swine Shirley Douglas ... Mrs. Starch Marianne Stone ... Vivian Darkbloom Marion Mathie ... Miss Lebone James Dyrenforth ... Frederick Beale Sr. Maxine Holden ... Miss Fromkiss John Harrison ... Tom Sinopse Humbert Humbert (James Mason) é um homem abalado pelas lembranças. Professor de literatura francesa, instala-se em uma pensão e se vê como alvo de interesse da dona, Charlotte Haze (Shelley Winters), uma viúva que lá mora com a filha mais nova, Lolita (Sue Lyon). Ele acaba se sentindo atraído pela pequena jovem, que, apesar de ter apenas 12 anos, se insinua para ele, assim como sua mãe. Enquanto isso, Humbert escreve em seu diário tudo o que lhe acontece. Durante a viagem da filha, Charlotte se declara e Humbert aceita se casar com ela, com o único intuito de continuar próximo da garota, planejando tão logo possa, matar a mãe e ficar com a filha. Charlotte descobre o diário de Humbert, e suas perversões, ficando transtornada e sendo atropelada e morta. Humbert agora pode realizar seu maior sonho, quando busca Lolita e a leva em uma grande viagem. Curiosidades - Laurence Olivier, Noel Coward e David Nivem foram considerados para o papel de Humbert. - Tuesday Weld foi considerada para o papel título. - Errol Flynn também foi considerado para o papel de Humbert, mas acabou morrendo antes. - Sue Lyon foi considerada para o papel em parte devido ao tamanho de seus seios, já que os censores não permitiriam uma garota tão infantilizada. - A Lolita do livro tinha 12 anos, no filme tem 14. - Quase 800 garotas fizeram o teste para seleção da personagem Lolita. - Cary Grant ficou indignado com o convite para o filme. - Este foi o primeiro filme de Stanley Kubrick produzido de forma independente, na Inglaterra. - Primeiro filme de Ed Bishop. - No romance, Lolita é uma morena, no filme loira. - Rumores indicam que o livro de Vladimir Nabokov foi baseado na história real de Charles Chaplin e sua segunda esposa, Lita Grey, mais conhecida como Lolita. Prêmios - Indicação ao Oscar de Roteiro Adaptado. Assista Online Imagens
| 20307 ace
Título Original: Scarface Ano/País/Gênero/Duração: 1932 / EUA / Policial / 93min Direção: Howard Hawks Produção: Howard Hawks Roteiro: Armitage Trail e Ben Hecht Fotografia: Lee Garmes e L. William O'Connell Música:Gus Arnheim e Adolph Tandler Elenco Paul Muni .... Tony Camonte Ann Dvorak .... Cesca Camonte Karen Morley .... Poppy Osgood Perkins .... Johnny Lovo C. Henry Gordon .... Ben Guarino George Raft .... Guino Rinaldo Vince Barnett .... Angelo Boris Karloff .... Gaffney Inez Palange .... Mãe de Tony Howard Hawks .... Homem na cama Sinopse Tony Camonte (Paul Muni) consegue subir na vida através do trabalho na máfia, tendo como chefe Johnny Lovo (Osgood Perkins). Tony mata o chefe de uma quadrilha inimiga, e começa a ganhar respeito da sua quadrilha, esperando pelo momento em que irá tomar o controle do negócio. Quando o consegue, enriquece, mas perde o controle quando sua irmã Cesca (Ann Dvorak) se envolve com Guino Rinaldo (George Raft), seu amigo de longa data, e que o ajudou a construir seu império. Curiosidades - Baseado na vida de Al Capone, que na época, aprovou a história. Gostou tanto que tinha uma cópia. - Remake em 1983, sob o mesmo título, e trazendo Al Pacino no papel principal. - Após a conclusão do filme, os censores não permitiram seu lançamento até 1932, pois acreditavam que o mesmo glorificava a vida dos gangsters. - Várias cenas foram cortadas e acrescentado um sub título: a vergonha de uma nação, bem como a inclusão de um texto . - Howard Hughes lançou a edição original nos países que não tinham censura. - Está na lista dos 10 melhores filmes de gangsters da AFI. - Um dos primeiros filmes a retratar a metralhadora “Thompson”. Assista Online Download: Este filme é de domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria.   Legendas Imagens
| 9298 ace
Título Original: Red River Ano/País/Gênero/Duração: 1948 / EUA / Faroeste / 133min Direção: Howard Hawks, Arthur Rosson Produção: Howard Hawks Roteiro:  Borden Chase Fotografia: Russell Harlan Música: Dimitri Tiomkin Elenco John Wayne -Thomas Dunson Montgomery Clift-Matthew 'Matt' Garth Joanne Dru -Tess Millay Walter Brennan -Groot' Nadine Coleen Gray -Fen Harry Carey-Sr. Melville Sinopse Thomas Dunson (John Wayne) depois de muito tempo de trabalho, se tornou o rei do gado. Ele adota um órfão de um massacre (Montgomery Clift) e os dois acabam se tornando grandes amigos. Thomas está disposto a qualquer coisa para proteger seus bens. O preço do gado cai, e ele é obrigado a conduzi-lo através de uma trilha perigosa, arriscando a própria vida para alcançar o destino final. Prêmios - Indicado ao Oscar de Melhor Montagem e Roteiro. Imagens
| 5341 ace
Título Original: The Man Who Shot Liberty Valance Ano/País/Gênero/Duração: 1962 / EUA / Faroeste / 123min Direção: John Ford Produção: Willis Goldbeck Roteiro:  James Warner Bellah, Willis Goldbeck Fotografia: William H. Clothier Música: Cyril Mockridge Elenco James Stewart .... Ransom Stoddard John Wayne .... Tom Doniphon Vera Miles .... Hallie Stoddard Lee Marvin .... Liberty Valance Edmond O'Brien .... Dutton Peabody Andy Devine .... Xerife Link Appleyard John Carradine .... Prefeito Cassius Starbuckle Jeanette Nolan .... Nora Ericson John Qualen .... Peter Ericson Willis Bouchey .... Jason Tully Carleton Young .... Maxwell Scott Sinopse Tom Doniphon (John Wayne) é casado com Hallie (Vera Miles), e os dois chegam em uma pequena cidade para assistir ao funeral de Tom Doniphon (John Wayne).  Lá ele é entrevistado por um reporter, contando-lhe detalhes do tempo em que era advogado da cidade. E de como dividiu seu amor por Hallie com Doniphon. Curiosidades - O filme foi feito em preto e branco para diminuir os custos. Além disso os atores interpretariam personagens 30 anos mais jovens do que realmente eram, e a fotografia colorida mostraria com mais nitidez. - Nos cartazes de promoção, o nome de James Stewart aparece em cima nos créditos, mas no filme mesmo, o de John Wayne aparece antes. - Último filme de John Ford em preto e branco. - Último filme de stuart Holmes. Prêmios - Indicação ao Oscar de Melhor Figurino. Imagens
| 7600 ace
Título Original: Amarcord Ano/País/Gênero/Duração: 1973 / Itália / Comédia Drama / 127min Direção: Federico Fellini Produção: Franco Cristaldi Roteiro: Federico Fellini, Tonino Guerra Fotografia: Giuseppe Rotunno Música:Nino Rota Elenco Pupella Maggio .... Miranda Biondi Armando Brancia .... Aurelio Biondi Magali Noël .... Gradisca Ciccio Ingrassia .... Teo Nando Orfei .... Pataca Luigi Rossi .... advogado Bruno Zanin .... Titta Biondi Gianfilippo Carcano .... Don Baravelli Josiane Tanzilli .... Volpina Sinopse Em Rimini, Titta (Bruno Zanin), que foi um garoto que se impressionava facilmente, revê momentos de sua vida familiar e social durante a década de 30, na época em que o fascismo imperava. Curiosidades - Filme quase autobiografico de Fellini. Prêmios - Oscar de Melhor Filme Estrangeiro. - Indicado ao Oscar de Melhor Diretor e Roteiro Original. - Indicado ao Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro. Imagens
| 9016 ace
  Título Original: Anchors Aweigh Ano/País/Gênero/Duração: 1945 / EUA / Musical / 143min Direção: George Sidney Produção: Joe Pasternak Roteiro:  Isobel Lennart Fotografia: Charles Boyle, Robert Planck Música:George E. Stoll, Calvin Jackson     Elenco   Frank Sinatra .... Clarence Doolittle Gene Kelly .... Joseph Brady Kathryn Grayson .... Susan Abbott José Iturbi .... José Iturbi Dean Stockwell .... Donald Martin Rags Ragland .... Sargento da polícia Henry O'Neill .... Almirante Hammond Carlos Ramírez .... Carlos Grady Sutton .... Bertram Kraler Pamela Britton     Sinopse     Joseph (Gene Kelly) e Clarence (Frank Sinatra), dois marujos, ganham como prêmio de bravura quatro dias de licença. Enquanto Clarence é romântico e não consegue conhecer nenhuma garota, Joseph é mulherengo e começa a ensinar-lhe os truques para conseguir finalmente uma mulher.   Curiosidades   - Mickey Mouse seria o personagem a dançar com Gene Kelly, mas, devido à recusa da Disney em liberar o ratinho, foi utillizado outro rato, Jerry, que era da própria MGM.     Prêmios     - Oscar de Melhor Roteiro. - Indicação ao Oscar de Melhor Filme, Canção original, Fotografia e Ator (Gene Kelly).     Imagens    
| 7649 ace
Título Original: Royal Wedding Ano/País/Gênero/Duração: 1951 / EUA / Musical / 93min Direção:  Stanley Donen Produção: Arthur Freed Roteiro:  Alan Jay Lerner Fotografia: Robert H. Planck Música:Albert Sendrey Elenco: Fred Astaire ... Tom Bowen Jane Powell ... Ellen Bowen Peter Lawford ... Lord John Brindale Sarah Churchill ... Anne Ashmond Keenan Wynn ... Irving Klinger/Edgar Klinger Albert Sharpe ... James Ashmond Sinopse Tom (Fred Astaire) e Ellen (Jane Powell) são dois irmãos dançarinos, que levam o seu show para Londres para um casamento real. Durante o cruzeiro, Ellen, com seu jeitinho inocente porém sedutor, conquista o Lorde John Brindale (Peter Lawford). Devido aos encontros, ela acaba perdendo os ensaios com seu irmão. Em Londres Tom também não fica sozinho, conhecendo Ann (Sarah Churchill). Curiosidades - Fred Astaire também começou a dançar com sua irmã Adele, que abandonou a carreira artística para casar-se. - June Allyson estava escalada, mas foi substituída devido à gravidez. - Judy Garland foi cogitada para o papel. - A cena especial de  “You’re all the world to me” foi feita com a câmera fixa no chão enquanto o cenário girava. Assista Online (legendado) YiwT3tBTQ9Q   Canal: http://www.youtube.com/user/cinemaclassico4 Download: Este filme é de  domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria.     Legendas Imagens
| 8555 ace
Título Original: Angels with Dirty Faces Ano/País/Gênero/Duração: 1938 / EUA / Ação Drama Policial / 97min Direção:  Michael Curtiz Produção: Samuel Bischoff Roteiro:   Rowland Brown, John Wexley, Warren Duff Fotografia: Sol Polito Música: Max Steiner Elenco James Cagney ...     Rocky Sullivan Pat O'Brien    ...     Jerry Connolly Humphrey Bogart ...     James Frazier Ann Sheridan ...     Laury Ferguson George Bancroft    ...     Mac Keefer Billy Halop    ...     Soapy Bobby Jordan    ...     Swing Leo Gorcey    ...     Bim Gabriel Dell    ...     Pasty Huntz Hall    ...     Crab Sinopse Jerry (Pat O’Brian) e Rocky (James Cagney) são amigos de infância, e tomam destinos diferentes. Jerry torna-se um gangster temido enquanto que Jerry vai para um seminário. Os dois se reencontram e seus interesses agora tão diversos acaba fazendo com que eles entrem em conflito. Curiosidades - Por causa da polêmica em torno de filmes de gangsters, este foi logo proibido em diversos países como Dinamarca, China, Polônia, Finlândia e partes do Canadá. Download: Este filme é de  domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria.   Legenda Imagens
| 9085 ace
Título Original: Belle de jour Ano/País/Gênero/Duração: 1967 / França / 1Drama / 01min Direção: Luis Buñuel Produção: Henri Baum, Raymond Hakim e Robert Hakim Roteiro: Luis Buñuel, Jean-Claude Carrière, Joseph Kessel Fotografia: Sacha Vierny Elenco Catherine Deneuve .... Séverine Serizy Jean Sorel .... Pierre Serizy Michel Piccoli .... Henri Husson Geniviève Page .... Madame Anais Pierre Clémenti .... Marcel Françoise Fabian .... Charlotte Macha Méril .... Renee Muni .... Pallas Maria Latour .... Mathilde Francisco Rabal Sinopse Sèverine (Catherine Deneuve) é uma mulher casada com um cirurgião, porém infeliz, que busca movimentar sua vida de um modo incomum: durante a tarde ela frequenta um bordel, realizando suas fantasias, algo que o seu marido não lhe fornece. As coisas se complicam quando surge Marcel (Pierre Clémenti ) que se apaixona por ela. Curiosidades - Adaptação do livro de Joseph Kessel. - O vestido de Catherine foi feito com velcro, para facilitar na cena do estupro. - Nem Buñuel sabia ao certo explicar o final. - Buñuel aparece sentado na mesa de um café. - Belle de jour é um lírio de dia em francês, uma flor que floresce apenas durante o dia. - Belle de jour também é uma espécie de trocadilho, um eufemismo para prostituta. Imagens
| 14879 ace
Título Original: Et Dieu... Créa la Femme Ano/País/Gênero/Duração: 1956 / França / Drama / 95min Direção: Roger Vadim Produção: Raoul Lévy Roteiro:   Roger Vadim e Raoul Lévy Fotografia: Armand Thirard Música:Paul Misraki Elenco Brigitte Bardot ... Juliete Hardy Curd Jürgens ... Eric Carradine Jean-Louis Trintignant ... Michel Tardieu Jane Marken ... Madame Morin Jean Tissier ... M. Vigier-Lefranc Isabelle Corey ... Lucienne Jacqueline Ventura ... Mme Vigier-Lefranc Jacques Ciron ... Le secrétaire d'Eric Paul Faivre ... M. Morin Jany Mourey ... Le déléguée de l'évêché Philippe Grenier ... Perri Jean Lefebvre ... L'homme qui veut danser Leopoldo Francés ... Le danseur Jean Toscano ... Rene Marie Glory ... Mme. Tardieu Georges Poujouly ... Christian Tardieu Christian Marquand ... Antoine Tardieu Raoul Lévy ... Un joueur Roger Vadim ... Un ami d'Antoine Claude Véga ... Roger Sinopse Em Saint Tropez, Juliete (Brigitte Bardot), uma jovem orfã de comportamento moderno e liberal começa a ser marginalizada por seu comportamento. Eric Carradine (Curd Jürgens), um advogado, deseja-a, porém ela nutre sentimentos por Antoine Tardieu (Georges Poujouly). No entando, Juliete casa-se com Michel (Jean-Louis Trrintignant), irmão de Antoine, que fará de tudo para controla-la. Curiosidades - O filme foi proibido pela Legião da Decência nos Estados Unidos. - Segundo filme condenado pela legião. O primeiro foi Boneca de Carne (1956). - Filme que deu projeção a Brigitte Bardot. - Refilmagem em 1987, com Vadim novamente na direção e trazendo Rebecca De Mornay no papel principal. - Mesmo proibido, fez com que Brigitte se tornasse uma estrela também nos Estados Unidos. Imagens
| 7976 ace
Título Original: Blazing Saddles Ano/País/Gênero/Duração: 1974 / EUA / faroeste Comédia / 93min Direção:  Mel Brooks Produção: Michael Hertzberg Roteiro:  Andrew Bergman, Mel Brooks , Norman Steinberg, Richard Pryor , Alan Uger Fotografia: Joseph F. Biroc Música:John Morris Elenco Cleavon Little     ...     Bart Gene Wilder ...     Jim Slim Pickens    ...     Taggart Harvey Korman    ...     Hedley Lamarr Madeline Kahn ...     Lili Von Shtupp Mel Brooks    ...     Governor William J. Lepetomane Burton Gilliam    ...     Lyle Alex Karras    ...     Mongo David Huddleston    ...     Olson Johnson Liam Dunn    ...     Rev. Johnson John Hillerman    ...     Howard Johnson George Furth    ...     Van Johnson Sinopse Sátira de filmes de faroeste, mostra uma cidade que está prestes a receber uma estrada de ferro. Mas para isso os moradores terão que ser expulsos do local, e  uma quadrilha é contratada para este fim. Bart (Cleavon Little) é escolhido para ser o xerife da cidade. Curiosidades - O filme está na lista das melhores comédias de todos os tempos da AFI. - O título original seria Tex X, referência a Malcolm X. - O título Blazing Saddles veio quando Mel Brooks tomava banho. - Richard Pryoor foi cogitado para o papel de Bart. - Gene Wilder foi indicado para o papel de Hedley Lamarr, mas ele pediu para interpretar Jim. - Dan Dailey e Johnny Carson foram cogitados para o papel de Jim. - Madeline Kahn teve que mostrar as pernas nos testes para sua personagem, pois Mel Brooks queria  uma atriz com as pernas parecidas com a de Marlene Dietrich. - Hedy Lamarr processou Mel Brooks pelo uso de um nome parecido com o seu no filme: Hedley Lamarr. - 70 dublês participaram das cenas. - Orçamento de  US$ 2,6 milhões. Imagens
| 7506 ace
Título Original: Cover Girl Ano/País/Gênero/Duração: 1944 / EUA / Comédia / 107min Direção: Charles Vidor Produção: Arthur Schwartz Roteiro: Virginia Van Upp, Marion Parsonnet e Paul Gangelin Fotografia: Allen M. Davey e Rudolph Maté Música:M.W. Stoloff Elenco Rita Hayworth (Rusty Parker / Maribelle Hicks) Gene Kelly (Danny McGuire) Lee Bowman (Noel Wheaton) Leslie Brooks (Maurine Martin) Eve Arden (Cornelia Jackson) Otto Kruger (John Coudair) Anita Colby (Srta. Colby) Phil Silvers (Genius) Jinx Falkenburg Sinopse Rusty (Rita Hayworth) dança em uma discoteca dirigida por seu namorado Danny McGuire (Gene Kelly), mas acaba ganhando um concurso para ser capa de uma revista. O que ela não sabe é que o dono da revista já foi apaixonado por sua avó. Rusty ganha status, entrando na alta sociedade. É pedida em casamento por um ricaço, e acaba se esquecendo de suas origens e das pessoas que realmente a amam. Curiosidades - Foi um dos musicais de maior sucesso durante a guerra. - A Columbia Pictures deu a Gene Kelly o controle completo sobre a realização do filme. - Rita foi dublada por Martha Mears. - Gene Kelly iria repetir esse mesmo personagem em Xanadu, 1980. Prêmios - Oscar de Melhor Musica. - Indicado ao Oscar de Direção de Arte, Fotografia, som e gravação. - Lauren Bacall foi cogitada para participar do filme. - Durante este filme, Rita fugiu para casar-se com Orson Welles. Coincidentemente após uma cena de casamento. Assista Online Imagens
| 7566 ace
Título Original: The Little Foxes Ano/País/Gênero/Duração: 1941 / EUA / Drama / 115min Direção: William Wyler Produção: Samuel Goldwyn Roteiro:  Lillian Hellman, Arthur Kober, Dorothy Parker, Alan Campbell Fotografia: Gregg Toland Música: Meredith Willson Elenco Bette Davis ...     Regina Giddens Herbert Marshall ...     Horace Giddens Teresa Wright ...     Alexandra Giddens Richard Carlson    ...     David Hewitt Dan Duryea    ...     Leo Hubbard Patricia Collinge    ...     Birdie Hubbard Charles Dingle    ...     Ben Hubbard Carl Benton Reid    ...     Oscar Hubbard Jessica Grayson    ...     Addie John Marriott    ...     Cal Russell Hicks    ...     William Marshall Lucien Littlefield    ...     Sam Manders Virginia Brissac    ...     Mrs. Lucy Hewitt Terry Nibert    ...     Julia Jordan Henry 'Hot Shot' Thomas    ...     Harold Sinopse Regina Giddens (Bette Davis), matriarca da família vive em função do poder e da riquesa. Para ficar mais rica, ela não se importa em passar por cima do marido e até mesmo da própria filha. Curiosidades - Adaptação da peça teatral de Lillian Hellman. - Primeiro filme de Teresa Wright. ASSISTA ONLINE Imagens
| 7971 ace
Título Original: Letter from an Unknown Woman Ano/País/Gênero/Duração: 1948 / EUA / Drama Romance / 86min Direção: Max Ophüls Produção: John Houseman Roteiro:  Howard Koch Fotografia: Franz Planer Música: Danièle Amfitheatrof Elenco Joan Fontaine ...     Lisa Berndle Louis Jourdan    ...     Stefan Brand Mady Christians    ...     Frau Berndle Marcel Journet    ...     Johann Stauffer Art Smith    ...     John Carol Yorke    ...     Marie Howard Freeman    ...     Herr Kastner John Good    ...     Lt. Leopold von Kaltnegger Leo B. Pessin    ...     Stefan Jr. Erskine Sanford    ...     Porter Otto Waldis    ...     Concierge Sonja Bryden    ...     Frau Spitzer Sinopse Na Viena do início do século XX, o pianista Stephan Brand (Louis Jourdan) hospeda-se em um hotel. Lá recebe uma carta de uma mulher que ele não conhece. Começa a lê-la e depara-se com Lisa (Joan Fontaine), uma mulher com quem viveu, há algum tempo, uma história conturbada de amor. Curiosidades - Baseado no romance de Stefan Zweig. Imagens
| 5430 ace
Título Original: Orphée Ano/País/Gênero/Duração: 1950 / França / Drama Fantasia / 95min Direção: Jean Cocteau Produção: André Paulvé Roteiro:  Jean Cocteau Fotografia: Nicolas Hayer Música:Georges Auric Elenco Jean Marais     ...     Orphée François Périer    ...     Heurtebise María Casares    ...     The Princess - Death Marie Déa    ...     Eurydice Henri Crémieux    ...     L'éditeur Juliette Gréco    ...     Aglaonice Roger Blin    ...     The Poet Edouard Dermithe    ...     Jacques Cégeste René Worms    ...     Judge Raymond Faure         Pierre Bertin    ...     Le commissaire Jacques Varennes    ...     Judge Sinopse Orfeu (Jean Marais), um poeta famoso e entediado, envolve-se na morte de seu rival e é convidado pela morte (Maria Cassares), na pele de uma princesa a acompanha-lo. Logo apaixona-se por ela  e a morte arma contra Eurídice (Marie Déa), esposa de Orfeu. Eurídice morre, e Orfeu desce até os infernos para resgatar sua esposa, desde que nunca mais olhe em seu rosto. Curiosidades - Marlene Dietrich e Greta Garbo foram sondadas para o papel da princesa. - Cocteau usou uma cuba de mercúrio para criar o efeito da mão de Orfeu passada através de um painel de vidro. - Os créditos da abertura foram desenhados por Cocteau. - Cocteau estava com 60 anos quando começou a filmar. -  Jean-Pierre Aumont e Philippe Gerard foram cogitados para o papel de  Orfeu.   Imagens
| 6133 ace
Título Original: Easy Rider Ano/País/Gênero/Duração: 1969 / EUA / aventura Drama / 95min Direção:  Dennis Hopper Produção: Peter Fonda Roteiro:   Peter Fonda, Dennis Hopper Fotografia: Lazlo Kovacs Elenco •    Dennis Hopper .... Billy •    Peter Fonda .... Wyatt •    Jack Nicholson .... George Hanson •    Karen Black .... Karen •    Phil Spector... The Connection •    Toni Basil .... Mary Sinopse Wyatt (Fonda) e Billy (Hopper) são dois amigos motociclistas saem de sua cidade até Los Angeles, dentro do  espírito da liberdade proporcionado pelo movimento hippie. Mas durante esta viagem eles acabam encarando também o preconceito com seu estilo de vida. Curiosidades - O filme marcou a primeira indicaçãoo ao oscar para Jack Nicholson. - Locações em Nova Orleans. - Orçamento de 400 mil dólares e rendimentos de 17 milhões de dólares. - Os atores realmente fumaram maconha durante as filmagens. Segundo Jack Nicholson, ele chegou a fumar 100 baseados em uma das cenas. Prêmios - Indicado ao Oscar de Melhor Ator coadjuvante (Jack Nicholson) e Roteiro Original. - Globo de Ouro de Melhor Ator coadjuvante (Jack Nicholson). Imagens
| 4066 ace
Título Original:  Il Conformista Ano/País/Gênero/Duração: 1970 / França Italia / Drama Suspense / 115min Direção:  Bernardo Bertolucci Produção: Maurizio Lodi-Fe Roteiro:   Bernardo Bertolucci Fotografia:  Vittorio Storaro Música:Georges Delerue Elenco Jean-Louis Trintignant ... Marcello Clerici Stefania Sandrelli ... Giulia Gastone Moschin ... Manganiello Enzo Tarascio ... Professor Quadri Fosco Giachetti ... Il colonnello José Quaglio ... Italo Dominique Sanda ... Anna Quadri Pierre Clémenti ... Lino Yvonne Sanson ... Madre di Giulia Milly ... Madre di Marcello Giuseppe Addobbati ... Padre di Marcello Christian Aligny ... Raoul Carlo Gaddi ... Hired Killer Umberto Silvestri ... Hired Killer Furio Pellerani ... Hired Killer Sinopse Marcello (Jean-Louis Trintignant) aceita trabalhar para Mussolini, tornando-se fascista. Interessa-se pela bela Giulia (Stefania Sandrelli). Após se casarem, viajam para Paris em lua de mel e Marcello aproveita o momento para cumprir a missão de vigiar um professor fugido da Itália. Curiosidades - Adaptação do livro de Alberto Moravia. ASSISTA ONLINE Imagens
| 5419 ace
Título Original: L'Avventura Ano/País/Gênero/Duração: 1960 / França Itália / Drama Romance / 145min Direção:  Michelangelo Antonioni Produção: Amato Pennasilico Roteiro:   Michelangelo Antonioni, Elio Bartolini, Tonino Guerra Fotografia: Aldo Scavarda Música: Giovanni Fusco Elenco Gabriele Ferzetti     ...     Sandro Monica Vitti    ...     Claudia Lea Massari    ...     Anna Dominique Blanchar    ...     Giulia Renzo Ricci    ...     Anna's Father James Addams    ...     Corrado Dorothy De Poliolo    ...     Gloria Perkins Lelio Luttazzi    ...     Raimondo Giovanni Petrucci    ...     Prince Goffredo Esmeralda Ruspoli    ...     Patrizia Jack O'Connell    ...     Old man on the island Angela Tommasi Di Lampedusa    ...     The Princess Franco Cimino         Prof. Cucco    ...     Ettore Giovanni Danesi Sinopse Três casais saem em um cruzeiro para uma ilha na Sicília. Anna (Lea Massari) desaparece, sem que os outros saibam se foi por causa do tédio ou tentou o suicídio. Sandro (Gabriele Ferzetti), seu namorado, parte em busca dela, ao lado de sua melhor amiga Claudia (Monica Vitti), mas os dois logo se tornam amantes. Imagens
| 5593 ace
Título Original:  La Notte Ano/País/Gênero/Duração: 1961 / França Italia / 122min Direção:  Michelangelo Antonioni Produção: Emanuele Cassuto Roteiro:  Michelangelo Antonioni, Ennio Flaiano, Tonino Guerra Fotografia: Gianni Di Venanzo Música: Giorgio Gaslini Elenco Marcello Mastroianni ... Giovanni Pontano Jeanne Moreau ... Lidia Monica Vitti ... Valentina Gherardini Bernhard Wicki ... Tommaso Garani Rosy Mazzacurati ... Rosy Maria Pia Luzi ... Patient Guido A. Marsan ... Fanti Vittorio Bertolini Vincenzo Corbella ... Mr. Gherardini Ugo Fortunati ... Cesarino Gitt Magrini ... Mrs. Gherardini Giorgio Negro ... Roberto Roberta Speroni ... Beatrice Odile Jean Sinopse Giovanni Pontano (Marcello Mastroianni), um escritor famoso e casado com Lidia (Jeanne Moreau) vai visitar um amigo que está em um hospital e está em fase terminal. O casal passa por um momento delicado na relação, que é permeada por tédio e relacionamentos extra-conjugais. Imagens
| 5205 ace
Título Original: Il Deserto rosso Ano/País/Gênero/Duração: 1964 / França Italia / Drama / 120min Direção:  Michelangelo Antonioni Produção: Tonino Cervi Roteiro:  Michelangelo Antonioni, Tonino Guerra Fotografia: Carlo Di Palma Música: Giovanni Fusco Elenco Monica Vitti     ...     Giuliana Richard Harris    ...     Corrado Zeller Carlo Chionetti    ...     Ugo Xenia Valderi    ...     Linda Rita Renoir    ...     Emilia Lili Rheims    ...     Telescope operator's wife Aldo Grotti    ...     Max Valerio Bartoleschi    ...     Giuliana's son Emanuela Paola Carboni    ...     Girl in fable Sinopse Ugo (Carlo Chionetti) é casado com Giuliana (Monica Vitti), que tem problemas psicológicos. Ao viajar para a Patagônia, Giuliana conhece Corrado Zeller (Richard Harris), que poderá dar um novo rumo em sua vida. Imagens
| 5707 ace
Título Original:  Trollflöjten Ano/País/Gênero/Duração: 1975 / Suécia / Fantasia Musical  / 135min Direção: Ingmar Bergman Produção: Måns Reuterswärd Roteiro:  Ingmar Bergman Fotografia: Sven Nykvist Música:Wolfgang Amadeus Mozart Elenco Josef Köstlinger     ...     Tamino Irma Urrila    ...     Pamina Håkan Hagegård    ...     Papageno Elisabeth Erikson    ...     Papagena Britt-Marie Aruhn    ...     Första damen - First lady Kirsten Vaupel    ...     Andra damen Birgitta Smiding    ...     Tredje damen Ulrik Cold    ...     Sarastro Birgit Nordin    ...     Nattens Drottning Ragnar Ulfung    ...     Monostatos Erik Sædén    ...     Talaren Ulf Johansson    ...     Andra prästen - Second Priest Gösta Prüzelius    ...     Första prästen Jerker Arvidson    ...     Vakt i Prövningarnas Hus Hans Johansson    ...     Vakt i Prövningarnas Hus Sinopse Tamino (Josef Köstlinger), um jovem cavaleiro, está disposto a resgatar a princesa Pamina (Irma Urrila), depois que é enviado pela mãe dela, a rainha da noite (Birgit Nordin). Para isso, ele recebe uma flauta mágica que encanta os seres vivos quando é tocada. Junto a Tamino, segue seu amigo Papageno (Håkan Hagegård), que o ajudará a enfrentar os perigos impostos por Sarastro (Ulrik Cold), que aprisiona a bela princesa. Curiosidades - Adaptação da ópera homônima de Mozart. - Produção para a TV sueca. Prêmios - Indicação ao Oscar de Melhor Figurino. - Indicado ao Globo de ouro de melhor filme estrangeiro. Imagens
| 7393 ace
Título Original: 7th Heaven Ano/País/Gênero/Duração: 1927 / EUA / Drama Romance / 110min / silencioso Direção: Frank Borzage Produção: William Fox Roteiro:  Austin Strong, Benjamin Glazer, H.H. Caldwell, Katherine Hilliker, Fotografia: Ernest Palmer e Joseph A. Valentine Música: Erno Rapee Elenco •    Janet Gaynor .... Diane •    Charles Farrell .... Chico •    Ben Bard .... coronel Brissac •    Albert Gran .... Boul •    David Butler .... Gobin •    Marie Mosquini .... Madame Gobin •    Gladys Brockwell .... Nana •    Emile Chautard .... padre Chevillon •    Jessie Haslett .... tia Valentine •    Brandon Hurst .... tio George •    Lillian West ... Arlette Sinopse Chico (Charles Farrell) trabalha arduamente nos esgotos de Paris. Ele encontra Diane (Janet Gaynor), uma jovem mulher que foge da polícia e lhe pede ajuda para que a esconda. Os dois acabam se apaixonando e vivem um lindo romance até que ele é convocado para a primeira guerra mundial. Prêmios - Oscar de Melhor Diretor, Atriz (Janet Gaynor) e Roteiro adaptado. - Indicado ao Oscar de Melhor Direção de Arte e produção. Download: Este filme é de  domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria. Legendas Imagens
| 8218 ace
Título Original: Down to Earth Ano/País/Gênero/Duração: 1947 / EUA / Comédia / 101min Direção: Alexander Hall Produção: Don Hartman Roteiro: Harry Segall e Edwin Blum Fotografia: Rudolph Maté Música: George Duning e Heinz Roemheld Elenco • Rita Hayworth .... Terpsícore / Kitty Pendleton • Roland Culver .... Mr. Jordan • James Gleason .... Max Corkle • Edward Everett Horton .... Menssageiro 7013 • Dorothy Hart ..... A Nova Terpsícore • James Burke .... Det. Kelly Sinopse Terpsícore (Rita Hayworth), a deusa da dança, será homenageada com um musical, mas ela não se agrada da produção e desce à terra para ela mesma realizar o espetáculo na Broadway intitulado “Swingign the muses”. Na terra, apaixona-se por Danny, um simples mortal. Curiosidades - Rita foi dublada por Anita Ellis. - Refilmagem como Xanadu (1980). - Os personagens de Gleason, Everett Horton e Culver apareceram antes em ''Que Espere o Céu''. Assista Online Imagens
| 8750 ace
Título Original: Salome Ano/País/Gênero/Duração: 1953 / EUA / Drama / 88min Direção: William Dieterle Produção: Buddy Adler Roteiro: Jesse Lasky Jr. e Harry Kleine Fotografia: Charles Lang Música: George Duning Elenco Rita Hayworth ... Salome Stewart Granger ... Claudius Charles Laughton ... King Herod Judith Anderson ... Herodias Cedric Hardwicke ... Tiberius Caesar Alan Badel ... João Batista Basil Sydney ... Pontius Pilatos Maurice Schwartz ... Ezra the King's Advisor Arnold Moss ... Micha the Queen's Advisor Asoka ... dançarina Sujata ... dançarina Sinopse O Rei Herodes (Charles Laughton) é o rei da Galiléia, e faz do governo um antro de orgia, injustiça e corrupção. João Batista (Alan Badel) e os seguidores de Jesus lutam contra ele, denunciando as atrocidades. A bela Salomé (Rita Hayworth), filha da esposa de Herodes vive com eles. Sua mãe, Herodias (Judith Anderson) pede a cabeça de João Batista, mas não é ouvida, pois Herodes teme a ação popular. Inconformada, Herodias irá usar sua filha Salomé para conseguir o que quer. João Batista é preso e decapitado. Curiosidades - Baseado na história bíblica. Assista Online (legendado) Imagens
| 8094 ace
Título Original: Pal Joey Ano/País/Gênero/Duração: 1957 / EUA / Musical / 111min Direção: George Sydney Produção: Fred Kohlmar Roteiro: Dorothy Kingsley e John O'Hara Fotografia: Harold Lipstein Música: George Duning Elenco Rita Hayworth ... Vera Simpson Frank Sinatra ... Joey Evans Kim Novak ... Linda English Barbara Nichols ... Gladys Bobby Sherwood ... Ned Galvin Hank Henry ... Mike Miggins Elizabeth Patterson ... Mrs. Casey Sinopse Vivendo em São Francisco, Joey (Frank Sinatra) é um incorrigível mulherengo. Ele tenta convencer uma socialite a financiar seu sonho, que é um clube noturno, o “Chez Joey”. Mas ele acaba se envolvendo com uma bela corista, podendo levar seu sonho por água abaixo. Curiosidades - Adaptação da peça musical com o mesmo nome, estrelada por Gene Kelly. O mesmo não pode estrear o filme por estar com contrato com a MGM. - O filme fez enorme sucesso de público e crítica. - O filme rendeu $ 4,7 milhões de dólares. - Frank Sinatra sugeriu o nome de Marlene Dietrich para o papel de Vera Simpson. - Rita Hayworth foi dublada por Jô Ann Greer. Prêmios - Indicação ao Oscar de Melhor Direção de Arte, Figurino, Edição, Som e gravação. - Globo de Ouro de Melhor Filme musical e Ator (Frank Sinatra). Assista Online Imagens
| 8383 ace
Título Original: The Loves of Carmen Ano/País/Gênero/Duração: 1948 / EUA / Drama / 93min Direção: Charles Vidor Produção: Charles Vidor Roteiro: Helen Deutsch Fotografia: William Snyder Música: Mario Castelnuovo-Tedesco Elenco Rita Hayworth ... Carmen Glenn Ford ... Don José Ron Randell ... Andrés Victor Jory ... García Luther Adler ... Dancaire Arnold Moss ... Colonel Joseph Buloff ... Remendado Sinopse Don Jose (Glenn Ford) é um soldado e tem sua vida mudada ao encontrar-se com a sedutora cigana Carmen (Rita Hayworth). Graças a ela, ele deixará de ser soldado e se transformará em um bandido após matar o marido de Carmen (Victor Jory). Curiosidades - Inspirado na ópera Carmen, de Bizet. - O pai de Rita e o irmão fizeram pequenas pontas no filme. Assista Online (legendado) Imagens
| 9802 ace
    Um filme para quem gosta de dramas de tribunais, e para quem ama história. Sob a direção de Stanley Kramer, é um filme pesado. Pesado como seu próprio enredo indica. Prepare-se para sentar e esperar defesas magistrais de ambas as partes. Prepare-se para a dúvida: seria um homem condenado pelas atrocidades que fez em nome do amor à pátria?     O filme retrata o ano de 1948, quando o juiz americano Dan Haywood terá que julgar quatro juízes por crimes cometidos durante o nazismo. Ouvindo testemunhas do caso, como Rudoph Petersen (Montgomery Clift), que foi esterilizado por ser considerado uma pessoa mentalmente incapaz; Irene Hoffman (Judy Garland), testemunha de um caso anterior, em que seu amigo e mentor judeu foi condenado a morte, por supostamente ter tido relações sexuais com a própria. O advogado de defesa, Has Rolfe (Maximilian Schell) retruca cada uma delas com uma defesa brilhante, calcada na lógica dos acontecimentos. Para ele, a condenação dos juízes seria uma injustiça, pois os mesmos somente cumpriam o que a lei determinasse, e traidor seria aquele que naquele momento, fugiria às suas obrigações com o povo alemão. Tad Lawson (Richard Widmark), o advogado de acusação, basea-se na emoção que os efeitos do nazismo traziam para o mundo: mostra cenas de um filme (reais), chama a atenção para as atrocidades cometidas não a um povo, mas ao mundo, relata que cada um deverá responder por seus atos. Uma situação difícil para o juiz Haywood, que fez amizade com Madame Bertholt (Marlene Dietrich), uma viúva de um condenado.     As interpretações são algo assombrosas, o que não seria surpresa com o elenco trazido: Spencer Tracy, Burt Lancaster, Richard Widmark, Marlene Dietrich, Maximilian Schell, Judy Garland, Montgomery Clift. Basta lembrar que três deles concorreram ao Oscar (Spencer Tracy, Montgomery Clift e Judy Garland), e um deles ganhou. Dizer que Spencer Tracy traz uma das suas melhores performances seria tão certo quanto falar que Maximilian Schell, que abocanhou o Oscar de melhor ator pelo filme, está perfeito como o advogado que quase prova por A + B que o nazismo não era tão mal como se propagavam, e que a condenação dos juízes seria também a do povo alemão. Schell, ator australiano, já participara de ''Os Deuses Vencidos''. Lembrando que Julgamento em Nuremberg foi apenas seu segundo filme. Montgomery Clift, tentando ressuscitar depois problemas pessoais (sofrera um acidente que deformou seu rosto e deixou-o paralizado), faria uma participação emocionante: mãos tremendo, a ativez de sua face, talhada pelo acidente, ajudando sobretudo nas maneiras de seu personagem. Suas falas foram repetidas diversas vezes, devido a sua dificuldade de decorar os textos, também consequência do que sofrera. Isso não impediu que ele, com sua curta participação no filme de 186 min fosse indicado ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante daquele ano. Marlene Dietrich não se sentiu muito a vontade, ao relembrar fatos de sua própria história, já que ela mesma trabalhava contra os nazistas, que no filme ela defende. Judy Garland fazia mais um de seus constantes retornos, sete anos após perder o Oscar em "Nasce uma Estrela".     Mas o maior ponto do filme não são suas interpretações ou a direção sublime de Stanley Kramer. É o roteiro de Abby Mann, que desenrola-se tão perfeito que nós, espectadores, assistimos a tudo passíveis a emoções de ambas as defesas. Quando nos convencemos do que uma parte diz, logo chega a outra e toma-nos a razão, deixando-nos em dúvida. Isso não é comum. Não nos filmes americanos, tão acostumados com o radicalismo impresso em vilões e mocinhos. Um caso raro em um país tão conscio de poder e tão patriótico a ponto de achar que é o único dono da verdade. Tudo bem que o final não surpreende, mas já é uma grande tirada. Abby Mann levou o prêmio da Academia por seu roteiro. Nós ganhamos um filme espetacular, testemunha de uma época, e sobretudo retrato muito bem adaptado de uma parte sombria de nossa história. Carla Marinho
| 27177 ace
Título Original: You'll Never Get Rich Ano/País/Gênero/Duração: 1941 / EUA / Musical / 88min Direção: Sidney Lanfield Produção: Samuel Bischoff Roteiro: Michael Fessier e Ernest Pagano Fotografia: Philip Tannura Música: Morris Stoloff Elenco Fred Astaire ... Robert Curtis Rita Hayworth ... Sheila Winthrop Robert Benchley ... Martin Cortland John Hubbard ... Captain Tom Barton Osa Massen ... Sonya Frieda Inescort ... Mrs. Julia Cortland Guinn 'Big Boy' Williams ... Kewpie Blain Donald MacBride ... Top Sergeant Cliff Nazarro ... Swivel Tongue 'Swiv' Marjorie Gateson ... Aunt Louise Ann Shoemaker ... Mrs. Barton Boyd Davis ... Colonel Shiller Sinopse Robert (Fred Astaire) é um dançarino que é convocado para ir para a Segunda Guerra Mundial em defesa de seu país. Mas sua cabeça está nos preparativos de um espetáculo que ele está montando, e também na bela Sheila (Rita Hayworth), que é seu par no show. Curiosidades - Último filme de Fred Astaire e Rita Hayworth juntos. ASSISTA ONLINE Imagens
| 7776 ace
Título Original: Seven Days in May Ano/País/Gênero/Duração: 1964 / EUA / Drama / 118min Direção: John Frankenheimer Produção: Edward Lewis Roteiro:  Fletcher Knebel, Charles W. Bailey II, Rod Serling Fotografia: Ellsworth Fredericks Música: Jerry Goldsmith Elenco Burt Lancaster ...     Gen. James Mattoon Scott Kirk Douglas ...     Col. Martin 'Jiggs' Casey Fredric March ...     President Jordan Lyman Ava Gardner ...     Eleanor Holbrook Edmond O'Brien    ...     Sen. Raymond Clark Martin Balsam    ...     Paul Girard Andrew Duggan    ...     Col. William 'Mutt' Henderson Hugh Marlowe    ...     Harold McPherson Whit Bissell    ...     Sen. Frederick Prentice Helen Kleeb    ...     Esther Townsend George Macready    ...     Christopher Todd Richard Anderson    ...     Col. Murdock Bart Burns    ...     Art Corwin Sinopse Durante a guerra fria, Jordan Lyman  (Fredric March), o presidente dos Estados Unidos não é bem visto pelos americanos e assina um tratado aprovando o desarmamento nuclear. A população mais uma vez fica contra ele. Um golpe político está sendo preparado por um general e um coronel aliado leva a informação ao Governo. Dá-se início a uma rede de intrigas. Curiosidades - O filme pode ter sido inspirado na história do general Curtis LeMay e o presidente John F. Kennedy. - Ava Gardner teve problemas com o diretor Frankenheimer, pois dizia que ele favorecia ouros atores. - Cenas realizadas em Paris, Washington, DC, San Diego, Arizona e no Imperial da Califórnia Valley. - Kirk Douglas foi cogitado para o papel do General James Matton. - O filme nunca foi lançado no Brasil, devido o Golpe Militar. Prêmios - Indicado ao Oscar de Melhor Ator Coajuvante (Edmond O’Brien) e Diretor de Arte. Imagens
| 7618 ace
Título Original: The night of the Iguana Ano/País/Gênero/Duração: 1964 / EUA / Drama / 125min Direção: John Huston Produção: John Huston, Ray Stark Roteiro:  John Huston, Anthony Veiller Fotografia: Gabriel Figueroa Música: Benjamin Frankel Elenco Richard Burton .... Rev. Dr. T. Lawrence Shannon Ava Gardner .... Maxine Faulk Deborah Kerr .... Hannah Jelkes Sue Lyon .... Charlotte Goodall Skip Ward .... Hank Prosner Grayson Hall .... Judith Fellowes Cyril Delevanti .... Nonno Mary Boylan .... Miss Peebles Sinopse Numa cidade do México, o ex-padre Lawrence Shannon (Richard Burton) está com a sua própria fé abalada e já tentou o suicídio. Maxine (Ava Gardner), uma viúva, Hannah (Deborah Kerr), uma artista solteirona e Charlotte (Sue Lyon), uma adolescente linfomaníaca,  podem ajuda-lo. Curiosidades - Esse texto foi montado no Brasil tendo Cacilda Becker e Walmor Chagas nos papéis principais. Na Broadway teve Bette Davis no papel principal. - O romance de Liz Taylor e Richard Burton ocupou boa parte dos jornalistas que iam aos sets só para flagrar o casal. - Baseado na peçade Tenessee Williams. Prêmios - Oscar de Melhor Figurino. - Indicação ao Oscar de Melhor Fotografia, Direção de Arte e Atriz Coadjuvante (Grayson Hall). - Indicado ao Globo de Ouro de Melhor Filme (Drama), Direção, Atriz - Drama  (Ava Gardner), Ator Coadjuvante  (Cyril Delevanti) e de Atriz Coadjuvante  (Grayson Hall). Imagens
| 5151 ace
  Título Original: Knights of the Round Table Ano/País/Gênero/Duração: 1953 / Reino Unido / Ação Aventura Romance / 115min Direção: Richard Thorpe Produção: Pandro S. Berman Roteiro:  Thomas Malory, Talbot Jennings, Jan Lustig, Noel Langley Fotografia: Stephen Dade e F.A. Young¹ Música: Miklós Rózsa   Elenco   Robert Taylor ... Lancelot Ava Gardner ... Guinevere Mel Ferrer ... Arthur Anne Crawford ... Morgan Le Fay Stanley Baker ... Modred Felix Aylmer ... Merlin Maureen Swanson... Elaine Gabriel Woolf ... Percival Anthony Forwood... Gareth Robert Urquhart ... Gawaine Niall MacGinnis ... Green Knight Ann Hanslip ... Nan Jill Clifford ... Bronwyn Stephen Vercoe ... Agravaine   Sinopse   O lendário Rei Arthur (Mel Ferrer), casado com a bela Guinevere (Ava Gardner), governa Camelot. Com seus aliados luta contra a injustiça e forma com eles os cavaleiros da távola redonda. Seu favorito é Sir Lancelot (Robert Taylor), apaixonado pela esposa de Arthur. Guinevere, dividida entre o amor de seu marido e o de Lancelot, pede que ele se case com sua criada. A feiticeira Morgana trama contra os amantes e prepara-lhes uma armadilha.   Curiosidades   - Foi a primeira fita em cinemascope da MGM. - Da mesma equipe que fez o Ivanhoé. Assista Online (dublado) Szv6PMSdGf0   Canal: http://www.youtube.com/user/leovardoricardo   Imagens
| 13860 ace
Título Original: On The Beach Ano/País/Gênero/Duração: 1959 / EUA / Drama Ficção Cientifica / 134min Direção: Stanley Kramer Produção: Stanley Kramer Roteiro:  John Paxton Fotografia: Giuseppe Rotunno e Daniel L. Fapp Música: Ernest Gold Elenco Gregory Peck .... Capitão Dwight Lionel Towers Ava Gardner .... Moira Davidson Fred Astaire .... Julian Osborne Anthony Perkins .... Tenente Peter Holmes Donna Anderson .... Mary Holmes John Tate .... Almirante Bridie Harp McGuire .... Sunderstrom Lola Brooks .... Tenente Hosgood Ken Wayne .... Benson Guy Doleman .... Farrel Richard Meikle .... Davis John Meillon .... Rob Swain Lou Vernon .... Bill Davidson Kevin Brennan .... Dr. King Basil Buller-Murphy .... Sir Douglas Froude Sinopse Após a terceira guerra mundial, a Austrália sobrevive, mas a radiação está chegando para determinar o fim. Ocapitao Dwight (Gregory Peck) comanda um submarino americano que sobrevive na Austrália. Seus filhos e esposa foram perdidos no holocausto e ele acaba se apaixonando por Moira Davison (Ava Gardner). Curiosidades - O governo americano não permitiu as filmagens em um submarino nuclear. - Primeiro filme dramático de Fred Astaire. - Em 2000 foi feita uma versão para a TV. Imagens
| 7544 ace
Título Original: Show Boat Ano/País/Gênero/Duração: 1951 / EUA / Drama Musical Romance / 107min Direção: George Sidney Produção: Arthur Freed Roteiro:  John Lee Mahin Fotografia: Charles Rosher Música: Adolph Deutsch Elenco Kathryn Grayson ...     Magnolia Hawks Ava Gardner ...     Julie LaVerne Howard Keel    ...     Gaylord Ravenal Joe E. Brown    ...     Cap'n Andy Hawks Marge Champion    ...     Ellie May Shipley Gower Champion    ...     Frank Schultz Robert Sterling    ...     Steve Baker Agnes Moorehead ...     Parthy Hawks Leif Erickson    ...     Pete (as Lief Erickson) William Warfield    ...     Joe Sinopse O navio apresenta um espetáculo itinerante no Cotton Blossom. Magnólia (Kathryn Grason) apaixona-se por um jogador, mas eles acabam se separando. Anos mais tarde se reencontram. Enquanto isso, Julie (Ava Garner) e seu marido são obrigados a saírem do musical por elaser afro-descendente e o marido branco. Curiosidades - Annette Warren dublou Ava Gardner no filme, mas no álbum as músicas foram lançadas com a voz de Ava. - O diretor George Sidney foi obrigado a largar as filmagens durante algum tempo por motivo de doença. - Judy Garland era a primeira opção para o papel de Julie, mas ela já tinha terminado seu contrato com a MGM e não pode ser usada. - Lena Horne e Dinah Shore foram também cogitadas para o papel de Julie. - A MGM queria Nelson Eddy e Jeanette MacDonald nos papéis de Gaylord e Magnólia. - O barco construído para o filme se tornou uma atração num parque de diversão em 1973, e a MGM posteriormente vendeu muitos de seus adereços em um leição. O barco foi destruído em 1995. - Walter Huston e Ethel Barrymore estavam cogitados para o papel do capitão e de Parthy. - Primeiro filme exibido em uma rede de televisão em 1972. Prêmios - Indicado ao Oscar de Melhor Fotografia e Adaptação musical. Imagens
| 10508 ace
Título Original: Mogambo Ano/País/Gênero/Duração: 1953 / EUA / Drama Aventura Romance /115min Direção: John Ford Produção: Sam Zimbalist Roteiro:  Freddie Young, John Lee Mahin e Robert Surtees Fotografia: Robert Surtees e Freddie Young Elenco Clark Gable ...     Victor Marswell Ava Gardner ...     Honey Bear Kelly Grace Kelly ...     Linda Nordley Donald Sinden    ...     Donald Nordley Philip Stainton    ...     John Brown-Pryce Eric Pohlmann    ...     Leon Boltchak Laurence Naismith    ...     Skipper Denis O'Dea    ...     Father Josef Sinopse Victor Marswell (Clark Gable), um caçador que vive no Quenia, vê sua vida invadida pela bela e espevitada Eloise (Ava Garner). Ela chega ao local pensando se encontrar com um marajá, mas acaba ficando e se interessando por Victor. Este, interessa-se por Linda (Grace Kelly), casada com um antropólogo Donald Nordley (Donal Sinden). Eloise fica com ciúmes quando percebe que Linda também parece estar apaixonada por Victor. Curiosidades - Clark Gable e Grace Kelly envolveram-se durante as filmagens. - Clark Gable teve problemas com o diretor John Ford, porque não concordava com a forma com que ele tratava Ava Gardner. Ford também teria criticado a aparência de Gable, bastante envelhecido para o papel. - Os censores da Espanha não permitiam o adultério nas telas. Por esta razão, a MGM mudou a relação de Linda e Donald de marido e mulher para irmãos na versão dublada. - Os atores tiveram que raspar os pelos do peito quando apareceriam sem blusa. - Stewart Granger foi considerado para o papel de Victor. Mas a MGM preferiu Clark Gable novamente neste papel, que já tinha sido interpretado por ele mesmo vinte anos antes em “Red Dust”. - Gene Tierney inicialmente faria Linda, mas teve que desistir devido a problemas emocionais. - Deborah Kerr e Lana Turner também foram cotadas para o filme. - Durante as filmagens, Ava Gardner teve que ir à Londres para fazer um aborto, pois estava grávida de Frank Sinatra. - Mogambo quer dizer “paixão” em Swahili. - Locações em Okalataka, Congo Francês; Montanha do Quênia e Thika, Quênia; Rio Kagera, Tanganica; Isoila, Uganda; e internas nos Estúdios britânicos da MGM, Borehamwood, Hertfordshire, Inglaterra, Reino Unido. Prêmios - Indicado ao Oscar de Melhor Atriz (Ava Gardner) e Atriz Coadjuvante (Graça Kelly). - Globo de Ouro de Melhor Atriz coadjuvante (Grace Kelly). Imagens
| 9536 ace
Título Original: The Hucksters Ano/País/Gênero/Duração: 1947 / EUA / Drama / 120min Direção: Jack Conway Produção: Arthur Hornblow Jr. Roteiro:  Luther Davis Fotografia: Harold Rosson Música: Lennie Hayton Elenco Clark Gable ... Victor Albee Norman Deborah Kerr ... Kay Dorrance Sydney Greenstreet ... Evan Llewellyn Evans Adolphe Menjou ... Mr. Kimberly Ava Gardner ... Jean Ogilvie Keenan Wynn ... Buddy Hare Edward Arnold ... Dave Lash Aubrey Mather ... Mr. Glass, Valet Richard Gaines ... Cooke Frank Albertson ... Max Herman Douglas Fowley ... Georgie Gaver Clinton Sundberg ... Michael Michaelson Gloria Holden ... Mrs. Kimberly Connie Gilchrist ... Betty Kathryn Card ... Miss Regina Kennedy Sinopse Victor Norman (Clark Gable) saiu do Serviço militar, e busca um novo trabalho no ramo da publicidade. Seu método para consegui-lo é fazer-se de difícil. Ele precisa encontrar uma viúva de guerra para que possa endossar uma cliente da agência onde consegue emprego. Conhece Kay Dorrance (Deborah Kerr), conseguindo seu intuito. Tudo vai muito bem, até que Victor se sente atraído por Kay enquanto é assediado pela bela e solteira Oglivie (Ava Gardner). Curiosidades - Baseado no Best-seller de Frederic Wakeman. - Filme de estréia de Deborah Kerr no cinema americano. - Ava Gardner foi dublada ao cantar. Imagens
| 5659 ace
Título Original: The Little Hut Ano/País/Gênero/Duração: 1957 / Inglaterra / Comédia / 90min Direção: Mark Robson Produção: F. Hugh Herbert e Mark Robson Roteiro: André Roussin, Nancy Mitford, F. Hugh Herbert, Carles Soldevila Fotografia: Freddie Young Música: Robert Farnon Elenco Ava Gardner ...     Lady Susan Ashlow Stewart Granger ...     Sir Philip Ashlow David Niven ...     Henry Brittingham-Brett Walter Chiari    ...     Mario Finlay Currie    ...     The Rev. Bertram Brittingham-Brett Jean Cadell    ...     Mrs. Hermione Brittingham-Brett Jack Lambert    ...     Capt. MacWalt Henry Oscar    ...     Mr. Trollope Viola Lyel    ...     Miss Edwards Jaron Valton    ...     Indian Gentleman Sinopse Philip Ashlow (Stewart Granger), um homem de negócios, viaja com sua esposa Susan (Ava Gardner) a bordo de um navio. Este naufraga, e eles vão parar em uma ilha deserta acompanhado do charmoso Henry (David Niven), melhor amigo do casal. Henry esconde a atração que sente por Susan, mas na ilha, o triangulo amoroso será formado. Curiosidades - Adaptação da peça de André Roussin. - Os figurinos de Ava foram feitas por Christian Dior. Imagens
| 4639 ace
Título Original: The Snows of Kilimanjaro Ano/País/Gênero/Duração: 1952 / EUA / Drama / 113min Direção: Henry King Produção: Darryl F. Zanuck Roteiro: Ernest Hemingway, Casey Robinson Fotografia: Leon Shamroy Música: Bernard Herrmann Elenco Gregory Peck ... Harry Street Susan Hayward ... Helen Ava Gardner ... Cynthia Green Hildegard Knef ... Countess Liz Leo G. Carroll ... Uncle Bill Torin Thatcher ... Johnson Ava Norring ... Beatrice Helene Stanley ... Connie Marcel Dalio ... Emile Vicente Gómez ... Guitarist Richard Allan ... Spanish dancer Sinopse Harry Street (Gregory Peck) é um frustrado escritor e caçador que está face a face com a morte próximo ao Monte Kilimanjaro. Ele começa a relembrar fatos de sua vida enquanto delira, como o seu amor por Cynthia Green (Ava Gardner), que acabou perdendo. Curiosidades - Baseado no livro homônimo de Esnest Hamingway. - Locações na França, Espanha e África. - Ava Gardner se acidentou durante uma das cenas. - Gene Tierney e Anne Francis foram considerados para o papel de Ava Gardner. Download: Este filme é de domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria. Legendas     Imagens
| 16611 ace
  Título Original: One Touch of Venus Ano/País/Gênero/Duração: 1948 / EUA / Comedia Fantasia Romance / 80min Direção: William A. Seiter Produção: Lester Cowan e William A. Seiter Roteiro:  Harry Kurnitz e Frank Tashlin Fotografia: Franz Planer Música: Ann Ronell   Elenco   Robert Walker     ...     Eddie Hatch Ava Gardner ...     Venus Dick Haymes    ...     Joe Grant Eve Arden    ...     Molly Stewart Olga San Juan    ...     Gloria Tom Conway    ...     Whitfield Savory II James Flavin    ...     Det. Kerrigan Sara Allgood    ...     Mrs. Fogarty   Sinopse     O dono de uma loja de departamentos, o playboy Whitfield Savory II (Tom Conway) compra uma estátua de Vênus, a deusa de amor. Ele pretende mostra-la em sua galeria de arte. Intrigado com a beleza da estátua, Eddie Hatch (Robert Walker) beija-a e ela ganha vida. Whitfield dá com a falta da státua e acusa o roubo. Eddie tenta convencer um detetive de que a estátua ganhou vida, mas ninguém acredita nele. Ele é forçado a esconde-la de todos.   Curiosidades   - Mary Pickford comprou os direitos da história a $ 150 mil dólares. Seria interpretada por May Martin, mas o projeto teve que ser abandonado porque a atriz ficou grávida. - Os planos iniciais de filmagens incluíam os atores Mary Martin (do elenco original), Frank Sinatra, Clifton Webb, Bert Lahr e Sam Coslow. - A MGM mandou o artista Joseph Nicolosi esculpir a estátua de Ava Gardner. - Quando a Universal assumiu os direitos da tela, considerou Deanna Durbin como Vênus.       Imagens
| 7506 ace
Título Original: East Side, West Side Ano/País/Gênero/Duração: 1949 / EUA / Policial Drama / 108min Direção: Mervyn LeRoy Produção: Voldemar Vetluguin Roteiro: Isobel Lennart Fotografia: Charles Roshe Música: Miklós Rózsa Elenco Barbara Stanwyck ...     Jessie Bourne James Mason ...     Brandon Bourne Van Heflin    ...     Mark Dwyer Ava Gardner ...     Isabel Lorrison Cyd Charisse ...     Rosa Senta Nancy Davis    ...     Helen Lee Gale Sondergaard ...     Nora Kernan William Conrad    ...     Lt. Jacobi Raymond Greenleaf    ...     Horace Elcott Howland Douglas Kennedy    ...     Alec Dawning Beverly Michaels    ...     Felice Backett William Frawley    ...     Bill the Bartender Lisa Golm    ...     Josephine Tom Powers    ...     Owen Lee Sinopse O casal Jessie (Barbara Stanwyck) e Brandon (James Mason) vive confortavelmente em um dos bairros mais luxuosos de Manhattan. No entanto, a vida amorosa não vai bem. Tudo piora com a chegada de Isabel Lorrison (Ava Gardner), uma linda empregada que já fora amante de Brandon no passado. Enquanto isso, Jessie luta para não se entregar a paixão que sente por Mark Dwyer (Van Heflin). Curiosidades - Nanci Davis, futura primeira dama dos Estados Unidos, faz uma participação no filme. Imagens
| 4030 ace
Título Original: The Sun Also Rises Ano/País/Gênero/Duração: 1957 / EUA / Drama / 130min Direção: Henry King Produção: Darryl F. Zanuck Roteiro: Peter Viertel Fotografia: Leo Tover Música: Hugo Friedhofer Elenco Tyrone Power .... Jacob Barnes ("Jake") Ava Gardner .... Lady Brett Ashley Mel Ferrer .... Robert Cohn Errol Flynn .... Mike Campbell Eddie Albert .... Bill Gorton Gregory Ratoff .... Conde Mippipopolous Juliette Gréco .... Georgette Aubin Marcel Dalio .... Zizi Henry Daniell .... médico Bob Cunningham .... Harris Danik Patisson .... Marie Robert Evans .... Pedro Romero Sinopse Depois da Primeira Guerra Mundial, Jacob Barnes (Tyrone Power), um jornalista que está com um ferimento de guerra, se envolve Brett Ashley (Ava Gardner), uma mulher ninfomaníaca que vive aventuras na Europa. Curiosidades - Baseado no livro de Ernest Hemingway. - Errol Flynn morreria apenas dois anos depois deste filme, e Tyrone Power um ano depois. Imagens
| 8541 ace
Título Original: Bhowani Junction Ano/País/Gênero/Duração: 1956 / Inglaterra EUA / Drama Aventura / 110min Direção: George Cukor Produção: Pandro S. Berman Roteiro: John Masters, Sonya Levien, Ivan Moffat Fotografia: Freddie Young Música: Miklós Rózsa Elenco Ava Gardner ....  Victoria Jones                            Stewart Granger ....  Col. Rodney Bill Travers ....  Patrick Taylor                              Abraham Sofaer ....  Surabhai Francis Matthews ....  Ranjit Kasel                        Marne Maitland ....  Govindaswami Peter Illing ....  Ghanshyam/Darvay                      Edward Chapman ....  Thomas Jones Freda Jackson ....  The Sadani                           Lionel Jeffries....Lt. Graham McDaniel Sinopse Após a Segunda Guerra Mundial, na Índia, Victoria (Ava Gardner), uma jovem de origens indiana e inglesa, divide-se entre seu amor por Rodey (Stewart Granger), um oficial britânico, e Ranjit Kasel (Francis Matthews), um indiano. Curiosidades - Baseado no romance de John Masters. - Muitas cenas de Francis Matthews foram cortadas após a edição. Imagens
| 7498 ace
Título Original: Earthquake Ano/País/Gênero/Duração: 1974 / EUA / Drama / Direção: Mark Robson Produção: Bernard Donnenfeld, Jennings Lang Mark Robson Roteiro: George Fox eMario Puzo Fotografia: Philip H. Lathrop Música: John Williams Elenco Charlton Heston ...     Stewart Graff Ava Gardner ...     Remy Royce-Graff George Kennedy    ...     Sgt. Lew Slade Lorne Greene    ...     Sam Royce Geneviève Bujold    ...     Denise Marshall Richard Roundtree    ...     Miles Quade Marjoe Gortner    ...     Jody Barry Sullivan    ...     Dr. Willis Stockle Lloyd Nolan    ...     Dr. James Vance Victoria Principal    ...     Rosa Amici Walter Matthau    ...     Drunk Monica Lewis    ...     Barbara Gabriel Dell    ...     Sal Amici Pedro Armendáriz Jr.    ...     Officer Emilio Chavez Lloyd Gough    ...     Bill Cameron Sinopse Stuart Graff (Charlton Heston), um engenheiro, sofre com o ciúme constante de sua esposa Remy (Ava Gardner). Ele se envolve com a víuva de um amigo do trabalho, Denise Marshall (Geneviève Bujold). O sogro dá uma promoção a Stuart, incitado por Remy, para que ele se afaste de sua amante. A vida deles e de toda a população de Los Angeles será mudada após um grande terremoto que irá abalar toda a cidade. Curiosidades - O filme foi escrito por Mario Puzo, responsável por O Poderoso Chefão. - Orçado em $7,000,000 dólares. - Steve McQueen e Paul Newman foram cogitados para o filme. - A produção exigiu a completa destruição de parte do Universal Studios backlot. - Foram utilizadas miniaturas de prédios em algumas cenas como efeito especial. - Devido aos efeitos de som sensurround, várias pessoas chegaram a passar mal em algumas sessões. Prêmios - Indicação ao Oscar de Melhor Edição, Direção de Arte, Som e Filme. Assista Online (dublado em português) 5-D1DrYe3ho Imagens
| 5627 ace
Título Original: Lone Star Ano/País/Gênero/Duração: 1952 / EUA / Western / 94min Direção: Vincent Sherman Produção: Z. Wayne Griffin Roteiro: Borden Chase Fotografia: Harold Rosson Música: David Buttolph Elenco Clark Gable ...     Devereaux Burke Ava Gardner ...     Martha Ronda Broderick Crawford    ...     Thomas Craden Lionel Barrymore ...     Andrew Jackson Beulah Bondi    ...     Minniver Bryan Ed Begley    ...     Anthony Demmet James Burke    ...     Luther Kilgore William Farnum    ...     Tom Crockett Lowell Gilmore    ...     Captain Elliott Moroni Olsen    ...     Sam Houston Russell Simpson    ...     Maynard Cole William Conrad    ...     Mizette Lucius Cook    ...     Seth Moulton Ralph Reed    ...     Bud Yoakum Ric Roman    ...     Gurau Sinopse Durante a batalha pela independência do Texas, em 1845, Devereaux Burke (Clark Gable), um barão do gado e o senador Thomas Craden (Broderick Crawford) disputam o amor da bela Martha Ronda (Ava Gardner) e também posições políticas. Curiosidades - Último filme de Lionel Barrymore. - Primeiro filme de George Hamilton. Imagens
| 6595 ace
Título Original: The Bible: In the Beginning Ano/País/Gênero/Duração: 1966 / EUA / Drama / 174 min. Direção: John Huston Produção: Dino De Laurentiis Roteiro: Vittorio Bonicelli, Christopher Fry (1), Jonathan Griffin, Ivo Perilli, Mario Soldati, Orson Welles Fotografia: Giuseppe Rotunno Música: Toshirô Mayuzumi Elenco Michael Parks ... Adam Ulla Bergryd ... Eve Richard Harris ... Cain John Huston ... Noah Stephen Boyd ... Nimrod George C. Scott ... Abraham Ava Gardner ... Sarah Peter O'Toole ... The Three Angels Zoe Sallis ... Hagar Gabriele Ferzetti ... Lot Eleonora Rossi Drago ... Lot's Wife Franco Nero ... Abel Pupella Maggio ... Noah's Wife Robert Rietty ... Abraham's Steward Peter Heinze ... Shem Roger Beaumont Gianluigi Crescenzi Maria Grazia Spina ... Daughter of Lot Angelo Boscariol ... Ham Claudie Lange ... Nimrod's Wife Anna Orso ... Shem's Wife Adriana Ambesi ... Daughter of Lot Eric Leutzinger ... Japheth Michael Steinpichler Gabriella Pallotta ... Ham's Wife Alberto Lucantoni ... Isaac Rossana Di Rocco ... Japheth's Wife Luciano Conversi ... Ishmael Giovanna Galletti ... Sinful Woman Paola Ambrosi Flavio Bennati ... Serpent Salvatore Billa ... Follower of Abraham Giovanni Di Benedetto ... Nimrod's man Aviva Israeli Flavio Nennati Marie-Christine Pratt Ivan Rassimov ... Dignitary of Babylon Amru Sani Elisabetta Velinska Sinopse Os 22 primeiros capítulos do Gênesis são trazidos através da história de Adão, Noé e Abraão. Curiosidades - John Huston queria Charles Chaplin interpretando Noé. Devido a recusa deste, ele mesmo fez o papel. - Foi anunciado que este seria o primeiro de uma série de filmes bíblicos. - Na sequencia do Jardim do Éden, os atores apareceram nus, embora ocultos sob sombras. - Alec Guinness foi cotado para o papel de Noé. Imagens
| 5980 ace
Título Original: The Blue Bird Ano/País/Gênero/Duração: 1976 / EUA União Soviética e Reino Unido / Fantasia Infantil Aventura/ 99min Direção: George Cukor Produção: Paul Maslansky Roteiro: Alfred Hayes  e Aleksei Kapler Fotografia: Jonas Gritsius e Freddie Young Música: Irwin Kostal e Andrei Petrov Elenco Elizabeth Taylor ... Queen of Light / Mother / Witch / Maternal Love Jane Fonda ... The Night Ava Gardner ... Luxury Cicely Tyson ... Tylette, The Cat Robert Morley ... Father Time Harry Andrews ... The Oak Todd Lookinland ... Tyltyl Patsy Kensit ... Mytyl Will Geer ... Grandfather Mona Washbourne ... Grandmother George Cole ... Tylo, The Dog Richard Pearson ... The Bread Nadezhda Pavlova ... The Blue Bird Georgi Vitsin ... The Sugar Margarita Terekhova ... The Milk Oleg Popov ... Fat Laughter Leonid Nevedomsky ... Father Valentina Ganibalova ... The Water Yevgeni Shcherbakov ... The Fire Pheona McLellan ... Sick Girl Sinopse Mytyl (Patsy Kensit) e seu irmão Tyltyl (Todd Lookinland) vivem com os pais camponeses e partem em busca de um pássaro azul que lhes trará felicidade, guiados pela Rainha da Luz (Liz Taylor), que lhes dá um chapéu com um diamante mágico que lhes permite evocar as almas de todas as cisas, vivas e inanimadas. Em sua jornada, eles são acompanhados Poe um cão e um gato, visitando reinos do passado, presente e futuro. Curiosidades - Filmado em Moscou e Leningrado. - Katharine Hepburn e Shirley MacLaine chegaram a assinar contrato para fazerem o filme. - James Coco faria Tylyl, mas teve problemas de saúde e teve que ser substituído. - Foi filmado pela primeira vez em 1910, estrelado por Pauline Gilmer e Oliver Walter. - Outras versões: 1918 (com  Tula Belle e Robin Macdougall) e a versão mais famosa, ctendo Shirley Temple no papel principal. - O filme foi uma realização conjunta dos EUA, União Soviética e Reino Unido. Imagens
| 8244 ace
Título Original: The Sentinel Ano/País/Gênero/Duração: 1977 / EUA / Terror / 92min Direção: Michael Winner Produção: Jeffrey Konvitz e Michael Winner Roteiro: Jeffrey Konvitz e Michael Winner Fotografia: Richard C. Kratina Música: Gil Melle Elenco Chris Sarandon ... Michael Lerman Cristina Raines ... Alison Parker Martin Balsam ... Prof. Ruzinsky John Carradine ... Fr. Francis Matthew Halloran José Ferrer ... Priest of the Brotherhood Ava Gardner ... Miss Logan Arthur Kennedy ... Monsignor Franchino Burgess Meredith ... Charles Chazen Sylvia Miles ... Gerde Engstrom Deborah Raffin ... Jennifer Eli Wallach ... Det. Gatz Christopher Walken ... Det. Rizzo Jerry Orbach ... Michael Dayton Beverly D'Angelo ... Sandra Hank Garrett ... James Brenner Sinopse Alison Parker (Cristina Raines), noiva de Michael Lerman (Cris Sarandon), passa a sofrer pesadelos após se mudar para um apartamento em Nova York. Seus novos vizinhos são estranhos, e ela descobre que eles na verdade são assassinos já falecidos. Imagens
| 5363 ace
Título Original: All This, and Heaven Too Ano/País/Gênero/Duração: 1940 / EUA / Drama Romance / 141min Direção: Anatole Litvak Produção: David Lewis, Anatole Litvak, Hal B. Wallis Roteiro: Rachel Field, Casey Robinson Fotografia: Ernest Haller Música: Max Steiner Elenco Bette Davis ... Henriette Deluzy-Desportes Charles Boyer ... Duc de Praslin Jeffrey Lynn ... Henry Martyn Field Barbara O'Neil ... Duchesse de Praslin Virginia Weidler... Louise Helen Westley ... Madame LeMaire Walter Hampden ... Pasquier Henry Daniell ... Broussais Harry Davenport ... Pierre George Coulouris ... Charpentier Montagu Love ... Marechal Sebastiani Janet Beecher ... Miss Haines June Lockhart ... Isabelle Ann E. Todd ... Berthe Richard Nichols ... Reynald Fritz Leiber ... Abbe Gallard Ian Keith ... DeLangle Sibyl Harris ... Mlle. Maillard Edward Fielding ... Dr. Louis Mary Anderson ... Rebecca Jay Ann Gillis ... Emily Schuyler Peggy Stewart ... Helen Lexington Victor Kilian ... Gendarme Sra. Gardner Crane ... Madame Gauthier Egon Brecher ... Doctor Doris Bren ... Agnes Brevoort Carmen Bretta ... Maxine, Frances' Maid Virginia Brissac ... Nun Georgia Caine ... Lady at the Theatre Glen Cavender ... Jean Cora Sue Collins ... Louise de Rham Claire Du Brey ... Nun Gloria Fisher ... Kate Delancey Mary Forbes ... Lady at the Theatre Brenda Fowler ... Nun Betty Jane Graham ... Clara Parker Betty Jean Hainey ... Elizabeth Ward Creighton Hale ... Ship's Officer Leyland Hodgson ... Captain Anne Howard ... Isabelle Loullard Marilyn Knowlden ... Marianna Van Horn Vera Lewis ... Queen Amélia of France Natalie Moorhead ... Lady at the Theatre Susanne Ransom ... Dora Vanderbilt Frank Reicher ... Police Official Christian Rub ... Loti Jeanne Wells ... Mary Simpson Lottie Williams ... Servant Sinopse Henriette Deluzy-Desportes (Bette Davis), uma ex-governante inglesa, deseja recomeçar a vida na América depois de ter se envolvido em um grande escândalo. Ela se torna professora em uma escola, mas acaba sendo descoberta por algumas alunas que organizam um motim contra ela. Curiosidades - Adaptação do romance de mesmo nome de Rachel Field. - Bette Davis usou 37 roupas que custaram $ 1000 dólares cada. - Bette Davis iniciou um caso com o diretor Anatole Litvak, começando a briga com a então esposa deste, Miriam Hopkins, que duraria toda a vida. - Como seu personagem, Charles Boyer também cometeu suicídio, logo após a morte de sua esposa, a atriz Pat Paterson. Assista Online Download: Este filme é de  domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria.   Legendas Imagens
| 6104 ace
Título Original: The Corn Is Green Ano/País/Gênero/Duração: 1945 / EUA / Drama / 115min Direção: Irving Rapper Produção: Jack Chertok eJack L. Warner Roteiro: Frank Cavett, Casey Robinson, Emlyn Williams Fotografia: Sol Polito Música: Max Steiner Elenco Bette Davis ... Miss Lilly Moffat Nigel Bruce ... The Squire Rhys Williams ... Sr. Jones Rosalind Ivan ... Sra. Watty Mildred Dunnock ... Miss Ronberry Arthur Shields ... Glyn Thomas Gwyneth Hughes ... Sarah Pugh Thomas Louden ... Old Tom John Dall ... Morgan Evans Joan Lorring ... Bessie Watty Jack Owen ... Tudor William Roy ... Idwal Morris Sinopse Lilly Moffat (Bete Davis), uma professora, fica assustada com as condições de uma cidade da Inglaterra. Lá ela cria uma escola para educar os habitantes, mas enfrenta a rejeição de algumas autoridades locais, que não concordam com ela e recusam-se a alugar o espaço. Com isso, Lilly faz a escola em sua casa. Imagens
| 4106 ace
Título Original: Of Human Bondage Ano/País/Gênero/Duração: 1934 / EUA / 83min Direção: John Cromwell Produção: Pandro S. Berman Roteiro: W. Somerset Maugham, Lester Cohen, Ann Coleman Fotografia: Henry W. Gerrard Música: Max Steiner Elenco Leslie Howard .... Philip Carey Bette Davis .... Mildred Rogers Frances Dee .... Sally Altheny Kay Johnson .... Norah Reginald Denny .... Harry Griffiths Alan Hale .... Emil Miller Reginald Sheffield .... Cyril Dunsford Reginald Owen .... Thorpe Altheny Desmond Roberts .... Dr. Jacobs Sinopse Philip Carey (Leslie Howard), abandona a carreira artística e começa a estudar medicina e acaba se apaixonando por Mildred Rogers (Bette Davis), uma garçonete sem moral. A princípio ela o rejeita, preferindo outro homem, mas depois retorna, grávida e Philip resolve aceita-la. Curiosidades - Bette começou a ser considerada uma verdadeira atriz neste filme. - Baseado na novela de mesmo nome de W. Somerset Maugham. - Refilmado em1946, tendo Kim Novak e Laurence Harvey nos papéis principais. - Irene Dunne era a opção inicial para o papel de Mildred. - Bette Davis estudou o sotaque cockney para o papel. - A doença terminal de Milldred mudou de sífilis para tuberculose, por causa da censura. Prêmios - Indicado ao Oscar de Melhor Atriz (Bette Davis). Assista Online (legendado)   Download: Este filme é de  domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria. Legendas     Imagens
| 6658 ace
  Título Original: The Bad Sister Ano/País/Gênero/Duração: 1931 / EUA / 68min Direção: Hobart Henley Produção: Carl Laemmle Jr. Roteiro: Edwin H. Knopf e Booth Tarkington Fotografia: Karl Freund Karl Freund Música: David Broekman   Elenco   Conrad Nagel     ...     Dr. Dick Lindley Sidney Fox    ...     Marianne Madison Bette Davis ...     Laura Madison Zasu Pitts ...     Minnie Slim Summerville    ...     Sam Charles Winninger    ...     Mr. Madison Emma Dunn    ...     Mrs. Madison Humphrey Bogart ...     Valentine Corliss Bert Roach    ...     Wade Trumbull David Durand    ...     Hedrick Madison   Sinopse   Marianne (Sidney Fox), uma jovem rica e mimada de uma cidade do interior está entediada com sua vida e acasa se apaixonando por um artista. Os dois se casam e ele a abandona após a noite de núpcias.   Curiosidades - Baseado no romance “The Flirt”, de Booth Tarkington. - Refilmagens anteriores em 1916 e 1922. - Filme de estréia de Bette Davis.   Download: Este filme é de  domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria. Sem Legendas (Envie-nos)     Imagens
| 5394 ace
Título Original: A Stolen Life Ano/País/Gênero/Duração: 1946 / EUA / Drama / 109min Direção: Curtis Bernhardt Produção: Jack L. Warner e Bette Davis Roteiro: Karel J. Benes, Catherine Turney, Margaret Buell Wilder Fotografia: Ernest Haller e Sol Polito Música: Max Steiner Elenco Bette Davis ... Kate Bosworth / Patricia Bosworth Glenn Ford ... Bill Emerson Dane Clark ... Karnock Walter Brennan ... Eben Folger Charles Ruggles ... Freddie Linley Bruce Bennett ... Jack R. Talbot Peggy Knudsen ... Diedre Esther Dale ... Mrs. Johnson Clara Blandick ... Martha Joan Winfield ... Lucy Sinopse Duas irmãs gêmeas, enquanto Kate (Bette Davis) é uma boa moça, que se apaixona por Bill (Glenn Ford). Os dois se apaixonam, mas ele acaba se casando com a sua irmã gêmea, Patrícia (Bette Davis), que, ao contrário dela, é má. Após algum tempo, durante um acidente em um barco, Patrícia morre enquanto Kate toma seu lugar. Curiosidades - Único filme produzido pela própria Bette Davis. - Durante a cena do barco, Bette Davis quase morre afogada. Assista Online Imagens
| 5297 ace
Título Original: The Private Lives of Elizabeth and Essex Ano/País/Gênero/Duração: 1939 / EUA / Drama / 106min Direção: Michael Curtiz Produção: Robert Lord e Hal B. Wallis Roteiro: Norman Reilly Raine e Eneas MacKenzie Fotografia: Sol Polito Música: Erich Wolfgang Korngold Elenco Bette Davis ... Queen Elizabeth Errol Flynn ... Earl of Essex Olivia de Havilland ... Lady Penelope Gray Donald Crisp ... Francis Bacon Alan Hale ... Earl of Tyrone Vincent Price ... Sir Walter Raleigh Henry Stephenson ... Lord Burghley Henry Daniell ... Sir Robert Cecil James Stephenson ... Sir Thomas Egerton Nanette Fabray ... Mistress Margaret Radcliffe Ralph Forbes ... Lord Knollys Robert Warwick ... Lord Mountjoy Leo G. Carroll ... Sir Edward Coke Sinopse Elizabeth, a rainha (Bette Davis) governa a Inglaterra com punhos de ferro. Seu coração derrete-se pelo conde de Essex, Robert Devereux (Errol Flynn), que se torna dentre os demais súditos, seu favorito e amante. Curiosidades - Roteiro baseado na peça teatral Elizabeth the Queen, de Maxwell Anderson que foi sucesso na Broadway. - Estrelado na Broadway por Lynn Fontanne e Alfred Lunt. - Bette Davis raspou sua cabeça para parecer calva e também removeu as sobrancelhas. - Errol Flynn quis mudar o título, pois o anterior, “Rainha Elizabeth” não favorecia seu nome. - Primeiro filme de Nanette Fabray. - Bette Davis tinha apenas 31 anos quando fez o filme. Exatamente a metade da idade da rainha em questão. - Bette queria Laurence Olivier para o papel de Lorde Essex, por achar Errol Flynn um ator de terceira categoria. Prêmios - Indicação ao Oscar de Melhor Direção de Arte, Fotografia, Efeitos Especiais, Trilha Sonora e Som. ASSISTA ONLINE: Imagens
| 7464 ace
Título Original: The Virgin Queen Ano/País/Gênero/Duração: 1955 / EUA / Drama / 91min Direção: Henry Koster Produção: Charles Brackett Roteiro: Harry Brown e Mildred Lord Fotografia: Charles G. Clarke Música: Franz Waxman Elenco Bette Davis ... Queen Elizabeth I Richard Todd ... Sir Walter Raleigh Joan Collins ... Beth Throgmorton Jay Robinson ... Chadwick Herbert Marshall ... Lord Leicester Dan O'Herlihy ... Lord Derry Robert Douglas ... Sir Christopher Hatton Romney Brent ... French Ambassador Leslie Parrish ... Anne Lisa Daniels ... Mary Sinopse A Rainha Elizabeth (Bette Davis), já em idade avançada, interessa-se por Sir. Walter Raleigh (Richar Todd), que deseja construir barcos para explorar o novo mundo. Ele está interessado em uma das damas de companhia da rainha e esta terá que enfrentar sua grande rivarl, Beth Throgmorton (Joan Collins). Curiosidades - Segunda vez que Bette Davis interpreta a rainha Elizabeth. Prêmios - Indicação ao Oscar de Melhor Figurino. Imagens
| 5376 ace
Título Original: Dangerous Ano/País/Gênero/Duração: 1935 / EUA / Drama / 79min Direção: Alfred E. Green Produção: Jack L. Warner Roteiro: Laird Doyle Fotografia: Ernest Haller Música: Ray Heindorf , Bernhard Kaun, Heinz Roemheld Elenco Bette Davis ... Joyce Heath Franchot Tone ... Don Bellows Margaret Lindsay ... Gail Armitage Alison Skipworth ... Mrs. Williams John Eldredge ... Gordon Heath Dick Foran ... Teddy Walter Walker ... Roger Farnsworth Richard Carle ... Pitt Hanley George Irving ... Charles Melton Pierre Watkin ... George Sheffield Douglas Wood ... Elmont William B. Davidson ... Reed Walsh Sinopse Joyce Heath (Bette Davis) é uma atriz viciada em alcool e decadente, que contará com a ajuda de Don Bellows (Franchot Tone) para que possa retornar à sua carreira nos palcos. Os dois acabam se apaixonando, apesar de estarem envolvidos em outros relacionamentos. Ele consegue se separar, mas o marido de Joyce nega-lhe o divórcio. Curiosidades - Bette Davis não se conformou em ter ganho o Oscar este ano, pois achava que Katharine Hepburn merecia ter ganhado por Alice Adams. Prêmios - Oscar de Melhor Atriz (Bette Davis). Assista Online Download: Este filme é de domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria. Legenda Imagens
| 6003 ace
Título Original: The Great Lie Ano/País/Gênero/Duração: 1941 / EUA / Drama / 108min Direção: Edmund Goulding Produção: Henry Blanke e Hal B. Wallis Roteiro: Lenore J. Coffee Fotografia: Tony Gaudio Música: Max Steiner Elenco Bette Davis ... Maggie Patterson Van Allen George Brent ... Peter 'Pete' Van Allen Mary Astor ... Sandra Kovak Lucile Watson ... Aunt Ada Greenfield Hattie McDaniel ... Violet Grant Mitchell ... Joshua 'Josh' Mason Jerome Cowan ... Jock H. Thompson Charles Trowbridge ... Sen. Ted Greenfield Thurston Hall ... Oscar Worthington 'Worthy' James Russell Hicks ... Col. Harriston Virginia Brissac ... Sadie J. Farrell MacDonald ... Dr. Ferguson Addison Richards ... Mr. Talbot Sam McDaniel ... Jefferson Washington Sinopse Sandra (Mary Astor) casada com Peter (George Brent), engravida do marido no momento em que eles estão em processo de separação. Mas ele, que já estava noivo de outra mulher, sofre um acidente num vôo e é dado como morto. ASSISTA ONLINE Imagens
| 3788 ace
Título Original: The Whales of August Ano/País/Gênero/Duração: 1987 / EUA / Drama / 91min Direção: Lindsay Anderson Produção: Mike E. Kaplan e Carolyn Pfeiffer Roteiro: David Berry Fotografia: Mike Fash Música: Alan Price Elenco Bette Davis .... Libby Strong Lillian Gish .... Sarah Webber Vincent Price .... Sr. Maranov Ann Sothern .... Tisha Doughty Harry Carey Jr. .... Joshua Brackett Frank Grimes .... Sr. Beckwith Margaret Laddy .... Libby - jovem Tisha Sterling .... Tisha - jovem Mary Steenburgen .... Sarah - jovem Frank Pitkin .... Randall Mike Bush .... Randall - jovem Sinopse As irmãs Libby (Bette Davis) e Sarah (Lillian Gish), já idosas, vivem sozinhas em uma casa no litoral do Maine, onde dividem lembranças da vida passada. Por causa da cegueira de Libby, sua irmã precisa cuidar dela. Surge Sr. Maranov (Vincent Price), um homem velho fugido da revolução russa, e começam as suspeitas de que ele está querendo apenas se aproveitar delas. Curiosidades - Último filme da atriz Lillian Gish, que já tinha à época, 93 anos. - Último filme de Ann Sothern. - Primeiro filme em que Vincent Price atua sem que seja terror. - Bette Davis tinha 81 anos e Vincent Price, 78. Prêmios - Indicação ao Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante (Ann Sothern). Imagens
| 5171 ace
Título Original: Death on the Nile Ano/País/Gênero/Duração: 1978 / Reino Unido / Suspense / 140min Direção: John Guillermin Produção: John Brabourne e Richard B. Goodwin Roteiro: Anthony Shaffer Fotografia: Jack Cardiff Música: Nino Rota Elenco Peter Ustinov ... Hercule Poirot Jane Birkin ... Louise Bourget Lois Chiles ... Linnet Ridgeway Doyle Bette Davis ... Marie Van Schuyler Mia Farrow ... Jacqueline De Bellefort Jon Finch ... James Ferguson Olivia Hussey ... Rosalie Otterbourne George Kennedy ... Andrew Pennington Angela Lansbury ... Salome Otterbourne Simon MacCorkindale ... Simon Doyle David Niven ... Colonel Johnny Race Maggie Smith ... Miss Bowers Jack Warden ... Doctor Ludwig Bessner Harry Andrews ... Barnstaple I.S. Johar ... Manager of The Karnak Sinopse Um cruzeiro luxuoso pelo rio Nilo é palco para o assassinato de uma rica herdeira. Vários dos passageiros teriam motivos de sobra para matá-la. O detetive Hercule Poirot (Peter Ustinov) passará a investiga-los em busca do verdadeiro criminoso. Imagens
| 7178 ace
Título Original: Love me or leave me Ano/País/Gênero/Duração: 1955 / 122min Direção: Charles Vidor Produção: Joe Pasternak Roteiro: Daniel Fuchs, Isobel Lennart Fotografia: Arthur Arling Música:Chilton Price Elenco Doris Day ... Ruth Etting James Cagney ... Martin Snyder Cameron Mitchell ... Johnny Alderman Robert Keith ... Bernard V. Loomis Tom Tully ... Frobisher Harry Bellaver ... Georgie Richard Gaines ... Paul Hunter Peter Leeds ... Fred Taylor Claude Stroud ... Eddie Fulton Audrey Young ... Jingle Girl John Harding ... Greg Trent Sinopse Biografia da cantora dos anos 20, Ruth Etting (Doris Day). Ruth tem sua carreira dirigida totalmente pelo gangster Gimp (James Cagney). Curiosidades - James Cagney indicou o nome de Doris Day para o filme. - Ruth Etting, na verdade, nunca trabalhou em um salão de dança. - Jane Russell foi sondada para o papel de Ruth, mas negou. - Ava Gardner também foi cotada para o papel de Ruth. - A verdadeira Ruth Etting queria Jane Powell em seu papel. - A trilha sonora do filme tornou-se um sucesso imediato. Prêmios - Oscar de Melhor Roteiro. - Indicado ao Oscar de Melhor ator coadjuvante (James cagney), Musica, Som. Imagens
| 5223 ace
Título Original: Teacher's pet Ano/País/Gênero/Duração: 1958 / EUA / Musical / 120min Direção: George Seaton Produção: George Seaton, William Perlberg Roteiro: Fay Kanin, Michael Kanin Fotografia: Haskell Boggs Música: Roy Webb Elenco Clark Gable .... James "Jim" Gannon Doris Day .... Erica Stone Gig Young .... Dr. Hugo Pine Mamie Van Doren .... Peggy DeFore Nick Adams .... Barney Kovac Peter Baldwin .... Harold Miller Marion Ross .... Katy Fuller Charles Lane .... Roy Jack Albertson .... Guia Florenz Ames .... J.L. Ballentine Harry Antrim .... Lloyd Crowley Vivian Nathan .... Sra. Kovac Sinopse James Gannon (Clark Gable) é um editor do jornal “Evening Chronicle”, só que ele nunca chegou a terminar seus estudos, e ainda acredita que a maior professora é a vida. Ele não gosta quando é chamado para dar uma palestra numa faculdade, e acaba mandando uma carta grosseira. Mas ao descobrir que se trata de uma professora que o solicitou, tenta se desculpar, mas ele vê a professora Erica Stone (Dóris Day) ridicularizar sua carta. Mesmo assim os dois se sentem atraídos um pelo outro, e ela irá lhe ensinar. Curiosidades - Clark Gable e Dóris Day tinham 23 anos de diferença de idade. - O filme inicialmente seria um drama, mas acabou sendo recusado por todos os estúdios e só aceito quando se transformou numa comédia. - Cary Grant e James Stewart recusaram o papel de James. - O filme foi realizado em preto e branco para disfarçar a idade e peso de Clark Gable. Prêmios - Indicação ao Oscar de Melhor Roteiro Original e Ator Coadjuvante (Gig Young). - Indicado ao Globo de Ouro de Melhor ator comédia (Clark Gable) e Ator Coadjuvante (Gig Young). Imagens
| 4025 ace
Título Original: Calamity Jane Ano/País/Gênero/Duração: 1953 / EUA / Musical / 101min Direção: David Butler Produção: William Jacobs Roteiro: James O'Hanlon Fotografia: Wilfred M. Cline Música: Sammy Fain Elenco Doris Day ...     Calamity Jane Howard Keel    ...     Wild Bill Hickok Allyn Ann McLerie    ...     Katie Brown Philip Carey    ...     Lieutenant Danny Gilmartin Dick Wesson    ...     Francis Fryer Paul Harvey    ...     Henry Miller Chubby Johnson    ...     Rattlesnake Gale Robbins    ...     Adelaid Adams Sinopse Calamity Jane (Doris Day) vive no velho oeste, e é temida como qualquer homem. Apaixonada por Danny Gilmartin (Philip Carey), resolve trazer uma famosa cantora para a cidade, e parte para uma aventura. Mas ela acaba levando por engano a empregada da cantora. Prêmios - Oscar de Melhor Som, Canção Original. Imagens
| 5563 ace
Título Original: That touch of mink Ano/País/Gênero/Duração: 1962 / EUA / Comédia Romance / 99min Direção: Delbert Mann Produção: Martin Melcher, Stanley Shapiro Roteiro: Stanley Shapiro, Nate Monaster Fotografia: Russell Metty Música: George Duning Elenco Cary Grant ...     Philip Shayne Doris Day ...     Cathy Timberlake Gig Young    ...     Roger Audrey Meadows    ...     Connie Emerson Alan Hewitt    ...     Doctor Gruber John Astin    ...     Mr. Everett Beasley Dick Sargent    ...     Young Man Joey Faye    ...     Short Man Laurie Mitchell    ...     Showgirl John Fiedler    ...     Mr. Smith Willard Sage    ...     Hodges Jack Livesey    ...     Doctor Richardson Sinopse Cathy (Doris Day) é uma moça simples, que um dia, ao caminhar pela rua, é molhada quando a limusine de Philip Shayne (Cary Grant), um milionário, lhe joga lama na roupa. Philip se agrada dela e tenta conquista-la, sem compromisso. Mas ela só deseja casar-se. Curiosidades - Segundo Dóris Day, Cary Grant foi muito profissional e exigente nos detalhes do filme, ajudando-a com o guarda roupa e as decorações. - Rock Hudson foi cogitado para este filme. - Cary Grant odiou o resultado final do filme. Prêmios - Indicado ao Oscar de Melhor Direção de Arte, som e roteiro. Imagens
| 5767 ace
Título Original: The West Point story Ano/País/Gênero/Duração: 1950 / EUA / Musical / 107min Direção: Roy Del Ruth Produção: Louis F. Edelman Roteiro: Irving Wallace, Charles Hoffman, John Monks Jr. Música: Howard Jackson Elenco James Cagney ...     Elwin 'Bix' Bixby Virginia Mayo ...     Eve Dillon Doris Day ...     Jan Wilson Gordon MacRae    ...     Tom Fletcher Gene Nelson    ...     Hal Courtland Alan Hale Jr.    ...     Bull Gilbert Roland Winters    ...     Harry Eberhart Raymond Roe    ...     Bixby's 'wife' Wilton Graff    ...     Lieutenant Colonel Martin Jerome Cowan    ...     Mr. Jocelyn Sinopse Elwin Bix Bixby (James Cagney) é um famoso diretor de espetáculos da Broadway, mas sobrevive graças a um emprego em um clube de Nova York. Eve Dillon (Virgina Mayo), sua namorada, quer que ele tente algo melhor. Esta surge quando ele é convidado a dirigir um show na Academia Militar de West Point, contando com a ajuda de duas belas moças. Prêmios -  Indicado ao Oscar de Melhor Trilha Sonora de um Musical. Imagens
| 5117 ace
Título Original: The glass bottom boat Ano/País/Gênero/Duração: 1966 / EUA / Comédia Romance / 106min Direção: Frank Tashlin Produção: Martin Melcher, Everett Freeman Roteiro: Everett Freeman Fotografia: Leon Shamroy Música: Frank De Vol, Joe Lubin Elenco Doris Day ...     Jennifer Nelson Rod Taylor ...     Bruce Templeton Arthur Godfrey    ...     Axel Nordstrom John McGiver    ...     Ralph Goodwin Paul Lynde    ...     Homer Cripps Edward Andrews    ...     Gen. Wallace Bleecker Eric Fleming    ...     Edgar Hill Dom DeLuise    ...     Julius Pritter Elisabeth Fraser    ...     Nina Bailey Dick Martin    ...     Zack Molloy George Tobias    ...     Norman Fenimore Alice Pearce    ...     Mabel Fenimore Ellen Corby    ...     Anna Miller Dee J. Thompson    ...     Donna Sinopse Jennifer Nelson (Dóris Day) conhece Bruce Templeton (Rod Taylor), um cientista, em uma lancha. Os dois acabam se envolvendo, mas ele começa a suspeitar que ela na verdade é uma espiã russa. Curiosidades - Doris Day tinha 42 anos quando fez o filme. - Último filme de Alice Pearce, que faleceu de câncer apenas três meses antes do lançamento. Imagens
| 7727 ace
Título Original: On moonlighht bay Ano/País/Gênero/Duração: 1951 / EUA / Comedia Musical / 95min Direção: Roy Del Ruth Produção: William Jacobs Roteiro: Jack Rose, Melville Shavelson Fotografia: Ernest Haller Música: Max Steiner Elenco Doris Day ...     Marjorie 'Marjie' Winfield Gordon MacRae    ...     William 'Bill' Sherman Jack Smith    ...     Hubert Wakely Leon Ames    ...     Banker George 'Father' Winfield (Mr. Winfield) Rosemary DeCamp    ...     Alice 'Mother' Winfield Mary Wickes    ...     Stella Ellen Corby    ...     Miss Mary Stevens Billy Gray    ...     Wesley Winfield Henry East    ...     Doughboy by train Jeffrey Stevens    ...     Jim Sherman Eddie Marr    ...     Contest barker at fair Sinopse Marjorie (Doris Day) é uma jovem romantica e sonhadora, que após mudar-se com a família para uma cidade pequena acaba se apaixonando pelo belo vizinho Bill (Gordon MacRae). Seu pai não aprova o namoro dos dois e torna-se um grande obstáculo para sua paixão. Imagens
| 3878 ace
Título Original: Send me no flowers Ano/País/Gênero/Duração: 1964 / EUA / Romance / 100min Direção: Norman Jewison Produção: Harry Keller Roteiro: Julius Epstein Fotografia: Daniel L. Fapp Música: Burt Bacharach, Frank De Vol Elenco Rock Hudson .... George Kimball Doris Day .... Judy Kimball Tony Randall .... Arnold Nash Paul Lynde .... Sr. Akins Hal March .... Winston Burr Edward Andrews .... Dr. Ralph Morrisey Patricia Barry .... Linda Bullard Clive Clerk .... Vito Dave Willock .... Leiteiro Aline Towne .... Cora Christine Nelson .... Enfermeira Clint Walker .... Bert Power Sinopse George Kimball (Rock Hudson) é um hipocondríaco que após uma consulta ao médico recebe por engano um diagnóstico de um homem à beira da morte e com apenas duas semanas de vida. Graças a isso, tenta, nesse tempo que lhe resta de vida, encontrar um novo marido para sua esposa Judy (Doris Day). Judy passa a acreditar que a história é mentira dele, e que ele busca a separação para unir-se a outra mulher. Curiosidades - Último filme da dupla Doris Day e Rock Hudson. Imagens
| 3285 ace
Título Original: Tea for two Ano/País/Gênero/Duração: 1950 / EUA / Musical Romance / 98min Direção: David Butler Produção: William Jacobs Roteiro: Harry Clark, William Jacobs Fotografia: Wilfred M. Cline Música: Vincent Youmans Elenco Doris Day ...     Nanette Carter Gordon MacRae    ...     Jimmy Smith Gene Nelson    ...     Tommy Trainor Eve Arden    ...     Pauline Hastings Billy De Wolfe    ...     Larry Blair S.Z. Sakall    ...     J. Maxwell Bloomhaus Bill Goodwin    ...     William 'Moe' Early Patrice Wymore    ...     Beatrice Darcy (as Pat Wymore) Virginia Gibson    ...     Mabel Wiley Sinopse Nanette Carter (Doris Day) é uma jovem rica que sonha em ser atriz. Rica, decide investir em um musical na Broadway, onde ela mesma será a estrela principal. O que ela não sabe é que os negócios da família vão mal, e seu tio não lhe revela isso, e dizendo-lhe que lhe dará o dinheiro se ela conseguir dizer não a todas as perguntas que lhe fizerem durante o dia. Curiosidades -    Músicas de destaque: "Tea for Two", "I want to be happy", "I know that you know", "I only have eyes for you", "No, no Nanette", "Crazy Rhythm" "Do, do, do", "Oh me, oh my". -    Versão do espetáculo da Broadway “No no Nanette”. Prêmios - Globo de Ouro de Melhor Revelação  (Gene Nelson). Imagens
| 3773 ace
Título Original: The pajama game Ano/País/Gênero/Duração: 1957 / EUA / Musical / 101min Direção: Stanley Donen, George Abbott Produção: Stanley Donen, George Abbott Roteiro: Richard Bissell, George Abbott Fotografia: Harry Stradling Sr. Música: Ray Heindorf Elenco: Doris Day ... Katherine 'Babe' Williams John Raitt ... Sid Sorokin Carol Haney ... Gladys Hotchkiss Eddie Foy Jr. ... Vernon 'Hinesie' Hines Reta Shaw ... Mabel Barbara Nichols ... Poopsie Thelma Pelish ... Mae Jack Straw ... Prez Ralph Dunn ... Myron Hasler Owen Martin ... Max Jackie Kelk Ralph W. Chambers ... Charlie Mary Stanton ... Brenda Sinopse Sid Sorokin (John Raitt) e os empregados de uma fábrica de pijamas se revoltam depois que são obrigados a trabalharem mais para que seus salários não sejam reduzidos. Sid apaixona-se por Babe Williams (Doris Day), a bela representante do sindicato, e ela irá lutar ao lado dos empregados para que suas situações melhorem. Curiosidades - Baseado no musical da Broadway. - Coreografia de Bob Fosse. Imagens
| 3204 ace
Título Original: Lullaby of Broadway Ano/País/Gênero/Duração: 1951 / EUA / Comédia Musical / 92min Direção: David Butler Produção: William Jacobs Roteiro: Earl Baldwin Fotografia: Wilfred Cline Música: Ray Heindorf Elenco Doris Day ...     Melinda Howard Gene Nelson    ...     Tom Farnham S.Z. Sakall    ...     Adolph Hubbell Billy De Wolfe    ...     Lefty Mack Gladys George    ...     Jessica Howard Florence Bates    ...     Mrs. Anna Hubbell Anne Triola    ...     Gloria Davis Hanley Stafford    ...     Voice of Producer Page Cavanaugh    ...     Himself Sinopse Melinda Howard (Doris Day), uma cantora inglesa, viaja de navio para a Nova York, onde faz uma apresentação. Na platéia está o astro da Broadway, Tom Farnham (Gene Nelson). Ao chegar na América, Melinda verifica que sua mãe, uma cantora da Broadway, na verdade se transformou em uma mulher alcoólica e arruinada. Imagens
| 3740 ace
Título Original: The thrill of it all Ano/País/Gênero/Duração: 1963 / EUA / Comédia 107min Direção: Norman Jewison Produção: Martin Melcher, Ross Hunter Roteiro: Carl Reiner Fotografia: Russell Metty Música: Frank De Vol Elenco Doris Day ...     Beverly Boyer James Garner ...     Dr. Gerald Boyer Arlene Francis    ...     Mrs. Fraleigh Edward Andrews    ...     Gardiner Fraleigh Reginald Owen    ...     Old Tom Fraleigh Zasu Pitts ...     Olivia Elliott Reid    ...     Mike Palmer Alice Pearce    ...     Irving's wife Kym Karath    ...     Maggie Boyer Brian Nash    ...     Andy Boyer Lucy Landau    ...     Mrs. Goethe Paul Hartman    ...     Dr. Taylor Hayden Rorke    ...     Billings Alex Gerry    ...     Stokely Robert Gallagher    ...     Van Camp Sinopse Beverly Boyer (Doris Day) é uma dona de casa que vive ao lado de seu marido Gerald (James Garner), um médico ginecologista. Após um jantar, um produtor fica tão impressionado com Beverly, que decide contrata-la para fazer um comercial de sabão, transformando-a em um sucesso de público. Mas a sua nova vida pública a separa da família e ela terá que decidir seu futuro. Curiosidades - Penúltimo filme com a atriz Zasu Pitts. - Judy Holliday foi cogitada para o papel de Beverly. Imagens
| 3890 ace
Título Original: Lover come back Ano/País/Gênero/Duração: 1961 / EUA / Comédia Romance / 91min Direção: Delbert Mann Produção: Martin Melcher, Stanley Shapiro Roteiro: Stanley Shapiro, Paul Henning Fotografia: Arthur E. Arling Música: Frank De Vol, James Allen Bland, Adam Ross Elenco Rock Hudson .... Jerry Webster/Doctor Linus Tyler Doris Day .... Carol Templeton Tony Randall .... Peter 'Pete' Ramsey Edie Adams .... Rebel Davis Jack Oakie .... J. Paxton Miller Jack Kruschen .... Doctor Linus Tyler Ann B. Davis .... Millie, Carol's Secretary Joe Flynn .... Hadley Howard St. John .... Mr. John Brackett Karen Norris .... Kelly, Jerry's Secretary Jack Albertson .... Fred Charles Watts .... Charlie Donna Douglas .... Deborah Ward Ramsey .... Hodges Sinopse Jerry Webster (Rock Hudson) e Carl Templeton (Doris Day) são dois publicitários que usam de seus próprios meios para conseguirem clientes. Enquanto ele se utiliza de métodos criativos, ela utiliza seu charme. Ele consegue roubar um cliente dela, e ela tenta se vingar. Prêmios - Indicado ao Oscar de Melhor Roteiro. Imagens
| 3911 ace
Título Original: With Six You Get Eggroll Ano/País/Gênero/Duração: 1968 / EUA / Comédia / 99min Direção: Howard Morris Produção: Martin Melcher Roteiro: R.S. Allen e Gwen Bagni Fotografia: Ellsworth Fredericks  e Harry Stradling Jr. Música: Robert Mersey Elenco Doris Day ...     Abby McClure Brian Keith    ...     Jake Iverson Pat Carroll    ...     Maxine Scott Barbara Hershey    ...     Stacy Iverson George Carlin    ...     Herbie Fleck Alice Ghostley    ...     Molly the Maid John Findlater    ...     Flip McClure Elaine Devry    ...     Cleo Ruskin Herb Voland    ...     Harry Scott Jamie Farr    ...     Jo Jo William Christopher    ...     Zip Milton Frome    ...     Bud Young Allan Melvin    ...     Desk Sergeant Richard S. Steele    ...     Jason McClure Jimmy Bracken    ...     Mitch McClure Sinopse Abby McClure (Doris Day) é uma viúva com três filhos que se casa com o também viúvo e pai de uma filha Jake Iverson (Brian Keith). Mas os dois não estão preparados para o que virá após o casamento, com seus filhos que se odeiam. Curiosidades - Último filme de Doris Day, depois de 20 anos de carreira. Imagens
| 5438 ace
Título Original: Where Were You When the Lights Went Out? Ano/País/Gênero/Duração: 1968 / EUA / Comédia / 89min Direção: Hy Averback Produção: Everett Freeman e Martin Melcher Roteiro: Everett Freeman, Karl Tunberg, Claude Magnier Fotografia: Ellsworth Fredericks Música: Dave Grusin Elenco •    Doris Day ..... Margaret Garrison •    Patrick O'Neal ..... Peter Garrison •    Robert Morse ..... Waldo Zane •    Terry-Thomas ..... Ladislaus Walichek •    Lola Albright ..... Roberta Lane •    Jim Backus ..... Tru-Blue Lou Sinopse Margaret Garrison (Doris Day), uma atriz de teatro, quer finalmente abandonar a vida artística para se dedicar ao marido e finalmente engravidar de Peter (Patrick O’Neal). Mas o seu empresário quer impedir que isso aconteça, pois ela é uma boa fonte de renda. Além disso, seu marido é tremendamente infiel. Curiosidades - Baseado na peça teatral Monsieur Masure de Claude MAgnier. - Assim como Doris Day mesmo, sua personagem também é conhecida como a virgem. - Primeiro filme de James McEachin. Imagens
| 7195 ace
Título Original: The Ballad of Josie Ano/País/Gênero/Duração: 1968 / EUA / Comédia / 102min Direção: Andrew V. McLaglen Produção: Norman MacDonnell e Martin Melcher Roteiro: Harold Swanton Fotografia: Milton R. Krasner Música: Frank De Vol Elenco Doris Day ...     Josie Minick Peter Graves    ...     Jason Meredith George Kennedy    ...     Arch Ogden Andy Devine    ...     Judge Tatum William Talman    ...     District Attorney Charlie Lord David Hartman    ...     Sheriff Fonse Pruitt Guy Raymond    ...     Doc Audrey Christie    ...     Annabelle Pettijohn Karen Jensen    ...     Deborah Wilkes Elisabeth Fraser    ...     Widow Renfrew Linda Meiklejohn    ...     Jenny McCardle Shirley O'Hara    ...     Elizabeth Timothy Scott    ...     Klugg Don Stroud    ...     Bratsch Paul Fix    ...     Alpheus Minick Sinopse Josie Minick (Doris Day) é uma viúva, que é forçada a se defender por si mesma. Josie vive em uma região de criadores de gado e encontra-se em dificuldades com os pecuaristas da cidade, quando ela decide fazer uma fazenda de ovelhas de seu sustento. Curiosidades - Doris Day só fez este filme porque seu marido, Martin Melcher, tinha uma procuração em que a obrigava a fazer qualquer filme que ele quisesse. Imagens
| 4315 ace
Título Original: Midnight Lace Ano/País/Gênero/Duração: 1960 / EUA / Suspense / 80min Direção: David Miller Produção: Ross Hunter, Martin Melcher e Edward Muhl Roteiro: Janet Green, Ivan Goff, Ben Roberts Fotografia: Russell Metty Música: Frank Skinner Elenco Doris Day ... Kit Preston Rex Harrison ... Anthony 'Tony' Preston John Gavin ... Brian Younger Myrna Loy ... Beatrice Corman Roddy McDowall ... Malcolm Herbert Marshall ... Charles Manning Natasha Parry ... Peggy Thompson Hermione Baddeley ... Dora Hammer John Williams ... Insp. Byrnes Richard Ney ... Daniel Graham Anthony Dawson ... Roy Ash Rhys Williams ... Victor Elliot Richard Lupino ... Simon Foster Hayden Rorke ... Dr. Garver Doris Lloyd ... Nora Sinopse Kit (Doris Day) está casada há algum tempo com Anthony Preston (Rex Harrison), mas os dois nunca tiveram uma oportunidade de viajarem juntos. Um dia, Kit ouve alguém dizer seu nome na rua, e após isto, ligações misteriosas começam a atormenta-la. Um estranho morador da rua passa a ser o principal suspeito. Ao mesmo tempo, Anthony passa a questionar se tudo não seria imaginação de Kit. Imagens
| 5628 ace
Título Original: Young at heart Ano/País/Gênero/Duração: 1954 / EUA / Drama Musical Romance / 60min Direção: Gordon Douglas Produção: Henry Blanke Roteiro: Lenore J. Coffee, Julius Epstein, Liam O'Brien Fotografia: Ted D. McCord Música: Sammy Fain, Charles Henderson, Ray Heindorf, Johnny Richards Elenco Doris Day ...     Laurie Tuttle Frank Sinatra ...     Barney Sloan Gig Young    ...     Alex Burke Ethel Barrymore ...     Aunt Jessie Tuttle Dorothy Malone ...     Fran Tuttle Robert Keith    ...     Gregory Tuttle Elisabeth Fraser    ...     Amy Tuttle Alan Hale Jr.    ...     Robert Neary Lonny Chapman    ...     Ernest Nichols Frank Ferguson    ...     Bartell Sinopse Laurie (Doris Day) vive com suas irmãs e sua tia Jessie (Ethel Barrymore), e dividem o amor que sentem pela música. Durante um jantar em comemoração ao noivado de sua irmã Fran (Dorothy Malone) com Bob (Alan Hale Jr), Lauren acaba conhecendo Alex (Gig Young), um músico que a princípio ela pensa que é veterinário. Alex vai morar com a família enquanto compõe músicas. Mas as três irmãs irão se sentir atraídas por ele. Barney Sloan (Frank Sinatra) irá ajuda-lo na composição das músicas. Curiosidades - Frank Sinatra se desentendeu com Martin Melcher, marido de Doris Day, que ele achava que a explorava. - Filme de estréia de Lonny Chapman. - Ethel Barrymore estava muito fraca devido a idade durante as filmagens, e teve que passar boa parte do tempo em uma cadeira de rodas. - Último filme de Doris Day sob contrato com a Warner. Imagens
| 4180 ace
Título Original: Storm Warning Ano/País/Gênero/Duração: 1951 / EUA / Drama / 93min Direção: Stuart Heisler Produção: Jerry Wald Roteiro: Daniel Fuchs e Richard Brooks Fotografia: Carl E. Guthrie Música: Daniele Amfitheatrof Elenco: Ginger Rogers ...     Marsha Mitchell Ronald Reagan ...     Burt Rainey Doris Day ...     Lucy Rice Steve Cochran    ...     Hank Rice Hugh Sanders    ...     Charlie Barr Lloyd Gough    ...     Cliff Rummel Raymond Greenleaf    ...     Faulkner Ned Glass    ...     George Athens Paul E. Burns    ...     Frank Hauser, Baggage Man Walter Baldwin    ...     Coroner Bledsoe Lynn Whitney    ...     Cora Athens Stuart Randall    ...     Walt Walters Sean McClory    ...     Shore Sinopse Marsha Mitchell (Ginger Rogers), uma modelo, vai visitar sua irmã Lucy (Doris Day), que está casada e grávida de seu marido Hank (Steve Cochran). No local, Marsha presencia as barbaridades cometidas pela Ku Klux Klan, e descobre que na verdade seu cunhado está por trás de tudo. Curiosidades - O estúdio queria Lauren Bacall para estrelar o filme, mas ela estava ocupada fazendo outro filme. - Joan Crawford foi convidada a fazer o filme, mas negou por acreditar que jamais seria convincente como irmã de Doris Day. Imagens
| 5216 ace
Título Original: Walk Don't Run Ano/País/Gênero/Duração: 1966 / EUA / Comédia / 114min Direção: Charles Walters Produção: Sol C. Siegel Roteiro: Robert Russell e Frank Ross Fotografia: Harry Stradling Sr. Música: Quincy Jones Elenco Cary Grant ...     Sir William Rutland Samantha Eggar    ...     Christine Easton Jim Hutton    ...     Steve Davis John Standing    ...     Julius D. Haversack Miiko Taka    ...     Aiko Kurawa Ted Hartley    ...     Yuri Andreyovitch Ben Astar    ...     Dimitri George Takei    ...     Police Captain Teru Shimada    ...     Mr. Kurawa Lois Kiuchi    ...     Mrs. Kurawa Sinopse William Rutland (Cary Grant), um homem de negócios, encontra dificuldades em encontrar um lugar para ficar em Toquio. Ele propõe a Christine Easton (Samantha Edgar) dividir o apartamente com ela e com Steve Davis (Jim Hutton), um membro da equipe olímpica. Rutland resolve bancar o cupido e unir Steve e Christine. Só que Christine já é noiva, e as confusões começarão por aí. Curiosidades -    Último filme de Cary Grant, que já se achava velho para fazer papéis romanticos. -    Refilmagem de The More the Merrier (1943). ASSISTA ONLINE Imagens
| 5364 ace
Título Original: Father Goose Ano/País/Gênero/Duração: 1964 / EUA / Comédia Romance / 116min Direção: Ralph Nelson Produção: Robert Arthur Roteiro: Peter Stone / Frank Tarloff Fotografia: Charles Lang Música: Cy Coleman Elenco Cary Grant .... Walter Christopher Eckland Leslie Caron .... Catherine Freneau Trevor Howard .... comandante Frank Houghton / Lobo Mau Jack Good .... tenente Stebbings Sharyl Locke .... Jenny Pip Sparke .... Anne Verina Greenlaw .... Christine Stephanie Berrington .... Elizabeth Anderson Jennifer Berrington .... Harriet MacGregor Laurelle Felsette .... Angelique Nicole Felsette .... Dominique Sinopse Walter Christopher (Cary Grant), um ex professor de história, é recrutado para a servir a de vigia durante a Segunda Guerra mundial. Lá ele conhece Catherine (Leslie Caron), uma professora que ficou presa com suas alunas em uma ilha. Walter deve manter contato com o comandante Frank Houghton (Trevor Howard) através do rádio, usando o codinome “Papai ganso”. Curiosidades - Cary Grant disse que esse personagem parecia muito com ele mesmo. - Cary Grant recusou um papal em My Fair Lady para fazer este. - Cary indicou Audrey Hepburn para o papel de Catherine, mas ela já estava ocupada fazendo My Fair Lady. Prêmios - Oscar de Melhor Roteiro Original. - Indicado ao Oscar de Melhor Edição e Som. Imagens
| 5423 ace
Título Original: Operation Petticoat Ano/País/Gênero/Duração: 1959 / EUA / Comédia / 124min Direção: Blake Edwards Produção: Robert Arthur Roteiro: Stanley Shapiro e Maurice Richlin Fotografia: Russell Harlan Música: David Rose Elenco • Cary Grant .... tenente Matt T. Sherman • Tony Curtis .... tenente Nicholas Holden • Joan O'Brien .... tenente Dolores Crandall • Dina Merrill .... tenente Barbara Duran • Gene Evans .... Molumphry • Dick Sargent .... Stovall • Virginia Gregg .... major Edna Heywood • Robert F. Simon .... capitão J.B. Henderson • Robert Gist .... tenente Watson • Gavin MacLeod .... Ernest Hunkle • Dick Crockett .... Harmon • Madlyn Rhue .... tenente Reid • Marion Ross .... tenente Colfax • Clarence Lung .... sargento Ramon Gillardo • Arthur O'Connell .... Sam Tostin • George Dunn .... profeta Sinopse Durante a Segunda Guerra Mundial, o governo tem uma baixa, pois o submarino Sea Tiger fica danificado. Matt Sherman (Cary Grant), o comandante, tenta fazer com que ele volte à ativa, e aceita a ajuda de Nick Holden (Tony Curtis), um tenente sem experiência no mar. Curiosidades - Bob Hope e Tina Louise foram cogitados para o filme. - Refilmagem para a TV em 1997 sob o título “O caso das anáguas”. - O filme também deu origim a uma série de televisão, tendo como protagonista John Astin. A filha de Tony Curtis, Jamie Lee Curtis fazia também uma personagem. - Tina Louise recusou o papel de Dolores Crandall. - Bob Hope se arrependeu de não ter aceitado o convite para fazer o filme. Prêmios - Indicação ao Oscar de Melhor Argumento Original. - Indicação ao Globo de Ouro de Melhor Filme Comédia e Ator Comédia (Cary Grant). Imagens
| 7912 ace
Título Original: Houseboat Ano/País/Gênero/Duração: 1958 / EUA / Comédia /110min Direção: Melville Shavelson Produção: Jack Rose Roteiro: Melville Shavelson, Jack Rose, Betsy Drake Fotografia: Ray June Música: George Duning Elenco Cary Grant ...     Tom Winters Sophia Loren ...     Cinzia Zaccardi Martha Hyer    ...     Carolyn Gibson Harry Guardino    ...     Angelo Donatello Eduardo Ciannelli    ...     Arturo Zaccardi Murray Hamilton    ...     Capt. Alan Wilson Mimi Gibson    ...     Elizabeth Winters Paul Petersen    ...     David Winters Charles Herbert    ...     Robert Winters Madge Kennedy    ...     Mrs. Farnsworth John Litel    ...     Mr. William Farnsworth Werner Klemperer    ...     Harold Messner Sinopse Tom Winters (Cary Grant) é um viúvo com três filhos que está em busca de uma governanta. Cinzia Zaccardi (Sophia Loren), uma bela italiana, é a escolhida. Curiosidades - O roteiro original foi escrito pela mulher de Cary Grant, Betsy Drake. Ela tinha em vista que estrelaria ao lado dele. - Cary Grant e Sophia Loren tiveram um romance durante o filme, mas ela o deixou para casar-se com Carlo Ponti. ASSISTA ONLINE Imagens
| 7373 ace
Título Original: Kiss Them for Me Ano/País/Gênero/Duração: 1957 / EUA / Comédia Romance / 102min Direção: Stanley Donen Produção: Jerry Wald Roteiro: Luther Davis, Julius J. Epstein, Frederic Wakeman Fotografia: Milton R. Krasner Música: Lionel Newman Elenco Cary Grant ...     Cmdr. Andy Crewson Jayne Mansfield ...     Alice Kratzner Leif Erickson    ...     Eddie Turnbill Suzy Parker    ...     Gwinneth Livingston Ray Walston    ...     Lt. (j.g.) McCann Larry Blyden    ...     Mississip Nathaniel Frey    ...     CPO Ruddle Werner Klemperer    ...     Lt. Walter Wallace Jack Mullaney    ...     Ens. Lewis Sinopse Marinheiros em folga planejam passar quatro dias em São Francisco. Chegando lá eles querem aproveitar o máximo a passagem. Andy Crewson (Cary Grant) parece ser o mais entusiasmado, começando a paquerar a bela Alice (Jayne Mansfield), e seu tenente, Walter Wallace (Werner Klemperer) tentará manter eles na linha. Curiosidades - Primeiro filme de Ray Walston. Imagens
| 4166 ace
Título Original: The Bachelor and the Bobby-Soxer Ano/País/Gênero/Duração: 1947 / EUA / Comédia / 95min Direção: Irving Reis Produção: Dore Schary Roteiro: Sidney Sheldon Fotografia: Robert De Grasse e Nicholas Musuraca Música: Leigh Harline Elenco Cary Grant ...     Richard Nugent Myrna Loy ...     Margaret Turner Shirley Temple ...     Susan Turner Rudy Vallee    ...     Tommy Ray Collins    ...     Beemish Harry Davenport    ...     Thaddeus Johnny Sands    ...     Jerry Don Beddoe    ...     Joey Lillian Randolph    ...     Bessie Veda Ann Borg    ...     Agnes Prescott Dan Tobin    ...     Walters Ransom M. Sherman    ...     Judge Treadwell William Bakewell    ...     Winters Irving Bacon    ...     Melvin Ian Bernard    ...     Perry Sinopse Margaret (Myrna Loy) fica em pânico quando descobre que Susan (Shirley Temple), sua irmã adolescente, está apaixonada por Richard Nugent (Cary Grant), um homem bem mais velho e que já foi julgado por ela. Margaret condena ele a sair com a irmã até que esta perca a atração que sente por ele. Prêmios - Oscar de Melhor Roteiro Original. Imagens
| 5238 ace
Título Original: Notorious Ano/País/Gênero/Duração: 1946 / EUA / Suspense / 101min Direção: Alfred Hitchcock Produção: Alfred Hitchcock Roteiro: Ben Hecht Fotografia: Ted Tetzlaff Música: Roy Webb Elenco Cary Grant .... T.R. Devlin Ingrid Bergman .... Alicia Huberman Claude Rains .... Alexander Sebastian Louis Calhern .... capitão Paul Prescott Leopoldine Konstantin .... madame Anna Sebastian Reinhold Schünzel .... Dr. Anderson Moroni Olsen .... Walter Beardsley Ivan Triesault .... Eric Mathis Alex Minotis .... Joseph Wally Brown .... Sr. Hopkins Charles Mendl .... Comodoro Ricardo Costa .... Dr. Julio Barbosa Eberhard Krumschmidt .... Emil Hupka Fay Baker .... Ethel Sinopse Alicia (Ingrid Bergman) começa a beber e procurar homens, depois que seu pai foi condenado como espião. R. R. Devlin (Cary Grant), um agente do governo, se aproxima dela e que lhe chantageia para que aceite o cargo de espiã no Rio de Janeiro. Em troca seu pai não morrerá. Curiosidades - Refilmado para a tv em 1992. - Vivien Leigh foi cogitada para o papel de Alicia. - Hitchcock aparece em aproximandamente uma hora de filme, na festa da mansão de Alexander Sebastian. - O ator Claude Raines precisou subir em um caixote para atuar ao lado de Ingrid Bergman, que era mais alta que ele. Prêmios - Indicação ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante (Claude Rains) e Roteiro Original. Assista Online Imagens
| 5559 ace
Título Original: None But the Lonely Heart Ano/País/Gênero/Duração: 1944 / EUA / Drama / 113min Direção: Clifford Odets Produção: David Hempstead Roteiro: Clifford Odets Fotografia: George Barnes Música: Hanns Eisler Elenco Cary Grant ...     Ernie Mott Ethel Barrymore ...     Ma Mott Barry Fitzgerald    ...     Henry Twite June Duprez    ...     Ada Brantline Jane Wyatt    ...     Aggie Hunter George Coulouris    ...     Jim Mordinoy Dan Duryea    ...     Lew Tate Roman Bohnen    ...     Dad Pettyjohn Konstantin Shayne    ...     Ike Weber Sinopse Ma Mott (Ethel Barrymore) sobrevive, com sua loja, ao lado do filho Ernie (Cary Grant). Ele é irresponsável, sempre sem dinheiro, e está pensando em abandonar a cidade. Ele acaba mudando de idéia ao saber, por outra pessoa, que sua mãe encontra-se doente. Envolve-se com Ada (June Duprez), a ex esposa de um gangster que o contratara. Curiosidades - Hitchcock foi cotado para dirigir o filme. - A mãe de Ginger Rogers denunciou o roteiro do filme como sendo um exemplo de propaganda comunista nos EUA. Clifford Odets acabou denunciado por causa disso. Prêmios - Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante (Ethel Barrymore). - Indicado ao Oscar de Melhor Edição, Música e Filme. Imagens
| 3541 ace
Título Original: The Toast of New York Ano/País/Gênero/Duração: 1937 / EUA / Comedia Biografia / 109min Direção: Rowland V. Lee Produção: Edward Small Roteiro: Matthew Josephson Fotografia: J. Peverell Marley Música: Nathaniel Shilkret Elenco Edward Arnold     ...     James 'Jim' Fisk Jr. Cary Grant ...     Nicholas 'Nick' Boyd Frances Farmer ...     Josie Mansfield Jack Oakie ...     Luke Donald Meek    ...     Daniel Drew Thelma Leeds    ...     Mlle. Fleurique Clarence Kolb    ...     Commodore Cornelius 'Corneel' Vanderbilt Billy Gilbert    ...     Portrait photographer George Irving    ...     Broker selling gold Russell Hicks    ...     Fisk's lawyer Dudley Clements    ...     Jed Collins Lionel Belmore    ...     President of the board Robert McClung    ...     Bellhop Robert Dudley    ...     Sam, a janitor Dewey Robinson    ...     'Beef' Dooley Sinopse Antes da Guerra Civil, Fisk (Edward Arnold), Boyd (Cary Grant) e Lucas (Jack Oakie) são três rapazes ambiciosos e sem escrúpulos. Curiosidades - O filme foi o maior fracasso da RKO em 1937. Imagens
| 3488 ace
Título Original: Wings in the Dark Ano/País/Gênero/Duração: 1935 / EUA / Romance / 75min Direção: James Flood Produção: Arthur Hornblow Jr. Roteiro: Jack Kirkland and Frank Partos Fotografia: William C. Mellor Música: Heinz Roemheld Elenco Myrna Loy ...     Sheila Mason Cary Grant ...     Ken Gordon Roscoe Karns    ...     Nick Williams Hobart Cavanaugh    ...     Mac Dean Jagger    ...     Top Harmon Russell Hopton    ...     Jake Brashear Matt McHugh    ...     Mechanic Graham McNamee    ...     Radio Announcer Sinopse O engenheiro aeronáutico Ken Gordon (Cary Grant ) e seu fiel mecânico Mac (Hobart Cavanaugh ) são dedicados ao desenvolvimento de tecnologia que permitirá aos pilotos a voar às cegas com segurança em condições meteorológicas adversas. Um jornalista acaba publicando, prematuramente, uma matéria sobre o invento, e que acaba prejudicando o projeto. Gordon perde o financiamento, e Sheila Mason (Myrna Loy), uma boa aviadora que não é muito bem aproveitada por ser uma mulher irá lhe ajudar no projeto. Imagens
| 4874 ace
Título Original: Alice in Wonderland Ano/País/Gênero/Duração: 1933 / EUA / Fantasia Infantil / 76min Direção: Norman Z. McLeod Produção: Louis D. Lighton Roteiro: Joseph L. Mankiewicz Fotografia: Henry Sharp e Bert Glennon Música: Dimitri Tiomkin Elenco Charlotte Henry     ...     Alice Leon Errol    ...     Uncle Gilbert Louise Fazenda    ...     The White Queen Ford Sterling    ...     The White King Richard 'Skeets' Gallagher    ...     The White Rabbit Raymond Hatton    ...     The Mouse Polly Moran    ...     The Dodo Bird Ned Sparks    ...     The Caterpillar Sterling Holloway    ...     The Frog Roscoe Ates    ...     The Fish Alison Skipworth    ...     The Duchess Lillian Harmer    ...     The Cook Richard Arlen    ...     The Cheshire Cat Edward Everett Horton    ...     The Mad Hatter Jackie Searl    ...     Dormouse Charles Ruggles    ...     The March Hare Baby LeRoy    ...     The Joker (as Baby Le Roy) May Robson    ...     The Queen of Hearts Alec B. Francis    ...     The King of Hearts William Austin    ...     The Gryphon Cary Grant ...     The Mock Turtle Edna May Oliver    ...     The Red Queen Jack Oakie ...     Tweedledum Roscoe Karns    ...     Tweedledee Mae Marsh    ...     The Sheep W.C. Fields ...     Humpty-Dumpty Gary Cooper ...     The White Knight Sinopse Em um dia tedioso de inverno, Alice (Charlotte Henry) sonha que atravessa o espelho e lá encontra um mundo de magias. Curiosidades - Originalmente o filme tinha 90 minutos, mas os produtores da Universal Studios no final da década de 50 cortaram para a exibição na televisão. - Mais de 7000 meninas foram testadas para o papel de Alice durante mais de 5 meses. - Ida Lupino foi considerada para o papel de Alice. - No filme haviam muitos atores conhecidos, mas estavam ocultos atrás de pesadas maquiagens. - Bing Crosby se negou a fazer o papel da tartaruga por achar que era humilhante. Cary Grant aceitou. Imagens
| 7675 ace
Título Original: The Eagle and the Hawk Ano/País/Gênero/Duração: 1933 / EUA / Guerra Ação / 68min Direção: Stuart Walker Produção: Bayard Veiller Roteiro: Seton I. Miller e Bogart Rogers Fotografia: Harry Fischbeck Música: John Leipold Elenco Fredric March ...     Jerry H. Young Cary Grant ...     Henry Crocker Jack Oakie ...     Mike 'Slug' Richards Carole Lombard ...     The Beautiful Lady Guy Standing    ...     Major Dunham Forrester Harvey    ...     Hogan Kenneth Howell    ...     Lt. John Stevens Leyland Hodgson    ...     Lt. Kingsford Virginia Hammond    ...     Lady Erskine Douglas Scott    ...     Tommy Erskine Robert Seiter    ...     Arnold Voss Adrienne D'Ambricourt    ...     Fifi aka Fanny Sinopse Os pilotos de um esquadrão da Royal Air Force na I Guerra Mundial enfrentam perigos, não só físico, mas mental, na sua luta para sobreviver enquanto lutavam contra o inimigo. Imagens
| 3085 ace
Título Original: She Done Him Wrong Ano/País/Gênero/Duração: 1933 / EUA / Comédia / 66min Direção: Lowell Sherman Produção: William LeBaron Roteiro: Mae West, Harvey F. Thew, John Bright Fotografia: Charles Lang Música: John Leipold Elenco Mae West ...     Lady Lou Cary Grant ...     Capt. Cummings Owen Moore    ...     Chick Clark Gilbert Roland    ...     Serge Stanieff Noah Beery    ...     Gus Jordan David Landau    ...     Dan Flynn Rafaela Ottiano    ...     Russian Rita Dewey Robinson    ...     Spider Kane Rochelle Hudson    ...     Sally Tammany Young    ...     Chuck Connors Fuzzy Knight    ...     Ragtime Kelly Grace La Rue    ...     Frances Kelly Robert Homans    ...     Doheney Louise Beavers    ...     Pearl Sinopse Lady Lou (Mae West) é uma cantora de cabaré em Nova York, que vive cercada de amigos e amntes. Mas um deles é um gangster que fugiu da cadeia, que ao retornar, não sabe que Lou não é a garota fiel que ele pensava ser. Curiosidades - A Legião da Decência foi criada 6 meses depois do lançamento do filme. Provavelmente este seria um dos condenados caso já estivesse funcionando. - Filmado em aproximadamente três semanas. - O único filme de Mae West a receber uma indicação ao Oscar. - Menor filme a receber uma indicação ao Oscar de melhor. - Mae West costurou suas próprias roupas para o filme. Prêmios - Indicado ao Oscar de Melhor Filme. Download: Este filme é de  domínio público. Obs. Este site não incentiva a pirataria. Legendas somente em espanhol e inglês (Caso possua em português, envie-nos)     Imagens
| 7557 ace
Título Original: Madame Butterfly Ano/País/Gênero/Duração: 1932 / EUA / Drama / 86min Direção: Marion Gering Roteiro: David Belasco e John Luther Long Fotografia: David Abel Música: W. Franke Harling Elenco Sylvia Sidney ... Cho-Cho San Cary Grant ... Lieutenant B.F. Pinkerton Charles Ruggles ... Lt. Barton Irving Pichel ... Yomadori Helen Jerome Eddy ... Cho-Cho's mother Edmund Breese ... Cho-Cho's grandfather Louise Carter ... Suzuki Sándor Kállay ... Goro Judith Vosselli ... Madame Goro Sheila Terry ... Mrs. Pinkerton Dorothy Libaire ... Peach Blossom Berton Churchill ... American Consul Philip Horomato ... Trouble Sinopse Cho-Cho San (Sylvia Sidney), uma bela jovem gueixa, sacrifica-se deixando sua família para viver ao lado de um americano, Lieutenant B.F. Pinkerton (Cary Grant).     Imagens
| 8773 ace
Título Original: It Started in Naples Ano/País/Gênero/Duração: 1960 / EUA / Romance / 100min Direção: Melville Shavelson Produção: Jack Rose Roteiro: Michael Pertwee, Jack Davies, Suso Cecchi d'Amico, Melville Shavelson, Jack Rose Fotografia: Robert Surtees Música: Alessandro Cicognini e Carlo Savina Elenco Clark Gable .... Michael Hamilton Sophia Loren .... Lucia Curcio Vittorio De Sica .... Mario Vitale Marietto .... Nando Hamilton Paolo Carlini .... Renzo Giovanni Filidoro .... Gennariello Claudio Ermelli .... Luigi Sinopse Michael (Clark Gable) é um advogado americano vai a Napoles para pegar seu sobrinho Nando (Marietto) e leva-lo para a América. A tia deste, Lucia (Sophia Loren), não concorda com a partida do garoto e inicia-se uma discussão. Mas o que antes era uma antipatia, transforma-se numa grande atração. Curiosidades - O filme foi realizado em Napoles, e Sophia Loren tinha que se esconder, pois o governo investigava seu casamento com Carlo Ponti. - Último filme que Clark Gable viu a estréia. O último seria Os Desajustados. O ator faleceria poucos dias após o final das filmagens. - Clark Gable se apaixonou pela comida italiana quando foi filmar na Italia. - Clark Gable e Sophia Loren não se deram muito bem durante as filmagens. - Um dos motivos para a briga foi a acusação de Sophia Loren de que o diretor favorecia Gable em detrimento dela. Imagens
| 5399 ace
Título Original: Run Silent, Run Deep Ano/País/Gênero/Duração: 1958 / EUA / Guerra / 93min Direção: Robert Wise Produção: Harold Hecht Roteiro: John Gay Fotografia: Russell Harlan Música: Franz Waxman Elenco Clark Gable ...     Cmdr. 'Rich' Richardson Burt Lancaster ...     Lt. Jim Bledsoe Jack Warden    ...     Yeoman 1st Class Mueller Brad Dexter    ...     Ens. Gerald Cartwright Don Rickles    ...     Quartermaster 1st Class Ruby Nick Cravat    ...     Russo Joe Maross    ...     Chief Kohler Mary LaRoche    ...     Laura Richardson Eddie Foy III    ...     Larto Rudy Bond    ...     Sonarman 1st Class Cullen Sinopse Rick (Clark Gable), um official da Marinha, está obstinado em encontrar o destróier japonês que afundou seu navio. Recebendo um novo comando, ele treina seus subordinados para a batalha que irá enfrentar, chegando a desobedecer ordens para conseguir seu intuito. Curiosidades - O ator Albert Salmi foi escolhido para o papel do Mueller, mas desistiu devido a discussões com Clark Gable. - Filme de estréia de Don Rickles. - Clark Gable e Burt Lancaster não se deu bem durante as filmagens, em parte devido à Lancaster fazer piadas sobre a idade Gable. Imagens
| 7842 ace
Título Original: Band of Angels Ano/País/Gênero/Duração: 1957 / EUA / Drama / 127min Direção: Raoul Walsh Roteiro: John Twist Fotografia: Lucien Ballard Música: Max Steiner Elenco Clark Gable .... Hamish Bond Yvonne De Carlo .... Amantha Starr Sidney Poitier .... Rau-Ru Efrem Zimbalist Jr. ..Ten. Ethan Sears Rex Reason .... Capt. Seth Parton Patric Knowles ....Charles de Marigny Torin Thatcher .... Cap. Canavan Andrea King .... Miss Idell Ray Teal .... Mr. Calloway Sinopse Amantha (Yvonne de Carlo) é uma aristocr